Aprenda com o Sinai a chegar ao Calvário

Muitos perguntam porque no velho testamento há um Deus carrasco que grita, que mata e que ameaça no monte Sinai; e no novo testamento há um Deus que suplica, que ama e morre no Calvário?
Por traz das aparentes incoerências há uma linda mensagem, observe: Deus é um só. Eterno. Não há Nele mudanças. Ele é amor e justiça.
No Sinai Deus grita, ameaça porque era a única linguagem que o povo de Israel, escravos há tanto tempo, entendiam. Foi a única maneira que Deus tinha para que aquele povo o ouvisse e compreendesse suas leis.
No Calvário, Deus se fez homem e soube o que é o desprezo, a calúnia, a maldade, enfim, todos os traumas, e tudo isso para compreender o que você sente e para demonstrar o seu grande amor por nós.
Desta forma podemos dizer que existem crentes estacionados no Sinai, outros em busca do Calvário e ainda outros que já encontraram o verdadeiro Calvário. Desta forma podemos classificar os cristãos em três grupos:
1º- Os que permanecem no Sinai: São aqueles que vêem Deus como um tirano, sentem-se obrigados a obedecer à lei para se salvar. Vivem se policiando quanto às normas, ensinamentos e os obedecem por medo de um dia serem lançado no inferno. Não sabem que a lei não salva e sim Jesus (O Calvário).
2º Os que saem do Sinai e antes que cheguem ao Calvário se perdem no deserto: São aqueles que acham que crendo em Jesus (o Calvário) não precisam mas das leis pois Deus já os perdoou. Que crendo somente já estão salvos. Estão completamente enganados pois quem ama ao Pai, honra os seus mandamentos.
3º Os que finalmente chegaram ao Calvário. Eles compreenderam que a salvação é Jesus . É crer que Jesus é o único caminho que nos leva a Deus. E por amor a Jesus percebem que os mandamentos foram dados por Deus para nos proteger e não para nos atormentar e condenar. Por amor a Jesus, guardam e escrevem os mandamentos em seus corações e sentem prazer em agradar a Deus obedecendo- o.
Quem chega ao Calvário não se liberta das leis do Sinai e sim aumenta as suas responsabilidades.
Exemplo 1- No Sinai Deus diz: “Não adulterarás.” Êxodo 20:14.
No Calvário Deus diz: “Ouvires que foi dito: não adulterarás. Eu porém vos digo: Qualquer que olhar para uma mulher para cobiça-la, no coração já cometeu adultério com ela.” Mateus 5:27-28.
Exemplo 2- No Sinai Deus diz: “Não matarás.” Êxodo 20:13.
No Calvário Deus diz: “Eu ,porém, vos digo que todo aquele que se irar contra seu irmão, sem motivo, estará sujeito a julgamento, e qualquer que disser a seu irmão: Tolo, estará sujeito ao julgamento do Sinédrio. Mas quem disser: Louco, poderá cair no fogo do inferno.” Mateus 5:22.
Mas as leis para os que chegam ao Calvário não são mais um sofrimento como são para os que estão no Sinai.
Porque os que chegam ao Calvário as aceitam naturalmente, não se sentem obrigados a obedecer. Eles têm prazer em obedecer, pois os mandamentos estão escritos no coração e não em tábuas de pedras.
Portanto o verdadeiro Cristão é aquele que saiu do Sinai chegou ao Calvário e, por amor a Cristo, sentem prazer em guardar e a viver as leis de Deus. Pois sabem que elas foram feitas por Amor de Deus para nos proteger.

Amém
Luciana Castellar Dias
IEC Alcântara .

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...