Imagens impressionantes mostram luta de bebê de 0,5 kg por sobrevivência

Lenny Harrison nasceu de cinco meses e teve diversas complicações de saúde
O pequeno Lenny, hoje com um ano e meio de idade, nasceu prematuro. Os pais, Shelley e Dean Harrison, relataram os primeiros cem dias do filho, mesmo com o aviso dos médicos de que o menino poderia não sobreviver. Segundo informações do site DailyMail, o menino teve diversas complicações no começo da vida.

Com menos de 0,5 kg, Lenny saiu dos braços da mãe direto para os tubos e aparelhos da UTI neonatal. Os médicos disseram que o bebê não seria capaz de respirar por si só, e dependeria de máquinas por alguns meses, até que os órgãos fossem completamente formados

Poucas horas após o nascimento, Lenny sofreu um ataque cardíaco. Mesmo com todos os diagnósticos de que o menino não sobreviveria, os pais fizeram questão de registrar o cotidiano do menino. O objetivo das fotos era guardar um álbum de recordação e poder mostrar ao pequeno Lenny quando ele for adulto

A mãe se emociona ao olhar para as fotos. 
— Não consigo acreditar como nós conseguimos passar por tudo isso. Foi muito difícil ver nosso pequeno lutando pela vida

Em novembro de 2013, Shelley sentiu repentina dor nas costas e foi ao hospital. Para sua surpresa, o médico disse que ela havia entrado em trabalho de parto, somente com 24 semanas de gravidez. 
— Ficam em choque. Como assim meu filho ia nascer tão antes do esperado?

Segundo a mãe, os médicos tentaram que o bebê ficasse mais tempo em sua barriga, mas não foi possível 

Depois de 16 torturantes horas de trabalho de parto, Shelley deu luz à Lenny. 
— Ele era tão pequeno que parecia que ia quebrar só de olhar para ele

Os pais tentaram ficar com o menino o maior tempo possível, até que os médicos pediram que fossem para casa para descansar. 
— Eles nos disseram que seria uma luta diária por sobrevivência

Os pais contam que decidiram fazer as fotos para registrar todos os momentos, mesmo os tristes, como o ataque cardíaco que Lenny sofreu

O menino passou por nove transfusões de sangue e uma cirurgia de laser no olho

Depois de seis meses de luta pela vida, os pais finalmente puderam segurar o pequeno Lenny nas mãos.— Não tenho palavras para descrever a sensação de segurar meu filho no colo. Mas eu tinha muito medo de machucá-lo por causa de todos os cabos

Em março de 2014, o menino foi finalmente liberado para ir para casa. — Levar meu filho para casa foi uma sensação que eu achei que nunca teria

Um ano depois, Shelley conta que o menino é a alegria da família. — Eu agradeço todos os dias por ter o meu filho aqui comigo, depois de tudo pelo que passamos

O menino ainda vai ao médico para fazer check up todos os meses. Os pais contam que serão eternamente gratos aos médicos que salvaram a vida do menino. Depois de cem dias, o menino foi liberado para ir para casa

Os pais compraram diversas roupinhas para que o menino fosse para casa “com estilo”, como essa roupinha de urso da imagem








r7/DailyMail

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...