Israel ameaça tomar túmulo de José da Palestina

Local tem sido alvo de confusões e prisões desde 2000 quando passou a ser palco de manifestantes 
O túmulo de José pode ser um dos motivos para ressuscitar a briga infindável entre Israel e Palestina. Dessa vez o ministro do Interior israelense, Eli Yishai, disse diante de 1,5 mil judeus que seu país precisa tomar o túmulo que desde 2000 pertence ao distrito cisjordaniano de Nablus.
A declaração foi feita na quinta-feira, 24, quando os judeus participavam de uma concentração no local, visita autorizada e coordenada entre o  o exército e a polícia de Israel com as forças de segurança palestinas.
“O túmulo pertence a nós, devemos recuperar nossa presença plena no túmulo de José. A atual situação é uma clara violação aos acordos de Oslo e devemos corrigi-la”, disse o ministro. O acordo citado foi feito primeiramente em 1993 dando ao exército israelense o controle sobre o santuário.
Mas sete anos mais tarde a Autoridade Nacional Palestina (ANP) se apossou da área depois que o local se tornou palco de diversas manifestações. Desde então a visita de judeus ao santuário só podem ser feitas com autorização prévia, caso contrário os visitantes podem ser presos.
Na quarta-feira a polícia de Nablus prendeu 13 israelenses que entraram no distrito de forma ilegal. Para Yishai o local é dos judeus e por isso é necessário enviar uma resposta à autoridade Palestina atuando conforme diz as crenças judaicas.
“As permissões de construção são a resposta correta às inúmeras violações aos acordos pela Autoridade Palestina, mas isso não é suficiente”, disse ele antes de deixar o local.

Com informações Terra
Via Gospel Prime

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...