Bolsonaro e Feliciano na chapa presidencial para 2018

Evangélicos e conservadores podem impulsionar campanha de deputados
Após se filiar ao PSC, visando disputar a Presidência em 2018, o deputado federal Jair Bolsonaro deve “testar” sua aceitação no poder executivo durante a disputa para a Prefeitura do Rio este ano. Segundo vem sendo veiculado pela imprensa, este seria o projeto do pastor Everaldo, presidente do partido. Embora tenha negado anteriormente, Bolsonaro estaria traçando planos ambiciosos.

A pesquisa desta semana do Instituto Paraná Pesquisas, mostra que Bolsonaro tem uma das menores rejeições (3,2%). A ascensão de seu nome em pesquisas recentes são um indício que a crise econômica e, sobretudo a crise moral do país, revela o fortalecimento do conservadorismo.

Embora oficialmente não tenha apresentado quem seria seu vice na sua chapa para o Planalto, nos bastidores surge com força a possibilidade de ser o deputado pastor Marco Feliciano (SP).

Um dos riscos de uma candidatura ‘puro-sangue’ do PSC é o pouco tempo nos programas eleitorais na televisão. Contudo, isso não seria um problema tão grande em tempos onde a internet, sobretudo as redes sociais, já se converteram em palanques eleitorais.

Uma consulta ao site Social Bakers, que monitora constantemente as redes sociais, comprova que a popularidade tanto de Bolsonaro quanto de Feliciano segue em alta. A página que é americana, apresenta um ranking das figuras mais populares em diversos segmentos, incluindo a política.


Para efeitos de comparação, nas últimas semanas, Marco Feliciano saiu do sétimo lugar para segundo, com mais de 3 milhões e 403 mil seguidores. Ele já ultrapassou a presidente Dilma Rousseff, que sempre teve forte presença no Facebook.

Por sua vez, Bolsonaro ultrapassou o ex-presidente Lula e Marina da Silva (que até recentemente era a primeira da lista). O pré-candidato pelo PSC soma quase 2 milhões e meio de seguidores.

Quem minimiza a importância desses números não entende a nova realidade do país. Com as recentes mudanças nas regras eleitorais, as campanhas serão mais breves e o “custo” do voto será diferente das eleições anteriores.

Feliciano, por exemplo, foi o terceiro mais votado para deputado federal em São Paulo, em 2014. Além disso, com partido menor, o voto nele foi o mais “barato” das eleições paulistas. Em grande parte por causa de sua forte presença nas redes.

No Rio de Janeiro, o quadro nas eleições para deputado federal foi similar. Jair Bolsonaro foi o deputado mais votado, tendo um dos melhores “custo-benefício” quando calculado o dinheiro gasto na campanha. Mais uma vez, resultado do bom uso das redes sociais.
Votos dos evangélicos e dos conservadores

Somados, nas últimas eleições, ambos tiveram pouco mais de 860 mil votos. Como a atual constituição da Câmara é considerada uma das mais conservadoras da história, a eleição de dois anos atrás sinalizou um maior envolvimento político dos conservadores. Uma opção “à direita”.

De fato, a ampla votação de candidatos conservadores sugere que as urnas mostram um posicionamento médio do brasileiro contra temas como regulamentação do casamento gay, do aborto e legalização das drogas.

“Chama a atenção que Feliciano e Bolsonaro foram campeões de voto, mas também foram os dois que mais tiveram exposição na mídia. Há um segmento conservador que, ao vê-los combatendo figuras mais progressistas, se identifica”, analisa Ricardo Ismael, cientista político e professor da PUC-Rio.

O nome de Feliciano na chapa para 2018 tem o potencial de atrair boa parte dos votos dos evangélicos e católicos mais conservadores. Considerando que os evangélicos são 22% da população (IBGE-2010), equivalente a cerca de 44,5 milhões de brasileiros hoje.

Proporcionalmente, 22% do eleitorado seria algo em torno de 28 milhões de votos. Dilma foi eleita em 2014 com 54,5 milhões de votos.

GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(798) Cristãos Perseguidos (564) Cristãos (522) Bíblia (493) Intolerância Religiosa (365) Israel (350) Evangélicos (304) igreja (264) Reflexão (247) apocalipse (196) oração (191) Homosexualismo (177) catolicismo (156) Rede Record (150) homofobia (147) Irã (141) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (126) pecado (124) islan (114) Política (113) judeus (113) ateus (111) Milagres (107) Aborto (106) Religião (105) Natal (102) Criança (92) Ahmadinejad (91) esporte (91) Testemunho (88) globo (77) guerra (73) Perdão (72) Salvação (72) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (48) Drogas (43) Prosperidade (42) festival promessas (41) Apostasia (39) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Idolatria (38) carnaval (37) Estados Unidos (34) mulçumanos (34) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) Páscoa (22) esperança (22) Mentira (20) Pornografia (20) Confiança (19) Alegria (18) Nasa (18) DIP (17) Oriente Médio (17) Suicídio (17) Paz (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Pena de Morte (15) Promessa (15) Sofrimento (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) benção (12) dia das mães (12) obediência (12) Justin Bieber (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) livre arbítrio (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) Purgatório (5) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Pressa (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil