Menino de 9 anos desiste de presente de Natal para ajudar moradores de rua

Mikah Frye desistiu de presente de Natal para ajudar moradores de rua. (Foto: Reprodução/WJW-TV)

Um garoto de 9 anos desistiu de ganhar um videogame Xbox — um dos presentes de Natal mais cobiçados pelas crianças — para comprar cobertores aos moradores de rua de Ohio, nos Estados Unidos.

teve a ideia depois de saber que os moradores de rua de sua cidade, Beachwood, não tinham nada que pudesse aquecê-los nos dias frios. Então, ele decidiu contar a sua família que queria deixar de receber o presente de US$ 300 (equivalente a R$ 990) para ajudá-los.

Sua ação tocou o coração de sua família e de toda a sua comunidade. A Microsoft também se comoveu com a compaixão de Mikah e planejou uma visita de surpresa em um shopping da cidade, o Beachwood Place.

“Quando eles ligaram e me disseram, eu chorei no mesmo instante no telefone, eu não podia acreditar”, disse a avó de Mikah, Terry Brant, à estação de WJW-TV. “O mais difícil foi esconder isso dele”.

Quando o garoto chegou ao shopping, os funcionários o levaram a uma área onde o Papai Noel o aguardava com dois grandes sacos de presentes. Entre eles, havia um Xbox. Mikah chorou quando viu a surpresa.

Mikah Frye desistiu de presente de Natal para ajudar moradores de rua. (Foto: Reprodução/WJW-TV)

Os familiares também choraram de gratidão pelos presentes e falaram sobre os seus tempos difíceis. Alguns anos atrás, a família de Mikah perdeu sua casa devido às dificuldades financeiras e chegou a morar em um abrigo.

“Ele sabia o que era não ter um cobertor durante a noite e ter que devolvê-lo”, disse Brant. “Então, a primeira coisa que ele queria fazer era dar um cobertor que pudesse ser deles”.

Com o valor do Xbox, o garoto conseguiu doar 60 cobertores para o mesmo abrigo onde sua família ficou.

“Eles terão não só um bom cobertor quente que pertence a eles, mas eles estão envolvidos no amor de Cristo, bem como no amor de Mikah”, disse Cathy Thiemens, diretora do Abrigo de Emergência Comunitário da Igreja Ashland.

“É simplesmente incrível, é uma benção”, disse Brant. “Mikah é uma benção para a nossa família e agradecemos muito”.

Guiame

Feliz Aniversário Jesus

Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho. E eis que o Anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor; tiveram grande temor.

E o Anjo lhes disse: Não temais, por que aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, pois na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor (Lc 2: 8 -11). 

Há dois mil anos atrás, nasceu Jesus, data esta que denominamos de Natal. Volte no tempo e imagine o primeiro Natal: Os pastores estavam no campo cuidando das ovelhas... anjos aparecem... o sobrenatural surge... o céu desce a terra... a figura principal surge: Cristo!

Jesus é o aniversariante! Jesus é o Salvador. Ele é a pessoa mais importante.

Porém, hoje 24 de dezembro, data em que a humanidade determinou comemorar o aniversário de Jesus muitos passarão o dia ocupadíssimo com tantas coisas preparando para a ceia de natal. Presentes, cartões para os amigos. Bebidas, panetone, papai Noel, parentes, família. Alguns viajam para ficar com a família etc. o natal virou símbolo de tantas coisas que esquecemos do “aniversariante”.

Eu poderia ilustrar isso com uma mensagem que recebi pela internet que conta o seguinte:

Jesus se prepara para o seu aniversário... todo entusiasmado como qualquer ser humano, espera uma festa surpresa realizada por seus amigos. O dia chega e Ele vai até a casa dos seus amigos. Sem ninguém perceber Ele entra timidamente... lá dentro encontra todos reunidos, árvore de Natal, presentes, músicas, bebida, amigos, etc. Todos bebem, comem e não percebem a Sua presença. 

Chega certo momento e batem à porta, todos gritam entusiasmados: Chegou o Papai Noel! Uma pessoa gorda, barbas brancas torna-se o centro das atenções... os pais chamam as crianças e ele começa a distribuição de presentes. Jesus então aguarda... breve alguém vai chamar seus nome... porém a festa acaba e ninguém lembrou do aniversariante...Jesus, então lamenta: Mais uma vez a humanidade esqueceu de mim.

As festas terminam em bebedeira, brigas e vários acidentes... e assim é comemorado o natal hoje... 

A humanidade sofre de uma doença que se chama interesse. Cada um busca os seus próprios interesses. Todas as brigas em família, ministério, sociedades se resume nisso: cada um busca o seus próprio interesse. 

E na cristandade a maioria “usa” Jesus para seu próprio interesse. Jesus se tornou algo parecido com o bezerro de ouro, como um talismã para dar sorte ou trazer “bênçãos”.

