Alegria Perpétua

"Tu me farás conhecer a vereda da vida; na tua presença há plenitude de alegria; à tua mão direita há delícias perpetuamente" (Salmos 16:11).
Conta-se que uma mulher, descoberta por um missionário em um lugar remoto da África Central, inesperadamente começou a mostrar grande júbilo quando Jesus lhe foi apresentado. Ela repetia sem parar: "Oh, era Ele que aparecia frequentemente em minhas orações. Eu não sabia quem era, mas sempre me enchia o coração de alegria."

O grande poeta Gióia Junior bem descreveu a figura de Cristo em um de seus famosos poemas: "Jesus -- Senhor dos senhores, Tu és a nossa alegria! Tu és a nossa alegria! Tu és a nossa alegria!" Sim, em todos os momentos e em todas as situações, o Senhor sempre será a nossa alegria. 

Se estamos passando momentos de grandes conquistas e vitórias, Ele é a nossa alegria. Se as lutas nos rodeiam, se a dor nos enfraquece, se o cansaço e as frustrações nos abatem, também nessas circunstâncias o Senhor é um momento maravilhoso de alegria.

Nas profundezas da África, mesmo sem conhecê-lo, aquela mulher se regozijava de alegria no Senhor. Em nosso lar, conhecendo-O bem e sabendo que está junto a nós, muito mais motivos temos de nos alegrar na Sua presença. Mesmo que a tristeza nos cerque por todos os lados,em Cristo alcançamos a plenitude da alegria.

Durante nosso dia de trabalho, Ele é a nossa alegria. Nos momentos de estudo, Ele é a nossa alegria. Ao estarmos em casa, nos afazeres domésticos, Ele é a nossa alegria. Ao viajarmos para rever um parente ou um amigo querido, Ele é a nossa alegria. Ao estarmos na igreja, pregando, testemunhando, cantando louvores, orando, Ele é a nossa alegria.

O Para Refletir vai completar quatorze anos. Milhões de mensagens foram enviadas pela net nesse período. Muitos boletins pastorais têm estampado as suas mensagens, muitos quadros de empresas têm ali as suas mensagens, muitos programas de rádio e televisão transmitem as suas mensagens. Quanta alegria! O Senhor tem sido, todos os dias, a minha grande alegria.

Por. Paulo Roberto Barbosa

Vai tudo bem?

Podes dizer, vai tudo bem?.
2 Reis 4:26-27
Não sei como foi seu dia hoje, talvez você tenha tido um dia atribulado, muitos problemas aconteceram neste seu dia. Seria até pedir demais, para que você responda:” Vai tudo bem”? Talvez você responda: irmão como dizer que esta bem, se tudo vai mal? Como mostrar que estou alegre se o que estou passando está difícil de suportar? Como administrar esta situação? Como sentir alegria diante da perda, do sofrimento, da falta de esperança?
Este relato escrito no capitulo 4 de 2 Reis, nos mostra uma lição de vida, nos mostra como devemos reagir quando notícias ruins nos aparecem. Nos mostra que apesar de uma situação de morte é possível reverter com a nossa fé. A Bíblia nos mostra que o homem natural, jamais entende as coisas espirituais 1 Co 2:14.

Aquela mulher vai diante do profeta, com uma certeza que a situação dela seria revertida, pois ela via diferente. Havia morte em sua casa, e ela simplesmente vê o filho vivo. Quando perguntado: Vai tudo bem? Simplesmente ela responde: Vai tudo bem. Como pode isso? Ela não estaria mentindo?

Não! Absolutamente não! Ela via com os olhos da fé o filho mais vivo que nunca. O homem natural vê morte. O homem espiritual, com fé sobrenatural, vê “vida”, vê solução.

O escritor de Hebreus, nos mostra no Capitulo 11 que a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem. Em outra versão: A fé é o firme fundamento das coisa que não se “vê” em prova das que se esperam.
Aquela mulher cria e esperava seu filho bem vivo. Talvez você esteja vivendo algo terrível, o seu dia não foi tão bom assim. Talvez você diga: Como dizer que vai tudo bem? Como sentir alegria diante o que estou passando?

Habacuque 3: 17:18 Esta passagem Bíblica nos mostra também que é possível se alegrar quando tudo vai mal, pode faltar tudo menos a presença sublime de Deus em nossas vidas, pois ela é responsável por nossa alegria e conforto espiritual.

Vivemos diariamente nos deparando com situações às vezes não esperada, nem projetada por nós.
Abrimos diariamente uma caixinha de surpresa, não sabendo o que dentro dela há. Se estivesse em nosso poder, escolheríamos apenas momentos de alegrias e prosperidades, mas nem sempre em nosso dia temos estes momentos.

Devemos estar preparados e instruídos em todas as situações, a até mesmo diante das adversidades. Filipenses 4:11-13, Hebreus 13:5.Eclesiastes 7:14, 1 Timóteo 6:7-8, 1 Tessalonicenses 5:18. Eclesiastes 5:12, Jó 19:25
Respondendo a pergunta inicial, podemos dizer pela fé sobrenatural, que “vai tudo bem”
Se a alegria do Senhor é nossa força, e se tudo posso naquele que me fortalece, então é possível alegrar-se em tempo de crise. Vai tudo bem!
Filipenses 3:20 Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.

Jó 19:25 Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
Por. Josiel Dias

A diferença entre a pedra irregular e a pedra angular.

A pedra irregular surgiu na década de 80, com a intenção de trazer uma nova sensação de loucura às pessoas. No começo, a maioria não queria saber muito; diziam que era forte demais. Mas aos poucos alguns começaram a experimentar, rendendo-se pela curiosidade, mas não imaginavam no que isso poderia resultar...

Passaram-se três décadas e as conseqüências irreparáveis tornaram-se nítidas de tal forma, que podemos avistá-las em qualquer esquina...

Só nos últimos três anos o seu consumo subiu absurdamente, alguns dizem que triplicou. Só no Brasil o número de usuários passou de 1 milhão. Os viciados nela não conseguem ficar uma hora sem tê-la em seu interior. No Rio de Janeiro, já é a mais usada das drogas. Em Salvador, capital da Bahia, 80% das pessoas com idade entre 12 a 25 anos que vêm a óbito são egressos da pedra irregular e morrem dela ou por ela.

Pessoas estão se entregando a uma vida de mendigo e abandonando seus filhos por causa dela. A pedra irregular é a causa de 80% dos casos de abandono infantil. Meninos e meninas na flor da idade se prostituem até por 1 real e praticam qualquer ato ou tipo de crime em busca dela.

Não tem mais idade. Até mesmos os recém-nascidos vêm ao mundo viciados. É isso mesmo, devido ao consumo da mãe quando grávida, o bebê nasce com fissuras de abstinência, ficando sequeladas para o resto de sua vida.

Não existe mais classe social e cargo que seja barreira. Pra ter uma ideia, até o prefeito de Raposos, na grande Belo Horizonte, foi preso em flagrante com as pedras no bolso. Situação que ele já havia passado anteriormente.

Os usuários estão se matando e fazendo com que os seus familiares morram aos poucos. Um dependente atinge diretamente dez pessoas ao seu redor, fazendo com que todos sofram juntos. As Famílias abaladas vivem dramas de internações e recaídas.

O efeito da pedra irregular é devastador, a fumaça produzida por ela, chega ao sistema nervoso central em dez segundos, para um efeito de apenas de 3 a 10 minutos, após a loucura vem a depressão, o que leva a pessoa a usá-la novamente para compensar o mal-estar, provocando intensa dependência. O que vem depois é a tragédia certa. Ela sempre vicia o usuário no momento do seu experimento.

Uma pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo constatou que apenas 33% se recuperaram e venceram a droga, enquanto que 67% foram derrotados, sendo que deste número, 17% continuavam dependentes, 20% desapareceram, 10% estavam presos e 20% foram mortos em decorrência do mal da droga ou assassinados por conta dela.

O nome dessa pedra irregular é crack! Para que ela perca suas forças na vida de um ser humano, é necessário render-se a Pedra Angular que é Jesus Cristo!
Ele é o Único que pode reverter esse quadro. Ele é a solução. Não existe outra saída!
Jesus é chamado de Pedra angular porque nas construções antigas, esta era a pedra de esquina que servia para alinhar toda a construção. A escolha de uma boa pedra facilitaria a construção conforme a planta. Uma pedra fora de esquadria resultaria numa construção errada.

Se Jesus não for o alicerce, as estruturas estarão abaladas e não será possível aguentar. Por isso é necessário que vidas abram o seu coração, para que uma estrutura inabalável seja construída por meio de Cristo Jesus. Atos 4.11-12

Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina.

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.

Por Samir Amin
Fontes:• Record• Globo• Universidade Federal de São Paulo
www.celprpaul.blogspot.comwww.teleios.com.br

Primeiro Nós, Depois Os Outros

"pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?"
(1 Timóteo 3:5)


Coca-Cola parece estar em todos os lugares. Mas, como chega lá? Este lema, postado na sede da companhia, responde: Pense de forma global, mas, aja no local. O que este slogan está para a Coca-Cola, a Grande Comissão está para a igreja. Uma igreja que quer obedecer o comando do Senhor para fazer discípulos em todas as nações, deve primeiro ser fiel em sua adoração a Deus.
Muitas vezes desejamos alcançar o topo da montanha de nossos sonhos, tanto materiais como espirituais, mas não estamos dispostos a subir, um passo de cada vez. Desejamos grandes conquistas mas nada realizamos para atingir o nosso propósito.
Como poderemos alcançar todas as dádivas do Senhor se nem sequer cogitamos passar alguns momentos diante dEle? Como poderemos receber as respostas do Céu se nem nos preocupamos em "fazer as perguntas"? Como desfrutar do carinho de Deus se não nos aproximamos dEle?
Para uma igreja alcançar um povo perdido precisa se achar primeiro antes de ir até ele. Para mudar a forma de agir de uma cidade precisa mudar a forma de agir de seus membros. Para ver os milagres acontecerem precisa dedicar um tempo à oração e ao estudo da Palavra.
Como podemos aspirar um mundo cheio de amor se não somos capazes de amar aos que estão junto a nós? Como poderemos ansiar por lares estruturados e iluminados espiritualmente se isso não acontece em nossa própria casa? Como edificaremos os jovens que encontramos pelo caminho se não conseguimos evitar a rebeldia de nossos próprios filhos?

Cuidemos de nós mesmos, de nossos filhos e de nossa igreja, antes de tentar cuidar dos demais.



Por .Paulo Roberto Barbosa
Ministério Refletir.

Espanador Espiritual

"Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles
verão a Deus" (Mateus 5:8).
Ele era um menino de apenas quatro anos de idade e não havia nada de incomum em não gostar de sabão e água. Um dia, com muito amor, sua mãe tentou argumentar com ele, dizendo: "Mas seguramente você quer ser limpo, não quer?" "Sim", o menino respondeu com lágrimas, "mas você não poderia passar o espanador em mim, para retirar o pó?"

Isto é muito engraçado, vindo de um menino de quatro anos, mas, triste quando pessoas se contentam em receber apenas uma espanada espiritual por semana (e muitos só permitem que o espanador seja aplicado algumas vezes por ano). A impureza interna se instala e eles parecem contentes sem se incomodar com isso.

Até que ponto somos semelhantes ao garoto de nossa história? Temos nos contentado em viver de qualquer maneira, não nos importando com uma vida espiritual que louve ao Senhor e glorifique o Seu nome? Temos deixado as impurezas mundanas se instalarem em nossos corações, impedindo que a luz de Cristo brilhe em nossas atitudes?

A Palavra de Deus nos diz que as moradas celestiais estão preparadas para os limpos e puros e que ao deixarmos o Senhor nos purificar, nos tornamos mais alvos que a neve. É isso que temos buscado? É isso que alegra os nossos corações? Estamos, alegremente, buscando alegrar o coração de nosso Deus?

Se buscarmos o espanador espiritual apenas nos finais de semana ou em algumas raras vezes por ano, as impurezas tomarão conta de nossas almas e a limpeza passará a ser muito mais difícil. Se deixarmos o Senhor nos limpar a todo momento, nos manteremos puros, cheios de vigor espiritual, felizes e abençoados em todos os dias de nossas vidas.

Deixe Deus agir em seu coração todos os dias e sua vida estará sempre limpa e brilhante.

Por Paulo Roberto Barbosa
Ministério Refletir

Os megaeventos evangélicos e a politicagem


Não sou apolítico — aliás, ninguém o é, posto que até os contrários aos políticos estão fazendo política de oposição! Como cidadão, tenho procurado votar em candidatos portadores de boa fama e que apresentam projetos exequíveis. Mas abomino algumas práticas adotadas em campanhas eleitorais, especialmente no meio evangélico. Causa-me ojeriza o comportamento de líderes que negociam o inegociável para obter favores dos candidatos.
A cada ano eleitoral, vemos homens de Deus se desviando do Caminho por causa de certos favores desfavoráveis ao Evangelho. E tenho observado que alguns organizadores de megaeventos evangélicos (evangélicos?) estão se vendendo por “pratos de lentilha”. Reconheço que a maioria das igrejas necessita de ajuda, especialmente para os eventos de grande porte. E não compete a mim especular sobre a origem dos recursos para pagamento das despesas de eventos. Mas é lamentabilíssimo o fato de certos candidatos terem o poder de interferir nas programações das igrejas, determinando inclusive quais serão os pregadores e cantores de uma festividade.
Se a verdade do Evangelho é inegociável, ela não pode ser vendida nem por todo o dinheiro do mundo! Mas é isso que vem acontecendo. Há pregadores e cantores contratados a peso de ouro para dizer o que os seus patrocinadores (candidatos a cargos públicos) desejam que o povo ouça. Eles não têm compromisso com a Palavra (2 Tm 4.1-5). A sua missão principal não é pregar a verdade, e sim dizer palavras iludentes e fazer menções honrosas aos que os compraram, induzindo os incautos a votarem neles.
Em ano de eleições, os pregadores que verdadeiramente ministram a Palavra de Deus e os cantores que louvam ao Senhor de verdade precisam estar preparados para algumas decepções e surpresas desagradáveis. Recentemente, tive um compromisso desmarcado em cima da hora por causa de politicagem! Depois de confirmado o agendamento pela igreja, certo candidato (que de cândido não tem nada!) interveio e praticamente obrigou o pastor a trocar de preletor. Isso porque este expoente não tinha o perfil desejado: não estava disposto a elogiá-lo publicamente em troca de “benefícios para alavancar o seu ministério”.

Líderes que ficam na mão de políticos só pensam em juntar gente para ganhar dinheiro e popularidade. Não têm cuidado de si mesmos e da doutrina (1 Tm 4.16), tampouco se importam com as heresias e os maus costumes disseminados por super-pregadores e adoradores-ídolos. Realizam showmícios, em detrimento dos cultos de louvor a Deus. Reúnem multidões, não para ouvir a verdade; são amantes do dinheiro (1 Tm 6.10). Mas o Senhor não tem nenhum compromisso com eles. Ele prioriza a verdade, mesmo que ela seja observada por poucos (Jo 6.60-69).
Deixo aqui um conselho aos líderes evangélicos: Se vocês não tiverem condições de convidar pregadores e cantores de renome nacional ou internacional, usem as pratas da casa. Não fiquem na mão dos políticos! Não façam o que eles querem. Não negociem o inegociável. Não permitam que esses enganadores façam “de vós negócio com palavras fingidas” (2 Pe 2.3).





Ciro Sanches Zibordi
Pastor, Ensinador, Escritor, Articulista e Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil e da Casa de Letras Emílio Conde


O Galileu.

Depressão: demônio ou doença?

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) até 2030, a depressão será a maior causadora de perda de qualidade de vida no mundo, hoje, a depressão está relacionada direta ou indiretamente com a morte de 850 mil pessoas por ano, estima-se que só no Brasil sejam 20 milhões o número de pessoas com depressão.
Num primeiro momento poderíamos pensar que depressão é coisa de psiquiatra, e que o tratamento deve ser por meio de remédios (antidepressivos), o que não é um equívoco em sua complexidade, é verdade, a depressão neurológica só pode ser tratada de maneira medicamentosa, porém, a depressão de causa emocional, majoritariamente o caso mais comum, necessita de atendimento psicoterápico, simultâneo ao atendimento farmacológico.

Embora haja evidencias científicas de sua natureza patológica, alguns religiosos insistem em exorcizar o depressivo, há quem até identifique até um espírito chamado de “espírito de depressão”. Diante desta visão simplista fico a indagar: o que será de nossos irmãos em Cristo que sofrem de depressão? Estão eles endemoninhados? E quando falamos de pastor com depressão? Estaria ele possuído?

Permita-me compartilhar uma experiência pessoal, presido uma Ong (www.god.org.br)
que se destina a oferecer atendimento psicológico gratuito, para tanto, utilizamos um anexo de nossa igreja (Comunidade Cristã do Tatuapé). Tal atendimento psicológico é aberto a toda a comunidade de nosso bairro e adjacências, porém, para a minha surpresa 99% dos nossos pacientes são irmãos em Cristo de várias igrejas evangélicas, atendemos pastores, missionários, membros da diretoria da igreja, enfim, irmãos que estão adoecendo emocionalmente dentro das igrejas.

Dentro da atividade psicoterápica, buscando as causas do adoecimento emocional, não me parece que estejam “endemoninhados”, ao contrário há causas bastante claras e justificáveis para o sofrimento vivenciado por eles, problemas conjugais, familiares, profissionais, perdas, frustrações, traições... um número indizível de razões que os levaram a desenvolver um comportamento depressivo.

[b]Pergunta: Por que procuraram atendimento psicológico?[/b]

Por uma simples razão, estão cansados de serem exorcizados em suas igrejas sem qualquer resultado concreto. Pessoas precisam de oração, mas acima de tudo de atenção, de amor e compreensão. Não podemos continuar fazendo igreja no “atacado”, onde as pessoas se tornaram um número em nossa relação de membros, mas alguns irmãos precisam ser individualizados, como uma ovelha que não consegue acompanhar o passo das demais, e por isso, precisa ser tratada de forma individual.

Acredito que demônios possam atuar agravando o estado de sofrimento de pessoas, e diante desta atuação apenas a oração no nome de Jesus possa curá-los, no entanto, quando pensamos em “depressão” acredito que o caso é muito mais complexo que o mero exorcismo. Lembre-se, somos “crentes”, mas continuamos sendo seres humanos, e ser humano se perfaz pela necessidade de amar e sentir-se amado. Acredito que podemos como igreja fazer mais do que orar por essas pessoas.

Por Adriano Chagas
Adriano Chagas é pastor da Comunidade Cristã do Tatuapé, Mestre em Teologia com especialização em Psicologia e Religião pela Pontífice Universidade Católica (PUC/SP); Diretor do Instituto de Saúde e Espiritualidade Doxa Brasil; possui também especializações em Prevenção a Drogas e Dependência Química pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Presidente da Organização GOD (Grupo de Orientação a Depedentes).

Autênticos Ou Meros Atores

"trazendo à memória a fé não fingida que há em ti"
 (2 Timóteo 1:5).

Certa mulher, na porta de um hotel, viu o ator Robert Redford caminhando pelo saguão. Ela o seguiu até a porta do elevador e, com excitação, lhe perguntou: "Você é o verdadeiro Robert Redford?" Enquanto a porta do elevador estava se fechando, ele respondeu: "Só quando eu estou só."
A resposta do artista foi correta. Ele só era o verdadeiro Redford quando estava longe do palco e das luzes. Em cada lugar onde estivesse ele tinha uma personalidade, uma forma de falar, de gesticular, de demonstrar quem ele era. Ele representava o tempo todo.
E nós, filhos do Deus Altíssimo, temos sido autênticos ou costumamos representar de acordo com a circunstância? O Senhor nos diz que devemos ser santos da mesma forma que Ele é santo. Temos demonstrado isso em nosso trabalho? Temos confirmado esse comportamento na Faculdade onde estudamos? Temos falado como tais quando nos encontramos com amigos na esquina próxima à nossa casa? Ou, como bons atores, temos representado papéis diferentes em cada uma das situações?
O ator de nossa ilustração disse que só era verdadeiro quando estava só. Precisamos levar em consideração que jamais estamos sós. Deus está sempre ao nosso lado! E se pensamos em ser autênticos apenas na presença do Senhor, não podemos representar em nenhum dos locais citados acima. Deus está conosco em todos eles!
Devemos amar como o Senhor amou, devemos estender as mãos como Ele sempre fazia, devemos iluminar o local onde estamos como costumava acontecer com o Senhor Jesus. Ele nos salvou, nos deu uma nova forma de viver, nos enviou ao mundo com uma orientação: "Seja sempre, em todo o tempo, em todo lugar, uma bênção".

Sua vida tem sido real ou não passa de uma representação?

Por, Paulo Roberto Barbosa.

Fome por bíblias cresce na China....

 Fome por Bíblias cresce na China


Número de Bíblias não atendem ao número de pessoas que se convertem ao cristianismo na China
A igreja está crescendo na China e, com isso a demanda por Bíblias, de acordo com a Cristã Internacional de Recursos Exposições.

O chefe do programa de parceria com a Sociedade Bíblica da China, Kua Wee Seng, disse que a Amity Printing Press, a única aprovada pelo governo para impressão de Bíblia no país asiático, está lutando para manter a demanda.

Embora o número de Bíblias impressas para distribuição na China aumentarem para quatro milhões no ano passado, Kua disse que mais Bíblias são necessárias para satisfazer as necessidades das cerca de 500.000 pessoas que se voltam para Cristo na nação comunista a cada ano. Ele exortou os cristãos do Ocidente a apoiar a campanha da Sociedade Bíblica de 2010 para levantar fundos para uma nova impressão para atender o mercado chinês de 12 milhões.

Kua disse que a ajuda financeira e prática dos cristãos fora da China fez possível a impressão da Bíblia, nomeadamente através da transferência de toneladas de papel, agora que a China está produzindo sua própria Bíblia.


Acréscimo do Autor do Blog
Enquanto isso em nossas estantes estão repletas de bíblia, onde muitas vezes não lemos, não doamos, apenas estão lá como enfeites. Do outro lado encontra-se uma igreja perseguida,sofredora com fome da palavra de Deus. Que possamos refletir nesta história verídica. Oremos pela China e por sua igreja que tando sofre....
   
Josiel Dias




Tradução/Adaptação: OGalileO
Com informações de Christian Today

Presença sublime de Deus

Presença sublime de Deus.
Seis dias antes da páscoa, Jesus chegou a Betânia, onde vivia Lázaro, a quem ele ressuscitara dentre os mortos. Ofereceram-lhe ali um jantar. Marta servia, e Lázaro estava entre os que se reclinavam à mesa com ele. Então Maria tomou uma libra de um nardo puro, um perfume muito caro, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com seus cabelos. E toda a casa se encheu com a fragrância do perfume”. (João 12.1-3)

O que significa sentir a presença sublime de Deus, em nossas vidas? Talvez não seja tão fácil responder esta pergunta se nunca experimentamos desta comunhão. Outro dia ouvi alguém falar sobre um vendedor de laranjas, que dizia: “Esta laranja é muito doce e suculenta, vamos comprem, e comprovem!” Como descobrir se tal laranja é doce, se não experimentarmos? O que esta história tem haver com o Tema desta mensagem?

Queridos, só poderemos sentir o que esta mulher sentiu, se fizermos o mesmo, que ela fez: Ela tinha algo precioso, caro de muito valor, além disto tinha um coração quebrantado e adorador. Fez toda a diferença esta ação desta mulher. Todos procuram a Deus, todas as religiões procuram por Deus, mas há um povo que Deus procura, são os verdadeiros adoradores, que adoram o Pai em espírito e em verdade.

Se nos doarmos ao Senhor dando a Ele toda honra e glória, receberemos dEle toda a consolação, perdão e alegria para nossa alma abatida. É diante dele que somos consolados, é diante dEle que recebemos a alegria que tanto o homem almeja. É diante dEle que recebemos a “Paz” pois ele é o príncipe da paz, é diante dEle que até a tristeza salta de prazer.

Diante do Senhor, é certeza de um colo e um afago nos momentos de crises que passamos. Mesmo sem forças, diante dEle somos fortificados, pois a alegria do Senhor é a nossa força. Quem fica diante dEle, não quer sair mais. Pra onde iremos se só Ele tem a palavra de vida eterna?

Estar na presença de Deus é algo maravilhoso, por isso aquela mulher aproveitou a oportunidade, de estar diante do Homem que poderia resolver o seu problema, nem se importou com os discípulos que a censurava por doar algo tão caro ao Senhor. Creio que Ele mereça o nosso melhor, nossa adoração, não nos importando com quem nos censura.

Esta na presença de Deus é algo inexplicável, proporciona ao adorador uma alegria e gozo espiritual que só quem sente sabe como é bom. Não encontro palavras que eu conheça para definir o que sentimos em Sua presença. Não sei se choro, se rio ou pulo de prazer e alegria, quando estou em sua presença. Davi sabia o que era estar e sentir a presença de Deus, diz a Blíblia que Davi pulava, dançava diante da presença de Deus. Moisés sabia que subir, do deserto sem a presença de Deus era derrota na certa, portanto ele retrucou: Só subiremos se o Senhor for conosco.

Queridos, tudo em nossa volta coopera para que fiquemos longe da Presença de Deus, os cuidados da nossa vida cotidiana cada vez mais nos afasta do mestre. O nosso inimigo sabendo disto tenta tirar vantagem da situação, pois ele sabe que quando nos afastamos da presença de Deus, a nossa guarda se abre, então o inimigo lança seus dardos inflamados.

Que possamos experimentar desta alegria, tendo um encontro pessoal com Deus, só assim conheceremos a alegria que aquela mulher do vaso de alabastro sentiu. Não se importe com os que estão em sua volta e tentam impedir a sua adoração. Faça como aquela mulher, chore aos pés do Senhor, derrame diante dele sua adoração e sentirás algo inexplicável. Só saberás o sabor da laranja, se experimentares verdadeiramente.

Deus abençoe a todos os adoradores
Por.Josiel Dias.

A Incerteza Das Riquezas

"Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a sua esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que nos concede abundantemente todas as coisas para delas gozarmos"  (1 Timóteo 6:17).

Um jovem estava conversando com um homem de idade e o assunto era riquezas. O velho perguntou ao moço: "Quando um homem se torna suficientemente rico?" O moço respondeu: "Quando ele tiver um milhão de dólares". O velho disse:"Não". "Dois milhões?" "Não". "Dez milhões?" "Não". "cem milhões?" O jovem pensou que com essa quantia encerraria a questão. Mas o velho insistiu: "Não". O moço desistiu e pediu ao velho que lhe dissesse o quanto seria necessário para um homem ser suficientemente rico. O velho, então, respondeu: "Quando ele tiver um pouco mais do que já tem, ou seja, nunca."

É estranho verificar que algumas pessoas nunca julgam ter o suficiente do mundo. Elas sempre estão querendo mais e, por isso, não se sentem felizes. As pessoas que tem, verdadeiramente, Jesus no coração, mesmo que não tenham muito, crêem que têm o suficiente e, por isso, sentem-se alegres e satisfeitas.

O mundo oferece muitas coisas aos incautos. Estes, seduzidos, enveredam por caminhos que julgam serem os da felicidade. Mas ela não chega nunca, e nunca chegará. Cada objetivo alcançado exige algo mais. E quanto mais alcançam metas, mais metas ainda precisam ser alcançadas. Nunca estão e nunca estarão satisfeitos.

A riqueza de Deus é sentida tanto quando temos pouco como quando temos muito. Não importa a quantidade, a presença do Senhor nos torna suficientemente felizes. Se eu tenho pouco, sei que Deus me abençoará e o pouco será suficiente para alegrar meu coração. Se tenho muito, sinto-me especialmente abençoado e sei que poderei compartilhar a minha bênção com muitos outros. Sei que a salvação é a minha maior riqueza e eu poderei compartilhar a minha experiência com um número ilimitado de pessoas sem perder esse grande tesouro.

Não almeje riquezas incertas. Você será sempre rico quando estiver satisfeito com o que Deus lhe dá.
Por. Pr Paulo Roberto Barbosa

Monopólio

"Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção" (Gênesis 12:2).

Um grupo de clérigos estava reunido para decidir se deveria ou não convidar Dwight Moody para sua cidade. O sucesso do afamado evangelista havia despertado a atenção da igreja naquela cidade. Um dos ministros presentes, que se dizia não impressionado com o que falavam do pregador, comentou: "Teria o Sr. Moody monopólio sobre o Espírito Santo?" Outro homem, calmamente, respondeu: "Não, mas parece que o Espírito Santo tem monopólio sobre o Sr. Moody."

Muitas pessoas propagam ser "poderosas" nas mãos de Deus, "ter a chave do poder de Deus", "ter uma oração forte" que resolve tudo, e assim por diante. Estamos cansados de ouvir tudo isso em emissoras de rádio, televisão e outros canais de mídia. Não as queremos julgar, mas o melhor seria que dissessem que são apenas "instrumentos simples" nas mãos de um Deus poderoso, que tudo pode e que tem prazer em abençoar àqueles que o obedecem e que nEle confiam.

Maravilhoso é ouvir alguém dizer que somos diferentes, que temos um semblante que irradia paz, que temos um brilho que dissipa qualquer sombra, que testemunhamos, verdadeiramente, do Deus que proclamamos.

Deus disse a Abrão: "Sê tu uma bênção". Isso deve ser o máximo almejado em nossas vidas espirituais. Isso basta para que sejamos felizes e mais do que vencedores. Não há depressão para aqueles que são uma bênção. Não há angústia e frustração para aqueles que são uma bênção. Não há derrotas para aqueles que são uma bênção.

Você tem deixado o Senhor usar sua vida? Tem aceitado Sua direção? Tem dado a Ele a glória que Lhe pertence? Ou tem determinado o que Deus tem de fazer para você?

Tenho me esforçado para que minha vida esteja sob o monopólio do Senhor Jesus. E você?

Fonte
Ministério Refletir

Maior Que O Vidro Da Janela


"Não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares" (Josué 1:9).

Uma mulher foi acordada por um barulho muito estranho. Parecia ouvir bicadas na janela. Ela se levantou e foi ver o que estava acontecendo. Viu então uma borboleta voando assustada por dentro do vidro e um pardal bicando pelo lado de fora tentando alcançá-la. A borboleta não via a placa de vidro e esperava ser apanhada a qualquer momento. O pardal não via o vidro e esperava pegar a borboleta a qualquer momento. Em todo o tempo a borboleta estava segura porque o vidro estava entre ela e o pardal. Da mesma forma acontece com o cristão que tem Cristo no coração. A presença de Deus está entre nós, Seus filhos, e o perigo.

Muitas vezes nos sentimos angustiados, ansiosos e deprimidos pelas intempéries deste mundo. As coisas não vão bem e parece que somos atacados por todos os lados. Não vemos saída para nossas lutas e esperamos sucumbir a qualquer momento.

Mas como isso é possível? E a promessa do Senhor de nos socorrer quando a Ele clamamos? E a Sua palavra dizendo que estaria conosco todos os dias? E o Seu gesto de carinho dizendo "Não temas que eu sou contigo?"

Se eu me sinto tenso, devo confiar no Senhor. Se as enfermidades estão presentes, devo confiar no Senhor. Se a solidão teima em sentar-se ao meu lado, devo confiar no Senhor. Se as nuvens de chuva se mostram escuras e me afligem, devo confiar que o Senhor logo enviará um claro e brilhante raio de sol.

O nosso Deus jamais nos desampara. Não precisamos temer as adversidades do caminho. Ele está nos protegendo. Muito mais do que o vidro da janela protegia a borboleta. O mal não poderá nos atingir. A mentira não poderá derrubar a verdade. A derrota jamais destruirá a nossa vitoria.

Fonte Ministério Refletir.

Banda gospel do Bope leva paz às comunidades cariocas

Tropa de Louvor é o grupo formado por membros do Batalhão de Operações Especiais, que realiza shows-cultos e se apresenta com a arma na cintura e a Bíblia na mão direita
'Se queres a paz, prepara-te para guerra'. A frase estampada em latim na parte de trás da camisa preta é o aviso que os integrantes da Tropa de Louvor deixam por onde passam. A banda gospel é formada por membros dos Caveiras de Cristo, policiais evangélicos que integram o Batalhão de Operações Especiais (Bope). A Tropa realiza cultos-shows nas comunidades pacificadas e cria uma nova vertente de comportamento, por vezes contraditório, na unidade em que seus homens são treinados para matar.

“Deus está neste lugar”, diz o sargento do Bope e pastor da Igreja Assembleia de Deus Carlos Mello, para um grupo de 200 pessoas, entre eles pastores e padres, no culto-show do Borel, no sábado à tarde. Com a tradicional farda do Bope, o emblema da caveira no braço esquerdo e a Bíblia na mão direita, ele conta seus testemunhos de conversão e convida os moradores para uma tarde de louvor: “Estamos aqui trazendo a palavra do Senhor”.

O público, tímido no início, não demora a se acostumar com a cena do palco: um coral de homens de preto, com coldres e armas na cintura, cantando e orando. A quadra da Escola de Samba Unidos da Tijuca se transforma então numa espécie de templo evangélico dos Caveiras de Cristo.

No culto, animado pela Tropa de Louvor, a interação com os moradores é mantida o tempo inteiro. Além dos momentos de cura e libertação, a banda abre para o plateia um espaço para uma espécie de show de calouros evangélico. Neste momento vale tudo: alguns anunciam o CD que será lançado, outros cantam funk-gospel e ainda há os que aproveitam para prestar depoimentos como o de uma ex-alcoólatra.
“É a primeira vez que os vejo. Estou realmente surpresa. Desmistifica aquela imagem do Bope nos lugares com o Caveirão e para matar”, disse a auxiliar de creche, Andréia Cristiane de Albuquerque, 34 anos.

Público cresce a cada apresentação

A favela do Borel, na Tijuca, foi a quarta comunidade com Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) em que a Tropa de Louvor se apresentou — e a que atraiu o maior número de fiéis, cerca de 200. Na primeira tentativa de aproximação do grupo com moradores, no Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, apareceram 20 pessoas. No segundo culto, na Ladeira dos Tabajaras, foram 30 moradores. E no Morro da Providência, na Gamboa, eram apenas 10 pessoas. “Não soubemos convidar os moradores”, admitiu o sargento do Bope, Max Coelho

Prova de que o culto organizado pelo Bope é marcado pelo diferencial está na plateia: lado a lado padres e pastores rezam de mãos dadas. “Isso aqui traz esperança”, diz o padre da Paróquia São Camilo, na Tijuca, José Patrício de Souza, 63 anos. Para o bispo da Igreja Evangélica Pentecostal Salvação por Cristo, Antonio Ferreira, 75 anos, o culto não é para falar de religião: “Estamos aqui para unir pessoas”.

Bope
O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) é a Força de Intervenção da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Fundado em 19 de Janeiro de 1978, atualmente possui um efetivo de policiais especializados em operações de combate ao crime em áreas de alto risco e resgate de reféns.

Com informações do Odia / Bope
Por Sheila Bastos

Adoração Extravagante. O evangelho do entretenimento

Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. 1 Coríntios 14.26

Nunca o mundo esteve tão religioso, e as igrejas tão mundanas. Não se faz mais distinção entre shows e cultos de "adoração". Em algumas reuniões, os jovens utilizam gritos característicos das torcidas de futebol, como "Ê-ô, ê-ô, Jesus Cristo é o Senhor!" ou "Eu já falei, vou repetir, é Jesus Cristo que comanda isso aqui!?, além de dançarem ao som de ritmos para lá de vibrantes.
Há igrejas cujo púlpito é uma prancha de surf, freqüentadas por jovens que, nos "cultos", vestem bermudas, calçam chinelos de dedo, além de exibirem tatuagem e piercing. Para arrecadar fundos extras, algumas denominações realizam festas similares às juninas, permitindo que seus membros dancem quadrilha no "arraiá evangélico". E há até igrejas que promovem uma espécie de Halloween " dia das bruxas ", alterando o nome para Elohin!

O QUE É O EVANGELHO DO ENTRETENIMENTO?
O evangelho do entretenimento tem transformado os cultos a Deus em meros ajuntamentos para gritar, pular, dançar, assobiar, fazer "trenzinho", cantar, cantar e cantar. Trata-se de um evangelho "sem limites", que pode ser comparado ao "fermento" de Herodes (Mc 8.15) , os herodianos eram liberalistas, modernistas, secularistas, irreverentes e contextualizadores.
Nos "cultos-shows" não há espaço para a exposição da Palavra de Deus. Em muitas dessas reuniões de "adoração extravagante" - expressão muito em voga na atualidade ?, a pregação, quando ocorre, é uma rápida palestra motivacional, voltada para o bem-estar dos espectadores, e não uma exposição da sã doutrina. Tudo é feito a fim de agradar e entreter a ?galera?.
Fico imaginando como Paulo reagiria, em seu tempo, se os crentes fossem aos cultos em busca de entretenimento. Ele, que sempre combateu a desordem, deu as seguintes instruções sobre a Ceia do Senhor: ?... se alguém tiver fome, coma em casa, para que vos não ajunteis para a condenação?
(1 Co 11.34). E, quanto aos dons espirituais, enfatizou: ?... faça-se tudo decentemente e com ordem?
(1 Co 14.40).
Muitos músicos, em nossos dias, orientados pelos propagadores desse falso evangelho ? essencialmente comercial e também voltado para as preferências humanas ?, imitam os intérpretes mundanos, secularizando cada vez mais a liturgia do culto. Mas Deus não mudou; a sua Palavra é a verdade. E nela está escrito: ?Guarda o teu pé, quando entrares na Casa de Deus...? (Ec 5.1).?



Extraído do livro Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria (pp.147,148), de Ciro Sanches Zibordi, editado em 2006 pela CPAD

Influência Para Os Descendentes


"Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele
" (Provérbios 22:6)".

Max Jukes viveu em Nova Iorque. Ele era ateu. Ele não acreditava em Cristo e não permitia que seus filhos fossem à Igreja, mesmo quando esses lhe pediam. Ele teve muitos descendentes, porém, 310 morreram como indigentes, 150 foram criminosos, sendo 78 assassinos, 100 eram alcoólatras, mais da metade das mulheres, prostitutas, Os descendentes de Jukes custaram ao Estado 1.250.000 dólares. Ele costumava combater os sermões de Jonathan Edwars, seu contemporâneo. O pregador amava ao Senhor e levava seus filhos à Igreja todos os finais de semana. Ele dedicou sua vida ao serviço de Deus e teve muitos descendentes. 3 se tornaram presidentes de universidades, 3 Senadores dos Estados Unidos, 30 juízes, 100 advogados, 60 médicos, 65 professores de universidades, 75 oficiais de exército e marinha, 100 pregadores e missionários, 60 escritores de destaque, 1 vice-presidente dos Estados Unidos, 80 altos funcionários públicos, 250 formados em universidades, entre eles governadores de Estados e diplomatas enviados a outros países. Os descendentes de Jonathan Edwards não custaram ao Estado um dólar sequer.
Como nossos filhos têm visto nossas atitudes? Eles têm motivos para se orgulhar de nós ou o que vêem os envergonha? O exemplo que lhes damos marcará positivamente suas vidas e servirá de modelo para ensinarem também a seus filhos ou o melhor que têm a fazer é esquecer as experiências vividas durante seu crescimento?
Deus nos confiou a tarefa de conduzir nossos filhos nos caminhos do Senhor. Se assim o fizermos, eles terão uma vida abençoada e terão muita alegria em transmitir os mesmos ensinamentos a seus filhos que, por sua vez, os repassarão aos seus.
Que influência você deixará para seus filhos, netos e bisnetos?



Por. Pr, Paulo Roberto
Ministério Refletir.

Como criar um delinqüente?

Reflita!
O Texto que transcrevo abaixo é do Departamento de polícia de Houston Texas/EUA, que trás nove lições de como criar um delinqüente, é uma excelente reflexão sobre criaçãode filhos, vejamos então como fazer isso:
 
1. Comece , na infância ,a dar a seu filho tudo que quiser. Assim, quando crescer, ele acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que desejar;

2. Quando ele disser nomes feios(palavrões), sorria.Isso fará considerar-se interessante;

3. Nunca lhe dê orientação religiosa. Espere até que ele chegue aos 21 anos, e “decida por si mesmo”;

4. Apanhe tudo o que ele deixar jogado: livros,sapatos, roupas. Faça tudo para ele. Assim ele aprenderá a jogar sobre os outros, toda a responsabilidade;

5. Discuta com freqüência na presença dele...Assim, não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde;

6. Dê-lhe todo o dinheiro que ele quiser. Nunca o deixe ganhar seu próprio dinheiro.Afinal, por que ele terá de passar pelas mesmas dificuldades pelas quais você passou?

7. Satisfaça todos os desejos dele de comida, bebida e conforto. Nunca diga não, pois negar pode acarretar frustrações prejudiciais;

8. Tome o partido dele contra vizinhos, professores, policiais (todos têm má vontade para com o seu filho...ninguém o compreende...);

9. Quando ele se meter em alguma encrenca séria, dê esta desculpa: “Nunca consegui dominá-lo” . Quando chegar a casa, castigue-o severamente, não dialogue com ele e deixe-o meditar sobre quanto a deixou embaraçada;

Siga todas estas orientações e......
Prepare-se para uma vida de desgosto. Este será o seu merecido destino.

Roguemos ao Senhor que nos ensine a criar os nossos filhos, não incorrendo nestes erros, mas criando-os em toda disciplina e admoestação do Senhor.

Deus abençoe cada família.

Pr. Ialan Jay de Sá Calvacante.
(IEC Alcântar)

Mulher mata e esquarteja os pais para pagar o dízimo.

Mulher matou os pais por eles terem se recusado a dar o dinheiro para pagamento do dízimo

Por Rodrigo Ribeiro Rodrigues


Uma jovem de 24 anos assassinou dois idosos, seus pais adotivos, e ainda esquartejou seus corpos na manhã deste domingo, em Timon (MA).
Segundo a Polícia, Lineusa Rodrigues da Silva teria matado Joana Borges da Silva e Lourival Rodrigues da Silva porque eles se recusaram a dar dinheiro a ela. O crime ocorreu por volta das 8 horas da manhã, na Vila Angélica, na cidade maranhense.
Um machado e um pedaço de pau foram os instrumentos utilizados no duplo homicídio.
Ao prestar depoimento à delegada Wládia, da Central de Flagrantes de Timon, a acusada declarou que precisava do dinheiro para pagar o dízimo de sua igreja.
Segundo vizinhos, Lineusa é evangélica fanática e possui distúrbios mentais.
O crime chocou a cidade de Timon neste final de semana. Segundo a delegada, o pastor da igreja Universal será investigado.
De acordo com a delegada Wládia Holanda, que recebeu o caso na Central de Flagrantes, disse que Lineuza teria cometido o duplo homicídio qualificado por fanatismo religioso. “Ela teria débitos de dízimos da Igreja Universal e extorquia os pais para pagá-los, como eles se negaram, era teria praticamente premeditado o crime”, destaca a delegada. Delegada


A delegada confirmou ainda que a acusada apresenta indícios de que tenha problemas mentais. “Só um médico pode atestar concretamente. Como o caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios, o delegado de lá pode pedir o exame de sanidade mental”, explicou Wládia Holanda. Ela afirmou que além da acusada, outras pessoas também prestaram depoimentos. E o pastor da Igreja, que já foi identificado, também será investigado.
O crime foi considerado pelos próprios policiais como "selvagem e bárbaro". O corpo do pai foi encontrado com a face achatada por um golpe de machado na sala, da residência onde os três moravam juntos, na Vila Angélica. A mãe, que é cadeirante e estava deitada, não pode se defender, das facadas que a filha desferiu. Dona Joana teve o tórax aberto pelo serrote. Lineuza ainda mutilou os corpos, cortando braços e pernas dos pais. O crime aconteceu na madrugada, mas os vizinhos só encontraram os idosos por volta das 9 horas. A estudante que havia fugido, foi encontrada pouco tempo depois pela polícia.

Fonte. O Galileu

Um Menino a ser copiado.

E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele. Lucas 2:40 

A Bíblia nos conta muito pouco da infância de Cristo. Muitos estudiosos buscam fontes, não tão seguras, da adolescência de Jesus. Alguns textos apócrifos nos mostram um menino com super poderes, uma criança, eu diria com base nestes “livros”, sobrenatural.

Mas gostaríamos de explorar o Evangelho segundo escreveu São Lucas, pois Ele nos trás algo interessante sobre o menino Jesus, uma criança a ser copiada. Um menino que embora sendo Deus, tinha todas as características de uma criança normal.

Segundo Lucas este menino foi assunto de muitos sábados na Sinagoga judaica entre os mestres da letra os Teólogos da época. Que menino é este, que dialogava com doutores da lei, homem de letras. Lucas 2:41 nos conta que os pais de Jesus subiram a Jerusalém para comemorar a Páscoa.

O mais interessante acontece após as comemorações da Páscoa Judaica. Diz também o texto que Jesus tinha apenas 12 anos quando foi esquecido em Jerusalém. O texto diz que não souberam os seus pais quando Jesus foi esquecido em Jerusalém. Já ouvi comentário dizendo: Como o Pai e a mãe esqueceram o filho, seriam os pais displicentes? Para respondermos estas perguntas e entendermos melhor o que ocorreu, devemos e precisamos conhecer um pouco sobre a cultura judaica.

Nesta cultura quando se peregrinava para Jerusalém ou outra cidade os familiares dividiam-se e andavam os homens na frente e as mulheres e as crianças vinham atrás, até hoje ainda o culto judaico é separado homens e mulheres. Dentro desta visão acredita-se que o pai José que caminhava à frente, pensava que Jesus viria atrás com sua mãe, e sua mãe por sua vez pensara que Jesus estava na companhia de José.

Caminharam todo um dia, até perceberem que o menino Jesus não estava entre a caravana. Foram três dias de procura até encontrar a criança. Para surpresa dos pais o encontraram no templo dialogando, perguntando e respondendo aos doutores da lei. Os mestres da lei estavam de boca aberta de tanta sabedoria que viam naquele menino. Um menino a ser copiado.

O que uma criança de 12 anos perdida deixada pelos pais faria em Jerusalém? Talvez os pais o achassem brincando na praça de bola, ou de outra brincadeira isto é natural para uma criança de 12 anos.

Mas o encontraram no Templo, o que fariam uma criança no templo? Eles o encontraram no templo e ficaram alegres, veja o comentário de Maria: Lucas 2:48 Quando o viram, ficaram maravilhados, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que procedeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos.

O que faria uma criança no templo? Creio que a resposta de Jesus surpreendeu mais ainda todos, que presenciavam a cena. A resposta, recebemos da própria criança veja: Lucas 2:49 Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que eu devia estar na casa de meu Pai?

Eu fico imaginado a cara de José olhando para o seu filho Jesus falando isso, talvez tenha pensado José: Oxente! A nossa casa não fica aqui em Jerusalém, mais em Nazaré, onde fica também nossa carpintaria, o que esse menino está dizendo? Logo a irmã Maria também confusa olha para seu esposo e não entendendo nada, se despendem dos mestres e dos doutores e regressam. Lucas 2:50 Eles, porém, não entenderam as palavras que lhes dissera.

E era o menino Jesus obediente aos seus pais. Quem dera que nossos filhos copiassem este menino Jesus, em obediência e comprometimento com as coisas de Deus. Lucas 2:51-52; Então, descendo com eles, foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava todas estas coisas em seu coração. E crescia Jesus em sabedoria, em estatura e em graça diante de Deus e dos homens.

E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele. Lucas 2:40.

Com certeza gostaríamos de saber mais deste menino, como era seu procedimento em casa, na carpintaria de seu pai, com os coleguinhas. Com certeza era uma benção, cheio de sabedoria e graça. O Deus em forma de menino e homem entre nós. A luz que Israel tanto esperava.

Deus abençoe a todos.
Por. Josiel Dias

Pela Fé...

"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem" (Hebreus 11:1).

Dr. Harry Ironside, pastor por 18 anos da Igreja Moody, em Chicago, em uma viagem de férias, visitou uma certa igreja, participando de sua Escola Bíblica. O professor da classe perguntou aos alunos presentes: "Como as pessoas eram salvas na época do Velho Testamento?" Depois de alguns momentos, um homem respondeu: "Cumprindo a Lei". "Está correto", disse o professor. Porém, Dr. Ironside interrompeu: "Minha Bíblia diz que pelas obras da Lei, nenhuma carne será justificada". O professor, um pouco envergonhado, falou: "Alguém tem outra idéia?" Outro aluno respondeu: "Eles eram salvos trazendo sacrifícios para Deus." "Sim, está certo!" disse o professor, tentando continuar com a lição. Mas, Dr. Ironside interrompeu novamente, "Minha Bíblia diz que é impossível o sangue de touros e bodes tirar pecados". O professor, percebendo que o visitante conhecia bem a Bíblia e, provavelmente, mais do que ele, falou: "Bem, diga-nos, então, como as pessoas eram salvas no Velho Testamento!" Dr. Ironside explicou que elas eram salvas pela fé -- do mesmo modo que são salvas hoje! Vinte e um vezes em hebreus 11 você achará as mesmas palavras: "Pela fé".
O que está faltando ao mundo de hoje para que seja feliz e ricamente abençoado? O que está faltando para nós, filhos de Deus, para que alcancemos as vitórias almejadas e a realização de nossos sonhos? Por que vivemos murmurando pelos cantos, reclamando de tudo e de todos, sem conseguir abandonar o caminho das frustrações?
O que mais nos falta, no caos em que se transformou o mundo atual, é fé. Quando o homem sepultar suas dúvidas e incertezas e confiar plenamente no Deus que tudo pode, deixará de ser um fraco e se tornará forte; deixará de ser um perdedor para se tornar um grande vencedor; deixará de ser um perdido e se alistará no exército dos salvos do Senhor.

Tem você caminhado "pela fé"?
Fonte Pr, Paulo Roberto Barbosa
Ministério Refletir.

