Estas 'freiras' que plantam e comercializam maconha na Califórnia são um barato

Quando Shaughn Crawford e John DuBois ouviram falar de duas freiras feministas que plantam maconha, sabiam que tinham de fotografá-las. Eles encontraram as “irmãs”, que graciosamente os convidaram para conhecer o “convento” que elas fundaram na região central do Estado da Califórnia.

Antes de continuarmos com a história, um esclarecimento: Kate e Darcy são freiras auto-ordenadas e criaram sua própria ordem. Portanto, apesar dos hábitos brancos e da espiritualidade, elas não são católicas, não praticam a abstinência nem são subordinadas a um padre.

Em vez disso, elas são veganas, apoiam o pré-candidato Bernie Sanders (que é socialista) e acreditam que todo ser humano tem o direito divino de consumir maconha.


Mas as Irmãs do Vale, nome que elas mesmo se deram, não estão interessadas apenas em providenciar um barato para seus clientes. O objetivo delas é tratar e aliviar o sofrimento das pessoas, seja por causa de câncer, artrite ou ressaca.

Seus unguentos, tônicos e tinturas medicinais contém altos volumes de CBD, um dos ingredientes da maconha, mas quase nada de THC, o elemento psicoativo da planta. Todos os produtos são orgânicos, testados em laboratórios e livres de pesticidas. Além disso, as irmãs só envasam suas tinturas durante a lua cheia, dizendo uma oração a cada vidro vendido.


O que motiva as freiras é um desejo de aliviar a dor. “Não acreditamos na ideia de que o sofrimento é normal e faz parte da vida”, explicou Kate em entrevista ao The Daily Beast.

“Achamos que isso é bobagem. Sofrimento não é parte da vida; sofrimento é criminalizar remédios à base de plantas.”

Em sua busca por curas naturais, as irmãs receberam apoio, mas também encontraram forte resistência. A conta delas no site de comércio eletrônico Etsy, que costumava vender toda a produção de unguentos, foi fechada.


“É frustrante porque tem muita gente com atitudes negativas em relação a uma coisa que é realmente uma dádiva de Deus”, disse Darcy ao site Merry Jane.


Na série de fotos, Crawford e DuBois capturaram um dia na vida da dupla de “freiras”, documentando o processo inteiro, da plantação à colheita e produção. A imagem das duas, vestindo branco e lidando com maconha, é uma prova de que a vida pode ser uma viagem, mesmo sem a ajuda do THC.

Embora as Irmãs do Vale não sejam freiras católicas de fato, elas se inspiram nos conventos reais. “Sempre quis ser freira”, diz Kate. “Mas não poderia fazer parte de uma irmandade que não fosse empoderada. Tento emular os padrões de excelência das irmãs católicas. Elas representavam algo importante. Estou tentando trazer isso de volta.”


Shaughn and John



Shaughn and John

Shaughn and John

Shaughn and John

Shaughn and John




Shaughn and John








Shaughn and John





Réplica em tamanho real da Arca de Noé visitará Fortaleza e Rio de Janeiro

O navio, também conhecido como `Arca de Johan´, deverá visitar ainda San Diego, Long Beach, San Francisco e Seattle em sua passagem pelos EUA

Quatro anos após o carpinteiro holandês Johan Huibers completar a sua réplica totalmente funcional e em grande escala da Arca de Noé, agora o navio está programado para viajar por 5 mil milhas ao longo do Oceano Atlântico da Holanda para Brasil. O projeto seguiu as medições bíblicas encontradas no livro de Gênesis.

A Fundação “Arca de Noé”, um grupo com sede em Pasadena, Califórnia, está levantando fundos para financiar a viagem, que se desenvolverá durante o verão de 2016. Uma viagem que será transmitida ao vivo para o mundo ver, como as velas do navio apontadas para as cidades de Fortaleza e Rio de Janeiro.

A Arca de Noé, deve permanecer no Brasil de dois a quatro anos. Durante este tempo ela deverá ser transportada para vários portos, além de Fortaleza e Rio (já mencionados), Manaus, Belém, Recife, Salvador, Vitória, Santos-Guarujá, Florianópolis e Porto Alegre. Em cada porto, os visitantes poderão ir a bordo, visitar a arca com exposições e aprender a história de Noé e os ensinamentos de Cristo. 

Em cada porto, a coordenação da Fundação deverá fazer um trabalho com as comunidades locais para trazer as famílias carentes e órfãos para visitar o projeto de graça. Este compromisso é possível por meio de doações que estão sendo feitas no site oficial.

O navio, também conhecido como "Arca de Johan", deverá visitar também San Diego, Long Beach, San Francisco e Seattle quando ele for fazer sua passagem pelos Estados Unidos.

O objetivo é levantar fundos para criar o projeto “Arca da Esperança”, com centros educativos pelo Brasil que irão ajudar a educar e fornecer suporte para os mais desfavorecidos, de acordo com um comunicado de imprensa.

