"Oito hábitos do cristão rumo a maturidade"

Texto: I Tessalonicenses 5:16 – 5:23

Introdução: Nunca é à vontade de Deus para os crentes permanecerem infantis no seu entendimento e comportamento (I Coríntios 14:20). Nós todos devemos crescer e amadurecer em Cristo, mas infelizmente isso não é instantâneo. Nossa passagem revela oito hábitos que devemos desenvolver, se quisermos amadurecer espiritualmente.
Se quisermos amadurecer espiritualmente temos que:
1. Alegrar sempre. V. 16.
Este não é um conselho para simplesmente ignorar dores e tragédias na vida. É um convite para a presença e o poder de Deus para nos sustentar nos bons e maus momentos de nossas vidas para que possamos experimentar a Sua paz e alegria.
A verdadeira alegria não está dependente da alteração das circunstâncias terrena, mas sim do nosso Deus imutável. A verdadeira alegria não está limitada no tempo, mas é duradoura. É o fruto do Espírito que nos permite ser pacíficos e calmos mesmo quando as pessoas e as coisas ao nosso redor nos trazem situações vexatórias (I Pedro 4:13 – Tiago 1:2-3).
2. Orar sempre. V. 17.
Esta não é uma vã repetição ou uma referência às reuniões de oração (Mateus 6:7). Deus nos chama para sermos constantes na oração. Não deve haver intervalos prolongados em nossa vida de oração (Romanos 12:12). Uma vez que Deus é a fonte das coisas boas que possuímos, só faz sentido que nós sempre dependemos Dele. Uma das melhores coisas que podemos fazer é cultivar o hábito de orar em todas as coisas – grandes e pequenas (Lucas 18:1). Oração inclui elogio, confissão, agradecimento, pedido, e também a escuta de Deus (Efésios 6:18 – Colossenses 4:2). Nossa vida de oração deve ser uma comunicação contínua, aberta. Dizer “Amém” no final de uma oração não é como dizer adeus no final de um telefonema.
3. Sempre dar graças. V. 18.
Este versículo não diz: “Por tudo dai graças”. mas “em tudo dai graças” É a vontade de Deus que sejamos gratos em todas as circunstâncias. Uma atitude de gratidão nos permite ver o panorama geral, para estar ciente de que Deus está no controle total e que podemos confiar nele, mesmo quando acontecem coisas ruins (Jó 1:21-22). O versículo 18 nos encoraja a desenvolver uma atitude de gratidão (Efésios 5:20 – Colossenses 3:17). Um coração grato é imediato e rápido a reagir a fidelidade de Deus e dar-lhe a glória que Ele merece. Proporciona satisfação e é um antídoto contra a cobiça, inveja, materialismo, etc.
4. Sempre reavivar a chama. V. 19.
O Espírito Santo é comparado ao fogo (Atos 2:3). O fogo é forte e nos dá tanto o calor como a luz. No entanto, ele pode ser apagado pela água. Permanecer no fogo de Deus é mais fácil dizer do que fazer porque podemos facilmente matar e entristecer o Espírito andando na carne, e dando lugar ao diabo (Efésios 4:27-32). No entanto, ser fervoroso e zeloso para com Deus é mais fácil se obedecermos os versículos anteriores. Se estamos sempre alegres, orando e gratos em todas as circunstâncias, então o Espírito Santo será mais eficaz no seu funcionamento em nossas vidas.
5. Aprender sempre. V. 20.
Um verdadeiro profeta é aquele que tem sido autorizado por Deus para falar suas verdades. Existem dois tipos de profecia na Bíblia: (1) Predizer é quando Deus prediz e delineia o futuro em detalhes impressionantes, e (2) profetizar é a pregação e ensino da palavra de Deus. Hoje não temos mais profetas humanos que possam predizer o futuro, mas temos a Bíblia Sagrada em nosso meio que se tornou nossa “palavra profética mais segura” (II Pedro 1:19a) Qualquer pessoa que declara uma “profecia” que contradiz as escrituras podem ser descartado como um falso profeta (II Pedro 1:20-21).
O “Profeta” de hoje seria um pregador. Quando um pregador enviado de Deus fala a verdade de Deus em amor, não deve ser ofendido mesmo que o nosso orgulho e sentimentos sejam feridos, mas muitos de nós assim fazemos! Há aqueles que sustentam o desprezo a palavra de Deus e Seu pregador sempre que forem reprovados. Você pode não gostar de algumas coisas que você ouvir da palavra de Deus, mas isso não é desculpa para não dar ouvidos. Seja ensinável e aprenda! (Salmos 25:4-5)
6. Sempre examine. V. 21a.
Prove, examine e exige a prova de tudo que você ouve em relação à palavra de Deus (Atos 17:11-12). Os bereanos eram capazes de acreditar em Paulo porque eles conheciam as Escrituras e eram capazes de ver se o que Paulo dizia era verdade ou não. Muitas pessoas vêm à igreja e se contentam em apenas ouvir o que o pastor diz ou o que ouvem na TV Inconscientemente, eles estão lentamente sendo enganados e levados a um caminho de destruição, porque eles são preguiçosos demais para analisar as coisas com a Palavra de Deus (I João 4:1 – II Pedro 2:1).
7. Sempre reter o que é bom. V. 21b.
Segure firme e não deixe o que é bom e justo diante de Deus. Muitas vezes, o que é bom é mais difícil de fazer! Vamos lutar contra o desejo de fazer o que sabemos estar errado. Com Deus no nosso lado e pelo nosso lado, podemos ganhar! (Salmo 97:10 – Filipenses 4:13).
8. Sempre abster-se do mal. v. 22.
Paulo diz para ficar longe de algo, mesmo que só aparece mal. Isso por dois motivos: primeiro, uma vez que você dizer que você é um cristão, as pessoas começam a te observar e se te vires em qualquer lugar perto do mal, com certeza vão encontrar falha em você. Em segundo lugar, quando penduramos em torno de pessoas ou atividades, começamos a pegar os seus hábitos e sua maneira de lidar com as coisas. O senso comum nos diria que, se ficarmos muito tempo com alguém ou algo que claramente não é de Deus, então seremos influenciados lentamente e eventualmente corrompidos por seu estilo de vida (I Coríntios 15:33 – Provérbios 4:14-15 – Salmos 1:1)..
Conclusão: Quando vivemos por esses oito hábitos para a maturidade espiritual, a oração de Paulo no versículo 23 será uma realidade. Deus vai nos santificar inteiramente – o nosso espírito, alma e corpo serão plenamente conservados irrepreensíveis até Jesus voltar! Que garantia para os cristãos! Amigo, você também pode ter essa certeza, se você chamar por Jesus e pedir a Ele para salvá-lo agora!

Pr. Aldenir Araújo
Fonte: Site do Pastor

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...