Um Profeta e uma maneira dramática de abençoar Israel


Quando Israel saiu do Egito, libertado por Deus através de Moisés, prosseguiu crescendo, e conquistando terras e também aldeias.Vendo o rei dos amorreus Sion toda esta conquista dos filhos de Israel, tentou impedir que Israel passasse por sua cidade chamada de Hesbom e abriu guerra contra Israel. Números 21:24 e 25 “Mas Israel o feriu ao fio da espada, e tomou a sua terra em possessão. Assim Israel tomou todas estas cidades; e Israel habitou em todas as cidades dos amorreus em Hesbom e em todas as suas aldeias”.
Balaque rei dos moabitas vendo que o povo andava angustiado pelos filhos de Israel e o que acontecera com os amorreus, apela ao Profeta Balaão, pois o considerava, mas poderoso que ele e também não tinha outra saída. Mandou mensageiros, pedindo que Balaão amaldiçoasse os filhos de Israel. Balaão falou aos mensageiros: tudo bem, peço que fiques comigo esta noite e verei o que o Senhor tem a dizer.
Amados, aí vemos a soberania de Deus, como Ele vê os homens. Nós vemos o exterior e costumamos julgá-los. Deus vê o interior, vê o passado, o presente e, pela sua grandeza e soberania, vê o nosso futuro. E neste futuro viu que Balaão aprontaria mais afrente.
E a noite o Senhor vem a Balaão e pergunta: “quem são estes Balaão?” E Balaão lhes diz: “são mensageiros de Balaque”. E, também conta da proposta feita por Balaque. Amados jamais Balaão deveria ter cogitado algo deste tipo a Deus, em amaldiçoar os filhos de Israel. Números 22:12. “Então disse Deus a Balaão: Não irás com eles, nem amaldiçoarás a este povo porquanto bendito é.
Balaão não vai, e Balaque não desiste manda outros príncipes, mensageiros mais requintados que os primeiros, com proposta encantadora e irresistível. Balaão resiste e diz; versículo 18: “ainda que Balaque me desse a sua casa cheia de prata e ouro, eu não poderia transpassar o mandado do Senhor”.Embora fossem grandes palavras, não correspondia ao seu coração.
Balaão novamente vai consultar ao Senhor, e o Senhor permite que ele vá. “Deus tinha falado”, mas Balaão esperava que alguma mudança tornasse possível a sua ida. E Deus permitiu que ele fosse, para mostrar de maneira dramática sua escolha soberana de abençoar o povo de Israel. Acendeu-se a ira de Deus, porque ele se foi. O uso de um particípio no hebraico sugere a tradução. “Acendeu-se a ira de Deus quando ele ia”, embora Deus acedesse ao desejo de Balaão, concedendo que fosse, sua ira acendeu-se por causa do coração do Profeta que era dominado pelo amor ao salário da injustiça. Confira II S Pedro 2:15 que diz: “Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Bosor, que amou o prêmio da injustiça”.
Agora o Senhor põe um anjo na frente da jumenta o qual ele ia montado, a jumenta evita o anjo e se desvia do caminho o tempo todo. Balaão se ira contra a jumenta, bate nela, discute, e mantém um diálogo; pergunta e a jumenta responde, ele não se deu conta que animais não falam até abrir os olhos e ver o anjo.
Deus queria mais uma vez mostrar a Balaão que conhecia o seu futuro, e via seu coração. Números 22:35 “E disse o anjo do Senhor a Balaão: vai-te com estes homens; mas somente a palavra que eu falar a ti, esta falará”.
E foi Balaão ao encontro de Balaque e por três vezes levado para amaldiçoar, abençoou duas vezes e a terceira vez, vendo Balaão que parecia aos olhos do Senhor que abençoasse a Israel, não foi esta vez como dantes ao encontro dos encantamentos, mas pôs o seu rosto para o deserto.
Amados, depois de tudo o que acontecera, Balaão, mais a frente, aconselha aos filhos de Israel a prevaricar contra o Senhor. Número 31:16.
Agora o Senhor ordena a Moisés que pelejem contra os midianitas que prevaricaram ao Senhor. Os filhos de Israel pelejaram contra os midianitas; entraram em suas casas matando a espada reis. E, entre eles, também Balaão.
“Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa”. Números 23:19.

Amém!!?
Josiel Dias
IEC Alcântara

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...