E depois?????

Um determinado professor cristão gostaria muito de ensinar algo aos seus alunos sobre vida eterna. Mas quase sempre faltava oportunidade, até que um dia próximo do final de sua aula ele colocou em prática o seu plano. Teve uma estratégia de fazer algumas perguntas apenas a um aluno, pois sendo assim os demais ouviriam também o diálogo. Dirigiu-se a Pedro, o mais extrovertido e alegre entre os seus coleguinhas, e fez a seguinte pergunta:

___Pedro o que você vai fazer quando for adulto?
Pedro logo empolgado responde ao professor:
___Vou terminar os meus estudos!
E o professor querendo atingir o seu alvo, pergunta novamente:
___E depois?
Pedro todo alegre diz: Terminarei a faculdade!
O professor mais uma vez, provocando-o, continua:
___E depois?
A criança logo responde:___Farei pós-graduação, sei lá alguns cursos.
O professor continua:
___E depois?
___Ah! Farei talvez um concurso público federal. Responde Pedro
___E depois! Insistia o professor.
___Casarei e terei filhos, uma família talvez.
___Sim e depois? Pergunta o professor!

Pedro sem saber aonde o professor queria chegar, arregala os olhos e responde: Ficarei velho, me aposentarei e viverei cuidando de meus netos.
Toda classe escutava atenta o diálogo entre o professor e Pedrinho.
Sem desistir, mais uma vez o professor pergunta:
___E depois Pedro o que vai fazer?
Pedro sem jeito e voz baixa, responde:
___Entrarei no Guines Book por ser o homem mais velho. Serei muito velho, com uns cento e trinta anos mais ou menos...
Neste momento, todos os seus coleguinhas caem na gargalhada, todos se divertem com o diálogo do professor e Pedrinho. Até o professor quase não agüenta de tanto rir. O professor faz um sinal para que a turma faça silêncio e pergunta mais uma vez:
___E depois Pedro, o que vais fazer?
Pedro abaixa a cabeça e com voz bem baixa responde:
___Não tem jeito mesmo, não é?  Mesmo no Guines e vivendo bastante, um dia terei que morrer.
E o professor com um sorriso nos lábios faz a sua ultima pergunta:
___Sim Pedro e depois?
Pedro faz um gesto com suas mãos e responde: Não sei...

O professor então aproveita e mostra para Pedrinho que a historia não acabava ali. E que nós seres humanos devemos também nos preocupar com a eternidade. Foi apresentado ali naquele final de aula o Dono da vida Eterna, não só Pedrinho, mas os demais colegas aprenderam sobre eternidade e sobre  salvação. 

Quantas pessoas que pensam e vivem como esta criança chamada Pedro.
Muitos não sabem “O depois”. Alguns pensam que a nossa vida se resume a este mundo. Alguns pensam que não existe vida após a morte. Belo engano, as escrituras nos mostra que existe uma eternidade pela frente.

Ou estaremos com Cristo na vida eterna, ou separados Dele para sempre. Imagine você, meu amigo, viver neste mundo, até conseguir alguma coisa por seu trabalho, mais um dia você terá que partir e o que ajuntaste para nada lhe servirão. O melhor investimento hoje, enquanto estamos aqui, ainda é garantir a vida Eterna com o Senhor Jesus. 
Pois Ele mesmo garantiu que um dia voltará para nos levar para onde Ele estiver para que estejamos juntos Dele. Glória a Deus por esta verdade. 

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, credes também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também". (João 14:1-3)
A nossa história não acaba em um túmulo, somos espirituais, quer você queira ou não, quer creia ou deixe de crer. Existe toda uma eternidade pela frente, qual o lado que vais escolher? Com Cristo é garantia de vida eterna. Sem Cristo é perdição e separação por toda eternidade. Reflita, pense e aceite este passaporte, pois é gratuito.  

O Passaporte chama-se Jesus Cristo o Messias. Ele é a verdade, Ele é o caminho, Ele é a vida. 

Deus te abençoe ricamente.

Por Josiel Dias

Ah se não fosse aquela cruz,

Ah se não fosse aquela cruz, estaria perdido em rumo ao abismo nas trevas sem luz. Ah se não fosse aquela cruz, nas trevas andaria agonizando com o peso nas costas duas vezes morreria. 

Ah se não fosse aquela cruz, minhas dores, minhas magoas, seria minha companhia. Ah se não fosse aquela cruz, passos largos do céu, gosto amargo em vez de mel. Ah se não fosse aquela cruz, tristeza e melancolia em vez de canto de alegria.

Ah se não fosse aquela cruz, hoje eu não entenderia a palavra amor, o que significaria. Ah se não fosse aquela cruz, maldito eu seria, sacrifício não adiantaria apenas em vão me esforçaria. Ah se não fosse aquela cruz, onde estaria o ladrão que na hora final ganhou o perdão o paraíso e também a redenção. Ah se não fosse aquela cruz, à distância do homem para com Deus, só aumentaria, barreiras e um véu os impediria de chegarmos a sua luz.

Ah se não fosse aquela cruz, que matou o filho de Deus trazendo ao mundo o perdão, nos dando liberdade fazendo de Deus ao homem a comunhão.
Ah como amo a mensagem daquela cruz, pois foi nela que Jesus nos trouxe o perdão. Aquela cruz, instrumento de maldição, mas foi por ela e pra ela que fez descer do céu, o Deus encarnado trazendo o homem à reconciliação.

O paraíso será restabelecido, devido aquele sacrifício que nela foi debitado o justo no lugar dos perdidos.

Deixando Jesus o céu de gloria, encarou a dura sorte de terminar sua missão, pendurado nela. O que seria do evangelho sem aquela cruz? Simplesmente não existiria graça. Para muitos, o que representa a cruz? Instrumento apenas de maldição? Para mim representa a minha sorte, pois quem deveria ter morrido nela era eu. Olhando pra cruz, eu sei o que significa amor de pai e por mim foi debitado todas as minhas culpas.

Há se não fosse aquela cruz, há se não fosse aquele madeiro, eu não conheceria meu Jesus. Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus”
I Cor 1:18.

Medite nesta letra muito conhecida:

Rude cruz se ergueu! Dela o dia fugiu,
Como emblema de vergonha e dor!
Mas contemplo esta cruz, porque nela Jesus
Deu a vida por mim pecador.

Sim, eu amo a mensagem da cruz
Té morrer eu a vou proclamar.
Levarei eu também minha cruz
Té por uma coroa trocar.

Desde a glória dos céus, o Cordeiro de Deus
Ao Calvário humilhante baixou;
Essa cruz tem para mim, atrativos sem fim
Porque nela Jesus me salvou.

Nesta cruz padeceu e por mim já morreu,
Meu Jesus, para dar-me o perdão.
E eu me alegro na cruz ,dela vem graça e luz
Para minha santificação.

Eu aqui com Jesus, a vergonha da cruz
Quero sempre levar e sofrer;
Cristo vem me buscar e com Ele, no lar
Uma parte da glória hei de ter.

Por Josiel Dias

A Terra Continua Gemendo com dores de parto.

Por isso a terra se lamenta, e todo o que nela mora desfalece,
juntamente com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar perecem.
Porque sabemos que toda a criação, conjuntamente,
 geme e está com dores de parto até agora;
 Romanos 8:22, Oseias 4:3
O que está acontecendo? Catástrofes e mais catástrofes, eventos climáticos até então desconhecidos, a terra não é mais como a, pelo menos, vinte anos atrás. Tudo mudado, a natureza denuncia a inercia humana, todos sofrem todos gemem. Conforme os textos do profeta Oseias e de Paulo aos Romanos acima, vemos a natureza respondendo a ação do homem. Segundo as escrituras sagradas, não era assim o “nosso planeta” no princípio quando foi criado por Deus. Gênesis 1:31.

Tudo funcionava perfeitamente, mais infelizmente o homem prevaricou diante de Deus e foi lançado fora de sua presença. As consequências foram terríveis afetando a terra, plantas e animais. Hoje a natureza geme, o sol geme, o mar geme, as plantas gemem, juntamente gememos solidários ao nosso planeta.
Hoje são poucos acertos meteorológico do clima, pois às vezes eles apontam para dia ensolarado e simplesmente chove. A meteorologia diz que vai chover e faz um dia quente de sol.

“Eu enlouqueço a ciência deles”. Lembra-se desta frase?
 Isaías 44:26-26.
Para os cientistas a culpa é totalmente do homem, e o que estamos vendo é a resposta da natureza ao homem, seria a famosa lei da física, para cada “ação nossa, existe uma reação” da terra.

Infelizmente tenho que concordar com os cientistas, pois o que estamos vendo é resultado do que foi plantado pelo homem. 

A terra fede diante de Deus, os homens deixaram a glória de Deus e se prostituíram com a idolatria a impureza, a lascívia, a violência uns com os outros. Amam mais as “cousas” os objetos do que o próprio ser humano, não se entendem, falam de paz e rejeitam o Autor da Paz. 

Falam em preservação da natureza e devoram-se uns aos outros. Valores invertidos, famílias aniquiladas, corrompidas, e os que têm poder para julgar ou criar leis, criam ao seu próprio favor favorecendo os ímpios e humilhando e massacrando os humildes e justos. Miqueias 7:1-15.

O certo passou ter o conceito de errado, contudo, todavia o errado é o certo. Romanos 1:23-32. Teria como a nossa terra ser sarada?
Estão criando leis, contra a família e favorecendo outros, onde estes outros são tratados como uma nova raça cheia de privilégios que não existem em nenhuma outra etnia ou grupo ou raça.

Como você acha que Deus vê tudo isso? Sabemos que Deus é amor, sabemos que Ele estará sempre de braços abertos a perdoar. Mas é preciso entender que para isso o homem precisa arrepender-se de sua prevaricação, então está confirmado pela palavra, que Deus não só perdoaria como também sararia a sua terra. II Crônicas 7:14.

Estamos vivendo dias conforme Sodoma e Gomorra, tudo isto fede diante de Deus. Deus ama ao pecador, mas abomina a prática do pecado.
Em uma só voz, gemendo, gritamos! Meus Deus, até quando não julgarás a nossa causa? Até quando o justo será pisado? Até quando os pobres serão exterminados enquanto os ímpios e soberbos prevalecerão?
Purifica-nos Senhor, sara-nos, socorre-nos, nos salva, transforma-nos. Retira de nós o opróbrio. Por favor, Deus, precisamos do Senhor. Maranata!

Josiel Dias

Minha Curiosidade, me Derrubou....

“... o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.”
Gênesis 4:7b
Desde o Edem o homem é curioso, olhou o que não devia, mexeu no que não podia e pagou por sua curiosidade e rebeldia. A curiosidade junto a natureza humana provoca em nós todos os dias uma intensa batalha: homem natural versos homem espiritual. Quem ganhará esta guerra?

Vence a guerra aquele que está bem alimentado, seja o meu homem espiritual seja o meu homem natural ou carnal. Para o homem natural, ler frases como por exemplo: Não Mexa, Não Faça, Não pode, Não siga, pode ser traduzido ou interpretado como: Não há nada de errado em mexer, Porque não fazer? Não é bem assim, tudo o homem pode.

Isto só alimenta o desejo de Mexer, Fazer, Poder e Seguir. Isto é tão natural, que podemos ver isso ainda na criança, quando falamos não mexa ali, mas temos certeza que a criança vai lá por sua curiosidade e acaba fazendo totalmente o que nós pedimos para não fazer.

Desde o princípio o homem pagou caro por sua curiosidade e desobediência. Lembra da curiosidade de Eva e o que a Serpente falou para Ela? - Não é bem assim que Deus disse: Claro que vocês não vão morrer, não foi isto que Deus quis dizer. (Gênesis 3:4-5).

A intenção da Serpente realmente é mostrar para o ser humano que não há nada de errado, em ver, e mexer. A Serpente ainda completa: Não há nada de errado, pois porque colocaria Deus esta situação a sua frente sabendo que és fraco? Quem nunca fez? Deixa de ser bobo.

Mas o contexto é bem diferente Deus mais a frente diz para Caim: O pecado jaz em tua porta, basta, ou resta, você dominá-lo. Não é a toa que o Senhor nos concede, através do Espirito Santo, o fruto do Espirito “Domínio Próprio”

Quando temos o domínio próprio, não mexemos, não fazemos, não seguimos na contramão, pois sabemos que isto é coisa de Adão, coisa do velho homem.
Veja abaixo uma confissão de um Pastor que caiu, por pensar que era forte suficiente.
Após sua inevitável queda, o Pastor; “Barbosa” Nome fictício redigiu a seguinte carta ao ministério e convenção de sua denominação:

Graça e Paz, não minha mas do Senhor Jesus seja com todos.

Quero trazer a publico o que ocorreu comigo nestes últimos dias. Sempre fui invejado por outros pastores devido a minha espiritualidade e sabedoria na palavra. Meus sermões eram copiados e repassados em vários púlpitos. Pensei que eu era imbatível, jamais pensei que cairia, mais a bíblia tinha razão, pois enganoso é o coração do homem.

Tantas vezes critiquei “Adão”, mas assim como Eva fui curioso demais. Ouvi o que não devia. Olhei para onde não podia. Mexi onde nunca deveria ter mexido. Alimentei a minha natureza e meu velho homem e também agi como uma criança teimosa e arteira.

Assim fiz por minha curiosidade achando que estava preparado espiritualmente para sair ileso. Mas com o pecado e a serpente não se brinca, quando me vi, já estava laçado, envolvido e tarde demais para correr. Alimentei o meu homem carnal e matei o espiritual aos poucos entrei em declive até o chão.

Mexi no proibido, a minha curiosidade alimentada por minha natureza humana me derrubou.. Miserável homem que sou. Agora, no chão e sem forças, sem amigos, sem família, sem ministério, só me resta um milagre. Agora, morto espiritualmente, peço ajuda para aquele que até os mortos ressuscita. Deus tenha misericórdia de mim.
Assinado Pastor Barbosa

“Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, ... Porém, como a tentação, a nossa reação à provação depende em nós. ..... Deus nos promete um escape junto com a tentação para que possamos suporta-la (... antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar - I Co 10.13).

Por Josiel Dias

Rhuan e o silêncio ensurdecedor

Assusta demais constatar a seletividade da chamada grande mídia para esta tragédia.
9 anos de idade foi o limite da sua vida. Impensável, seu fim foi decretado por sua própria mãe com ajuda de sua companheira. Um ano antes de morrer esquartejado sem qualquer chance ou apelação, teve seu pênis cortado. Segundo confissão das assassinas e conclusão da investigação policial, a criança foi decapitada ainda viva e levou onze facadas enquanto dormia. Perguntada sobre a reação do menino, a resposta da mãe foi seca e fria: deu apenas um pequeno grito.

Os detalhes desta história macabra estão fartamente disponíveis na internet. Mas assusta demais constatar a seletividade da chamada grande mídia para esta tragédia. Com reportagens extremamente discretas e econômicas, o que se viu foi um “pequeno grito” de uma mídia que vai morrendo em sua credibilidade a cada dia.

Quem soube e acompanhou o caso teve as mesmas reações: indignação, nojo, revolta, medo. Menos a grande mídia, pois a pauta dela se baseia na ideologia de sua preferência, não naquilo que é notícia. É um silêncio que grita muito forte, pois a voz do menino Rhuan vai continuar incomodando corações e consciências em todos os cantos do país.

Tente imaginar se tal crime tivesse sido provocado por um casal hétero e cristão, imaginou? Teríamos notícias todos os dias, semanas, meses. Mas não, o crime inenarrável saiu de mãos que se escondem atrás de rótulos como “minorias”, portanto a condução da notícia recebeu a linha da discrição, da quase invisibilidade.

Rhuan não teve a chance de ser amado. Morreu sem saber por quê. Perplexos ficamos todos nós neste Brasil que não cansa de produzir tragédias. Sem oportunismos numa hora dessas, mentes monstruosas existem em todas as ideologias, em todos os lados, em todos os grupos. Mesmo assim, o silêncio seletivo da grande mídia é ensurdecedor.

Esta história me fez lembrar de Alan Kurdi, o menino morto numa praia da Turquia em 2015, que se tornou ícone do drama dos refugiados sírios graças a divulgação maciça por parte da mídia mundial, drama até hoje sem solução. Que a grande mídia brasileira acorde enquanto é tempo, senão ela perderá definitivamente o bonde da história. O menino Rhuan é tão ícone quanto o garoto sírio. Ambos precisam da mesma coisa: amor. E amor, no caso da mídia, passa por visibilidade, jamais por uma quase indiferença decepcionante.

Na Síria, no Brasil, como em qualquer lugar do mundo, falta cada vez mais Deus no coração do homem. Pesquise sobre as barbáries nos gulags, nos campos de concentração, na prisão de Abu Ghraib, você verá do que é capaz o homem quando Deus está fora da equação. Nos caso dos meninos Alan Kurdi e Rhuan, assim como milhares de crianças violentadas por todo o mundo, me consola saber que o Reino dos céus pertence a elas. Sendo assim, o Rei deste reino, Jesus, cuidará pessoalmente de cada uma, assim como julgará cada um dos culpados que tentaram fazer surda toda uma geração, que tentaram abafar pequenos gritos inocentes. Maranata!

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Fonte Portal Guiame.

Pastores cantam de alegria ao ganhar bicicletas para pregar em aldeias da África

Pastores de aldeias do Moçambique e Zimbábue, apoiados pela Missão Mãos Estendidas (MME), receberam doações de bicicletas.

Para muitos, uma bicicleta é um instrumento de esporte e lazer. Para pastores de aldeias remotas da África, uma bicicleta pode transformar a dinâmica de uma comunidade inteira e possibilitar que o Evangelho seja levado a lugares distantes.

Nesta quinta-feira (13), pastores de aldeias do Moçambique e Zimbábue receberam doações de bicicletas através da Missão Mãos Estendidas (MME), que atua há 20 anos em países como Moçambique, Malawi, Zimbábue e Zâmbia.

“Por serem pastores de aldeias, essas bicicletas são muito importantes. Hoje, expressamos nossa gratidão a quem ofertou. A MME trabalha com parcerias estratégicas, para que possamos, como Reino de Deus, ir além de forma mais rápida e intensa”, disse o pastor Elias Marcelo Caetano, presidente da MME, ao Guiame.

A entrega das bicicletas aconteceu durante o Seminário Bíblico Intensivo na cidade da Beira, o local mais devastado pelo ciclone Idai. O seminário de capacitação teológica acontece a cada seis meses e tem a duração de cinco dias.






“Os pastores recebem os materiais que trazemos para que eles possam se desenvolver a nível de estudo teológico”, explica Elias.

Meios que transformam
De acordo com o pastor Saulo Porto, diretor de ensino da MME, as bicicletas beneficiam comunidades inteiras.

“Quando você olha para esses pastores, a maioria deles vêm de aldeias normalmente isoladas. Não fazemos ideia de como um objeto desse, que é tão simples, como uma bicicleta, pode trazer grande transformação para toda uma aldeia”, observa Saulo.

“Na maioria das vezes, a bicicleta é o único meio de transporte entre a aldeia e a estrada. Então, muitas vezes, o que você vê como uma bicicleta se torna uma ambulância ou um instrumento de comunicação com outros lugares. Ou seja, traz um grande benefício para toda a aldeia”, acrescenta.

Guiame

Contrata-se apóstolo. Pagamos muito bem!

Veja se você se encaixa na vaga, envie seu currículo.

Atividades
Pregar o Evangelho; transmitir novas doutrinas da parte do Senhor, para à igreja; ajudar os necessitados, saber passar fome, sede e frio; e eventualmente ficar preso em uma masmorra.

Requisito básico
Ser testemunha ocular da morte e ressurreição de Jesus Cristo (1 Coríntios 9:1, Atos 1:21-22); ter sido ensinado diretamente por JESUS (1 Coríntios 11:23-26; Gálatas 1:1-24).

Plano de Carreira
Você receberá o básico para sobreviver, e deverá repartir qualquer excesso com os mais pobres. Não se preocupe com aposentadoria, pois após o serviço, você será crucificado, decapitado ou queimado. *Tempo de experiência fará toda diferença aos demais candidatos. Após essas exigências acima você terá que ter mais de dois mil anos na mesma função.

É de espantar a quantidade de “Após-tôlos” que tem aparecido de um dia para outro. Homens que abrem suas igrejas, e colocam suas fotos estampadas com o título: Apóstolo. Eu fico me perguntando: Porque ninguém quer mais ser pastor? Porque o cargo de diácono não serve mais? Ninguém quer ser servo e sim senhor. Mateus 20:25-28

Hoje estava andando pelo meu bairro e me deparei com mais uma “igreja” que, por questão de ética, não citarei o nome da igreja, mas o que eu vi logo na entrada. Estava um banner de seis metros escrito: Apóstolo “fulano de tal”, o Apóstolo da cura, venham comprovar! Eu pensei: Eita! Mais uma igreja e mais um “líder” que surgiu de repente.

Sempre fui contra fotos de líder estampadas na porta de igrejas. Nos dá uma certa impressão que ali a glória é dele.
Quando são refutados esses tais “após-tôlos”, costumam dizer com tom de ameaça: Não toque no ungido, senão você pode morrer! Vai vendo!


Simples a resposta. É que o título de apóstolo soa como líder dos líderes e que está acima dos pastores, acima dos presbíteros, acima dos diáconos, acima dos evangelistas. Vocês já viram como eles brigam entre eles? Já viram como há uma disputa de quem cura mais? Já viram que parece que só a igreja destes são o verdadeiro caminho? Já viram como tudo dentro desses ministérios é NEGÓCIO?

Cuidado crente não caia nessa armadilha: Veja o que a Bíblia diz a respeito destes.
E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesma repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. 2 Pedro 2:1-3

Veja o que o Apóstolo Paulo diz sobre os falsos apóstolos
Porque vocês, sendo inteligentes, toleram de boa vontade aqueles que são tolos. Vocês até toleram aqueles que os escravizam, aqueles que os exploram, aqueles que os enganam, aqueles que pensam que são superiores a vocês e aqueles que lhes dão bofetadas. É uma vergonha eu ter que dizer isto, mas nós fomos “fracos demais” para agir assim. 2 Coríntios 11:19-21

“Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.
Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis”. 2 Coríntios 11:3,4

Vamos ver se o Apóstolo Paulo tinha uma vida de luxo? Veja o que ele fala:
Trabalhei muito mais do que eles. Fui preso muito mais vezes e açoitado sem medida. Enfrentei o perigo da morte muitas vezes. Cinco vezes os judeus me castigaram com trinta e nove chicotadas. Em três ocasiões diferentes me bateram com varas, e uma vez fui apedrejado. Três vezes o navio em que eu estava viajando afundou e cheguei a passar uma noite e um dia na água.

Fiz várias viagens, enfrentando perigos de rios, perigos de ladrões, perigos entre o meu próprio povo, perigos entre outros povos que não são judeus, perigos na cidade, perigos no campo, perigos no mar, perigos entre falsos irmãos.

Tenho trabalhado duramente e até não poder mais. Muitas vezes tenho ficado sem dormir, sem comer e sem ter o que vestir; tenho passado fome, sede e frio. Além de outros problemas, há o que pesa sobre mim diariamente: a preocupação com todas as igrejas. 2 Coríntios 11:23-27.

Aquele que quer ser senhor, seja servo
Jesus os chamou e disse: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”.

Por Josiel Dias

O tom do debate pode ser um desserviço à igreja

“Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs”. Tito 3:9

As redes sociais estão recheadas de discussões sobre pensamentos, doutrinas, teses, dogmas entre os Calvinistas e Arminianos. Eu fui convidado para fazer parte de um grupo de Calvinistas onde percebi que tudo que se postava por lá terminava em brigas e falta de respeito com os Arminianos. Aí você me pergunta: O que faz um Arminiano em um grupo radical de Calvinistas?

Boa pergunta, eu penso que até certo ponto essa discussão tem algo de positivo, pois nos estimula a estudar sobre as doutrinas Calvinistas e questionar alguns pensamentos Arminiano. Até passamos a estudar mais profundo as escrituras. Mas o que tem de negativo, são os extremistas de João Calvino, onde querem impor sem dó nem piedade seus dogmas impondo que somente eles interpretam melhor as sagradas escrituras.

Algo que deveria até certo ponto ser edificante para o nosso crescimento espiritual acaba sempre em guerras, intolerância ao pensamento contrário.

Como Arminiano em minha breve participação nesse grupo, já fui até convidado por esses extremistas a se retirar do grupo, pois fiz uma pergunta contrária o que eles defendem.

Em uma pregação do Bispo Walter McAlister em seu canal no youtube, falou algo interessante: Dizia ele: “O tom do debate pode ser um desserviço à igreja” completa ele: Quando algum jovem descobre as doutrinas da graça e vira um Calvinista, ele deveria ficar preso em uma jaula pelo menos um ano, para amansar, pois ele fica muito marrento.

Conclui McAlister: eu vejo discussões por pessoas poucos espirituais discutindo coisas totalmente espirituais.

Já pensou se o tempo que levamos discutindo assuntos que nem mesmo a Bíblia deixa claro, usássemos temas falando de PECADO, arrependimento, salvação? Porque em vez de tanta briga boba, discussão sobre se Adão tinha umbigo ou não, falássemos mais de JESUS?

É valido participarmos de grupos assim? O que a Bíblia nos instrui a respeito?
Eu creio que sim, o que não pode é um determinado grupo ficar brigando querendo impor seus pensamentos a força e de goela abaixo ao outro grupo contrário.
Não vejo nenhum problema em estudar algo que talvez você a vida toda foi ensinada diferente. Isso gera perguntas; perguntas requer resposta; quando não se tem respostas, buscamos direto na fonte que é a Palavra de Deus. Mas somos também aconselhados a não entrar na pilha, não entrar em guerras intermináveis de assuntos nada edificantes.

“Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs” (Tito 3:9). Fica então o conselho, fujam dessas questões loucas que geram contendas e discórdias.
Nessa discussão toda, perde aquele que entra em tais grupos ou nas redes sociais tentando conhecer mais sobre o Cristianismo, querendo entender a mensagem, de salvação. Perguntamos: Como um não cristão vê a questão de brigas e contendas entre os próprios discípulos de Cristo?

Uma frase que sempre me faz refletir: “Pregue o Evangelho em todo tempo. Se necessário, use palavras.” ― Francisco de Assis

O que adianta ter ‘tanto conhecimento’ teológico e na prática não vivermos o que pregamos? Eu creio que perdemos muito tempo em discussões bobas, que não nos levará a nenhum lugar. Creio que o momento é de pregarmos o Evangelho simples e puro. Não podemos representar a Cristo sendo Ele o príncipe da Paz se estamos em guerras entre nós: “Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros” (Jo 13:35).

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” Hebreus 12:14

Um conselho aos Calvinistas e aos intolerantes religiosos:

Mas tolerância entre vocês, lembrem sempre que estamos rodeados de uma grande nuvem de testemunhas. Não tentem mostrar, ou declarar algo que nem mesmo a Bíblia declara ou mostra. Fujam das contendas, dos debates, de questões loucas, que mais escandalizam do que edificam…

“Preguem o Evangelho em todo tempo. Se necessário, usem suas palavras.” Seus conhecimentos…. Lembre-se que no céu não vai haver nenhum tipo de separação, estaremos juntos, sejam Calvinistas, Arminianos, Tradicionais, Reformados, Pentecostais,

Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros (Jo 13:35).
Para nossa REFLEXÃO: “Será que estamos vivendo como a verdadeira noiva de CRISTO?

Por Josiel Dias

Mattos Nascimento, ex-Paralamas do Sucesso, evangélico, desabafa sobre passado com drogas (veja testemunho)


Mattos Nascimento, ex-integrante da famosa banda Paralamas do Sucesso e Kid Abelha, participou do evento de música gospel no Parque de Eventos Luiz Gonzaga, em São João de Caruaru, em Pernambuco. O cantor fez um desabafo sobre o problema que teve com as drogas no passado.

O evento reuniu cerca de 40 mil evangélicos na realização do 2º “Chama Viva”, que ofereceu músicas de louvor em ritmo de forró. Além de Mattos Nascimento, houve também a participação do Ministério Brasas no Altar, o cantor Erasmo Miguel (ambos de Caruaru) e a Banda Som e Louvor.

Segundo o organizador do evento, a meta foi transmitir uma mensagem de 
paz e esperança para as famílias, por meio da música.

No momento, o cantor Mattos Nascimento, que se tornou evangélico depois de atuar na banda Paralamas do Sucesso, revelou sobre o problema que teve com as drogas no passado e como ele conseguiu sua liberdade através de Cristo.

“Já usei maconha e cocaína. Depois que aceitei Deus, consegui minha liberdade, canto uma música que converte pessoas”, destacou. Ele deu um breve testemunho e cantou músicas conhecidas do público, como “Fazendo Missões” e “Sonho de José”.

O cantor passava por momentos difíceis ainda enquanto estava no seu auge da fama. Ele se converteu em 1989 e depois disso ele afirma que perdeu tudo o que tinha, cumprindo a profecia de uma irmã da igreja.
Mattos disse em um de seus testemunhos que passou por grande pobreza e enfrentou críticas e o abandono de amigos. Mas, segundo, isso somente serviu para que sua fé continuasse firme. Em meio às dificuldades, Mattos relatou que encontrou grande alegria em Cristo.

O agora cantor gospel se dedica exclusivamente à carreira solo e faz músicas todas com temas relacionados a Cristo.

Veja aqui um dos vídeos que contém o seu testemunho:



Christian Post

O pequeno André, retrato de uma sociedade corrompida e violenta.

Provérbios 22:06
Nesta última quarta feira, 31/03/10, conheci uma criança que me fez refletir como anda a nossa sociedade.

Chovia e estava eu a caminho para minha igreja onde faço parte, quando de repente sentei-me a frente do ônibus ao lado de uma criança, ainda molhada da chuva. Quando acabei de sentar, aquela criança sorriu para mim e me perguntou: Tio qual o seu nome? Eu de imediato respondi, e ao mesmo tempo perguntei também o nome dela: Estava eu preste a conhecer um relatório horrível do que aquele menino em pouco tempo me descreveria.

Respondeu o menino para mim: Tio meu nome é André e eu estou indo para casa do moço. Eu perguntei: Quantos anos você tem? Ele com um sorriso imenso faltando alguns dentinhos na frente, responde: Quatro. Ao mesmo tempo fazia gesto com os dedos.

Antes do próximo papo, olhei em minha volta suspeitando que de repente aquela criança havia subido no ônibus sozinha. Procurei algum adulto por perto, e percebi um casal de jovem na parte de trás do ônibus, que depois fiquei sabendo que era a tia do André.

Queridos o que eu ouvi daquela criança em apenas 15 minutos de trajeto da minha casa para igreja, cortou o meu coração, quase chorei sentado do lado de André. Aquela pequena criança olhando espantada para mim, de repente me pede de uma forma discreta ”socorro”.

Ele me disse: Tio eu apanho muito da minha mãe, todos os dias ela me bate. E de vez em quando ela olhava para trás e continuava: meu avô também me bateu. Eu já preocupado perguntei: O seu pai não fez nada? Ela deu novamente uma olhada rápida para trás e continuou:

Olha tio, meu pai rasgou a roupa de minha mãe, e bateu nela que só chorava, bateu em mim, depois minha mãe expulsou ele de casa. Agora quem havia regalado os olhos, era eu ouvindo aquilo daquela criança. Eu pensei deve ser alguma imaginação dela, mas ela repetia sempre a mesma história.

Queridos como me deu uma vontade de abraçar aquele pequeno André colocá-lo em meu colo e levá-lo comigo. Olhei mais uma vez para trás do ônibus e percebi que ninguém realmente se importava com ele, pois estava já uns dez minutos conversando com André, e sequer alguém o chamou ou demonstrou que estava acompanhando o André.

Despedi-me dele meio sem jeito e desci do ônibus com meu coração partido e chateado com aquela situação. Teria àquela criança inventado tudo aquilo? Por que faria isso? Ainda em minha igreja levantei um clamor em prol do André e sua família praticamente destruída. O que será de André no futuro? A minha oração em prol do André foi que o Senhor, pudesse se mostrar para ele, mesmo ainda tendo pouca força e tão pequeno, que o Senhor, não permitisse mais nenhuma covardia contra ele.

Creio que Deus marcou um encontro entre eu e André, não sei se verei mais o André, mas creio que a oração move os céus e o coração de Deus. Gostaria que os irmãos refletissem a respeito: quantos Andrés estão espalhados pelo Rio de Janeiro? Quantos Antônios, Joãos, Marias estão vivendo uma vida de sofrimento, vendo seus pais se separarem?

Vivendo violências e mais violências? Que futuro espera estas crianças? O nosso maior inimigo não brinca, realmente está fazendo um verdadeiro estrago nas famílias. Não foi pra isso que ele veio? Matar, roubar e destruir?

Coloquem o André em vossas orações e as demais crianças que tão pequeninas e frágeis sofrem abusos. E os pais que deveriam protegê-las, empurram-nas para o mundo violentamente e revoltas.

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”

Que a Igreja de Cristo possa movimentar-se na direção destas crianças em quanto há tempo.

Deus abençoe!
Por Josiel Dias
IEC - Alcântara

Um refúgio, Uma fortaleza

Existe um Refúgio,
Uma Fortaleza.
Salmos 46

Cada vez mais, estamos presos, cercados de grades, cercas elétricas, câmeras, alarmes e “seguranças quando se pode pagar”.
Mais nós vemos que nada disso adianta para o ladrão, que cada vez mais esá se especializando em suas investidas. Como eles conseguem exito? Como eles conseguem penetrar em ambientes, supostamente seguros?
A resposta é unanime: Através das nossas “falhas”. Eles penetram nas falhas, nos descuidos, nos desatentos, quando estamos distraídos e desapercebidos.
Na parte espiritual funciona da mesma forma, quando falhamos, veja o que o Senhor Jesus fala sobre isso.
Lucas 19:39 – “Lembrem disto: se o dono da casa soubesse a que hora o ladrão viria, não o deixaria arrombar a sua casa.”
Vigiar, estar atento, não baixar a guarda, não deixar falhas é tão essenciais em nossa vida, que pode ser usado tanto no espiritual como em nossa vida secular.
Afinal de contas ele o “ladrão” trabalha e investe em nossas falhas, pois a função dele é matar, destruir e roubar. João 10 :10 – “O ladrão, não vem senão para roubar, matar e destruir...”
Eu te faço uma pergunta, apenas me responda sinceramente: Em nossa vida secular existe algum lugar totalmente seguro onde o “ ladrão não mine”? No espiritual legitimamos esta invasão não que Deus seja falho em nos guardar, mas abrimos a guarda quando estamos em pecado. Efésios 4:27.
Sobre a pergunta que fiz acima não há 100% de segurança aqui na terra Por isso Jesus nos aconselha a guardar o nosso tesouro no Reino dos céus, onde não há perigo de invasão, nem roubo. “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam.” Mateus 6:19.
Este ladrão e inimigo nosso, rouba tanto em nossa vida secular, como também investe estrategicamente na nossa vida espiritual, invadindo os espaços deixados por nós nas nossas “falhas” roubando a nossa alegria e paz. A maior falha nossa chama-se “pecado” quando pecamos damos legitimidade a este inimigo e este ladrão que está tão perto nos rodeando bramando e rugindo
Efésios 4:27. “Não deis lugar ao diabo.” Efésios 4:25-32.
Vemos no Antigo Testamento no livro de Josué que quando Israel “pecava “ falhava no sentido espiritual, a guarda se abria e o inimigo levava vantagem e aconteciam derrotas, roubos e perdas incontáveis. O pecado oculto é uma grande falha é ele o responsável pela infiltração de nosso adversário e derrotas. Israel o diga no caso de Acã.
Enquanto é intensão nossa, e trabalhamos muito neste sentido achar um refúgio e uma fortaleza para nos guardar em todos os aspectos, a bíblia nos mostra que existe um lugar seguro e nunca seremos abalados estando neste lugar.
Salmos 46.
"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares.
Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. (Selá.)
Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo.
Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã.
Os gentios se embraveceram; os reinos se moveram; ele levantou a sua voz e a terra se derreteu.
O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Selá.)
Vinde, contemplai as obras do SENHOR; que desolações tem feito na terra!
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.
O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Selá.)"

Seguindo o conselho da palavra de Deus, que possamos estar sempre atentos, não baixando a guarda, vigiando e orando sempre apercebidos e atentos. Nunca sair do lugar de refúgio e da fortaleza. Não há lugar mais seguro do que a presença de Deus em nossas vidas.

Deus abençoe sua vida.

Por Josiel Dias

Foi sem deixar saudades alguma.

II Crônicas 21:20
Grandes homens do passado viveram, e em suas épocas fizeram histórias. Alguns, nem eram tão famosos assim, nem fizeram parte da galeria da fé das escrituras, mas fizeram história e deixaram saudades. Nos dias atuais escutamos falar de vários personagens que deram um exemplo de vida tanto em sua comunidade, como dentro de sua família, vivendo uma vida de exemplos para seus filhos, netos e tataranetos. Mas por outro lado também vemos alguns que deixam também muitos maus exemplos, de tão ruins e perversos que eram, até os animais domésticos não se sentiam a vontade perto deles, antes fugiam deles. Estes homens partiram, simplesmente, sem deixar saudades alguma para seus familiares, nem exemplos a serem seguidos.

Falando de bons exemplos; como é bom ouvirmos história de pessoas que fizeram boas ações entre os seus, não é? Pois aprendemos lições para aplicarmos no nosso dia a dia passando de pai para filhos. Alguns dias atrás, eu fui convidado para um aniversário de um Pastor, que estava completando nada menos que “88 anos” de vida e bons exemplos. Como foi gratificante ouvir belos testemunhos e relatos em relação a este Pastor. Filhos e filhas, netos e netas, enfim, todos, unânimes, em afirmar que este servo do Senhor, é um exemplo de homem, de marido, de pai e de pastor tanto dentro de sua igreja como dentro de sua família.

A bíblia nos conta uma História de um Rei chamado Jeorão, filho do Rei Jeosafá rei de Judá, esta história não servirá como exemplo a ser copiado, mas para avaliarmos certas atitudes, nossas, em relação aos nossos familiares e sociedade. A primeira atitude deste rei chamado Jeorão, após ter confirmado seu reino, foi matar todos os seus irmãos, e príncipes de Israel. Para vocês terem uma idéia, este rei chamado de Jeorão era genro de Acabe e Jezabel. Simplesmente este rei Jeorão herdou de Acabe e Jezabel todas as maldades e ações reprováveis diante de Deus. A sua primeira ação foi sumir, matar seus irmãos, simplesmente por serem melhores a ele ( II Crônicas 21:13b).

Normalmente quando vemos alguém de alguma família, crescendo na vida e tendo sucesso, chegarem em um lugar de destaque, a primeira ação deste, em relação os seus familiares, é ajudar. Este rei Jeorão fez tudo ao contrário e errado, em vez se ajudar; matou. Em vez de proteger os mais necessitados, dissipou todos de sua casa, e os príncipes de Israel, pensando ele que ficaria impune diante de Deus. Mas Deus usando o profeta Elias, manda um escrito para Jeorão, reprovando suas atitudes e Deus fere este rei de uma enfermidade incurável (II Crônicas 21:18-19).

Esta triste história contada neste capítulo 21 de II Crônicas nos relata que este rei, perverso, chamado Jeorão morreu e foi sepultado sem deixar saudades algumas (II Crônicas 21:20).

Como é triste alguém morrer e simplesmente, os seus familiares, esquecerem dele, não é? Esta como tantas historia escritas nas escrituras, serve de exemplo para que possamos avaliar nossos procedimentos.

Todos nós temos um legado em nossa vida, construir nossa história todos os dias, seja com boas obras ou más obras. Todos nós um dia partiremos, será que deixaremos saudades? O que eu tenho feito dentro de minha família? Como eles agirão diante a minha ausência? Eles terão alívio ou terão saudades?

Que exemplos eu deixarei para serem copiados pelos meus filhos, netos e tataranetos?

Será que meus familiares sentem prazer em estar ao meu lado? Ou eles desejam o tempo todo ficarem distante da minha pessoa?

Será que quando partirmos alguém dirá: Foi um grande homem, ou uma grande mulher de Deus, deveras deixou um exemplo de vida, verdadeiramente deixou saudades. Ou simplesmente nos esquecerão?

Paulo na carta de 1 Timóteo 5.8 diz: “Quem não cuida dos seus, principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que os infiéis”.

Deus abençoe sua vida hoje e sempre

Josiel Dias

Alerta aos Pais! Olha o que estão criando para as nossas Crianças

Acaba de ser lançado no mercado suíço um preservativo especial para jovens.

A intenção é oferecer mais proteção contra a gravidez indesejada e evitar doenças sexualmente transmissíveis entre jovens.
Mais apertada dos que a convencional, a nova camisinha será distribuída também em escolas, o que gera polêmica. As reações da mídia e de especialista à novidade são mistas.

Uma sondagem feita junto a 1480 jovens e publicada em novembro de 2008 pela Comissão Federal Suíça para Questões da Infância e da Juventude revelou que os garotos de 12 a 14 anos não se protegem suficientemente ao manter relações sexuais.

Os autores do estudo concluíram que há um "comportamento de risco” nessa faixa etária. "Muitas vezes, os jovens não encontram camisinhas que lhes sirvam", disse a porta-voz da ONG Ajuda Suíça contra a Aids, Bettina Maeschli, à agência de notícias suíça SDA.

Por isso, a Ajuda Suíça contra a Aids acaba de lançar, em cooperação com a Fundação para Saúde Sexual e Reprodutiva "Planes" e a Associação Selo de Qualidade, uma camisinha chamada "Ceylor Hotshot".

O preservativo especial para jovens pode ser comprado no comércio e também na loja eletrônica da Ajuda Suíça contra Aids. Uma caixa com seis unidades para o "prazer sob medida", como diz a publicidade, custa 7,90 francos suíços. A camisinha será distribuída também por pedagogos em aulas de educação sexual.

"Trata-se de falar sobre o tamanho correto porque falta uma camisinha apertada no mercado. Os garotos devem saber qual é a adequada", disse Maeschli. Inicialmente serão fabricados 55 mil caixas, mas a fabricante Lamprecht AG se comprometeu a produzir mais se houver demanda.

Reações
"Ajuda contra a Aids lança camisinha para crianças", alfinetou o portal de notícias 20 Minuten, um dos mais lidos da Suíça. Segundo o portal, alguns políticos temem de que a camisinha para jovens, já confrontados precocemente com a sexualidade e a pornografia, os estimule a manter relações sexuais mais cedo.
"Também o fato de as camisinhas serem distribuídas em escolas dá o que pensar. Até especialistas que participaram do desenvolvimento do preservativo divergem sobre seu sentido", afirma o portal Tagesanzeiger.ch/Newsnetz.

"Isso não é um preservativo para jovens e sim um mais apertado para pênis pequeno. Falar de camisinha para jovens é um engano", diz um pedagogo sexual envolvido no projeto e citado pelo portal, mas que prefere ficar anônimo.

"Nossa motivação para esta camisinha foi claramente a juventude, mas obviamente também queremos atingir homens adultos. E ela não será distribuída nos pátios das escolas", explica Bettina Maeschli, porta-voz da Ajuda Suíça contra Aids.

"Não pode fazer mal"
"Eu questiono a camisinha para jovens, mas em si ela não é problemática", disse Esther Elisabeth Schütz, diretora do Instituto de Pedagogia Sexual de Zurique ao portal Tagesanzeiger.ch/Newsnetz. "Ela não pode fazer mal."

Schütz também não acredita que o preservativo estimule jovens com mais de 12 anos a manter relações sexuais mais cedo. "Nós esclarecemos crianças a partir dos dez anos. Mas nem por isso elas mantêm relações sexuais a partir desta idade."
Segundo ela, o importante é o que os jovens tenham escolha na hora de comprar preservativos e que antes especialistas tenham conversado com eles sobre sexualidade (leia mais no link acima:

"A sexualidade dos jovens suíços").
Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch (com agências)

Despertando os pais, para as novidades atuais que o “deus deste século lança sobre nossas crianças”
Eu fiquei perplexo com esta matéria e resolvi publica-la, pois assuntos como estes tem invadido os lares pelo mundo. Cada dia que passa eu fico mais convencido que “Jesus está as portas”.
Como aceitar verdades como estas? Como falar para os nossos filhos a importância do sexo dentro da bênção de Deus.
Cabe a nós pais, crentes no Senhor Jesus Cristo, a tarefa de doutrina-los no temor do Senhor, cabe a nós líderes Crentes em Jesus publicar matérias como estas, para que antes que o mundo adote os nossos filhos e filhas.

Tudo é normal para a maioria, tudo pode. É mais fácil mandar uma criança usar preservativo do que educa-las no temor do Senhor. Com a palavra os Pais e as Mães do nosso imenso Brasil.

Talvés você diga: Mais irmão! isso é lá na Suíça. Eu te respondo a intenção desta empresa e exportar estes preservativos para o mundo, já que é algo novo.

O deus deste século segou o entendimento. II Coríntios 4:4. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da gloria de Cristo, que é a imagem de Deus.

Ore pelos nossos filhos, eduque-os no temor do Senhor, faça o que a palavra do Senhor nos adverte; Ensina a criança o caminho que deva andar, para quando envelhecer, não se desviar dele. Provérbios 22:6. Para sua meditação Pais:

Por Josiel Dias
IEC Alcânatara
São Gonçalo

O Cristão e a Política

Provérbios 29:2
É recomendável o Cristão exercer alguns cargos ou funções em nosso mundo secular? É possível ser cristão e político ao mesmo tempo? É possível ser Cristão e policial ao mesmo tempo, sem ferir nem macular a fé e dar um bom testemunho?

Há quem defenda que política não é coisa de Deus, e ainda cargos como ser policial, juiz, advogado criminalista não é coisa de Cristão, pois está sujeito a se corromper.

Uma certa denominação pentecostal é tão radical que em seu rol de membros são excluídos serviços como: Ser policial, jogador de futebol ou participar de qualquer cargo político, pois isso “segundo esta denominação” não é do agrado de Deus, e é pecado.

O que a bíblia diz a respeito? Podemos ser políticos sem ferir a ética Cristã? Podemos participar no meio secular seja onde for, sem contaminar-se com os manjares oferecido pelo mundo?

Por muito tempo fui extremista e radical neste assunto, pois pensava eu que na política não havia seriedade, não havia “um” que fosse imune a corrupção, não havia um que honrasse o nome do Senhor, sem que se envolvesse com as corrupções ou escândalos. Mas não demorei muito a perceber, que em todos os âmbitos sociais e seculares, existem escândalos, e corrupções. Não generalizando, existem também aqueles que honram seus mandatos e suas denominações como cristãos. Seja na política, no futebol, e na religião. O descontentamento em nosso meio é grande, pois temos a marca de ser diferente, mas mesmo assim existem alguns que agem erradamente, pois deveriam dar exemplos e defender o povo, mas simplesmente além de esquecerem do povo, ainda cometem atos ilícitos escandalizando não só a sociedade mais também o nome do Senhor e a denominação que eles pertencem.

Falando de política, creio que todos nós temos um pouco de político em nossas atitudes, ou seja, temos muitas vezes de ser políticos em casa, na rua, no trabalho. Lembra da famosa frase “política de boa vizinhança?” Eu diria que seria impossível viver sem praticar uma boa e saudável política. Não devemos esquecer que ser Servos de Deus, não é se ausentar do mundo e das responsabilidades sociais e fingir que não é coisa de crente, ser cristão é ser representante de Cristo em todas as áreas de nossas vidas, mas devemos também perceber que agir como cristão não é como colocar uma capa, e retirarmos quando nós acharmos necessário, mas sermos verdadeiros dentro e fora da igreja.

Conhecemos alguns Governadores, Prefeitos, Deputados, Vereadores, e Senadores que dizem serem cristãos, mas alguns agem como se pudesse retirar a capa do cristianismo ao entrarem em seus gabinetes, pois lá dentro, vão governar para todos e vão tratar de assuntos que desagrada e muito o nosso Senhor.

A bíblia mostra que é possível participar, seja na política ou em cargos públicos sem envolver-se em escândalos nem envergonhar a sociedade. Vemos no antigo testamento a histórias de homens envolvidos em assuntos de estado sem negar a seu Deus nem a fé. O mais conhecido entre todos estes exemplos, é um Político verdadeiro servo de Deus, que estava envolvidos nos trabalhos sociais mais em momento algum, se contaminou com as corrupções mundanas. Aliás, ele como governador e seus amigos funcionários públicos não quiseram, se quer comer dos alimentos servidos, para não se contaminarem com as poções do Rei. Veja Daniel 1:8

Imagine meu querido irmão se não tivermos representantes dentro da política? O que vai acontecer em relação a certas leis que são criadas pelos ímpios? Vemos muitos projetos no Congresso Nacional que prejudicam a nós evangélicos, sendo infiltrado aos poucos sem percebermos, e quando forem aprovados simplesmente teremos que pagar o preço, por não terem sido vetados pelos nossos representantes, a exemplo este projeto de Lei 122/06. A própria palavra de Deus nos diz: que quando o ímpio governa o povo sofre, e geme, mas quando o justo governa o povo folga, regozija. Provérbios 29:2.

Precisamos sim de servos que não negam seu Senhor, dentro da política ou em qualquer outra atividade secular. Como conhecerão a luz o que estão em trevas, se a luz não estiver presente? Como o povo conhecerá as obras dos justos se eles não governarem? Creio que seja da vontade de Deus, enviar homens com compromissos de trabalhar pelo povo mostrando toda justiça. Verdadeiramente um servo de Deus com compromisso com o seu Senhor, faz toda diferença, seja onde for. O rei Nabucodonosor viu em Daniel e em seus amigos algo diferente, conhecendo através das atitudes o Deus de Daniel, o Deus de Israel.


Daniel 2:48 Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitos e grandes dons e o pôs por governador de toda a província de Babilônia e a Sadraque, Mesaque e Abdenego; mas Daniel estava às portas do rei.


Mas o inimigo não fica satisfeito com atitudes honestas destes homens, e arma armadilhas para pegá-los. Assim como Daniel, muitos que honram o Senhor, são vitimas de falsas acusações e difamam o nome deles, tentando jogar na mídia o povo contra eles. Mas o povo sabe quem são os verdadeiros servos do Senhor, e conhecem muito bem, as covas abertas e decretos maldosos para incriminar tais servos, mas glória a Deus, lá estará o anjo do Senhor para fechar a boca do leão. Eu louvo a Deus por estes homens que estão prontos para serem lançados nas covas dos leões, pois eles sabem que Deus é poderoso para reverter à situação e fechar a boca do nosso inimigo e leão.

Que possamos orar pelas autoridades constituídas para que Deus dê graça e conhecimento e toda justiça, pois assim o povo se alegrará. .

Diante de todo este contexto, digo e afirmo que é possível sim exercer cargos públicos e políticos sem negar a Cristo com atitudes dignas. É possível sim, pois temos a responsabilidade de fazermos a diferença em meio a corrupção. É possível sim, pois somos luz e a finalidade da luz é iluminar a escuridão.

O que eu não concordo é com a politicagem praticada dentro do templo em horário do culto. Fora do templo ou em eventos no anexo, pode e até é tolerável, mas no culto não! Neste ponto continuo sendo extremista e radical.

Este ano é ano de eleição, aliás, a maior de todas, pois teremos a responsabilidade de votar em Deputados estaduais, Deputados Federais, Governadores, Senadores e Presidente da República, nós, como igreja de Cristo, desde já vamos pedir a orientação ao Senhor, para escolhermos homens e mulheres comprometidos com a sociedade e o Reio de Deus.

“Quando o justo governa, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme". Provérbios 29:2

Josiel Dias
IEC Alcântara
São Gonçalo.
Rio de Janeiro

A Incerteza Das Riquezas

"Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a sua esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que nos concede abundantemente todas as coisas para delas gozarmos"  (1 Timóteo 6:17).

Um jovem estava conversando com um homem de idade e o assunto era riquezas. O velho perguntou ao moço: "Quando um homem se torna suficientemente rico?" O moço respondeu: "Quando ele tiver um milhão de dólares". O velho disse:"Não". "Dois milhões?" "Não". "Dez milhões?" "Não". "cem milhões?" O jovem pensou que com essa quantia encerraria a questão. Mas o velho insistiu: "Não". O moço desistiu e pediu ao velho que lhe dissesse o quanto seria necessário para um homem ser suficientemente rico. O velho, então, respondeu: "Quando ele tiver um pouco mais do que já tem, ou seja, nunca."

É estranho verificar que algumas pessoas nunca julgam ter o suficiente do mundo. Elas sempre estão querendo mais e, por isso, não se sentem felizes. As pessoas que tem, verdadeiramente, Jesus no coração, mesmo que não tenham muito, crêem que têm o suficiente e, por isso, sentem-se alegres e satisfeitas.

O mundo oferece muitas coisas aos incautos. Estes, seduzidos, enveredam por caminhos que julgam serem os da felicidade. Mas ela não chega nunca, e nunca chegará. Cada objetivo alcançado exige algo mais. E quanto mais alcançam metas, mais metas ainda precisam ser alcançadas. Nunca estão e nunca estarão satisfeitos.

A riqueza de Deus é sentida tanto quando temos pouco como quando temos muito. Não importa a quantidade, a presença do Senhor nos torna suficientemente felizes. Se eu tenho pouco, sei que Deus me abençoará e o pouco será suficiente para alegrar meu coração. Se tenho muito, sinto-me especialmente abençoado e sei que poderei compartilhar a minha bênção com muitos outros. Sei que a salvação é a minha maior riqueza e eu poderei compartilhar a minha experiência com um número ilimitado de pessoas sem perder esse grande tesouro.

Não almeje riquezas incertas. Você será sempre rico quando estiver satisfeito com o que Deus lhe dá.


Por. Pr Paulo Roberto Barbosa

Presença sublime de Deus

Presença sublime de Deus.
Seis dias antes da páscoa, Jesus chegou a Betânia, onde vivia Lázaro, a quem ele ressuscitara dentre os mortos. Ofereceram-lhe ali um jantar. Marta servia, e Lázaro estava entre os que se reclinavam à mesa com ele. Então Maria tomou uma libra de um nardo puro, um perfume muito caro, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com seus cabelos. E toda a casa se encheu com a fragrância do perfume”. (João 12.1-3)

O que significa sentir a presença sublime de Deus, em nossas vidas? Talvez não seja tão fácil responder esta pergunta se nunca experimentamos desta comunhão. Outro dia ouvi alguém falar sobre um vendedor de laranjas, que dizia: “Esta laranja é muito doce e suculenta, vamos comprem, e comprovem!” Como descobrir se tal laranja é doce, se não experimentarmos? O que esta história tem haver com o Tema desta mensagem?

Queridos, só poderemos sentir o que esta mulher sentiu, se fizermos o mesmo, que ela fez: Ela tinha algo precioso, caro de muito valor, além disto tinha um coração quebrantado e adorador. Fez toda a diferença esta ação desta mulher. Todos procuram a Deus, todas as religiões procuram por Deus, mas há um povo que Deus procura, são os verdadeiros adoradores, que adoram o Pai em espírito e em verdade.

Se nos doarmos ao Senhor dando a Ele toda honra e glória, receberemos dEle toda a consolação, perdão e alegria para nossa alma abatida. É diante dele que somos consolados, é diante dEle que recebemos a alegria que tanto o homem almeja. É diante dEle que recebemos a “Paz” pois ele é o príncipe da paz, é diante dEle que até a tristeza salta de prazer.

Diante do Senhor, é certeza de um colo e um afago nos momentos de crises que passamos. Mesmo sem forças, diante dEle somos fortificados, pois a alegria do Senhor é a nossa força. Quem fica diante dEle, não quer sair mais. Pra onde iremos se só Ele tem a palavra de vida eterna?

Estar na presença de Deus é algo maravilhoso, por isso aquela mulher aproveitou a oportunidade, de estar diante do Homem que poderia resolver o seu problema, nem se importou com os discípulos que a censurava por doar algo tão caro ao Senhor. Creio que Ele mereça o nosso melhor, nossa adoração, não nos importando com quem nos censura.

Esta na presença de Deus é algo inexplicável, proporciona ao adorador uma alegria e gozo espiritual que só quem sente sabe como é bom. Não encontro palavras que eu conheça para definir o que sentimos em Sua presença. Não sei se choro, se rio ou pulo de prazer e alegria, quando estou em sua presença. Davi sabia o que era estar e sentir a presença de Deus, diz a Blíblia que Davi pulava, dançava diante da presença de Deus. Moisés sabia que subir, do deserto sem a presença de Deus era derrota na certa, portanto ele retrucou: Só subiremos se o Senhor for conosco.

Queridos, tudo em nossa volta coopera para que fiquemos longe da Presença de Deus, os cuidados da nossa vida cotidiana cada vez mais nos afasta do mestre. O nosso inimigo sabendo disto tenta tirar vantagem da situação, pois ele sabe que quando nos afastamos da presença de Deus, a nossa guarda se abre, então o inimigo lança seus dardos inflamados.

Que possamos experimentar desta alegria, tendo um encontro pessoal com Deus, só assim conheceremos a alegria que aquela mulher do vaso de alabastro sentiu. Não se importe com os que estão em sua volta e tentam impedir a sua adoração. Faça como aquela mulher, chore aos pés do Senhor, derrame diante dele sua adoração e sentirás algo inexplicável. Só saberás o sabor da laranja, se experimentares verdadeiramente.

Deus abençoe a todos os adoradores
Por.Josiel Dias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...