Tatuagem não serve para cristãos, por ser uma 'prática pagã', questiona apresentador

Telespectador pergunta ao apresentador Pat Robertson se um fiel pode tatuar um símbolo cristão
Ao relatar sua opinião sobre tatuagens, o evangelista e apresentador Pat Robertson relatou recentemente que os cristãos não devem aderir à prática de gravar desenhos na pele por se tratar de uma "prática pagã", conforme relatado em seu programa The 700 Club, no canal americano Christian Broadcasting Network.

O assunto veio à tona a partir do momento em que um telespectador perguntou se seria aceitável fazer uma tatuagem, mas que tivesse um tema cristão, pois seu amigo "estava pensando em fazer uma tatuagem de Jesus" nas costas, e Robertson afirmou que não estaria tudo bem.

Embora, cada vez mais, alguns círculos cristãos aceitem que fiéis expressem suas convicções religiosas com tatuagens, o apresentador diz que o tema não faz diferença. "Você olha para a Bíblia, e está escrito para o povo não marcar o corpo e se cortar como pagãos fizeram. Tatuagem é uma prática pagã, e não cristã", resume.

Uma das passagens bíblicas, que fala a respeito de gravar sinais na pele, está em Levítico 19:28, que relata: "Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor".

Por sua vez, o pastor Steve Bentley, que montou um estúdio de tatuagens em sua igreja não-denominacional The Bridge, em Michigan Flint (EUA), consta que a prática é mal compreendida, além de questionar que a igreja só tem o papel de abrigar os cristãos, tendo cada um o direito de exercer sua fé. "A igreja somos nós", diz ele.

Já a Igreja Ecclesia, da cidade de Houston (EUA), se dedica a fazer tatuagens que retratam a crucificação e morte de Jesus Cristo como forma de observar o tempo da Quaresma. Segundo Chris Seay, pastor da congregação, esta é uma forma de arte feita para contar a história de Jesus, revelando que a ideia é fazer reproduções diferentes, com a possibilidade de trabalharem também com crochê.

Defensores de tatuagens têm combatido a proibição levítica sob o argumento de má interpretação das escrituras. "O problema não era com tatuagens, mas com o fato de que fazer uma tatuagem ou cortar o cabelo ou barba era um símbolo que na época era identicada com a adoração de deuses pagãos", afirmou Seay sobre a passagem em Levítico.

Christian Post

Um comentário:

  1. Meu amigo Josiel, este tema é sempre tido e dito como "má interpretação" pelos defensores da prática.
    Confesso ao irmão que já me trataram mal quando postei em meu blog sobre este assunto, fui agredido por palavras e inclusive a pessoa me excluiu da amizade. Fico até aborrecido com tais atitudes de pessoas que se diz ser seguidora de Cristo, pois nós temos que aceitar a opinião dos defensores, mas eles (os defensores) não aceitam a nossa opinião, como no caso quando coloquei em exposição o assunto no "Aqui eu Aprendi!".

    Tenho por convicção que o desejo já está no coração daquele que quer praticar tal atitude.
    Quando a Bíblia trata de coração, abrange mais que um órgão do corpo humano, inclui mente, sentimento, emoção, desejo. O coração do homem é corrupto e enganoso, portanto, pode esconder os elementos contidos no caráter.
    Como diz as Escrituras no Livro de Jeremias 17.9 "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? mas, cada um dará conta de seus atos para com o Justo Juiz e Santo Senhor Todo Poderoso, não digo eu, mas a palavra nos diz: "Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações." Jeremias 17.10

    Prefiro continuar com minha posição e não apoio tal decisão. A quem me pergunta, ou pedi orientação, sempre informo que sou contra tal desejo, atitude. Como o titulo da postagem que publiquei diz: Tatuagem! O modismo que marca (para sempre)

    Para meditação:
    “E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Tessalonicenses 5:23)

    “Porque não há árvore boa que dê mau fruto nem tampouco árvore má que dê bom fruto. Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois dos espinheiros não se colhem figos, nem dos abrolhos se vindimam uvas. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do seu mau tesouro tira o mal; pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” (Lucas 6:43-45)

    Grande abraço e perdoe o texto ser grande.
    do amigo em Cristo
    Pastor Ismael

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...