O crente pidão e a Ingratidão

Você já percebeu que em nossas orações, pedimos mais que agradecemos? Você já atentou para isso? Não sei se você já percebeu, mas de 100 palavras ditas em uma oração 99 são pedidos. Talvez você diga: O que há de errado em pedir, já que Jesus disse: “E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á”? Lucas 11:9.

Realmente não há nada de errado em pedir, o problema é que esquecemos quase sempre de adorá-lo e agradecê-lo. O texto de Lucas, nos versículos anteriores, mostra Jesus ensinando aos discípulos a orar. Ele deixou bem claro no início da oração a prioridade no “louvor ao Pai”: “..Santificado seja o teu nome...”; também que a “vontade Divina” tem que prevalecer sobre a nossa vontade. Antes de nossos pedidos devemos adorá-lo, devemos reconhecê-lo como Senhor Provedor. Devemos servi-lo independente se Ele responderá segundo a nossa vontade. Após essa atitude devemos colocar o nosso pedido, devemos colocar a nossa oração, condicionada a vontade soberana de Deus. É bem melhor quando esta resposta vinda dEle é: Perfeita, Boa e Agradável. Romanos 12:2

A vontade de Deus deve estar acima da minha, não só na terra mais também no plano espiritual.

Outro dia falei comigo mesmo: Hoje em minha oração só adorarei ao Senhor, não irei pedir nada, apenas agradecerei. Comecei bem, mas no meio da oração, lá estava eu pedindo novamente: Senhor, me dê isso, aquilo, antes que eu esqueça, amanhã me dê também. Ué! Eu mesmo havia prometido que não pediria nada. Percebi como sou um crente pidão e ingrato, isso por natureza. Crescemos dentro desta “teologia próspera e pidona”, peça, peça e peça, exija, exija e exija, Jesus está pronto para te servir, e vai ter que te dar do bom e do melhor. Melhor é quando exigimos, pois assim Jesus é obrigado a nos atender. Misericórdia!

O Senhor não é um tonto, nem surdo, nem tão pouco esquecido, ele sabe o que necessitamos. Dentro de seu pedido não é o que você define por necessidade e sim o que nós precisamos e necessitamos. O Senhor sabe do que precisamos, bem antes de pedirmos a Ele, pois Ele nos sonda e nos conhece. Salmos 139. Peça, mas se a resposta de Deus for um “NÃO”, entenda e receba como resposta, pois nem sempre o “SIM”, seria bom na visão de Deus para nós.

Por que pedimos e não recebemos?
Temos, pelo menos, quatro motivos respondidos e explicados pela própria Bíblia, veja:



1°- Quando não sei pedir.
Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Tiago 4:3.

2°- Quando o meu pedido está fora da vontade de Deus
. .....”para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” Romanos 12:2b.

3°- Quando não estou vivendo de acordo com a palavra.
“Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e será concedido”. João 15:7

4°- Quando não sou obediente.
Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR teu Deus, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão: Deuteronômio 28:15.

Quer respostas às suas orações?
Seja obediente, não só peça, mais também agradeça a Deus.

Não tenha presa na resposta e entenda que o tempo de Deus não é o seu tempo. Não fale o tempo todo, tenha a sensibilidade para ouvi-Lo na palavra. Adore-O, pois quando tu O adoras, as coisas acontecem.

O SENHOR mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que te der o SENHOR teu Deus. Deuteronômio 28:8

Deus abençoe a todos.

Pb Josiel Dias
IEC Alcântara SG

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...