Chegou ao ponto de um pastor dizer aos seus membros: No natal não teremos culto. Cada pessoa vai comemorar o natal com sua família... pronto: A família tornou-se mais importante que JESUS. Com certeza ai haverá decepção e frustração.

Na mensagem que contei no inicio JESUS sai decepcionado da festa de “seu” aniversário e deixa uma mensagem aos seus amigos: 
Amados, um dia eu farei uma festa em minha casa, no céu. Será uma grande ceia onde eu vou servir os meus convidados. Vou servir vinho e maná celestial e também arei presentes á cada um dos convidados. 

Ali haverá paz, alegria e felicidade eterna. Não haverá choro, nem morte e nem morte, mas sim a vida eterna. Convide todos os seus amigos. Podem vir! Há lugar para todos. Eu amo vocês e para isto eu nasci: Para salvar a humanidade e morar para sempre com os meus amigos.

Para concluir eu creio que devemos voltar a dois mil anos atrás e fazer como os pastores que estavam nas montanhas fazendo vigília com suas ovelhas. Eles esperavam o Salvador e o anjo apareceu com as boas novas.

As boas novas hoje é que Jesus está vivo e Ele quer entrar na sua casa e cear com você e comemorar o seu aniversário. 
Convide Ele para entrar na sua casa, coloque uma cadeira no lugar de honra na mesa e honre-o como a pessoa principal neste Natal.

Você que está perdido pode receber o salvador hoje mesmo. Para que você seja salvo basta receber Jesus em seus coração através de uma simples oração.

Repita esta oração comigo:
Senhor Jesus, eu preciso de ti. Abro a porta do meu coração e te recebo como meu único Salvador e único Senhor. Peço que perdoe os meus pecados e me dê a vida eterna. Amém.

Envie esta mensagem aos seus amigos e os convide a entregar suas vidas a Jesus para que um dia possamos estar juntos lá no céu na grande festa que Ele vai fazer. Então vamos entrar pelas portas do céu e levar para Ele todos os nossos amigos como presente. Os anjos ficarão alegres e nos levarão até o aniversariante. Você vai abraçá-lo e dizer:

Feliz aniversário Jesus. 

Joel Engel
Guiame

Um intruso na maior festa de aniversário do mundo

Imagine no dia de seu aniversário, alguém que nunca existiu tomar teu lugar? Triste não?
Pois bem, é exatamente isto que acontece nos dias de hoje o tal velhinho que todos conhecem como Noel, tem sido o protagonista principal de uma festa que nunca lhe pertenceu. Cada vez mais o aniversariante JESUS tem sido deixado de lado, nem mesmo no dia que comemoramos o seu nascimento, não recebe as honras que deveria.

Outro dia entrei em um “Shopping bem famoso na Zona Norte do Rio”, e me deparei com um presépio que a administração daquele Shopping chamava de natalino. Na verdade aquele presépio todo enfeitado de luzes coloridas e neve não tinha nada a ver com o aniversário nem tão pouco com o aniversariante que mudou a história de nossa humanidade.

Uma determinada marca de refrigerante de cola era a principal patrocinadora disso que a mídia chama de “natal”. Encontrei de tudo neste presépio, tinha: Renas, Vacas, fogão a lenha, anões e outras bugigangas a mais. 

Me dirigi a moça que era como um tipo de guia turístico e perguntei pra ela: O que representa tudo isso? Ela espantada olhou pra mim e respondeu: Natal! Bam! Eu mais uma vez retruquei: Como Natal? Cadê JESUS? Cadê pelo menos os Magos? Cadê Maria, o jumentinho onde foi parar José?

Ela respondeu: Senhor! A empresa patrocinadora deste grande evento não permite nem uma manifestação de crença, ou fé ou religião, pois são muitos turistas que vem assistir nossa apresentação que não são da FÉ cristã. Eu como cristão e com cara de espanto respondi:
– Não querendo ser chato, mas já sendo, a senhora não acha uma injustiça ou mesmo uma hipocrisia dizer que isso é Natal? Pois não podemos se quer citar o nome do aniversariante ou ver, ou ler algo sobre seu nascimento?
– Ela então respondeu bem baixinho... É senhor entendo, estou trabalhando e sou paga pra isto, mas eu gostaria de manifestar também minha indignação. Sou cristã e não posso aqui falar de JESUS.
Meus queridos amigos e irmãos, em Cristo não me conformo com toda essa festa que a chamam de “NATAL” mas vemos apenas puro meio oportunista comercial.

Natal é nascimento, Natal é alegria, Natal é Boas Novas, Natal é Salvação, Natal é Luz, pois quando JESUS nasceu aqueles que estavam na escuridão viu de fato a verdadeira LUZ: JESUS. 

Para alguns seguimentos ou “denominações” cristã protestante, é até preferível ficar de fora dessa comemoração do dia 25 de Dezembro, por dois motivos: 1º Por não ter sido em Dezembro o nascimento de JESUS. 2º Porque esta festa comemorada não é uma festa cristã e sim pagã. 

