Cada vez mais muçulmanos se convertem ao Evangelho na Arábia Saudita, apesar da perseguição


A Arábia Saudita é atualmente o 14º país com maior índice de perseguição religiosa do mundo. (Foto: Reuters)



Atualmente, cerca de 1,4 milhão de cristãos vivem na Arábia Saudita. A maioria destes cristãos são estrangeiros ou trabalhadores migrantes, mas de acordo com a Missão Portas Abertas, os nativos sauditas também estão se voltando para o cristianismo.

Forçados a viverem em segredo, os cristãos na Arábia Saudita estão sendo apoiados em sua fé, por ministérios cristãos, que também operam online.

O islamismo é a religião estatal da Arábia Saudita, onde o sistema legal é baseado na lei Sharia. Tribunais impõem regularmente punições físicas severas, incluindo a pena de morte, por apostasia, e os locais de culto não-muçulmanos são proibidos no país.

De acordo com a Comissão dos Estados Unidos sobre Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF), a Arábia Saudita "permanece exclusivamente repressiva na medida em que restringe a expressão pública de qualquer outra religião que não seja o islamismo".

O governo persegue, aprisiona e até mesmo pune fisicamente (açoites, chibatadas) indivíduos acusados de dissidência, apostasia, blasfêmia e feitiçaria, além praticar "violações sistemáticas, contínuas e flagrantes da liberdade religiosa".

Não são apenas pessoas religiosas, que são marcadas como alvos. Uma lei promulgada no país em 2014 também iguala o ateísmo ao terrorismo. A legislação proíbe "a divulgação do pensamento ateu, sob qualquer forma, ou o questionamento dos fundamentos da religião islâmica".

Há, no entanto, quase 1,4 milhão de cristãos que vivem no país. De acordo com um estudo realizado no início deste ano, 4,4% da população da Arábia Saudita identifica como cristã - enquanto menos de 0,1% (50 pessoas) se declaravam cristãs pouco mais de 100 anos atrás, em 1910.

A maioria destes cristãos são estrangeiros ou trabalhadores migrantes, mas de acordo com a Missão Portas Abertas, os nativos sauditas também estão se voltando para o cristianismo.

Testemunho
A Missão está apoiando Mohammed (nome fictício), um cristão que tem mantido sua identidade em segredo, desde que se converteu depois de aprender sobre o cristianismo através de um curso de discipulado online. Ele fez contato com os cristãos em outro país do Oriente Médio e depois passou uma semana por lá - onde foi à igreja pela primeira vez e participou de estudos bíblicos presenciais.

Depois de alguns dias, perguntaram a ele 'quem é Jesus?'. "Ele é meu Salvador, meu Deus", respondeu Mohammed, e ele foi batizado, retornando para a Arábia Saudita com uma Bíblia.

Ele não conhece os outros cristãos em seu país de origem, mas tem recebido apoio online contínuo da Missão.

A Arábia Saudita ocupa o 14º lugar na lista elaborada pela Portas Abertas, sobre países onde os cristãos são mais perseguidos. De acordo com a USCIRF, o governo saudita tem feito "melhorias nas políticas e práticas relacionadas com a liberdade de religião ou crença", mas "ele persiste em restringir a maioria das formas de expressão religiosa pública que sejam incompatíveis com a sua interpretação particular do islamismo sunita".

Grupos de direitos humanos têm criticado fortemente a relação que tanto os Estados Unidos, quanto o Reino Unido mantém com a Arábia Saudita. A Anistia Internacional na semana passada pediu uma investigação depois que surgiram evidências de que bombas fabricadas com materiais britânicos sido usadas ​​no Iêmen por uma coalizão liderada pela Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(767) Cristãos Perseguidos (519) Cristãos (515) Bíblia (485) Intolerância Religiosa (362) Israel (333) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (181) Homosexualismo (177) catolicismo (151) Rede Record (146) homofobia (146) Irã (138) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (124) pecado (119) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (105) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (90) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (70) Perdão (68) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (47) Drogas (41) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (37) carnaval (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) vigilância (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil