Como combater gripe e resfriado: dicas reveladoras

Nariz entupido, dor de cabeça, fadiga, sintomas de gripe e resfriados podem nos deixar meio indispostos por alguns dias.

Veja agora nossas soluções para superar esses sintomas desagradáveis.

Vírus ou bactérias?
Na grande maioria dos casos, os sintomas de gripes e resfriados são causados por um vírus respiratório.
O resfriado comum é na maioria das vezes o resultado de infecção com um rinovírus, uma família que tem mais de 200 vírus relativamente semelhantes.
A transmissão do vírus do resfriado é muito fácil. A higiene das mãos é fundamental durante as epidemias.

Como você é contaminado?
Como todos os vírus, eles se espalham muito facilmente.
Um contato simples com um objeto ou uma mão "contaminada", por exemplo, pode ser suficiente para transmitir o vírus.
Da mesma forma, saliva, secreções nasais de uma pessoa doente é muito rica em vírus.
Basta apenas uma tosse ou algum movimento que a pessoa doente faça para espalhar gotículas infectadas no ar, você pode acabar sendo infectado, infelizmente isso ocorre muitas vezes.

Quais são os sintomas?
Os primeiros sintomas do resfriado geralmente aparecem 10 às 12 horas após a infecção.
Coceira na garganta e espirros em seguida, dar lugar a um corrimento nasal mais ou menos espesso, um sentimento de cansaço e corpo mole.
Estes sintomas são por vezes acompanhados de dor de cabeça e febre ligeira.
A síndrome gripal, como o próprio nome sugere, é manifestada por sintomas leves de gripe.
Calafrios, dor de cabeça, febre baixa (até 39 ° C), dores no corpo, nariz entupido e / ou corrimento nasal, tosse.
Estes sintomas geralmente proporcionam a pessoa doente um corpo bem cansado por alguns dias.

Como curar os sintomas de e da gripe comum?
Muitas pessoas não sabem, mas é preciso cuidar da gripe nas primeiras horas em que ela se instala.
Quanto antes você agir mais rápido você vai se recuperar, por isso invista em bons remedios caseiros para gripe e resfriado e cuidados de saúde.
Os sintomas são causados por um vírus, os antibióticos são, portanto, desnecessários no tratamento, além de não lhe trazer nenhuma melhora do seu quadro, ainda pode provocar uma maior resistência das bactérias, podendo ser um agravante em doenças futuras.

O tratamento será para aliviar o desconforto. Vários medicamentos estão disponíveis nas farmácias sem receita médica.

Eles contêm mais frequentemente:
Um analgésico, para lutar contra a dor de cabeça.
Um vasoconstritor, para descongestionar o nariz.
Um anti-histamínico para aliviar corrimento nasal.
Um antipirético para reduzir a febre
O farmacêutico também pode oferecer-lhe um spray nasal que pode desinfetar o nariz e, portanto, se livrar do vírus de forma mais eficaz em relação a desordem.

Além desses tratamentos médicos, você também pode testar inalações com óleos essenciais, que deve aliviar a coriza.

Lavanda, eucalipto e hortelã-pimenta são ótimos remédios, respire o vapor desses óleos por 10 minutos, de manhã e à noite, e isso irá ajudá-lo a se sentir melhor.
Com ou sem tratamento, os sintomas devem desaparecer dentro de dias.

Quando consultar o médico?
Os medicamentos sem prescrição médica não devem ser usados mais de 5 dias sem orientação médica.
Se os sintomas não diminuíram após este tempo, recomenda-se consultar um médico.
Se os sintomas são pronunciados, incluindo febre, consulte um médico antes da automedicação.
Mesmo não sendo uma doença grave é sempre importante observar a sua melhora e caso precise não hesite em procurar ajuda médica.
Consulte um médico se a vítima desses sintomas é uma criança ou uma pessoa idosa ou frágil.


Por Rosi Feliciano

A unção que prepara a volta de Jesus


Pintura ilustra Elias jogando o seu manto para Eliseu, enquanto sobe aos céus na carruagem celeste. (Imagem: Google)



Uma das profecias mais famosa sobre a chegada do Messias, que deve se cumprir antes, é a volta do profeta Elias.

Desde que me converti ouço mensagens que apontam sobre a volta de Jesus e os sinais maravilhosos que acompanharão, anunciando este glorioso evento. Quando falamos de sinais, sobre a Volta de Jesus, devemos estar atentos ao que acontece em Israel, que é o relógio de Deus.

Artigos divulgados recentemente pela comunidade judaica ultra ortodoxa impactaram o rabino Chaim Kanievsky, uma das maiores autoridades na sociedade judaica Haredi, em recentes mensagens têm declaro de forma clara e objetiva: “todos os judeus devem voltar para Israel o mais rápido possível, pois o Messias está chegando”.

Principais rabinos reunidos
No ano de 2016 o site judaico Kikar Shabbat revelou que houve uma reunião dos rabinos mais respeitados entre os ortodoxos. Reuniram-se para abordar esta questão. A conclusão em que chegaram foi que vivemos nos últimos dias antes da revelação do Messias.

Alguns artigos judaicos já citam inclusive uma data. A “megilá” 17b do Talmude afirma que, o Messias viria no ano após o ciclo de sete anos do “Shemittah”, depois de um período de guerra. Segundo o calendário hebraico, terminaria na noite de 29 de Elul 5776 [2 de outubro de 2016].

Durante um encontro público no início de junho de 2016, o rabino Chaim Kanievsky afirmou: “O Messias já está aqui. Ele irá revelar-se muito em breve”.

Elias e a volta do Messias
Uma das profecias mais famosa sobre a chegada do Messias, que deve se cumprir antes, é a volta do profeta Elias. O profeta é sempre lembrado nas cerimônias de “Brit Milá” (circuncisão) e no “Seder de Pesach” (Jantar de Páscoa). O objetivo da sua volta é anunciar a chegada do Messias e foi revelada pelo profeta Malaquias:

"Vejam, Eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e temível dia do Senhor. Ele fará com que os corações dos pais se voltem para seus filhos, e os corações dos filhos para seus pais..." (Malaquias 4:5-6)

"E ele, respondendo, disse-lhes: Elias certamente há de vir [antes de minha segunda vinda], e restabelecerá todas as coisas" (Mateus 17:11).

Jesus Cristo disse a Pedro, João e Tiago, logo após o episódio da Transfiguração. Quando desciam o Monte Tabor, o Mestre proibiu aos três Apóstolos contar os fatos ocorridos lá no cimo, até sua ressurreição. Pelo caminho, vinham os discípulos conversando entre si a respeito do sentido da grandiosa cena à qual haviam assistido. Como todo judeu piedoso, acreditavam na necessidade de Elias preceder o Messias. E agora ele aparecera na Transfiguração de Jesus! Seria o começo? Um deles não se conteve e perguntou ao Mestre: "Por que dizem os escribas que Elias ainda há de vir?”.

Quando voltará Elias?
A tradição judaica, no Antigo Testamento, bem como a cristã, acreditam em seu retorno. E esta crença é embasada por várias passagens da Bíblia.

Através do profeta Malaquias, Deus repete essa predição:

"Vejam, eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e terrível dia do Senhor. Ele fará com que os corações dos pais se voltem para seus filhos, e os corações dos filhos para seus pais; do contrário eu virei e castigarei a terra com maldição." (Malaquias 4:5-6).

Assim, antes da primeira vinda do Messias ao mundo, João Batista foi enviado como precursor. Antes da segunda vinda, próxima do grande e terrível julgamento final, Elias deverá retornar. Ele, o príncipe dos profetas, ainda não terminou sua missão.

Cremos que Deus enviará a unção de Elias para preparar o caminho da segunda vinda do Messias, por isso oramos há mais de 30 anos, para que Deus derrame a unção profética sobre esta geração.

A unção de Elias e o Ministério Engel
No início do meu ministério o Senhor me deu a visão do surgimento de profetas que irão preparar o caminho para a Volta de Jesus. A unção de Elias será derramada antes do retorno de Jesus para preparar um povo bem disposto. Isto já está acontecendo em Israel neste momento, pois o assunto mais comentado é sobre a vinda no Messias.

“Fará retornar muitos dentre o povo de Israel ao Senhor, o seu Deus. E irá adiante do Senhor, no espírito e no poder de Elias, para fazer voltar o coração dos pais a seus filhos e os desobedientes à sabedoria dos justos, para deixar um povo preparado para o Senhor”. (Lucas 1:16,17).