Em certo ponto, concordo que JESUS não nasceu em 25 de Dezembro, também que essa manifestação está deturpada, mesclada de paganismo. Mas como cristão maduro e sensato vejo uma grande oportunidade de evangelismo, vejo que podemos também manifestar diante de todos, já que o mundo se volta a esta data, de demonstrarmos gratidão para com o nosso DEUS por ter enviado seu único filho a este mundo. João 3:15.

Não vejo problema algum comemorar o nascimento de nosso Salvador, contanto que use esse momento de tanta generosidade de alguns para explicar de fato o verdadeiro sentido do NATAL. Nunca foi nem será pecado separarmos um dia, seja 25 de Dezembro ou outra data que de fato fosse o aniversário de alguém que veio ao mundo para nos resgatar das trevas para sua maravilhosa LUZ.

Lembre-se sempre, NATAL SEMPRE DE JESUS. Ele é o centro de tudo, toda honra, toda GLÓRIA seja tributada ao Senhor, o nosso Messias, o enviado de DEUS.


GLÓRIAS A DEUS NAS ALTURAS, PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE.

Que o Senhor JESUS, nasça todos os dias em nossas vidas, FELIZ RENASCIMENTO.

Pb. Josiel Dias

Que Natal você comemora?

Dois Natais acontecem todos os anos, no mesmo mês… Um é o natal de Jesus, O Filho de Deus.
O outro é o natal de um papai bonachão que não vem do céu, e que só dura um dia, e logo se desvanece. O Natal de Jesus é uma festa de abundante vida e alegria, que acontece na alma, oriunda do trono de Deus, onde sua vinda a este mundo é comemorada.

O outro é o natal de Noel, que também é chamado de papai e que “presenteia” as crianças. Diz: “ho ho ho” e está sempre acompanhado de nefastos seres elementais “duende
Que irônica utopia! 
Tão “bonzinho”, só é lembrado neste dia…. porém, nos outros dias do ano onde está ele?

Quer saber? Eu lhe digo! Materializa-se em objetos de consumo forçando seus seguidores a comprar, comprar e comprar, afinal, são todos dominados pela entidade… ops! desculpe! Espírito de natal.
Por outro lado o Natal de Cristo Jesus é real.
Não se conhecia ainda o velhinho bonachão, mas o Cristo já era adorado desde a eternidade, e continua sua eterna existência cumprindo sua missão de trazer salvação ao mundo.

Infelizmente muitos há que trocam o real pelo imaginário, a Verdade pela fantasiosa suposição infundada, preferem o glamour das árvores cintilantes, neves, chaminés, trenós, magias, etc, ao tosco e pesado peso da renúncia, chamada por Cristo de “Cruz”.

Que pena… o verdadeiro Natal foi esquecido; o menino que nasceu em Belém, numa manjedoura, para trazer a resposta, morrer pelo homem,ressurgir dentre os mortos e garantir assim vida eterna com Deus nem se quer é mencionado, foi esquecido, foi abandonado.

Que tipo de natal você vai festejar? O natal de Jesus, que é eterno, ou… um falso natal que dura apenas um dia? Se durar!

Não espere presente neste final de ano, o maior de todos voce já ganhou, foi o Dom de Deus, Jesus.

Em meio às árvores, duendes, manjedouras, “bons velhinhos” , trenós e tudo o mais, prevalece a tosca Cruz. Não te iludas com meras lâmpadas se podes possuir a Vera Luz. Como? Trocando o falso natal pelo Natal de Jesus.


"Feliz Renascimento" GP

Natal deveria mudar para fevereiro, de acordo com jornalista americano

Jornalista aponta dez benefícios que a mudança de data do Natal traria
Através de sua coluna em um famoso portal de notícias norte-americano, um jornalista especializado em religião trouxe a tese de que o Natal deveria mudar de data, traçando uma série de dez razões para uma troca do mês de dezembro para o mês de fevereiro.

Segundo o colunista Clay Farris Naff, do The Huffington Post, a questão é tão clara que consegue fazer com que teólogos e estudiosos seculares concordem, sobretudo diante de inúmeras evidências que constatam que o nascimento de Jesus Cristo não ocorreu em 25 de dezembro.

O Natal no fim de dezembro foi determinado pelo imperador romano Constantino Magno (conhecido por adotar o cristianismo em Roma), no ano de 336 d.C., para excluir uma festa pagã celebrada na mesma época. No entanto, para Farris Naff não é necessário dar sequência aos "ditames fascistas" de um imperador de quinze séculos atrás.

De maneira bem-humorada, o jornalista enumera os dez fatores mais convenientes que a mudança de data poderia provocar se fosse levada a sério. Em ordem decrescente, confira no que o estudioso acredita que a transformação do calendário pode ajudar:

10. Gula de Ação de Graças: a princípio, Farris Naff dá um alerta aos gulosos. Ele ressalta que em fevereiro, o Natal teria um período mais distante das festas americanas de Ação de Graças, dando um descanso maior ao estômago daqueles que só esperam os feriados para comer o tradicional peru assado.