Padre deixa a batina pela gravata

A cidade de Sousa viveu um reboliço com a notícia, que tomou conta das principais rádios da cidade, dando conta de que um padre havia se tornado evangélico. Trata-se do ex-padre Lourival Luiz de Sousa, ele que reside no Núcleo II, recebeu a ordenação ao sacerdócio católico (padre) em 18/06/2000 e exercia o sacerdócio há quase 10 anos, ao longo desse período ele foi o pároco das cidades de Aguiar/PB, Igaraci/PB, Diamante/PB, Boa Ventura/PB, Curral Velho/PB e Belém do Brejo do Cruz/PB, tendo visitas marcantes em igrejas de outras cidades, e, ainda era auxiliar nas igrejas de Sousa e Cajazeiras.
Ocorre que o mesmo, estudando a Palavra de Deus - a Bíblia Sagrada - percebeu, quando ainda exercia o sacerdócio na cidade de Diamente/PB em 2003 que estava ensinando uma doutrina que contraria a Bíblia Sagrada e, naquela cidade, começou a ensinar às pessoas que a Bíblia reprova a adoração às imagens de escultura (Sabedoria 15.15-18 - livro apócrifo; Êxodo 20.4,5; Isaías 45.20; Deuteronômio 4.15-19; ) e que o único Salvador é Jesus Cristo (João 4.23; Atos 4.12; I Timóteo 2.5) e nãos as tradições das igrejas. E prosseguiu ensinando que a Bíblia é o caminho para conduzir as pessoas a fazerem a vontade de Deus e se aproximarem de Deus (Tiago 4.8), devendo servi-lo de toda alma e de todo o coração (Marcos 12.30-33) e não apenas com obras de caridade, visto que a salvação é obtida pela graça de Deus, por meio da fé, sendo um dom de Deus e não vem das obras (caridades e coisas semelhantes) para que ninguém se glorie (Efésios 2.8,9).
Após, as reiteradas leituras da Bíblia integralmente o ex-padre Lourival passou a sentir forte desejo de ser evangélico e congregar numa igreja onde se adorasse a Deus verdadeiramente, onde os verdadeiros adoradores adoram ao Pai em espírito e em verdade (João 4.23). Baseado em João 8.32 (E conhecereis a verdade e a verdade - Jesus - vos libertará) e em João 8.36 (Se, pois, o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livres).
Havia mais de um ano que o ex-padre era ouvinte cativo do Programa A Bíblia no Ar, programa radiofônico da AD-Sousa, levado ao ar pela Rádio Progresso de Sousa - AM 610, das 21 as 22 horas, de segunda a sexta-feira, e, no domingo, das 13 as 14 horas. O que chamava a atenção dele é que em tais programas nunca se falava contra a Igreja Católica, apenas se pregava a Palavra de Deus, e o genuíno e verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo e, aos poucos ele foi entendendo que Deus o queria na Assembleia de Deus, congregando com os irmãos da AD-Sousa.
E na última quarta-feira, dia 28/abril/2010, o ex-padre compareceu à Igreja Católica do Núcleo II, onde ele celebrava missas, para se despedir das pessoas e dizer em público que não mais seria celebraria missas, nem seria mais sacerdote, pois estaria assumindo Jesus como único salvador e governador de sua vida.
Na quarta-feira (2804/2010), às 19 horas, ao chegar na Igreja Católica, que estava lotada, ele pediu para abrirem a Bíblia em I Timóteo 2.5, onde diz que "há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem" e disse: "Na Primeira Carta de Timóteo, capítulo 2 e versículo 5, está escrito que só há um Mediador entre Deus e os homens - Jesus Cristo, e a partir de hoje eu tomei a decisão de não mais ser católico e nem sacerdote e a partir de hoje eu sou evangélico da Igreja Assembleia de Deus". As pessoas escandalizadas não acreditavam no que ouviam, uns choravam, outros diziam que o padre estava louco/doido, outros choravam... os parentes, pais e irmãos e irmãs tomaram um choque muito grande e estão chateados e escandalizados, inclusive uma sobrinha do mesmo disse que estava com raiva do mesmo e ele simplesmente disse que a perdoava, pois Deus é amor e nele havia agora o verdadeiro amor de Deus em seu coração.Muito enfático, o ex-padre Lourival Luiz de Sousa disse que nem de longe passou pela cabeça de titubear, embora estivesse vendo muita gente chorando na igreja e muitos escandalizados, mas eles estava convicto da decisão de aceitar a Jesus como Salvador, pois a Bíblia diz que "quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e o quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim" (Mateus 10.37).
Já na sexta-feira, dia 30/abril/2010, o irmão Lourival participou de um grande culto na AD-Sousa, onde foi bem acolhido, com a presença do Pastor Alexandre Duarte da Costa, com a igreja superlotada, onde o mesmo adorou a Deus e testemunhou sobre a decisão de aceitar a Jesus, pedindo aos irmãos que orassem por ele, pois tem sido alvo de rejeição e de perseguição na sociedade sousense, sofrendo inclusive forte pressão da Igreja Católica para desistir da decisão de ser crente.
O Pastor Alexandre Duarte da Costa, juntamente com a Assembleia de Deus em Sousa/PB, acolheu muito bem o irmão Lourival e está prestando toda a assistência necessária ao novo irmão na fé, fornecendo apoio espiritual, social e material necessários ao fortalecimento da fé do novo irmão.
A Carta de Renúncia ao Sacerdócio Católico, preparada de próprio punho pelo ex-padre Lourival Luiz de Sousa, foi entregue, na manhã do sábado, dia 01/maio/2010, pessoalmente ao Bispo Diocesano D. José González na Diocese da Igreja Católica em Cajazeiras/PB, diocese a qual o ex-padre estava vinculado.


Fonte. IPARAÍBA.COM

Qual o valor da fé de uma criança?.

Marcos 10:13-16
Todos nós adultos, um dia fomos crianças, mas, às vezes censuramos elas e não suportamos o barulhos que elas fazem muitas vezes até no culto, achamos que estão atrapalhando. Pais, olhem para trás e lembremo-nos que um dia fomos criança. Talvez até fizemos bem mais travessuras do que nossos filhos ou as crianças que costumamos censurar, fazem.
O que a criança representa para Cristo e sua igreja? Durante o curto ministério de Jesus, vemos algumas passagens onde aparece à figura da criança e o que o Senhor diz a respeito delas. O texto mais conhecido é do Evangelho de Marcos 10:13-16, onde os pais traziam seus filhos para que Jesus as tocasse e abençoasse, mas os discípulos as impediam de se aproximar do Mestre. Vendo Jesus, a situação, ficou “indignado” por esta atitude dos discípulos Marcos10:14. Jesus não gosta, nadinha, quando uma criança é censurada, ou maltratada, ou impedida de conhecer a Jesus. Creio que os discípulos, não maltrataram, o texto diz que eles repreenderam-nas, mais o que eles fizeram foi o suficiente para Jesus ficar indignado. Qual o valor da fé de uma Criança? Fica fácil responder esta pergunta lendo este texto em Mateus 18:6, veja: Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.
Fazer tropeçar uma criança é arrumar um problema com Jesus.
Eu fico imaginando a festa que estas crianças faziam em torno de Cristo. Tente imaginar dezenas delas em volta de Jesus e dos discípulos. O que elas queriam? Imagina você, mãe e pai com o filho no colo, pronto para receber o toque de Cristo, e simplesmente chega os discípulos e te impede de aproximar do mestre. Apenas um toque, diz o texto que os pais traziam para que Jesus as tocasse. O toque do Mestre era algo grandioso, eu fico imaginando Jesus com meus filhos no colo. Mas por que as impediam de aproximarem dele? Qual era a intenção dos discípulos, porque eles fizeram isto?. Diz os estudiosos e Teólogos, que era o barulho que elas faziam. Tente compreender as crianças, a forma sincera de suas palavras, a sua verdade, a sinceridade de seu culto e louvor. Jesus Cristo via nelas a perfeição, tanto que fala para os discípulos que; de forma alguma alguém entraria no reino dos céus se não fossem como uma criança. Ser como uma criança, não é ser imaturo; também não representa a falta de responsabilidade e sim a sinceridade e a pureza que elas carregam dentro de si.
Outra situação aconteceu quando Jesus entrava em Jerusalém montado em um jumentinho, quem estava em sua frente? Que gritava e louva ao lado, fazendo as boas vindas? Claro que elas estavam lá, elas pulavam e gritavam: Hosana ! Hosana! Bendito é o que vem em Nome do Senhor! Neste episódio em Mateus 21.14-17 alguém diz: “Não estás ouvindo o que estas crianças estão dizendo?” Respondeu Jesus: “Sim, vocês nunca leram:‘Dos lábios das crianças e dos recém-nascidos suscitaste louvor’?” (v. 16) Jesus, com coragem e determinação, curou abertamente a cegos e coxos no templo. E isso levou até crianças a expressarem o seu louvor. Entretanto, os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei se indignaram e aproveitaram a gritaria das crianças para reagir. Não podiam admitir este “Hosana ao Filho de Davi”, pois celebrava àquele a quem mais odiavam. A elite religiosa estava completamente equivocada e cega a respeito de Jesus. E ainda que fossem eruditos na teologia, não sabiam quem Ele era.
Assim cumpriu-se a profecia do Salmo 8: Dos lábios das crianças e dos recém-nascidos firmaste o teu nome como fortaleza, por causa dos teus adversários... (v. 2). O que ficou oculto aos sábios, as crianças reconheceram.
Que possamos investir nelas, pois serão, elas, as crianças, os futuros ministros, pastores, professores. Deus abençoe nossas crianças, e nós adultos para tratá-las com ternura e amor.