Geração jubilar
A geração Jubilar é a geração que estará viva quando iniciar a era messiânica. Neste ano de 2017, Jerusalém completa 50 anos de sua conquista pelos judeus e Israel completa 70 anos de independência em 2018. Segundo os rabinos, a era messiânica iniciou-se neste tempo, no qual o maior alinhamento profético está completando estes ciclos.

Nossas orações dia e noite, 24 horas por dia, durante estes últimos 30 anos são com esta expectativa: Que o Senhor derrame esta unção de Elias para preparar a geração jubilar.

A Geração Jubilar estará reunida na Escola Profética, local onde os Novos Ungidos receberão desta unção profética, nos dias 23 e 24 de setembro 2017 na cidade de Santa Maria – Rio Grande do Sul.

Há um grande alinhamento profético na data deste ano, que nos enche de expectativas a respeito das últimas profecias se cumprirem antes da volta de Jesus.

Pessoas de várias nações já confirmaram presença e estarão na Escola Profética, caravanas dos estados brasileiros já estão preparadas. Oramos e aguardamos para que neste ano o Senhor derrame a unção de Elias, ungindo e convertendo pais e filhos, para que se levante a geração que preparará o caminho para sua volta.

Maranata, vem Senhor Jesus!

Guiame

Imagem comparando Lula com Jesus causa revolta nas redes sociais

A associação de líderes políticos com personalidade religiosas não é uma novidade no Brasil, especialmente se tratando de petistas que possuem uma veneração quase religiosa às figuras do partido.

Em uma manifestação recente, favorável ao ex-presidente Lula, condenado por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio em meio às investigações da Lava Jato, surgiu em Recife uma cruz onde o ex-mandatário do país é comparado a Jesus Cristo.

Sindicalistas ergueram na capital pernambucana uma cruz com os dizeres “condenados sem provas”. Abaixo da imagem de Jesus está uma foto de Lula.

Essa demonstração de culto à personalidade gerou muitas críticas nas redes sociais. O deputado Sóstenes Cavalcante lembrou que “os esquerdistas odeiam os valores cristãos, sempre lutam pelo aborto, casamento gay, destruição dos valores de família; mas nessa hora eles usam a cruz para profana-la!”.

Para o deputado, “comparar o maior chefe da quadrilha que saqueou o país a Jesus Cristo, é muita bandidagem; coisa de petista!”.

Muitos cristãos também se mostraram indignados com a comparação, de modo especial por que existem abundâncias de provas sobre os atos ilícitos de Lula.

O próprio Lula já havia feito esse tipo de comparação em discursos. Em 2010, na primeira campanha de Dilma Rousseff, ele se comparou a Cristo. No ano passado, militantes já usaram o artifício de compará-lo a Jesus em manifestações públicas em Recife.

GospelPrime

"Cada elemento profético já está posicionado", diz pastor sobre fim dos tempos


Pastor John Hagee elaborou um estudo sobre a relação das luas de sangue com o fim dos tempos. (Foto: Patheos)



O pastor norte-americano John Hagee fez manchetes dentro e fora de seu país alguns anos atrás com seus estudos e observações sobre a série de quatro luas de sangue que apareceram no céu e o fato de todas coincidirem com os dias de festas judaicas. Hagee diz que estes fatores foram profetizados na Bíblia e são um sinal de que o fim dos tempos está se aproximando.

"As quatro luas de sangue, assim que a quarta lua do sangue apareceu, vimos a imprensa anunciar que a Rússia saiu investiu contra o Oriente Médio", observou Hagee. "Eles moveram suas forças militares para o Oriente Médio. O capítulo 38 do livro de Ezequiel diz que quando o rei do norte se mudar do norte, 'Eu o trarei para fora do norte'. Então nos estamos preparando para assistir o início da Guerra de Gog-Magog".

"Então, o fato muito específico que aconteceu assim que essas luas de sangue passaram foi que a Rússia mudou-se para o Oriente Médio e a Rússia não vai deixar o Oriente Médio", advertiu Hagee. "Eles vão se juntar ao Irã para construir um exército maciço, que tentará realizar uma invasão terrestre do Estado de Israel".

