Israel lança panfletos sobre gaza com orientações

Papeis pedem que moradores cooperem com o exército.
Israel lançou panfletos sobre cidades da Faixa de Gaza nos últimos dois dias da ofensiva que já matou 1.349 palestinos e 59 israelenses desde 8 de julho. Segundo a agência de notícias France Presse, os papeis convocam os moradores a cooperar com o exército israelense e denunciar atividades de militantes islâmicos ligados ao grupo Hamas.

O exército de Israel anunciou nesta quinta-feira (31) a convocação de mais 16 mil reservistas para seguir com a ofensiva. Com esse novo chamado, a tropa israelense na região alcança o efetivo de 86 mil militares. O porta-voz do Exército disse que o objetivo dessa convocação é permitir que as tropas que já estão em combate contra os islamitas tenham um período maior de descanso.
O governo israelense também utilizou um tratado chamado “inventário de reservas de munição de guerra”, e solicitou aos Estados Unidos o envio, com urgência, de mais munição para as tropas. O custo da operação é de US$ 1 bilhão.

G1

Homem mais alto do Canadá fará o papel de Golias em novo filme sobre Davi

Jerry Sokoloski mede 2,25 metros e pesa 220 kg. O ator foi escolhido para o papel, porque o diretor do filme não quer usar efeitos de computação gráfica para "recriar" o gigante filisteu.

Com aproximadamente 2,25 metros de altura e pesando 220 kg, Jerry Sokoloski irá interpretar o gigante Golias no novo filme “David and Goliath” ("Davi e Golias"), que será lançado nos Estados Unidos em março de 2015.

Ex-ateu convertido ao evangelho, o diretor Tim Chey afirmou que não queria que o gigante Golias fosse resultado de efeitos de computação gráfica, como aconteceu em "O Incrível Hulk" ou "Os Vingadores", mas queriam que o papel fosse interpretado por um ser humano, de fato.

Depois de procurar por alguém que se encaixasse nas medidas previstas, a equipe de produção do filme encontrou Sokoloski - que é atualmente, segundo o Guiness Book (livro dos recordes), o homem mais alto do Canadá.

"Golias media aproximadamente 2,70. Então, Jerry é apenas 45 cm mais baixo que o Golias da história real. Ele acrescenta um incrível dimensão realista", destacou o diretor.

O ator é um ex-jogador de basquete e lutador, que passou a trabalhar com cinema, depois que o seu tempo no esporte terminou.

Chey também frisou que quer ser o mais fiel possível à história bíblica e, por isso tem sido tão cuidadoso com detalhes.

"Eu quero mostrar mais a crueldade dos filisteus na época e quem Golias era através de dados históricos. Além disso, eu quero ilustrar bem o medo que o 'poderoso Golias' incutiu no exército de Saul. Também os irmãos de David - as lágrimas incríveis que eles devem ter derramado ao saber que o 'irmãozinho' ia encarar o guerreiro de mais de quase três metros. Poderia ter sido uma tragédia shakespeariana, mas se transformou em uma vitória por intermédio de Deus", disse.

Algo que também tem chamado a atenção de muitos é a escolha do ator que irá interpretar o papel de Davi. O ator que irá interpretar Davi. Até ser escolhido para o papel, o ator não tinha uma vida badalada como outras celebridades de Hollywood.

Aos 22 anos, Miles Sloman conquistou a atenção do diretor Tim Chey logo em sua primeira audição para o papel.

"Quando Miles participou da audição, eu soube naquele instante que ele era o rapaz certo para o papel. Aquele era o jovem rei Davi, o qual poderia derrotar o gigante Golias", contou Tim.

Com informações de Christian Head Lines / Charisma News
*Tradução por João Neto

Celebrando 100 anos no Ceará, Assembleia de Deus batizará 3 mil pessoas no mesmo dia

Mais de 15 mil pessoas são esperadas para a grande celebração que acontecerá no Aterro da Praia de Iracema

No próximo domingo, 03/08, as igrejas da Assembleia de Deus no Ceará participarão de um grande encontro no Aterro da Praia de Iracema, no qual cerca de 3 mil pessoas serão batizadas no mar. Com início às 7h30, o evento que marca o início das celebrações do centenário da denominação do Estado espera reunir mais de 15 mil pessoas.

Contando com a presença de 240 líderes das igrejas pertencentes à denominação na capital cearense, o grande batismo será ministrado pelo presidente da Assembleia de Deus Templo Central, Pr. Antonio José Azevedo Pereira.

O batismo em massa será um grande momento dentro de uma celebração, que também contará com louvores e mensagens a respeito deste importante momento na vida do cristão.

Normalmente, os batismos nas Assembleias de Deus são celebrados a cada mês. Porém neste ano, todas as celebrações foram "acumuladas" para acontecerem juntas nesta ocasião.

A grande festa de encerramento das comemorações do Centenário acontecerá no dia 6 de setembro, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Com informações de O Povo

Entenda o conflito em Gaza em 50 palavras

"Os egípcios fecharam os túneis que rendiam ao Hamas meio bilhão de dólares por ano. Sem poder atacar o Egito, o Hamas atacou Israel. 

Se as TVs se enchessem de civis palestinos mortos, a revolta da opinião pública forçaria o Egito a levantar o bloqueio. Vítimas civis eram parte do plano."

(David Brooks - O Globo, 30/07/2014 -http://glo.bo/1pI9NVf)

‪#‎AtençãoCristão‬!!!! Saiba porque orar por Israel e como orar.

Orar para que fracasse o plano internacional, inclusive seguido pela ONU e pelos EUA, de impor sobre a Terra Prometida dois países: Israel e Palestina.

Deus definiu, na Bíblia, quem é o único dono dessa terra: os judeus. Qualquer nação ou grupo de nações que quiser estabelecer outro país na Terra Prometida estará em conflito com Deus.

As nações, inclusive a ONU e os EUA, não reconhecem oficialmente Jerusalém como capital de Israel. Aliás, nem mesmo reconhecem que Jerusalém pertence a Israel.

Minha opinião, como evangélico, é que esse comportamento é esperado da Igreja Católica (cuja maior nação católica do mundo é o Brasil) e da Igreja Ortoxoxa (cuja maior nação ortodoxa do mundo é a Rússia), pois ambas as igrejas creem que substituíram o Israel da Bíblia. Mas como evangélico eu espero mais dos EUA, que ainda têm a maior população evangélica do mundo.

Os políticos evangélicos dos EUA deveriam (mais ainda não conseguiram demonstrar) se opor firmemente à politica insana de dois estados da política externa americana, que obriga Israel a aceitar um Estado estranho — um país palestino — na Terra Prometida. Os políticos e líderes evangélicos americanos deveriam cobrar fortemente, de forma constante e regular, do governo americano o motivo por que nunca reconheceu Jerusalém como capital de Israel. Como orar então?

1. Orar para que judeus e árabes conheçam Yeshua (Jesus) como Senhor e Salvador.

2. Orar para que os políticos e líderes evangélicos americanos assumam um papel mais claro ao lado do que Deus prometeu a Israel, colocando os interesses de Deus, não do governo dos EUA, para Israel como prioridade.

3. Orar para que a Igreja Católica enxergue que a Igreja nunca substituiu Israel no que se refere às promessas de Deus para a Terra Prometida e para os judeus.

4. Orar para que a Igreja Ortodoxa enxergue que a Igreja nunca substituiu Israel no que se refere às promessas de Deus para a Terra Prometida e para os judeus.

5. Orar para que as igrejas calvinistas americanas e europeias, que têm basicamente a visão católica e ortodoxa sobre Israel, enxerguem que a Igreja nunca substituiu Israel no que se refere às promessas de Deus para a Terra Prometida e para os judeus.

6. Orar para que Deus levante no governo dos EUA líderes tradicionais, carismáticos, pentecostais e neo-pentecostais pró-Israel que sabotem a política americana que exige um país palestino na Terra Prometida e sabotem a resistência do governo dos EUA de reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel e como pertencente a Israel.

7. Orar para que os líderes e políticos evangélicos do Brasil sejam curados de sua timidez e mudez, pois enquanto o governo do PT está afrontando Israel, o silêncio deles é ensurdecedor.

 
Por Julio Severo 

MANIFESTO DOS CRISTÃOS BRASILEIROS À PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF EM REPÚDIO à NOTA Nº 168, DE 23/07/2014 E PETIÇÃO DE PROVIDÊNCIAS

Excelentíssima Senhora Presidenta Dilma Rousseff, 
Nós, brasileiros, cristãos de diferentes comunidades e confissões, abaixo-assinados, viemos manifestar nossa insatisfação, perplexidade e repúdio pela atitude deste governo, expressada no último dia 23 de julho, através da Nota nº 168, que condena Israel pela ação militar adotada em resposta aos milhares de mísseis e morteiros disparados desde Gaza no último mês, endereçados à população civil israelense, sem que a mesma medida no rigor do julgamento por parte desta Chancelaria fosse adotada em relação ao Hamas, grupo terrorista que detém o controle político na Faixa de Gaza.

Como Vossa Excelência bem sabe, o Brasil tem um sólido relacionamento com Israel, tanto pelos princípios bíblicos compartilhados entre judeus e cristãos, quanto pelos laços tecidos nas últimas décadas entre o Brasil e o Estado de Israel nas áreas da cultura, ciência e tecnologia, turismo, política e diplomacia.

Entendemos que o mandato que nós, o povo brasileiro, outorgamos a V. Exa. para que nos represente na condução do País está em grande maneira mediado pelos princípios constitucionais fundacionais da nação brasileira. Desta maneira, a referida procuração não representa um “cheque em branco” assinado, que lhe permite tomar atitudes como a que nos mobiliza nesta ocasião, que são contrárias aos nossos valores mais caros.

Embora tenhamos graves problemas internos ainda por sanar com relação a violações de direitos humanos, consideramos que seja nobre a preocupação com essas mesmas violações em âmbito internacional. Sendo esta a atual decisão da condução da política externa do Brasil, nos causa estranheza que essa mesma preocupação não tenha sido ainda demonstrada, de forma veemente e contundente, em relação aos milhares dos nossos irmãos cristãos covardemente assassinados na Síria; ou a matança indiscriminada de cristãos pelo grupo terrorista Boko Haram, na Nigéria; ou crimes de lesa-humanidade no Irã, Caxemira, e tantos outros.

Nossa petição é para:
1. Que o Brasil reconsidere a sua posição em relação à convocação do seu embaixador em Israel, para que os 20 mil brasileiros que lá vivem possam contar com o amparo da nossa embaixada no país;

2. Que sejam adotadas medidas diplomáticas equânimes e proporcionais entre os diferentes países com os quais o Brasil mantém relações;

3. Que haja uma condenação explícita do governo brasileiro em relação ao terrorismo do Hamas e ao uso de civis, especialmente mulheres e crianças, como escudos humanos;

4. Que o Brasil volte a adotar uma postura moderada e mediadora em relação aos conflitos internacionais, em especial, ao atual conflito entre Israel e o Hamas.

Universal inaugura megatemplo com clima de Jerusalém e excesso de segurança

Na tarde da quarta-feira (30), uma muçulmana de burca passa pela calçada, e os seguranças contratados pela IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) logo se mobilizam para saber o que ela está fazendo no entorno do Templo de Salomão.

A construção, que é a réplica do local sagrado do judaísmo, foi erguida no bairro do Brás (região central de São Paulo) nos últimos quatro anos.

Sua inauguração oficial será feita na noite desta quinta-feira (31) com a presença confirmada da presidente Dilma Rousseff (PT), do governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e do prefeito da capital paulista Fernando Haddad (PT), entre outras autoridades.

"Essa construção é magnífica. Salomão é um profeta para os muçulmanos também e merece isso", explica a tunisiana Rabia Azouzia, que mora no Brasil há um ano e admirava a construção da calçada --foi ela quem motivou a curiosidade dos seguranças da IURD--, em frente ao prédio revestido com pedras trazidas de Hebron, cidade localizada na Cisjordânia.

Rabia frequenta a mesquita xiita do bairro, mas em sua caminhada passou por uma igreja católica e outra da Assembleia de Deus para chegar até o megatemplo, construído por decisão do bispo Edir Macedo para ser a santa sede da denominação neopentecostal que fundou em 1977.
Brás passa a ser quase um pedaço de Jerusalém na zona leste

O Brás, bairro de ocupação comercial na zona leste paulistana, vive um clima de Jerusalém nestes dias. E não é só pela megalomaníaca reprodução do monumento bíblico erigido no meio do bairro já tão cheio de locais religiosos.

Informações Uol
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...