“Deus iniciou o impeachment”, declara Janaína Paschoal ao Senado

Doutora rebateu acusações de orquestração no início
do processo de deposição de Dilma Rousseff
Uma das principais figuras no processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, a advogada Janaína Paschoal foi a primeira a falar na sessão de debate na manhã desta terça-feira (30).

Ao rebater os argumentos de que houvesse algum tipo orquestração para o início do processo, Paschoal, que assinou o pedido original junto com o dr. Hélio Bicudo, desabafou. “Eu acho que se tiver alguém fazendo algum tipo de composição neste processo é Deus”, afirmou.

“Foi Deus que fez com que várias pessoas, ao mesmo tempo, cada uma na sua competência, percebessem o que estava acontecendo com nosso país e conferisse a essas pessoas coragem para se levantarem e fazerem alguma coisa a respeito”, assegurou na tribuna do Senado.

Seu discurso durou cerca de uma hora. Ela também questionou a honestidade da acusada.

“Não me parece honesto dizer para um povo que existe dinheiro para continuar com programas que para esse povo são essenciais, quando já se sabe que eles não existem”, disparou.


Uso recorrente do nome de Deus

Não é a primeira vez que o nome do Senhor é usado nesse processo político que se desenrola no país desde o ano passado. Possivelmente foi a palavra mais usada durante as justificativas de votos dos deputados favoráveis à continuação do processo naquela Casa dia 17 de abril.

No dia em que assumiu interinamente, o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) afirmou: “Deus me deu uma missão, que eu ajude a tirar o Brasil da crise”.

Embora já tenho declarado em outras ocasiões não crer em Deus, Dilma já apelou pela intervenção divina. Recentemente tentou (em vão) conseguir apoio do papa Francisco e pediu que os evangélicos orassem “contra o golpe”.


Fonte: GospelPrime

Homem é visitado por anjos no hospital e relata cura após experiência


Homem é visitado por anjos no hospital e relata cura após experiência. (Foto: Reprodução)



Don estava na UTI quando foi orientado sobre seu tratamento por um 'anjo'. Depois de receber alta, o homem relata que também foi visitado por um anjo em sua casa, onde recebeu a cura completa.

Don foi até o aeroporto buscar sua esposa, Kathleen, que voltava de viagem. Ele sentiu no peito a mesma dor que havia sentido um dia antes. Sua mulher o convenceu a dirigir imediatamente para o hospital.

Ali, Kathleen recebeu a pior notícia de sua vida. "Seu marido está morrendo", disse o médico a ela, explicando que sete artérias ao redor de seu coração entraram em colapso. Ela orou com todas as suas forças enquanto os cirurgiões realizavam uma operação em Don, que durou cerca de oito horas.

Durante o procedimento, Don teve os batimentos cardíacos e cerebrais zerados. Milagrosamente, quando os cirurgiões iniciaram a reanimação com o desfibrilador em seu peito, seu coração voltou a bater e suas atividades cerebrais foram retomadas.

Don foi encaminhado para a UTI, onde aguardava sua recuperação. Foi lá que Kathleen conheceu uma "médica japonesa", que pegou o prontuário de Don e disse para a esposa seguir suas instruções.

Assim que a doutora saiu da sala, uma enfermeira entrou. Quando o casal questionou o nome da médica, foi surpreendido pela resposta da enfermeira. "Não temos nenhuma médica japonesa neste hospital. Ninguém saiu pela porta".

Kathleen e Don acreditam que a médica misteriosa era um anjo. Eles seguiram suas instruções sobre a medicação, que o levou rapidamente à recuperação e alta do hospital.

Já em casa, dois dias depois, Don estava deitado no sofá quando foi novamente visitado por um anjo. "[Ele] estava em pé, em cima de mim. Era como uma chama brilhante de fogo", descreveu ele ao site God Reports.

"Ele começou a se afastar de mim. Eu podia ouvir suas asas batendo, como asas de helicóptero. Ele se moveu ao redor da sala, foi por cima do ambiente e saiu para fora da janela. Eu fiquei petrificado", continuou Don.

Dois dias depois da experiência com o anjo, uma amiga da igreja procurou o casal. "Duas noites atrás, Deus me disse para trazer isso para vocês", disse ela, entregando a Kathleen uma pequena caixa de joias.

Na tampa da caixa estava escrito: "Eu enviei o meu anjo à frente de vocês para guardá-los no caminho que tenho preparado". Don e Kathleen perceberam que os anjos que estavam no hospital e em sua casa foram enviados por Deus para trazer a cura.

Ainda surpreso, Don diz que sempre será grato a Deus por sua recuperação milagrosa. "Cada dia é um presente. Agora estou disposto a fazer o que Ele quiser que eu faça", disse ele.

Guiame

Podemos expulsar demônios dos objetos?


A boneca Anabelle é um dos exemplos de objetos que carregam consigo, lendas que envolvem demônios e misticismos. (Foto: SBT)



Expulsar objetos diabólicos, queimá-los, destruí-los e excomunga-los, e suportar nossas amarguras, perversidades e não resolver nossas diferenças, é o tipo de de liturgia inútil praticada ultimamente.

Sexo churrasco, espada de São Jorge, folha de Arruda, sal grosso, etc, foram todos criados por Deus. Seu objetivo é nos proporcionar bem estar e manutenção da vida. Dependendo de como as usamos, podem nos dominar, nos escravizar e nos tornar dependentes delas.

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convém.

Expulsar objetos diabólicos, queimá-los, destruí-los e excomunga-los, e suportar nossas amarguras, perversidades e não resolver nossas diferenças, é o tipo de de liturgia inútil praticada ultimamente.

O diabo não está nas coisas, mas as usa contra nós, como fez com a árvore do bem e do mal. Ele não possui capacidade de usar coisas, pois elas não possuam capacidade de escolha. Esta capacidade é exclusiva dos seres humanos.

No entanto sugere, que determinados usos destas coisas são capazes de Noé proporcionar, vantagens imaginárias, como suprir necessidades irreais. Hoje se crê, que a variedade sexual é uma necessidade prioritária.

Assim ele convenceu a Eva, de que o fruto da árvore, lhe daria poderes e conhecimentos, que supostamente ela precisava.

Frutas, árvores, variedade sexual, churrasco, etc não concedem, nem tiram nada de nós, a não ser aquilo para o que foram criados.

O sal grosso e o galho de arruda não foram feitos para outra coisa além de servirem de alimento.

A oração não foi feita para torcer o braço de Deus, mas para conversar com ele, expressar nosso amor, confessar, dizer o que gostaríamos de ter, falar sobre nossas necessidades, mas nunca para determinar o que nos acontecerá. Até oração pode ser usada de modo errado.

Todas as coisas me são lícitas, mas não me deixarei dominar por nenhuma delas. Isto inclui usá-las com o objetivo errado.

A língua, por exemplo, foi feita para bendizer e não para falar mal dos outros.

A faca foi feita para cortar coisas e não pessoas. O problema de um assassino não é a faça, mas o uso que faz dela. O diabo introduziu, na Igreja o ensino de que o assassino deve se livrar da faça e não de seu desejo de matar.

O diabo tem a capacidade de de inventar usos ilícitos das coisas. Nossa resposta às suas sugestões é dizer não é nos submetemos a Deus. Aí nem é preciso mandar o diabo embora, ele mesmo fugira de nós.

"Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês". (Tiago 4:7)


Guiame

Dilma envia carta a evangélicos pedindo oração “contra o golpe”

Documento tentou mobilizar grupo liderado por Ariovaldo Ramos
Durante a campanha eleitoral de 2010, a então candidata Dilma Rousseff teve ao seu lado várias lideranças evangélicas, incluindo vários políticos. Logo depois de vencer as eleições, a maioria desses deputados e senadores romperam com ela e com o PT quando o verdadeiro plano de governo foi revelado. Quatro anos depois, a maioria deles estava na oposição e hoje são ferrenhos defensores do impeachment.

Um grupo menos expressivo de líderes, liderado pelo pastor e escritor Ariovaldo Ramos, formaram a “Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito”. Segundo eles mesmos, trata-se de uma iniciativa de diversas igrejas e denominações para defender a democracia e, no caso, a volta de Dilma ao poder.

Na noite desta quinta-feira (25), eles realizaram o ato “Tempo de oração a favor a democracia” no vão livre do Masp, na Avenida Paulista. Segundo Ramos, o julgamento da presidente por crimes de responsabilidade é um “mal que atenta contra o bem da nação”.

A escolha da data foi para coincidir com o dia em que o Senado iniciou a última etapa do julgamento do processo de impeachment. Para o pastor, tudo não passa de um erro, pois não existe motivo para a denúncia.

Fazendo eco ao que tem dito desde o início, para ele o processo iniciado na Câmara e com supervisão do Supremo Tribunal Federal, “atenta contra a democracia, contra um projeto de emancipação do pobre, do negro, da mulher, do indígena, do quilombola, de todos que estão à margem da sociedade brasileira”.

A presidente afastada, enviou uma carta aberta para os evangélicos. “Agradeço de coração pelas orações de vocês e de cristãos de todo o país… Sei que vocês não oram apenas por mim, mas clamam pelo restabelecimento da ordem democrática, um valor que está acima de todos nós. Mas a vitória sobre o golpe implica bem mais que isso”, escreveu.

