Vídeo mostra judeus dançando no Muro das Lamentações: "O povo de Israel vive!"

Mesmo a ONU e a Palestina tendo declarado que o povo judeu não tem relação histórica com o Muro das Lamentações, israelenses celebrar no local.


Apesar da ONU, a Palestina e outras nações árabes desconsiderarem a relação do povo de Israel com locais considerados sagrados, como o Monte do Templo e o Muro das Lamentações, um grupo de judeus mostrou que não está abatido ou desanimado diante deste quadro.

Um vídeo publicado por uma página de apoio a Israel no Facebook, chamada "Stand With Us", mostra um grande grupo de homens dançando e cantando em frente ao Muro das Lamentações, em Jerusalém.

"Od avinu, Od Avinu Chai! / Am Israel, Am Israel, Am Israel Chai!", cantam eles. A tradução das estrofes signifca: "Nossos antepassados vivem! / O povo de Israel vive!".

Contexto
Em outubro de 2016, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) votou e aprovou uma resolução proposta pela Palestina, que negava os laços de Israel com locais considerados sagrados para judeus e árabes, como o Monte do Templo e também o Muro das Lamentações.

Houve 26 países que se abstiveram de votar, incluindo a Sérvia e o Turcomenistão, enquanto 24 países (incluindo o Brasil) apoiaram a resolução palestina e apena seis votaram contra. Em contrapartida, nenhuma nação europeia votou a favor da iniciativa.

Na última terça-feira, o Brasil tomou um importante passo para reforçar seus laços diplomáticos com Israel, autorizando a atividade da embaixada israelense e também reconhecendo a nomeação do embaixador Yossi Shelley.

"O governo brasileiro tem a satisfação de informar que concedeu agrément ao senhor Yossi Shelley como embaixador extraordinário e plenipotenciário de Israel no Brasil. Brasil e Israel estabeleceram relações diplomáticas em 1949", informou a nota oficial do Itamaraty.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...