Bancada evangélica foi decisiva em processo de impeachment

Temer vem procurando apoio de evangélicos e pedindo orações
Movimentos de esquerda denunciaram que era um “golpe”, gritaram “guerra”, fecharam estradas e ameaçaram uma greve nacional. Não adiantou. Seguindo a Constituição e com acompanhamento do Supremo Tribunal Federal e ampla cobertura da imprensa, a presidente Dilma Rousseff foi afastada da presidência.

Foram 367 votos favoráveis ao impeachment e 137 contrários na Câmara dos Deputados; 55 votos a favor e 22 contra no Senado Federal. Foi um processo longo, com algumas reviravoltas, que paralisaram o país por meses, dividindo opiniões e criando muitas incertezas sobre o futuro imediato da nação. Dilma ainda terá direito a se defender e permanecerá até 180 dias afastada, quando o processo voltará para o Senado.

Em retrospectiva, é possível dizer que os parlamentares cristãos foram decisivos. A Frente Parlamentar Evangélica, composta por 92 deputados e 2 senadores, votou maciçamente pelo impedimento da presidente.

Deputados como Sóstenes Cavalcante e Marco Feliciano, além do senador Magno Malta – todos pastores- foram incansáveis em sua “luta” para que o processo seguisse adiante. Várias vezes eles denunciaram, além das questões legais que embasaram o processo, os ataques do governo petista aos valores defendidos pelos cristãos.

Nos últimos anos, o Brasil viu ser aprovado o reconhecimento civil das uniões homoafetivas, a liberação do aborto em alguns casos e a doutrinação comunista e liberal sendo imposta nas escolas.

O influente pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, não possui cargo eletivo, mas usou muito de sua influência e espaço em seu programa de TV para mobilizar os evangélicos contra o governo Dilma. Por outro lado, alguns pastores, de menor expressão no cenário religioso nacional, defenderam o PT, mas suas posições não tiveram o mesmo impacto.

Entres as diversas manifestações dos últimos meses, uma delas com mais de seis milhões de brasileiros nas ruas, o sentimento de quem protestava é que o país precisava de mudança. As denúncias de corrupção que durante quase dois anos ocuparam quase diariamente espaço na mídia foram o grande “catalizador” para o sentimento de que uma mudança se fazia necessária nos rumos do país, que já contabiliza 11 milhões de desempregados e atravessa uma crise econômica.

De modo similar, diversos ministérios e até denominações inteiras se manifestaram em campanhas de oração e jejum pelo país. Para muitos evangélicos, política e religião não deveriam se misturar. Contudo, Michel Temer, presidente empossado, já sinalizou que deseja uma aproximação com a bancada evangélica e tem pedido orações por sua vida e pelo país.

Ele inclusive nomeou Ronaldo Nogueira, membro da bancada evangélica, como ministro do Trabalho e deve confirmar Marcos Pereira, bispo licenciado da Igreja Universal, na pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Movimento espiritual

Não é exagero dizer que todo o processo de impeachment teve uma grande carga espiritual. Inclusive, profetas que visitaram o país anunciaram que haveria uma intervenção divina nos rumos do país.

O pastor americano Bob Hazlett esteve numa Conferência no Brasil em 2011. Afirmou que não conhecia a política brasileira, mas anunciou: “escuto o Senhor dizendo: Eu vou abalar a estrutura política dessa nação”.

Dois anos depois, a norte-americana Cindy Jacobs lançou uma palavra profética dizendo que o Senhor iria “abalar o principado da corrupção e da miséria”.

Em 2014, a profeta Stacey Campbell deu o recado ao Brasil durante um em evento Toronto, Canadá. Anunciou que tudo que ocorreria aqui seria o início de “movimentos de justiça” em todo o mundo.

GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(766) Cristãos Perseguidos (519) Cristãos (515) Bíblia (484) Intolerância Religiosa (362) Israel (333) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (181) Homosexualismo (177) catolicismo (151) Rede Record (146) homofobia (146) Irã (138) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (124) pecado (119) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (105) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (90) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (69) Perdão (67) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (47) Drogas (41) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (37) carnaval (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) vigilância (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil