Não devemos ter inveja do ímpio

Havia em Jerusalém um homem chamado Asafe, e era grande sua afinidade com a música, ele era perfeito neste ministério aponto do Rei Davi lhe escolher como responsável para dirigir este ministério de louvor. Na época não existia ninguém que se comparasse a Asafe.

Diz a história que Asafe dirigia os louvores quando a arca do Senhor levantava de um acampamento a outro. A Asafe é atribuído vários salmos da bíblia, entre os salmos escritos por ele, o que eu faço destaque é o salmo 73 o qual me inspirei a escrever esta pastoral.

Mesmo estando neste ministério, louvando a todo instante ao Senhor, houve um momento na vida de Asafe, o qual ele cobiçou a vida dos ímpios, explicando melhor, sentiu inveja deles.

Asafe viu como eles prosperavam, como nada os acontecia. Os ricos sempre aumentavam mais suas riquezas.

Diz Asafe: será que Deus não tem conhecimento destes? Estão sempre com saúde, sempre tranqüilos, cada dia aumentando suas riquezas?

E seguia Asafe na sua inveja, dizia ele: Quanto a mim, vivo na casa do Senhor, dirigindo a música, dou o meu melhor ao Senhor, e só recebo atribulações, vivo no aperto. Confira:Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. Salmo 73:13-14.

Amados observem, mesmo estando Asafe no local de destaque junto à arca do Senhor com aquela responsabilidade de dirigir este ministério, sentiu-se distante Dele quando invejava os ímpios e suas aparentes prosperidades.

Quem entre nós nunca se sentiu como Asafe? Quantas vezes perguntamos a nós mesmos: porque acontecem estas coisas comigo? Estando eu na frente deste ministério .Fulano cresce, é rico e próspero, e eu, sofro e continuo sendo castigado todo dia. Estou sempre na casa do Senhor e sempre padeço, às vezes em doenças e situações financeiras.

Apesar de viver no ministério junto à arca do Senhor, Asafe não tinha tido um encontro com Deus para compreender toda aquela falsa prosperidade dos ímpios.

Compreendendo melhor ele teve um verdadeiro encontro com o Senhor a ponto de entender toda aquela situação. Veja o que Asafe diz: Até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles. Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. Salmo 73:17-18

Depois deste encontro Asafe percebeu que estava como ignorante, veja: Eu estava embrutecido e ignorante;era como um irracional à tua presença. Salmo 73:22.

Amado se sentes como Asafe, antes deste encontro, sendo castigado todos os dias e em sua volta tu vês os ímpios sendo prósperos, eu te digo: entras no santuário como fez Asafe, verdadeiramente, e terás a resposta de Deus para todos os teus problemas, seja ele qual for.

Que Deus possa te abençoar grandemente e sejamos como Asafe após ele ter este encontro com Deus, onde diz:

Todavia, estou sempre contigo, Tu me seguras pela minha mão direita. Tu me guias com o teu conselho e depois me recebes na glória. Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra. Ainda que a minha carne e meu coração desfaleçam, Deus é a minha fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre. Salmo 73:23-26.

Amém !!!
Por Josiel Dias
IEC Alcântara

2 comentários:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...