9. Economia e a Black Friday: na sequência, ele indica que a mudança do calendário também pode gerar uma economia no bolso, já que muita gente tem gastado com as promoções na famosa Black Friday, em novembro, ficando sem dinheiro um mês depois, para os presentes de Natal, em dezembro.

8. Fim de inverno alegre nos EUA: ao apontar os últimos meses do inverno americano como "os mais deprimentes do ano", ele avalia que o Natal em fevereiro serviria para dar boas vindas à primavera, que começa em março no Hemisfério Norte.

7. Dia dos Namorados e Dia do Presidente: para quem não gosta do Dia doa Namorados e do Dia do Presidente, ambos em fevereiro nos EUA, o jornalista diz que o Natal de fevereiro ofuscaria as duas datas, deixando livres quem não se habitua com os costumes de namorados ou de honraria aos antigos líderes americanos.

6. Um dia a mais: Farris Naff também sugere para que o Natal seja comemorado perto do dia 28 de fevereiro, pois assim o Natal ganharia um dia a mais de celebração nos anos bissextos, com o dia 29 de fevereiro.

5. Revisionistas: para o jornalista, a alteração no calendário também serviria para dar um basta em debates promovidos por revisionistas, que tendem a insistir na discussão do que deve mudar ou não na cultura dos EUA por conta do cristianismo. Segundo ele, uma mudança brusca evita que conceitos revisionistas se espalhem.

4. Futebol Americano: como os atletas de futebol americano normalmente estão em atividade em dezembro, o Natal em fevereiro daria a chance dos jogadores comemorarem a data de férias, e o melhor: com suas famílias.

3. Ano Novo: a troca da data também ajudaria nas resoluções de fim de ano. Afinal, segundo o estudioso, fica difícil cumprir uma promessa de "ficar mais magro" no começo durante o réveillon, após comer tanto no Natal.

2. Preocupações com tradições: Farris Naff revela também a quebra da tradição de dezembro acabaria com as preocupações com a manutenção de costumes, como a polêmica recente que levou uma jornalista do Fox News apontar que Papai Noel "só pode ser branco", conforme explica o jornalista.

1. Guerra contra o Natal: mais uma vez dando ênfase aos debates culturais entre ateus e secularistas contra cristão, Farris Naff cita outro episódio recente onde Bill O'Reilly, jornalista da Fox News, apontou que "ficará de olho" nos esforços de quem ataca o Natal. O colunista do Huffington Post indica que a mudança de data controla os críticos, ao mostrar que os cristãos sabem se renovar e apreende discussões e "guerras desnecessárias".


Christian Post

Quem foi Papai Noel?

O Papai Noel não é inimigo de Jesus e a razão é muito simples: o Papai Noel também é cristão.
Eu vejo ruas iluminadas, prédios piscando, árvores enfeitadas, crianças com presentes nas mãos, presépios em casas, sinos nas portas, shoppings lotados, banquetes em família, corais cantando e muitas avenidas tomadas por todos os símbolos que representam o Natal. E é claro, Jesus num berço de palha e o Papai Noel com sua roupa vermelha e barba branca.

Ninguém pode discordar que o Natal é uma época do ano diferente de todas as outras. Queiramos nós ou não, esse é um tempo mágico e extraordinário. Contudo, existe uma ilusão criada por algumas pessoas que enfraquece o brilho desta estação tão linda. É aquela velha disputa entre Jesus versus Papai Noel, como se, de fato, os dois estivessem competindo em busca de mais admiradores. 

Mas o Papai Noel não é inimigo de Jesus e a razão é muito simples: o Papai Noel também é cristão. O personagem "Pai Noel" foi inspirado na figura de São Nicolau, um cristão que viveu na Ásia Menor – atual Turquia – durante o IV século. Ele era filho de pais muito ricos e costumava ajudar anonimamente pessoas pobres de sua cidade carregando um saco com moedas de ouro e despejando-as nas chaminés de suas casas durante a época de Natal. 

Nicolau chegou a ser arcebispo da cidade de Mira e sua fama de ser amado pelas crianças carentes se espalhou por toda Europa. Por isso, o nome “Papai Noel” em boa parte do mundo, e especialmente na América e na Europa é “Santa Claus”, um jeito carinhoso de dizer “São Nicolau.”

Muito tempo depois, nos séculos XIX e XX, a empresa Coca Cola apanhou esse personagem antigo e fez dele a caricatura central do Natal. Hoje, milhões de pessoas celebram mais o “Falso Nicolau”, gordinho, de barba branca, roupas vermelhas e capitalista do que o verdadeiro Nicolau, cristão caridoso que generosamente presenteava e levava alegria aos mais pobres. 

No entanto, apesar dessa desconstrução do velho Nicolau, o nosso Natal pode ser diferente. Que tal se você e eu vivêssemos esse tempo tão maravilhoso inspirados por nosso irmão Nicolau e neste ano, comprássemos menos coisas para nós mesmos e investíssemos mais na alegria de outros?

E se for os mais longe para perceber que a inspiração de São Nicolau foi o próprio Jesus, aquele que deixou seus tesouros e seu trono de glória no céu para nascer no relento de uma manjedoura; se fez pobre para nos dar as riquezas da vida; foi amaldiçoado pelos homens para nos abençoar; deixou de ser o único filho de Deus para sermos seus irmãos; chorou na cruz para nos ver sorrir; humilhou-se para nos exaltar; deixou-se matar para nos fazer viver. Esse é o Jesus que inspirou Nicolau e nos inspira diariamente para vivermos um Natal inesquecível.

Se você é daquelas pessoas que quando chega o Natal dizem: “Tudo outra vez”, "mais um Natal de sempre”, “temos que ir para casa da vovó de novo”, meu desejo é que a luz de Jesus te encontre e te inspire a viver o Natal mais marcante de sua vida. E para que isso se transforme em realidade faça duas coisas:

1. Esforce-se ao máximo para fazer o Natal de alguém mais feliz que o seu. Pense em uma ação específica por alguém que provavelmente viverá mais um natal infeliz. A verdadeira alegria do Natal – e de toda a vida – nasce dentro de nós quando deixamos de buscar a nossa própria alegria para alegrar outros. 

2. Lembre-se de quem realmente é Jesus. Natal é tempo de recordar que na vida todo menino quer ser homem; todo homem quer ser Rei; todo Rei quer ser Deus; só Deus quis ser menino." Jesus não nasceu num berço de ouro, ele nasceu num berço de palha. Vocês sabem o que é uma manjedoura? É o lugar onde colocam a comida dos cavalos. É uma colcha de palha. Jesus não nasceu numa maternidade, ele nasceu num estábulo. Ele nasceu enrolado em panos e não em fraldas, ele nasceu sendo observado pelos animais e não por reis.

Convido você a orar comigo: "Pai, que neste Natal eu me esforce ao máximo pra que outros possam sorrir e por favor, nunca deixe meu coração querer ser Rei ou Deus, antes, que diante de ti eu sempre seja um bebê, um menino humilde, um filho que o Senhor tem todo o seu prazer.

Guiame

"Síndrome da Sereia": Bebê morre horas após nascimento por causa de doença rara

Os pais da criança só souberam da doença após nascimento, já que a indiana não tinha dinheiro para fazer exames; condição é causada por falta de circulação sanguínea do cordão umbilical e/ou por desnutrição materna

Uma jovem mãe indiana ficou perplexa depois de dar à luz um bebê com um raro distúrbio de saúde chamado sirenomelia, também conhecido como “síndrome da sereia”, na última quarta-feira (7). Este foi o segundo caso da doença já registrado no país. Infelizmente, a criança não resistiu e acabou falecendo apenas quatro horas depois de nascer. As informações são do "Daily Mail". 

Muskura Bibi, de 23 anos, deu à luz no hospital Chittaranjan Deva Sadan, em Calcutá. Por causa das condições financeiras da família, ela não realizou pré-natal e, portanto, não fez nenhum exame de ultrassom durante a gravidez. Desse modo, só ficou sabendo que seu bebê tinha a "síndrome da sereia " após o nascimento. 

O sexo do bebê não pode ser descoberto, uma vez que a síndrome da sereia apresenta a junção das pernas e uma pélvis com má formação.

O médico pediatra Sudip Saha afirmou que “os pais do bebê são trabalhadores e não tiveram condições de buscar ajuda médica e de medicamentos ao longo da gravidez”. Ele ainda explicou que algumas condições – como a desnutrição da mãe e a circulação sanguínea inapropriada podem ser fatores para a anomalia.

Dr. Saha também conta que ficou bastante surpreso quando se deparou com o caso no hospital. “Nunca vi um bebê assim antes. É o primeiro caso de sirenomelia no estado e o segundo, no país”, lembra. “Ele nasceu com a parte superior com a formação normal, porém do quadril para baixo apresentou deformação. Não estava desenvolvida completamente”, diz.

Em 2016, uma mulher de Uttar Pradesh , no norte da Índia, deu à luz um bebê com a condição rara, e que sobreviveu apenas por 10 minutos. 

Entenda a doença
A síndrome da sereia afeta um bebê a cada 100 mil nascimentos. De acordo com médicos da Universidade de Oxford, a ocorrência dos distúrbios está relacionada a defeitos congênitos ligados a anormalidades dos vasos sanguíneos do cordão umbilical. Isso porque o normal é que o feto desenvolva duas artérias umbilicais, que levam o sangue para a placenta, bem como uma veia umbilical, que faz o sentido contrário do sangue.

Segundo os médicos, a síndrome da sereia é extremamente mortal, ocorrendo, na maioria das vezes, cerca de 100 vezes mais, em gêmeos univitelinos do que em gestações isoladas em gêmeos bivitelinos.

Saúde IG

Vídeo de Fernanda Brum cantando música secular aos 14 anos viraliza na internet: ‘Nunca quis voltar. Deus me tirou de lá'

Fernanda Brun diz: Olha que interessante ... eu tinha 14 anos e vivia os piores momentos da minha vida sem Jesus ... no meu novo livro o “Na Mira” conto muito sobre essa época! Foi daí que Jesus me tirou! Glória a Deus por ter me salvado! Em nenhum momento de dificuldade na vida eu pensei em fazer música secular! Eu vim de lá! O altar é o meu lugar! 

Tem muito mais vídeos de onde tiraram esse! Esse vídeo não me envergonha mais! Na verdade glorifica o nome de Jesus! Pq Ele me tirou de lá! Do mundão! Por isso eu posso pregar em qualquer janela de mídia! Aleluia! Hoje as 17:00 no altar da Ipan vamos falar mais de como Jesus liberta! Glória a Deus! Um salve ao colega #sergiomalandro!

Assista ao vídeo, Fernanda Brum adolescente, cantando uma canção chamada Bem Que se Quis, de Marisa Monte no extinguido programa do apresentador Sérgio Mallandro.



Informação Simião Célio

Marcos Mion pede que pessoas aceitem Jesus: "Quanto mais demora, maior o arrependimento"






Marcos Mion usou seu perfil da rede social para alertar as pessoas sobre a urgência de se entregar a Jesus. (Imagem: Twitter)
A mensagem foi publicada no perfil oficial do apresentador no Twitter.
As mídias sociais têm se tornado plataformas cada vez mais movimentadas, nas quais as pessoas expõem suas opiniões e acabam até gerando debates bem acalorados sobre assuntos considerados polêmicos. Porém o apresentador e comunicador Marcos Mion acredita que os mais de 20 milhões de usuários que o acompanham no Twitter precisam também receber mensagens edificantes.

No último sábado (25), por exemplo, o apresentador cristão foi bem claro em alertar sobre a importância de que as pessoas decidam se entregar a Jesus e façam isso o quanto antes.

"#AceitemJesusPorque quanto mais voce demora, maior vai ser a sensação de arrependiento por não ter aceitado e entendido tudo antes!", publicou ele.

A fé de Mion tem sido manifesta pelo apresentador, também em outras oportunidades, como por exemplo em uma edição anterior de seu programa, no qual ele reconheceu que "o plano de Jesus Cristo para a gente é a família".

Na ocasião, Mion falou sobre como ele e sua família têm lidado com a criação de seu filho, Romeo - diagnosticado com autismo, ainda bebê.

"Imagine você, vivendo esse sonho, essa vida perfeita para ir para um próximo passo, porque o plano de Jesus Cristo para a gente é a família. E aí o seu filho, quando você tem 24 anos e esse sucesso todo, ele nasce dentro do espectro autista. Muita gente acha que quando isso acontece, esse é o fim. É um desespero, você perde o chão", afirmou.

Guiame

Evangelista prega para tribo que matou seu filho e perdoa criminosos


Imagem ilustrativa. Evangelista prega para tribo que matou seu filho e perdoa criminosos. (Foto: Global Disciples)



Gabriel assistiu seu filho de três anos ser morto por homens que, mais tarde, ele teve que rever e fazer uma escolha: perdoar.
Gabriel assistiu seu filho de três anos ser morto por homens que, mais tarde, ele teve que rever e fazer uma escolha: perdoar. “Gabriel é um evangelista e plantador de igrejas entre a tribo nômade de Turkana na África Oriental”, disse Galen Burkholder, fundador da organização missionária Global Disciples.

“Um dia, seu filho de 3 anos estava lutando para respirar, então eles o levaram para a clínica mais próxima”, relata Burkholder. Sem nenhum médico disponível, os enfermeiros colocaram o menino em um tanque de oxigênio e orientaram seus pais a buscarem um hospital em uma cidade próxima.

Infelizmente, sua rota percorreu o território de uma tribo inimiga onde Gabriel, sua esposa e o filho foram presos por três homens armados. “Quando os assaltantes viram que Gabriel não tinha dinheiro, eles roubaram a máscara e o tanque de oxigênio de seu filho e correram”, conta Burkholder.

“Gabriel e sua esposa seguravam seu garotinho enquanto ele lutava para respirar — então morreu em seus braços. Furiosos e perturbados, eles voltaram para enterrar seu filho precioso”, lembra o missionário.

Dentro de alguns meses, Gabriel recebeu uma notícia surpreendente de um líder do movimento missionário: as pessoas da mesma tribo inimiga estavam respondendo ao Evangelho e recebendo Jesus Cristo. O líder que transmitiu a notícia a Gabriel o convidou para ajudar com a evangelização da tribo.