Deus abençoe sua igreja.

Josiel Dias
Congregacional

Um Celeiro De Felicidade

"Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele" (1 João 4:16).

"Sempre que eu tenho a oportunidade de amar a Deus em obediência pessoal, eu acabo sentindo um regozijo maior em meu coração em relação a Ele e um desejo ardente de obedecê-lo ainda mais da próxima vez. A obediência não é um fim, mas um meio, uma maneira de expressar o nosso amor a Deus e uma forma de aumentar o nosso amor por Deus. É um catalisador no processo de amar a Deus e tornar-se cada vez mais parecido com Jesus." (Martha Thatcher - a Liberdade da Obediência)
O que é obedecer a Deus senão uma demonstração de amor e gratidão por tudo que Ele já fez e continua fazendo por todos nós? Se o amamos, obedecemos. Se obedecemos, nós O amamos. Não existe amor sem obediência e nem obediência sem um grande amor por tudo que o Senhor é para nós.
Se Ele nos diz que devemos amar ao próximo e até aos inimigos, devemos demonstrar todo o nosso amor. E quanto mais externamos o nosso amor, mais desejo de amar nos invade a alma. O amor gera amor e o cultivo do amor nos proporciona a satisfação de ver, a cada dia, mais e mais frutos de amor nascendo para nos encher de amor.
Se Ele nos diz que devemos servir a todos, trabalhamos o nosso coração nesse sentido e a satisfação nos impulsiona a estar sempre à disposição de nosso semelhante. Descobrimos, no ato de servir, o prazer de ver o Senhor agindo em nós e através de nós. Jesus não veio para ser servido e sim para servir. Ele é o nosso exemplo e queremos imitá-lo em Suas atitudes.
Se eu sou um cristão, devo ser um discípulo de Cristo. Se Ele nos manda amar e servir, devo obedecê-lo. E se o obedeço, O amo ainda mais. Seu amor por mim, que o obedeço, torna-se cada vez maior e o meu amor por Ele, cresce à medida que o amo em obediência. Ele é o meu Senhor e busco engrandecê-lo sempre. E tudo o que faço me enche de grande alegria o coração e a minha vida se torna um celeiro de felicidade.



Pr, Paulo Roberto Barbosa
Ministério Refletir.

A Igreja e a Pirataria.

Sedes Santos em toda vossa maneira de viver.
" I Pedro 1:15”
O que significa pirataria? A atividade de copiar, reproduzir ou utilizar indevidamente, isto é, sem a expressa autorização dos respectivos titulares, software ou qualquer outra obra intelectual legalmente protegida.

Estive o ano passado no Nordeste Paraibano e fiquei abismado como a pirataria tinha infiltrado a “igreja” por lá. Embora saiba que esta pratica é presente em todo o Brasil, mas o que eu vi dentro da igreja por lá, me assustou. Cd’s e Dvd's conhecidos, evangélicos, sendo pirateados, ainda no pátio da igreja, Play-back pirateado fazendo parte da liturgia do culto.

Fui presenteado com alguns exemplares de Cd’s e Dvds, pasmem, obras que ainda estavam em destaque nas lojas e livrarias. A princípio recebi por educação, mas mesmo reprovando tal pratica, via que cada vez mais ficava isolado na questão, pois até Pastores e líderes usavam estes produtos com muita freqüência nos cultos e ficaram me olhando de banda quando dei meu parecer nesta prática.

Pirataria é um tema muito polêmico, pois para alguns não tem nada ver, fazer cópias muito menos repassá-las para os membros da igreja, custando bem pouco do que o original. O que me preocupa, e creio que preocupa também aqueles que reprovam a pirataria, é que esta prática se alastra pelo Brasil à fora.

Quando se trata de produtos pirateados cada vez mais as gravadoras perdem, os cantores perdem, ministros que vivem de suas obras são furtados, roubados, pois não existe outro nome para atribuirmos a esta prática, a não ser “furto”, ”roubo”, juntando os dois chamaremos de ”Anátema”, pecado.

Realmente é licito um Crente em Jesus, participar desta prática? É lícito um crente usar um serviço sem pagar por ele? Como conviver com todo este anátema dentro do nosso lar? Estaria Deus aprovando este procedimento? Mas isto é apenas uma ponta do iceberg que é gigantesco, sem contar os chamados “gatos” em Água, Energia Elétrica, Internet, e até Tv por assinatura, estas atividades estão atribuídas em serviços prestados. Os escândalos cada vez mais presentes na mídia sobre algumas igrejas que são multadas, por terem ligações clandestinas, ou gatos em ligações elétricas.

Usam o serviço sem pagarem por eles, misericórdia. Engraçado é que, para alguns que pensam que isso não tem nada haver é o mesmo que engolirem sem perceber “um camelo”, mas engasgam-se com apenas um mosquito. Acreditam eles que, roubo, furto é apenas quando se assalta um Banco. “Creio que Deus não aprove tal conduta fora da igreja, imagina dentro dela”.

Gostaria de deixar bem claro que isto é uma opinião minha com respaldo bíblico. Mesmo que estes, objetos ou serviço sejam “ supostamente usados para evangelismo” eu diria: Deus não precisa desta prática para alcançar o homem”. Deus não precisa de rádio pirata para salvar o homem, Deus não usa de Anátema para que vidas sejam salvas, por essas praticas.

Talvez você meu querido irmão não concorde com as gravadoras ou livrarias pelos altos preços e a sua dificuldade de adquirir tais produtos. Talvez você também não concorde com os valores cobrados pelas companhias elétricas ou prestadoras de Tvs por assinatura.

Mas usufruir serviços, ou adquirir produtos de procedência duvidosa, pagando um preço que não corresponde a realidade não seria lícito, nem recomendado a igreja. Guardarmos em nossa casa, estes produtos ou termos estes serviços, é colocarmos o “anátema” sobre nossos ombros.

A palavra de Deus nos mostra que quando Israel, na pessoa de Acã escondeu, adquiriu algo roubado, Deus não aprovou tal atitude, veja: Josué 7:11. Em quando o anátema estiver debaixo do nosso telhado, sofreremos as conseqüências de maldições, veja: Josué 7:12.

Ter o anátema dentro de casa, nos fará perder a guerra e seremos envergonhados diante dos nossos inimigos.

Um homem roubou uma bala no supermercado, outro roubou um carro forte, quais dos dois diante de Deus pecou? Creio que ambos pecaram, pois a bíblia diz: Não roubarás. Para Deus ambos são culpados pois transgrediram o mandamento do Senhor Levítico19:11, Deuteronômio 5:19, I Corintios 6:9-10.

Sabendo que Deus não aprova esta atitude e quem comete tais atos segundo as “escrituras” não terão parte do reino dos céus. O que faremos? Continuaremos no erro? Fingiremos que não tem nada haver? Continuaremos enganando a nós mesmos ainda dizendo que usamos em prol do Reino de Deus?

Que nosso Deus tenha misericórdia das nossas vidas, para que possamos ser diferentes, pois fomos escolhidos e separados para fazermos a diferença.


Sedes Santos em toda vossa maneira de viver.
" I Pedro 1:15”.



Pb Josiel Dias
Iec Alcântara

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(784) Cristãos Perseguidos (549) Cristãos (520) Bíblia (493) Intolerância Religiosa (365) Israel (346) Evangélicos (303) igreja (264) Reflexão (247) apocalipse (195) oração (190) Homosexualismo (177) catolicismo (153) Rede Record (148) homofobia (147) Irã (141) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (126) pecado (123) islan (114) Política (113) judeus (112) ateus (110) Aborto (106) Religião (105) Milagres (103) Natal (102) Criança (92) Ahmadinejad (91) esporte (91) Testemunho (86) globo (77) guerra (73) Perdão (72) Salvação (72) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (54) adoração (48) heresia (47) Drogas (42) Prosperidade (42) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (38) carnaval (36) Idolatria (35) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) Páscoa (22) esperança (22) Mentira (20) Confiança (19) Alegria (18) Nasa (18) Pornografia (18) Oriente Médio (17) Suicídio (17) DIP (16) Paz (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Pena de Morte (15) Promessa (15) Sofrimento (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) benção (12) dia das mães (12) obediência (12) impureza (11) Ansiedade (10) Justin Bieber (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) livre arbítrio (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) Purgatório (5) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil