Criança evangeliza colegas judeus e declara que ‘Jesus é o Messias’, em Israel


Imagem ilustrativa. A aluna compartilhou sua fé cristã com seus colegas judeus, em Israel. (Foto: Reprodução)


A garotinha, que é filha de uma judia messiânica, passou a falar sobre Jesus para seus colegas israelenses, afirmando que “Yeshua é o Messias”.

Uma corajosa aluna do jardim de infância compartilhou sua fé cristã com seus colegas judeus e declarou que Jesus Cristo é o Messias, na cidade de Ma'ale Adumim, próxima a Jerusalém, em Israel.

A garotinha é filha de uma judia messiânica identificada apenas como “M.”, para que sua identidade se mantenha em sigilo. No fim de março, ela estava reunida com seus colegas de classe e passou a falar sobre Jesus, afirmando que “Yeshua é o Messias”.

Embora os professores conheçam as crenças da aluna e sua família, a mãe de um dos estudantes se queixou da mensagem pregada pela criança cristã. Em entrevista ao Canal 7 de Israel, ela chegou a afirmar que permitir que um aluno declare Jesus como Messias é "uma hipocrisia para com a religião judaica e para com o jardim de infância em si".

Com a recomendação de dois rabinos de Ma'ale Adumim, a mãe que criticou a atitude da aluna cristã retirou seu filho da instituição. Em seguida, ela passou a compartilhar novas reclamações em um grupo dos pais nas redes sociais, mas foi removida pela professora.

Em uma mensagem feita por M., a mãe cristã, ela se retratou com os outros pais e defendeu a professora de sua filha. “A professora merece nossa admiração em nível profissional e pessoal”, disse M. “Se alguém tiver algum questionamento, entre em contato comigo e deixe a professora de fora. Nossos filhos estão nesta escola há vários anos e nunca tivemos nenhum problema. Eu entendo que, como pais, queremos proteger nossos filhos, mas nenhum de nós tinha a intenção de ferir ninguém. Eu respeito completamente a lei religiosa, nós temos muitos amigos judeus fora desta classe”.

Em entrevista ao site Kehila News Israel, a mãe disse que acredita que diante dos conflitos, os cristãos israelenses devem estar firmados em sua fé e serem exemplos através de suas ações.

"Devemos permanecer com total confiança em nossa fé, mas eu sou da opinião — é assim que eu ensino aos meus filhos — que é necessário conter nossas palavras e mostrar o amor de Deus que está em nós, através de nosso comportamento e nossas ações", disse M.

“Eu também acho que as pessoas devem nos conhecer por nossos frutos, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem o Pai que está nos céus”, disse ela fazendo referência a Mateus 5:16. “Quando surge uma situação em que não temos culpa, como aconteceu no jardim de infância, não devemos ser rápidos em responder, mas devemos defender firmemente nossos direitos, se necessário”.

A filha de M. não foi atingida pela situação e continua frequentando o jardim de infância, mas consciente de que suas crenças têm causado agitação. A mãe que fez as acusações ainda está esperando que seu filho seja transferido para outra escola.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...