“Você deve estar louco”, Gabriel respondeu com raiva. “Estas são as pessoas que mataram meu filho!”

Mas nas próximas semanas, o evangelista teve seu coração suavizado pelo Espírito Santo e concordou em se juntar à equipe que compartilharia as Boas Novas com a vila onde seu filho morreu.

Compaixão
Depois que Gabriel chegou, ele e outros missionários se encontraram com um pequeno grupo de novos cristãos na tribo inimiga. “O líder de Gabriel pediu para ele compartilhar seu testemunho. Enquanto contou a história da morte de seu filho, três homens do grupo ficaram de pé”, lembra Burkholder.

“Nós somos os que te pegamos na estrada”, eles confessaram, com os braços levantados. “Nós merecemos morrer. Há uma arma no canto. Pegue e atire em nós. Desculpe”.

Abalado pela notícia, o coração de Gabriel disparou e um turbilhão de coisas passaram por sua mente, enquanto ele considerava como responder aos homens que haviam tirado a vida de seu único filho.

Induzido pelo Espírito Santo, Gabriel fez algo notável. “Ele atravessou a sala estendendo o perdão em nome de Jesus e abraçando seus três novos irmãos em Cristo”, lembra o missionário.

Hoje Gabriel está trabalhando em colaboração com esses mesmos homens para alcançar uma tribo que ele já considerou “inimiga” mas, agora, está sendo transformada pelo poder do Evangelho.

Guiame

Brasil e Paraguai se unem para impacto evangelístico levando milhares à conversão


A ação foi liderada pelo evangelista Juan Cruz. (Foto: Reprodução).



A ação durou uma semana inteira com impactos evangelísticos, alcançando pessoas de várias esferas da sociedade entre os dois países.
Grandes coisas acontecem quando cristãos se unem para proclamar o nome de Jesus. Foi o que aconteceu com seguidores de Cristo do Paraguai e Brasil. Um festival evangelístico causou grande impacto na fronteira dos dois países. Uma semana inteira de ações de evangelismo fez com que milhares de vidas se rendessem ao Criador.

O festival contou com várias ações que terminaram em duas noites extraordinárias no Shopping Planet Outlet. O Festival Vuelve a Soñar (Volte a Sonhar) com Juan Cruz abraçou irmãos do Paraguai e do Brasil. As cidades de Pedro Juan Caballero e a cidade de Ponta Porã foram protagonistas de eventos que impactaram milhares de pessoas de todas as idades.

O festival teve também a participação de celebridades e cantores como Manny Montes, Federico Vuyk, a dupla Gabriel e Vicky, do argentino Rafael Araujo, e também do ex-futebolista Salvador Cabañas. Vale ressaltar também a participação do ator mexicano Edgar Vivar que deu vida ao personagem “Seu Barriga” da série “Chaves”.

O evangelista Juan Cruz deu a mensagem central apresentando as boas novas da salvação, onde centenas de pessoas entregaram seus corações a Cristo. "Jesus é o único meio de salvação e de um novo sonho", foram algumas das palavras do líder na noite do dia 24 e 25 de novembro (sexta e sábado), no Festival Vuelve a Soñar.

O evangelista Juan Cruz deu a mensagem central apresentando as boas novas da salvação. (Foto: Reprodução).

A semana do Festival começou com o Programa Internacional de Evangelistas, um treinamento e qualificação para pastores, líderes, trabalhadores e evangelistas locais com temas como "O Chamado", "Conservação de resultados", "Marketing em Evangelismo", "A Importância da Equipe", e outros. O evento foi realizado no Hotel Barcelona em Ponta Porã com a presença de evangelistas do Brasil e do Paraguai.

O treinamento foi patrocinado pela Aliança da nova geração da Associação Luis Palau. (NGA).

O evangelista também teve a oportunidade de trazer a mensagem de salvação aos presos da prisão de segurança máxima na região de Amambay. Naquela ocasião, foi possível visitar alguns pavilhões de pessoas que tiveram restrições para o mau comportamento, enquanto que para os outros uma reunião foi organizada no pátio da prisão. Muitos encarcerados entregaram suas vidas a Jesus.

Juan Cruz também se encontrou com os Chefes da polícia do Amambay, onde compartilhou uma mensagem de fé e esperança. Já na noite de quinta-feira, ele se encontrou com empresários e profissionais em um jantar exclusivo com a participação de centenas de pessoas e o tema central foi “Liderança com Princípios e Valores”.

No sábado de manhã, das 9h às 11h, as crianças tiveram seu momento que contou com presentes, jogos e muitas atrações para os pequenos. Alimentos e bebidas foram entregues aos presentes que cantavam, dançavam e testemunhavam um programa com valores e princípios bíblicos através de teatro, coreografias e muito mais.

Outro grupo que o festival alcanções foi os estudantes. Ações evangelísticas atingiram milhares de estudantes em faculdades e universidades com o Projeto Salvando uma Vida que já foi até mesmo declarado como interesse pelo Ministério da Educação e Ciências que visa prevenir o suicídio, a discriminação, o aborto, a toxicodependência e o bullying estudantil. Nesse contexto, Juan Cruz compartilhou a conferência de liderança com Centros Estudantis de diferentes instituições educacionais na localidade.

Guiame

Sudão pretende matar cristãos de fome, acusam organizações


Mãe alimenta criança no Sudão. (Foto: UNHCR Tracks)



Estados Unidos e Europa podem retirar o Sudão da lista de 'patrocinadores do terrorismo', mas organizações alertam que os abusos continuam no país.
O governo dos EUA está prestes a retirar o Sudão da lista de 'Patrocinadores do Terrorismo', apesar do bombardeio sistemático do regime sobre seus próprios civis cristãos. O movimento controverso segue a suspensão das sanções contra Cartum em setembro.

Washington melhorou suas relações com o Sudão sob a pressão da Arábia Saudita. Atualmente, existem milhares de soldados sudaneses que combatendo nas guerras da Arábia Saudita no Iêmen, dos quais 400 foram mortos. No mesmo ano, as forças sudanesas foram implantadas no Iêmen, a Arábia Saudita e o Catar deram ao regime de Cartum, um dos países mais endividados, 2,2 bilhões de dólares.

No entanto, apesar das inspeções dos EUA ao Sudão, seu presidente, Field Marshall Bashir, pediu a proteção do presidente Putin contra "os atos agressivos dos EUA" na semana passada em uma viagem à Rússia. Bashir permanece sob acusação de genocídio pelo Tribunal Penal Internacional.

Desde 2011, a força aérea sudanesa realizou uma campanha de bombardeios aéreos nos estados do Sul do Cordofão e do Nilo Azul, onde a maioria da população sudanesa é cristã ou animista e negra africana. O Hospital Mãe de Misericórdia foi alvo várias vezes destes ataques, assim como escolas e clínicas apoiadas por cristãos.

O governo do Sudão também bloqueou grande parte da área para evitar a entrada de ajuda humanitária ou observadores internacionais. A estratégia do governo de bombardear campos e mercados repetidamente impediu os agricultores de plantar ou colher em suas lavouras, levando a uma escassez generalizada de alimentos. Grupos de direitos humanos sugerem que o regime pretende eliminar sua população não-muçulmana usando a fome.

Na capital, Cartum, os serviços de segurança sudaneses detém regularmente, perseguem, e dão prêmios a quem denunciar líderes cristãos. Além disso, o governo designou 25 igrejas para demolição, decretando que não haverá mais permissão para a construção de igrejas. O governo afirma que quando o Sul de maioria cristã se separou em 2011, formando a nova República do Sudão do Sul, a população cristã do Sudão migrou para ela. No entanto, milhões de cristãos permanecem ao norte da fronteira, em Cartum, Cordofão do Sul e Nilo Azul, onde viveram durante séculos.

Em 2011, antes do referendo da independência do Sul, o presidente Bashir declarou: "Se o Sudão do Sul se separar, mudaremos a constituição e não haverá tempo para falar de diversidade de cultura e etnia ... a lei Sharia (lei islâmica) será a principal fonte de legislação, o islamismo a religião oficial e o árabe a língua oficial".

Sua declaração viola a Declaração Universal dos Direitos Humanos Artigo 18, que garante a liberdade de crença (e a liberdade de não acreditar), à que o Sudão é signatário. O órgão de vigilância internacional imparcial "Freedom House" oferece ao Sudão a classificação mais baixa com relação ao respeito aos direitos humanos, assim como a ONG anti-corrupção, 'Transparency International'.

Independentemente dos contínuos abusos dos direitos humanos do Sudão, tanto os EUA quanto a União Europeia estão buscando reparar as relações com Cartum. Washington é motivado por sua necessidade de ser visto para incluir o maior número de nações muçulmanas em sua coalizão contra o islamismo radical. No entanto, o Sudão forneceu asilo para jihadistas (incluindo Osama bin Laden por cinco anos), e recentemente cortou suas ligações com Irã e o Hezbollah, sob pressão da Arábia Saudita. Em 2013, a Al Qaeda anunciou que abriu uma filial na Universidade de Cartum. Vale ressaltar que o governo não falou em fechá-la, enquanto os jornais da oposição são confiscados regularmente e as igrejas demolidas.

De acordo com a especialista do Sudão, Gill Lusk: "O regime de Cartum dedica energia e habilidade consideráveis ​​para dizer ao Ocidente o que quer ouvir sobre questões de segurança e inteligência, mas não enganou os milhões de sudaneses que procuram o restabelecimento da democracia e dos direitos humanos, que sabem que persiste em não ser apenas brutal e corrupto, mas também islâmico".


Guiame


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...