Quer ser perdoado? Perdoe! Quer Misericórdia? Seja misericordioso!

Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta. (Mateus 5:23-24)

Porque é tão difícil liberarmos perdão, hem? Justamente para aquelas pessoas que nos magoaram e que nós não esperávamos esta atitude delas.

Outras erraram tanto, que muitas vezes chegamos até dizer: Elas estão fazendo de propósito, pois sabem que eu as perdôo. Fazemos contas e, segundo os nossos cálculos, os erros do outro para comigo, já até ultrapassaram 490 vezes. Mateus 18:21-22.
 
Às vezes queremos justificar o nosso perdão condicionado quantas vezes o outro errou, e nem percebemos que talvez já até ultrapassamos, em quantidade de erros, os dele. A prática do perdão é tão maravilhosa, que Jesus nos deu exemplo como devemos perdoar, como devemos proceder com aqueles que “segundo nós” vacilam todos os dias. Mateus 5:39-46

É só orar e pedir perdão e está tudo certo.

Já ouvi de muitas pessoas que Deus é misericordioso e sempre nos perdoará.
É certo de sua misericórdia sobre nossas vidas, mas sobre o seu perdão, as escrituras também nos mostra, que Deus se esquece de nossos pecados, e até não leva em conta o tempo de nossa ignorância, quando há um profundo arrependimento, isso Ele faz por nos amar e nem conta às vezes que vacilamos. Mas em contra partida quando o homem vive na prática do pecado mesmo sabendo que o que faz é errado, a situação fica complicada.
Muitas pessoas oram e nem percebem que o perdão de suas ofensas, falhas está condicionado ao seu liberar perdão. Se eu perdoar serei perdoado.
Veja o que Jesus ensinou aos discípulos na conhecida oração do “Pai Nosso”
 
“...e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores;” Mateus 6:12

 
“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós”; Mateus 6:14
 
Quando oramos o Pai Nosso, sabe o que estamos dizendo a Deus?
Senhor eu tenho perdoado aos que me devem, Diante disso perdoa-me também. Reflita comigo “Se o perdão das nossas dívidas, dos nossos erros, ofensas e pecados estão condicionados ao nosso “liberar perdão”, como ficaremos nesta questão? Misericórdia!
Às vezes nem temos noção do que estamos pronunciando para Deus.
É duro enxergar as nossas dívidas, os nossos erros, as nossas ofensas, pois queremos sempre ocultá-los. Mas de Deus não se esconde nada, pois tudo está diante de seus olhos.

No texto base desta mensagem Jesus está ensinando aos discípulos o seguinte: Se vocês forem prestar um culto, dar suas ofertas para Deus e lembrar que alguém tem algo contra vocês, deixa tua oferta a parte e vai e reconcilia com ele. Quantas pessoas não percebem que para cultuarem, antes precisamos reconciliar uns com os outros, pois caso contrário nossa oferta não será aceita por Deus. Imagina só, os outros erram contra você e você é que deve procurá-los.  Difícil não é? Mas é isto que Jesus ensinou...

Vamos fazer uma reflexão, já imaginou quantas vezes Deus nos perdoou?

Então Pedro, aproximando-se dele, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete?

Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até
setenta vezes sete. (Mateus 18:21-22)

Imagina se houvesse limite do perdão de Deus ao nosso favor? A nossa cota já teria ultrapassado às 490 vezes.
Perdoe Sempre, ame sempre, pelo menos tente, faça a sua parte. Você quer misericórdia? Seja misericordioso! Quer perdão? Perdoe.
Certa ocasião, eu ouvi de um Pastor a seguinte frase:

“Guardar ressentimento é tomar veneno e querer que o outro morra” Libere, não guarde, Libere o perdão.

"Se teu inimigo tiver fome dá-lhe de comer, se tiver sede, dá-lhe de beber, pois fazendo isto amontoarás brasas de fogo sobre suas cabeças.
Romanos 12:20-21, Provérbios 25:21-22

Este maravilhoso texto, tanto está no antigo testamento como no novo, para que você não tenha dúvidas sobre o assunto.

Deus nos abençoe e nos ajude em nossas fraquezas.

Por Josiel Dias

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...