Juiz cita a Bíblia em despacho que decretou a prisão de Sérgio Cabral

Magistrado considerou atual o texto das Escrituras sobre justiça
A prisão do ex-governador Sérgio Cabral, ocorreu na manhã desta quinta-feira (17) no âmbito da Operação Calicute, um desdobramento da Lava Jato. Segundo as investigações, Cabral seria o líder de um grupo que desviou cerca de R$ 225 milhões em contratos com empreiteiras.

A Polícia Federal acredita que as obras onde ocorreram os desvios foram no Maracanã, para a Copa do Mundo de 2014, e no arco metropolitano. O ex-governador comandou o Estado do Rio de Janeiro entre 2007 e 2014.

Curiosamente, no despacho que decretou a prisão, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, cita um trecho da Bíblia. Versando sobre “efeito educativo” da medida, o magistrado afirma serem “atuais” os “preceitos bíblicos consagrados no Livro de Eclesiastes 8:11.

O texto diz: “Por que será que as pessoas cometem crimes com tanta facilidade? É porque os criminosos não são castigados logo” (NTLH).

Foram cumpridos 38 mandados de busca e apreensão, 08 mandados de prisão preventiva, 2 mandados de prisões temporárias e 14 mandados de condução coercitiva.

São investigados os crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, entre outros. 

Com informações de Veja

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...