"A Arca é uma réplica enorme que também é informativa e cultural, um centro de eventos bíblico e interativo", explica o comunicado. "A Arca de Noé fornece uma experiência judaico-cristã, baseada na Bíblia para jovens e idosos".

O navio pesa cerca de 2.500 toneladas, mede 95 pés por 75,5 pés de altura e 410 pés de comprimento e pode acomodar 5.000 pessoas. Ele já esteve em plena exibição desde 2012, com os visitantes da Holanda, além de proporcionar uma experiência interativa, bíblica e temática.

Huibers decidiu construir uma réplica em tamanho natural da Arca de Noé, depois de embarcar em projetos de ajuda a Bósnia, Albânia e Etiópia e supostamente depois de ter um sonho que oficialmente o levou a começar a planejar e construir o navio.

"Em 33 anos, a ideia construção do carpinteiro Johan Huibers surgiu quando ele sonhou que uma tempestade com maré feroz inundou toda a província de Nood-Holland na Holanda", diz uma descrição no site da fundação. "Esse sonho marca o início de uma aventura emocionante em que Johan superou obstáculos aparentemente intransponíveis para alcançar seu objetivo final; a construção de uma réplica da Arca de Noé!".

Esse sonho, que ele descreveu como um pesadelo em uma entrevista com a Associated Press por volta de 2012, ajudou a acender a faísca que acendeu o projeto. "Eu quero fazer as pessoas questionarem, para que eles possam ir em busca de respostas e finalmente, encontrar a salvação através de Deus e da vida eterna", disse Huibers.

CpadNews

Autoridades rejeitam eliminar o islã como religião oficial de Bangladesh

Embora o governo do Bangladesh se declare um estado laico, faz uso de várias leis islâmicas para reger o país
A Alta Corte de Bangladesh rejeitou uma petição que pretendia eliminar o islã como religião oficial do Estado. Atualmente, algumas leis islâmicas regem o país, que está na 35ª posição da atual Classificação da Perseguição Religiosa. Os convertidos ao cristianismo, vindos do islamismo ou hinduísmo são constantemente agredidos, de várias formas, e rejeitados tanto pela comunidade quanto pela própria família. Isso vem acontecendo ao longo dos anos, mas depois que ocorreu o assassinato dos quatro bloggers seculares, por grupos islâmicos radicais, no ano passado, o governo declarou uma guerra contra o extremismo islâmico.

"Essa decisão do Supremo Tribunal não é uma surpresa, nós já esperávamos por isso. A situação do país é complicada, já que o Bangladesh continua a ser a única nação a se declarar laica e ao mesmo tempo se denomina oficialmente islâmica. 

Por conta disso, a situação da liberdade religiosa está cada vez mais pressionada e o clima é tenso para os cristãos. O país está vivendo de aparências", comenta um dos analistas de perseguição.

Além da situação religiosa, as tensões políticas atingiram outro pico com o mandado de detenção, emitido recentemente contra o líder da oposição, Khaleda Zia, por ter realizado um ataque violento contra o governo, em janeiro de 2015. A Reuters informou que o líder vai tentar pagar fiança para não ser detido. 

Com todos esses problemas, as igrejas estão enfrentando uma perseguição ainda maior, lutando para se manterem de pé e, principalmente, para continuar seus trabalhos evangelísticos que, dependendo da situação, pode custar a própria vida de muitos cristãos. Ore por essa nação.


CpadNews

Bispo chinês protesta contra perseguição religiosa: "Se nos calarmos somos cúmplices"


Cardeal Joseph Zen, durante evento em Hong Kong. (Foto: Reuters)


"Diante de toda essa perseguição, não podemos nos acomodar. Não podemos ficar de braços cruzados. Se continuarmos em silêncio, somos cúmplices", disse o cardeal Joseph Zen Ze-kiun.

O bispo emérito de Hong Kong fez um apelo à China pelo da perseguição dos cristãos no país, de acordo com a agênca UCA News.

O cardeal Joseph Zen Ze-kiun dirigiu um culto de oração em frente ao escritório de comunicações de Hong Kong (China), em Pequim, onde cerca de 100 pessoas se reuniram no último domingo 24 de abril.

"Diante de toda essa perseguição, não podemos nos acomodar. Não podemos ficar de braços cruzados. Se continuarmos em silêncio, somos cúmplices", disse ele.

O cultou coincidiu com a conclusão de uma campanha que pedia ao Papa Francisco que pedisse pela liberdade religiosa e pelo fim da perseguição religiosa na China.

A campanha, liderada pelo Comissão Diocesana 'Justiça e Paz' de Hong Kong (JPC), estava pedindo a Francisco que exigisse do governo chinês que não houvesse mais a remoção de cruzes e recolheu 800 assinaturas.

"Esperamos que o Papa possa incluir a campanha de remoção de cruzes e os dois bispos desaparecidos em suas orações", disse Ou Yan-yan, oficial de projetos da JPC.

O dia de oração pela a China foi estabelecido pelo Papa Bento XVI em 2007.

A petição também pede que o Papa Francisco para "busque informações sobre a situação de dois bispos desaparecidos em seus diálogos com as autoridades chinesas".

Os dois bispos em questão chamam-se James Su Zhimin, de 84 anos, e Cosmas Shi Enxiang, 95.

"Estes dois bispos ... ficaram presos por mais da metade de suas vidas. Eles estão desaparecidos há 18 e 15 anos", afirma o texto da petição.

O Partido Comunista tem se mostrado progressivamente mais desconfiado sobre a influência do cristianismo, que está experimentando um crescimento significativo no país.

Cerca de 1.700 igrejas já foram demolidas ou tiveram suas cruzes removidas na província de Zhejiang. Um um número de líderes cristãos e seus advogados também foram presos. Além disso, agressões e até mesmo assassinatos de cristãos têm ocorrido durante essas operações de demolições e remoção de cruzes das igrejas.

Guiame

Ataque deixa dezenas de mortos e igreja incendiada na Nigéria


Imagem de vítimas de massacre anteriormente realizado pelos pastores Fulani. (Foto: reuters)


Aproximadamente 500 pastores Fulani [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias, incendiaram uma igreja e mataram cerca de 40 pessoas.

Cerca de 40 pessoas foram assassinadas em uma nova atrocidade por parte de uma milícia armada dos pastores Fulani, no Estado de Enugu (Nigéria), de acordo com relatórios locais.

Segundo sites de notícias locais, aproximadamente 500 pastores [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias na área do Nimbo.

Dez casas foram destruídas por incêndios criminosos, carros e motos também foram destruídos, animais mortos e Igreja Internacional Cristo Santo também foi incendiada, segundo o site nigeriano de notícias 'Vanguard' relatou.

Um jovem morreu quando o ônibus em que viajava também foi incendiado perto da igreja.

Vítima do ataque, o jovem Kingsley Ezugwu, falou ao Vanguard já no leito do hospital.

"Eu estava saindo da casa quando ouvi um alarma da comunidade tocar eu estava indo com um amigo para saber qual o motivo daquele sinal. Então avistamos cerca de 40 pastores Fulani, portando armas sofisticadas e facões", relatou.

"Eles nos perseguiram, mataram o meu amigo e atiraram em mim várias vezes, mas erraram. Eles me alcançaram e me agrediram com os ​​facões, até que eu perdi a consciência".

Quando os atacantes perceberam que ele ainda estava vivo, chamaram outros milicianos para acabar com ele. Ele conseguiu se arrastar para longe e disse que recebeu a ajuda de um "bom samaritano" no hospital.

Muitos do que sobreviveram ao ataque fugiram das aldeias.

O porta-voz do governador 'Rochas Okorocha' disse: "Nosso problema é que o que acontece neste país ganha uma coloração étnica, o que faz com que a solução para esse problema torne-se um pouco difícil".

De acordo com o Movimento Juvenil Igbo, os pastores Fulani assassinaram mais de 700 nigerianos nos últimos 10 meses, e o Governo Federal ainda não teria tomado medidas para deter os assassinatos.

O Brigadeiro General Rabe Abubakar, porta-voz de defesa na Nigéria, disse ao site 'IBTimes' que as forças de segurança estavam investigando os assassinatos.

"As agências de segurança emitirão uma declaração em breve. As investigações estão em curso", disse ele.

Abukabar não conseguiu confirmar o número de mortos no mais recente ataque. Estima-se que entre 20 e 48 pessoas tenham morrido.

Guiame


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(688) Cristãos (499) Bíblia (469) Cristãos Perseguidos (457) Intolerância Religiosa (321) Israel (303) Evangélicos (301) Reflexão (246) igreja (246) Homosexualismo (177) apocalipse (167) oração (164) catolicismo (151) homofobia (141) Rede Record (132) escatologia (132) Irã (131) Evento Gospel (128) Missões (122) islan (109) pecado (108) Política (105) ateus (103) Religião (102) Silas Malafaia (102) Natal (101) judeus (100) Milagres (99) Aborto (92) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (86) globo (71) Salvação (65) guerra (65) pastores (63) Perdão (60) Morte (58) Aline Barros (56) Religiosidade (56) PL122 (55) Yousef Nadarkhani (55) Amor (50) adoração (48) heresia (45) Drogas (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) campina grande (39) Prosperidade (38) Testemunho (38) Thalles Roberto (37) Estados Unidos (33) Família (33) mulçumanos (33) Apostasia (32) Maconha (31) Idolatria (30) carnaval (30) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (21) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Páscoa (17) DIP (16) adversidade (16) consciência cristã (16) Conforto (15) Nasa (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Rei David (15) BAND (14) Oriente Médio (14) Promessa (14) Sofrimento (13) BBB (12) Graça (12) obediência (12) Suicídio (11) Tatuagem (11) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) Pornografia (9) masturbação (9) Catástrofe (8) Justin Bieber (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) livro (8) sony music (8) Darwin (7) Hackers (7) Jotta A (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Eutanásia (6) Perigo (6) cura pela palavra (6) Perfeição (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) alienígenas (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Segurança (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) Sonho de infância (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)