Sem mencionar as dezenas de testemunhos de empreiteiros, políticos, dirigentes da Petrobras e empresários que citaram seu nome nas delações tornadas públicas, Dilma afirma que é inocente.

“Nunca fui acusada de ato de desonestidade nem como cidadã nem como servidora pública”, sublinhou. Também evita mencionar os casos de corrupção relacionados aos seus dois mandatos e o tempo que foi ministra de Lula. Limitou-se a dizer que contava com o apoio de todos: “Levarei comigo as orações e os votos de vocês no Senado, quando defenderei a democracia”.

Missão Integral

Ariovaldo Ramos é escritor e conferencista. Foi um dos líderes da SEPAL e presidiu a missão Visão Mundial. Em sua atuação política, foi conselheiro de Lula no primeiro mandato. Nos últimos meses tem sido um crítico constante das ações da Lava Jato e vem coordenando esforços para que outros líderes evangélicos, em especial os que defendem a Teologia da Missão Integral se unam a ele em favor do governo do Partido dos Trabalhadores.

Um abaixo assinado proposto por ele no movimento “Missão na Íntegra” teve apoio de cerca de 500 líderes. Além de defender Dilma e Lula nas redes sociais, o pastor faz campanha para Luiz Erundina (PSOL) para a prefeitura de São Paulo.

Veja a carta
carta-de-dilma-a-evangelicos-1carta-de-dilma-a-evangelicos-2

Pergunta sobre sexo anal constrange bispo da IURD na TV

Programa Fala que eu te Escuto deu
espaço para o “Pagode da Ofensa”
O Programa “Fala que Eu te Escuto”, exibido pela Record é uma produção da Igreja Universal do Reino de Deus cujos apresentadores são pastores e bispos. Na noite desta quarta-feira (24), o debate era sobre os limites do humor. O bispo Edgard Brum entrevistou pelo Skype os membros do grupo Pagode da Ofensa, que canta piadas em ritmo de samba.

Uma das perguntas musicadas por eles foi: “”Meu amigo bispo, uma coisa que não tô ligado. Me diz por que dar o bumbum é pecado?”. Visivelmente constrangido, Brum deu uma risada amarela e não respondeu. Pediu para fazerem outra pergunta. O apresentador afirmara que conhecia o trabalho do grupo, que classificou de “muito engraçado”.

Na sequência, os humoristas chamaram o bispo evangélico de “padre” e fizeram outra pergunta, satirizando os exorcismos transmitidos nos programas da Igreja. “Meu amigo bispo, me diz como é que faz. Será que pelo Skype dá para tirar o Satanás?”, cantou o grupo.

A resposta foi em tom de brincadeira também. “Vou tirar, hein? Vou tirar agora”, respondeu o bispo. Brum disse que não achou as perguntas do grupo ofensivas e não aceitou o desafio de fazer uma rima junto com o Pagode da Ofensa, que tentou o constranger.

Curiosamente, um dos integrantes do grupo de samba usava uma camiseta do movimento evangélico “Eu escolhi esperar”.

O assunto virou os dos assuntos mais comentados nas redes sociais do país. Com informações do UOL

Assista:





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(705) Cristãos (508) Cristãos Perseguidos (492) Bíblia (476) Intolerância Religiosa (348) Israel (316) Evangélicos (302) igreja (258) Reflexão (246) Homosexualismo (177) apocalipse (174) oração (174) catolicismo (151) homofobia (145) Rede Record (139) Irã (135) escatologia (132) Missões (129) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (113) pecado (113) islan (109) Política (108) ateus (108) Religião (104) judeus (103) Natal (101) Milagres (99) Aborto (96) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (89) globo (73) guerra (70) Testemunho (69) Salvação (66) Perdão (64) pastores (63) Morte (60) Aline Barros (58) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (51) adoração (48) heresia (46) Drogas (42) festival promessas (41) Judaísmo (39) Prosperidade (39) campina grande (39) Thalles Roberto (38) mulçumanos (34) Apostasia (33) Estados Unidos (33) Família (33) Idolatria (32) Maconha (31) carnaval (30) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (21) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Páscoa (17) DIP (16) Nasa (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Rei David (15) Oriente Médio (14) Pornografia (14) Promessa (14) Sofrimento (13) Suicídio (13) BBB (12) Graça (12) obediência (12) Tatuagem (11) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) livro (9) masturbação (9) Catástrofe (8) Jotta A (8) Justin Bieber (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Eutanásia (6) Perfeição (6) cura pela palavra (6) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) alienígenas (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Segurança (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) Sonho de infância (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)