Olho do furacão toca a terra do México com ventos a 380 km/h

Olho do furacão Patricia, de categoria 5 (a máxima) na escala de Saffir-Simpson, tocou a terra nesta sexta-feira nos arredores do vilarejo de Emiliano Zapata, no estado mexicano de Jalisco, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

Fontes do órgão informaram à Agência Efe que o centro do fenômeno meteorológico, de nove quilômetros de diâmetro, tocou a terra por volta das 18h locais (21h em Brasília) e se movimenta em direção norte-nordeste a 22 km/h.

O ciclone mantém ventos sustentados de 305 km/h com picos de 380 km/h que impactam a área das baías de Tenacatita, Cuestecomate e Navidad, nos municípios da La Huerta e Cihuatlán, em Jalisco.

No boletim anterior, emitido às 16h25 locais (19h25 em Brasília), o SMN alertou que o fenômeno "provocará chuvas intensas e torrenciais, violentas rajadas de vento e ondas elevadas nos estados do Pacífico Central".

Nos arredores do furacão são aguardadas ondas de até oito metros, assim como "a possível formação de trombas d'água, redemoinhos e tornados", detalhou o boletim.

A Defesa Civil mantém em alerta vermelho (perigo máximo) os estados de Colima, Jalisco, Nayari, Aguascalientes, o sul de Zacatecas e de Durango, assim como as ilhas Marías e Marietas, além de boa parte de Michoacán.

Em alerta laranja (perigo) se encontram o norte e o centro de Zacatecas, o centro de Durango e o sul de Sinaloa, assim como o ocidente de Guerrero e leste de Michoacán.

Patricia, o 16º ciclone desta temporada, se formou na noite de terça-feira sobre águas do Oceano Pacífico e na quinta-feira se transformou em furacão. Em questão de horas, o fenômeno meteorológico se intensificou até alcançar a categoria máxima na escala Saffir-Simpson.

Vejam o vídeo de Patrícia passando




terra

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...