Ele diz que o próximo eclipse solar em 21 de agosto não é tão significativo quanto as quatro luas de sangue, mas é um exemplo de um dos muitos sinais e maravilhas que veremos no céu, marcando o final dos dias, como nunca aconteceram antes.

"A Bíblia diz que no final dos dias você verá sinais e maravilhas no céu, e há vários sinais e maravilhas que estão acontecendo no céu, que nunca aconteceram antes", disse Hagee à CBN News.

"Eles não são tão dramáticos quanto as quatro luas de sangue porque elas já foram preditas por Joel", disse ele. "Elas foram profetizadas e confirmadas por Jesus. Elas foram confirmadas pela NASA, elas receberam datas específicas e as datas desses eventos foram a Páscoa e a Festa dos Tabernáculos".

Hagee lembrou que somente pelo poder de Deus, um fenômeno tão surpreendente como uma lua de sangue poderia acontecer.

"Deus estabeleceu essas datas há milhares de anos. Somente Ele pode fazer uma lua de sangue acontecer porque o sol brilha através da atmosfera da Terra para fazer a lua chegar a um brilho avermelhado", continuou ele.

"Somente Deus pode fazer com que esses elementos alinhados façam isso, e Ele o fez quatro vezes seguidas nessas datas específicas. Está tudo tão conectado com a verdade que até mesmo os ateus tiveram que admitir que isso era incomum", disse Hagee.

O pastor apontou outras conexões que estão se desenhando entre profecias bíblicas e eventos atuais em todo o mundo agora.

"O mundo como o temos neste momento presente é um barril de pólvora e o pavio já está aceso", advertiu Hagee.

"Cada elemento profético está no posicionado pela primeira vez na história - o que cumpre todas as profecias de Daniel, Ezequiel, Jeremias, Isaías. Eles estão todos lá. Estamos esperando que o próximo dominó caia e quando isso acontecer, vamos ver que isso não vai mais parar".

Guiame

Aos 104 anos, idosa continua atuando como obreira: “Gosto de contribuir”


Dona Maria continua vestindo seu uniforme de obreira, aos 104 anos. (Foto: Reprodução)



Aos 104 anos de idade, Maria Rosa Silva continua inspirando muitos cristãos a se manterem firmes no serviço a Deus. Membro da Igreja Universal em Salvador, na Bahia, a idosa teve uma trajetória marcada pela dedicação na assistência às pessoas.

Nascida em 1913, em Sergipe, Maria Rosa mudou-se para a Bahia aos 67 anos de idade e acabou se convertendo, após ser impactada pela mensagem do Evangelho em um programa de TV. Desde então, ela passou a frequentar o templo quase todos os dias.

Dona Maria, como é carinhosamente chamada por todos na igreja, rapidamente se envolveu na obra e começou a auxiliar o Grupo Jovem, preparando o almoço dos jovens pastores. Na época, também vendia marmitas no centro histórico de Salvador e sempre separava algumas para servir aos evangelistas.

Hoje em dia, dona Maria continua cozinhando em sua casa e faz questão de receber visitas. Ela tem dificuldades de locomoção por conta da idade avançada, mas não deixa de ir às reuniões, pelo menos, uma vez por semana.

Dona Maria continua vestindo seu uniforme de obreira, aos 104 anos recém-completados no dia 2 de julho. “Gosto de contribuir, de fazer parte deste trabalho. Confio em Deus. Ele tem me mantido viva. Ao meu Senhor dedico a minha vida e gratidão”, disse ela à Universal.

Maria Rosa com o pastor Joselito Moura, na Igreja Universal de Salvador. (Foto: Reprodução)

Considerada a obreira mais antiga da Bahia e a mais velha da Universal, dona Maria frequenta atualmente a igreja liderada pelo pastor Joselito Moura, que encara a idosa como uma vencedora.

“Já vimos muitos, ao longo dos anos, desviar da fé, mas, a dona Rosa, até hoje, com seus 104 anos de idade, permaneceu firme. É muito forte ver que, mesmo se passando muitos anos, ela ainda continua com sua fé intacta. A história dela mostra como contribui com o início da igreja na Bahia e como sempre esteve disposta a ajudar os pastores na época. A dona Rosa é um exemplo de fé e perseverança para todos nós”, afirmou Moura.

Guiame


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...