Campanha pede que governo investigue “falsos milagres” de Benny Hinn

"Ele abusou da fé das pessoas", reclama William Vandenkolk.
Pelo segundo dia consecutivo, agentes federais foram ao escritório do Ministério Benny Hinn em Grapevine, Texas. O evangelista está sendo investigado por fraude fiscal, segundo explicou um dos funcionários do IRS, agência americana equivalente ao Ministério da Fazenda.

“A investigação criminal enfoca principalmente crimes financeiros contra o governo”, explicou o agente Michael Moseley, do Departamento de Investigações Criminais do IRS. Esta é a segunda vez que o ministério é investigado pelo IRS. A primeira vez foi em 2005, mas nada de irregular foi comprovado.

Com o assunto voltando à mídia, um homem de 25 anos de idade resolveu fazer uma campanha para que o governo investigue o que ele chama de “falsos milagres” realizados pelo pastor Hinn.

William Vandenkolk conta que tinha um sério problema de visão quando era criança. Ele é cristão e sua família foi a uma cruzada de Benny Hinn em 2001, em Las Vegas. Levado ao palco, após uma oração, ele foi declarado curado.

“Eu realmente só quero justiça”, explicou William ao canal 12, filial da rede NBC no Arizona.

“Eu quero que ele admita que o fez estava errado.”

Aos 9 anos de idade ele disse que foi induzido a dizer em frente as câmaras que estava enxergando melhor. Seu testemunho foi exibido em um dos programas de Hinn na TV. Contudo, ele continua “legalmente cego”, ou seja, com menos de 10% de visão.

William disse que enquanto subiu no palco, havia uma luz muito forte sobre seu rosto e ele acreditou que estava enxergando com clareza.

“Ele me disse que tudo ia ficar bem, que minha visão seria perfeita”, conta William. “Eu disse algo do tipo, ‘Estou curado!’ Mas algumas horas depois já não conseguia ver bem de novo. O que há de errado? ”

A reclamação da família Vandenkolk é que o menino ficou com um “trauma” durante anos. Para William, esse tipo de coisa só estimulava as pessoas a dar mais dinheiro para o pastor. “Ele abusou da fé das pessoas”, reclama.

GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...