'Desigrejados' estão fora do Corpo ou da denominação?




A condição de ser igrejado ou desigrejado é interior e não depende da sua filiação ou desfiliação da religiosidade institucional.

Se há uma expressão mal escolhida é desigrejados. Ela nasceu de uma compreensão errada do que significa Igreja. O Corpo de Cristo é supra institucional, não denominacional e invulnerável às tentativas humanas de transformá-lo em algo impessoal.

O mesmo erro ocorre por parte dos denominacionalistas, que acreditam, que só faz parte da igreja, quem a elas se filia. Denominação não concede o selo de crente preferencial.

A condição de ser igrejado ou desigrejado é interior e não depende da sua filiação ou desfiliação da religiosidade institucional. Se o Espírito Santo me batizou no Corpo de Cristo (1Co 12.13), então eu sou parte de um organismo vivo com o qual interajo e do qual participo, não importa se atua na visibilidade ou na clandestinidade.

Paulo condenou os que diziam ser de Apolo, de Cefas, de Paulo, mas também colocou no mesmo pacote os que diziam ser de Cristo, ou criadores da surpreendente denominação dos indenominacionais. A mais fechada, agressiva e exclusicista de todas.

Em outras palavras, não mudou nada. Apenas trouxe para fora das instituições as mesmas divisões que havia lá dentro. 

Porque vamos criar algo assim?

Ninguém é desigrejado porque está fora ou dentro de uma instituição, nem é "igrejado" porque está dentro ou fora.

Nenhuma destas opções leva alguém para Cristo, só Jesus Salva.

Guiame

Boxeador cristão é ameaçado por terroristas islâmicos e responde: "Eu amo os muçulmanos"


Manny Pacquiao é campeão mundial de boxe e agora pretende investir em sua carreira como político em seu país. (Foto: LA Times)


O alerta teria sido emitido pelo próprio presidente filipino, Benigno Aquino III. "Estou surpreso, porque todos os filipinos são meus amigos. Eu os amo, especialmente os muçulmanos", disse o boxeador Manny Pacquiao.

Um grupo afiliado Estado Islâmico nas Filipinas que decapitou um refém canadense no início desta semana estaria também planejando o sequestro do famoso boxeador cristão Manny Pacquiao ou um de seus filhos. O alerta teria sido emitido pelo próprio presidente do país, Benigno Aquino III.

O anúncio foi dado na última quarta-feira (27), alertando que o grupo militante 'Abu Sayyaf', cujo líder prometeu fidelidade ao Estado Islâmico (também conhecido como o ISIS ou ISIL), "enviou ameaças" sobre sequestrar o ex-boxeador profissional campeão do mundo ou um de seus filhos como um forma de ganhar poder para negociar a libertação de militantes presos.

Aquino também explicou que Abu Sayyaf também conspirou para sequestrar sua irmã, Kris Aquino - uma famoso atriz filipina e apresentadora de talk show - ou um dos seus filhos. Além disso, o presidente afirmou que o grupo terrorista pode estar planejando uma tentativa de assassinato contra ele.

"Eles teriam planos de sequestrar Manny Pacquiao ou um de seus filhos, assim como a minha irmã Kris ou um dos seus filhos, com o objetivo de usá-los na negociação para a libertação de seus companheiros", teria dito Aquino, segundo a agência Reuters. "As ameaças contra a minha própria vida têm sido investigadas".

A fim de obter mais apoio financeiro do Estado Islâmico, o grupo Abu Sayyaf, que está lutando para tomar uma província e reivindicá-la como seu próprio estado islâmico independente no sul das Filipinas. Atentados com bombas também estariam sendo planejados em Manila, capital do país.

Segundo informações do jornal 'Daily Mail', parte dos sequestros realizados pelo grupo Abu Sayyaf foram frustrados depois de serem descoberto pelas autoridades e as tropas filipinas têm conseguido limitar a capacidade do grupo.

Após o anúncio do presidente, o boxeador filipino de 37 anos falou aos repórteres do lado de fora de sua casa, em Manila nesta quarta-feira noite.

"Eu fiquei alarmado quando anunciaram que o grupo 'Abu Sayyaf' queria me raptar. Estou surpreso, porque todos os filipinos são meus amigos. Eu os amo, especialmente os muçulmanos", disse Pacquiao, um notório cristão evangélico. "Pedimos pela segurança, proteção dos meus filhos, da minha família".

Pacquiao, que também é um legislador filipino, criticou Aquino por trazer a público, as notícias antes que ele mesmo alertasse sobre as ameaças.

"Se isso veio de um relatório de inteligência, deveria ter sido mantido em segredo e não precisava ser anunciado", Pacquiao afirmou. "E por que justo agora? Nós temos que estudar isso".

Pacquiao disse que ele não sabe por que ele e sua família seriam possíveis alvos de terroristas.

"Eu não acredito que os nossos irmãos muçulmanos fariam isso", disse ele. "Nós os apoiamos, damos-lhes sustento, então eu não sei de onde veio isso".

Na última segunda-feira, verificou-se que o grupo Abu Sayyaf decapitou John Ridsdel, um canadense de 68 anos de idade. 

Após a organização terrorista ameaçar decapitar um dos quatro reféns se 8 milhões de dólares não fosse pago pelo resgate, a cabeça decapitada de Ridsdel foi deixada em uma rua, em Jolo, uma cidade ao sul da província de Sulu.

Guiame

Pastor denuncia Jean Wyllys por “quebra de decoro”

Deputado Ezequiel Teixeira quer apuração do Conselho de Ética da Câmara
Nesta quarta (27), o deputado federal pastor Ezequiel Teixeira (PTN/RJ) deu entrada em uma representação contra o deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ). O parlamentar pediu para que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados encaminhe ao Conselho de Ética a abertura de processo disciplinar.

Seu desejo é “apurar a prática de conduta incompatível com o decoro parlamentar”. O motivado do pedido é o comportamento de Wyllys durante a votação do processo de impeachment.

No seu breve discurso antes de proferir o voto favorável a Dilma, o ex-BBB disse: “Estou constrangido de participar desta farsa, desta eleição indireta, conduzida por um traidor, conspirador, e apoiada por torturadores, covardes, analfabetos políticos e vendidos. […] Durmam com essa, canalhas!”.

Logo em seguida, o Psolista deu a já famosa cusparada no deputado Jair Bolsonaro (PSC/RJ). O assunto continua tendo grande repercussão na mídia. Para Ezequiel, Jean ofendeu a todos os seus pares.

“Foi desrespeitoso, não somente com o deputado Bolsonaro, mas com todos os demais colegas que têm pensamento contrário ao dele. Isso é intolerância. Ele não pode falar o que quiser e ficar por isso mesmo… Wyllys violou a imagem de todos os que atuam na Câmara”, afirmou o pastor.

Em seu requerimento, divulgado no site oficial de Teixeira, justifica que “cuspir contra outro parlamentar configura um atentado contra a ordem moral, além de caracterizar uma ofensa física que é vedada pelo Código de Ética da Casa. É preciso levar isso à uma discussão urgente e séria no Conselho de Ética, para que sirva de exemplo a outros deputados”.

Caso o pedido seja aceito e levado adiante pela mesa, Jean Wyllys irá responder por ter violado o Código de Ética, que reza: “atenta contra o decoro aquele que pratica atos de infrinjam as regras de boa conduta nas dependências da Casa, assim como quem ofende de forma física e moral ou desacata, por atos ou palavras, outro parlamentar”.

O artigo 10 do Código prevê como penalidades aplicáveis desde uma censura (verbal ou escrita), passando por uma suspensão temporária do deputado e pode culminar na perda do mandato.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) já havia se manifestado à imprensa anteriormente sobre o caso. Ele entende que o comportamento de Jean é caso, sim, de quebra de decoro parlamentar.

GospelPrime

Terroristas muçulmanos arrasam aldeias cristãs na África

Grupo de 500 homens pode estar ligado ao Boko Haram
Quinhentos nômades muçulmanos invadiram uma aldeia cristã na Nigéria. Eles queimaram todas as casas e mataram todos os animais. Depois cercaram a igreja Internacional do Santo Cristo e a derrubaram. Um dos moradores disse que os assassinos avisaram que estavam fazendo aquilo por que os cristãos eram seus inimigos.

Um dos sobreviventes do massacre, Kingsley Ezugwu,falando ao jornal Vanguard explica como foi. “Estava saindo da casa quando ouvi o toque do sino da comunidade. Caminhava com meu amigo quando cerca de 40 Fulani armados com armas e facões vieram contra nós. Mataram meu amigo e atiraram em mim várias vezes, mas erraram. Alguns deles me agrediram com os facões até que eu perdi a consciência”, lembra.

A aldeia de Ukpabi Nimbo, no estado sulista de Enugu, já foi vítima de ataques similares antes, mas esse a destruiu completamente. De acordo com o Movimento Jovem Igbo, os membros da etnia Fulani, na maioria criadores de gado, são muçulmanos radicais. Eles mataram mais de 700 nigerianos nos últimos 10 meses.

Ao total, foram sete aldeias cristãs atacadas na região por um total de 500 muçulmanos fulani. Mesmo assim, o governo não tomou medidas para detê-los. O brigadeiro-general Rabe Abubakar, falando em nome do Ministério de defesa na Nigéria, limitou-se a dizer que as forças de segurança “estão investigando os assassinatos”.

Não se sabe ainda se esses ataques têm ligação com a atuação do grupo radical Boko Haram, que tenta transformar o norte da Nigéria num califado e eliminar os cristãos, seguindo orientações do Estado Islâmico. A etnia Igbo, que é maioria no sul do pais é majoritariamente cristã.

Com informaçõesShoebat

ONU: Paz entre Israel e Palestina está “mais distante do que nunca”

UNESCO comprova que está dominada pelos muçulmanos
Em pronunciamento no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, o secretário-geral Ban Ki-moon fez um alerta: “A paz entre Israel e Palestina está ‘mais distante do que nunca”.

Ele citou como motivos para sua conclusão o aumento dos ataques dos palestinos contra israelenses, a expansão dos assentamentos de Israel e o aumento das demolições de residências palestinas na Cisjordânia. Para Ban Ki-moon, isso tudo fez com que a confiança “evaporasse” nas negociações por uma solução de dois Estados, deixando-a “mais distante do que já esteve por muitas décadas”.

Em seu balanço, o secretário-geral lembrou que a onda de violência nos últimos seis meses resultou em mais de 200 palestinos e cerca de 20 israelenses mortos e Israel continuou, em ritmo acelerado,construindo assentamentos judeus em locais que seriam “estruturas palestinas”. Em 2016 mais de 700 palestinos foram deslocados, número superior a todo o 2015.

A insistência da ONU em abordar o tema é ecoada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) que emitiu recentemente uma resolução onde refere-se a Israel como a “força de ocupação” do território palestino. Também se nega a reconhecer o Monte do Templo como um antigo local de culto judaico – onde estava o templo de Salomão.

Pelo contrário, afirma que o complexo da Mesquita Al-Aqsa é “um lugar islâmico”. O texto do documento usa o nome árabe ‘Al-Buraq’ para se referir ao Muro das Lamentações.

Declara ainda as cidades de Hebron e Belém como “locais palestinos”. Com isso tenta apagar os locais mencionados na Bíblia como o “berço” do judaísmo (Gn 13) e do cristianismo (Mt 2). Não por coincidência, o material da UNESCO foi assinado por Jordânia, Argélia, Egito, Líbano, Marrocos, Omã, Qatar e Sudão, mostrando que o órgão está sendo controlado por nações muçulmanas.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu condenou fortemente a resolução. “Esta é outra decisão absurda das Nações Unidas. A UNESCO ignora a conexão histórica do judaísmo com o Monte do Templo (Al-Aqsa)”, declarou à imprensa.
França quer independência da Palestina

O assunto parece ser prioridade de organismos internacionais. Representantes de mais de 20 países e organizações como a ONU e a União Europeia se reunirão dia 30 de maio para debater uma “retomada urgente” do processo de paz entre a Palestina e Israel.

De acordo com a AFP, o encontro será em Paris, anunciou o chanceler francês, Jean-Marc Ayrault. “As partes estão mais afastadas que nunca”, ressaltou. “Não há outra solução ao conflito que o estabelecimento de dois Estados, israelense e palestino, que vivam lado a lado em paz e em segurança, tendo Jerusalém como capital compartilhada”. Ele insiste: “Não podemos ficar sem fazer nada, precisamos atuar antes que seja tarde demais”.

Explicou ainda que a base da reunião promovida pela França será a “Iniciativa de Paz Árabe”, de 2002. Segundo essa proposta, Israel deve abandonar todo o território ocupado desde 1967 e aceitar o estabelecimento de um estado da Palestina independente, cuja capital seria Jerusalém ocidental.

Curiosamente, não haverá delegações nem da Palestina nem de Israel nessa reunião. Se forem obtidos resultados esperados, a França irá promover uma cúpula internacional, que então convidará líderes israelenses e palestinos.

GospelPrime

Estas 'freiras' que plantam e comercializam maconha na Califórnia são um barato

Quando Shaughn Crawford e John DuBois ouviram falar de duas freiras feministas que plantam maconha, sabiam que tinham de fotografá-las. Eles encontraram as “irmãs”, que graciosamente os convidaram para conhecer o “convento” que elas fundaram na região central do Estado da Califórnia.

Antes de continuarmos com a história, um esclarecimento: Kate e Darcy são freiras auto-ordenadas e criaram sua própria ordem. Portanto, apesar dos hábitos brancos e da espiritualidade, elas não são católicas, não praticam a abstinência nem são subordinadas a um padre.

Em vez disso, elas são veganas, apoiam o pré-candidato Bernie Sanders (que é socialista) e acreditam que todo ser humano tem o direito divino de consumir maconha.


Mas as Irmãs do Vale, nome que elas mesmo se deram, não estão interessadas apenas em providenciar um barato para seus clientes. O objetivo delas é tratar e aliviar o sofrimento das pessoas, seja por causa de câncer, artrite ou ressaca.

Seus unguentos, tônicos e tinturas medicinais contém altos volumes de CBD, um dos ingredientes da maconha, mas quase nada de THC, o elemento psicoativo da planta. Todos os produtos são orgânicos, testados em laboratórios e livres de pesticidas. Além disso, as irmãs só envasam suas tinturas durante a lua cheia, dizendo uma oração a cada vidro vendido.


O que motiva as freiras é um desejo de aliviar a dor. “Não acreditamos na ideia de que o sofrimento é normal e faz parte da vida”, explicou Kate em entrevista ao The Daily Beast.

“Achamos que isso é bobagem. Sofrimento não é parte da vida; sofrimento é criminalizar remédios à base de plantas.”

Em sua busca por curas naturais, as irmãs receberam apoio, mas também encontraram forte resistência. A conta delas no site de comércio eletrônico Etsy, que costumava vender toda a produção de unguentos, foi fechada.


“É frustrante porque tem muita gente com atitudes negativas em relação a uma coisa que é realmente uma dádiva de Deus”, disse Darcy ao site Merry Jane.


Na série de fotos, Crawford e DuBois capturaram um dia na vida da dupla de “freiras”, documentando o processo inteiro, da plantação à colheita e produção. A imagem das duas, vestindo branco e lidando com maconha, é uma prova de que a vida pode ser uma viagem, mesmo sem a ajuda do THC.

Embora as Irmãs do Vale não sejam freiras católicas de fato, elas se inspiram nos conventos reais. “Sempre quis ser freira”, diz Kate. “Mas não poderia fazer parte de uma irmandade que não fosse empoderada. Tento emular os padrões de excelência das irmãs católicas. Elas representavam algo importante. Estou tentando trazer isso de volta.”


Shaughn and John



Shaughn and John

Shaughn and John

Shaughn and John

Shaughn and John




Shaughn and John








Shaughn and John





Réplica em tamanho real da Arca de Noé visitará Fortaleza e Rio de Janeiro

O navio, também conhecido como `Arca de Johan´, deverá visitar ainda San Diego, Long Beach, San Francisco e Seattle em sua passagem pelos EUA

Quatro anos após o carpinteiro holandês Johan Huibers completar a sua réplica totalmente funcional e em grande escala da Arca de Noé, agora o navio está programado para viajar por 5 mil milhas ao longo do Oceano Atlântico da Holanda para Brasil. O projeto seguiu as medições bíblicas encontradas no livro de Gênesis.

A Fundação “Arca de Noé”, um grupo com sede em Pasadena, Califórnia, está levantando fundos para financiar a viagem, que se desenvolverá durante o verão de 2016. Uma viagem que será transmitida ao vivo para o mundo ver, como as velas do navio apontadas para as cidades de Fortaleza e Rio de Janeiro.

A Arca de Noé, deve permanecer no Brasil de dois a quatro anos. Durante este tempo ela deverá ser transportada para vários portos, além de Fortaleza e Rio (já mencionados), Manaus, Belém, Recife, Salvador, Vitória, Santos-Guarujá, Florianópolis e Porto Alegre. Em cada porto, os visitantes poderão ir a bordo, visitar a arca com exposições e aprender a história de Noé e os ensinamentos de Cristo. 

Em cada porto, a coordenação da Fundação deverá fazer um trabalho com as comunidades locais para trazer as famílias carentes e órfãos para visitar o projeto de graça. Este compromisso é possível por meio de doações que estão sendo feitas no site oficial.

O navio, também conhecido como "Arca de Johan", deverá visitar também San Diego, Long Beach, San Francisco e Seattle quando ele for fazer sua passagem pelos Estados Unidos.

O objetivo é levantar fundos para criar o projeto “Arca da Esperança”, com centros educativos pelo Brasil que irão ajudar a educar e fornecer suporte para os mais desfavorecidos, de acordo com um comunicado de imprensa.

"A Arca é uma réplica enorme que também é informativa e cultural, um centro de eventos bíblico e interativo", explica o comunicado. "A Arca de Noé fornece uma experiência judaico-cristã, baseada na Bíblia para jovens e idosos".

O navio pesa cerca de 2.500 toneladas, mede 95 pés por 75,5 pés de altura e 410 pés de comprimento e pode acomodar 5.000 pessoas. Ele já esteve em plena exibição desde 2012, com os visitantes da Holanda, além de proporcionar uma experiência interativa, bíblica e temática.

Huibers decidiu construir uma réplica em tamanho natural da Arca de Noé, depois de embarcar em projetos de ajuda a Bósnia, Albânia e Etiópia e supostamente depois de ter um sonho que oficialmente o levou a começar a planejar e construir o navio.

"Em 33 anos, a ideia construção do carpinteiro Johan Huibers surgiu quando ele sonhou que uma tempestade com maré feroz inundou toda a província de Nood-Holland na Holanda", diz uma descrição no site da fundação. "Esse sonho marca o início de uma aventura emocionante em que Johan superou obstáculos aparentemente intransponíveis para alcançar seu objetivo final; a construção de uma réplica da Arca de Noé!".

Esse sonho, que ele descreveu como um pesadelo em uma entrevista com a Associated Press por volta de 2012, ajudou a acender a faísca que acendeu o projeto. "Eu quero fazer as pessoas questionarem, para que eles possam ir em busca de respostas e finalmente, encontrar a salvação através de Deus e da vida eterna", disse Huibers.

CpadNews

Autoridades rejeitam eliminar o islã como religião oficial de Bangladesh

Embora o governo do Bangladesh se declare um estado laico, faz uso de várias leis islâmicas para reger o país
A Alta Corte de Bangladesh rejeitou uma petição que pretendia eliminar o islã como religião oficial do Estado. Atualmente, algumas leis islâmicas regem o país, que está na 35ª posição da atual Classificação da Perseguição Religiosa. Os convertidos ao cristianismo, vindos do islamismo ou hinduísmo são constantemente agredidos, de várias formas, e rejeitados tanto pela comunidade quanto pela própria família. Isso vem acontecendo ao longo dos anos, mas depois que ocorreu o assassinato dos quatro bloggers seculares, por grupos islâmicos radicais, no ano passado, o governo declarou uma guerra contra o extremismo islâmico.

"Essa decisão do Supremo Tribunal não é uma surpresa, nós já esperávamos por isso. A situação do país é complicada, já que o Bangladesh continua a ser a única nação a se declarar laica e ao mesmo tempo se denomina oficialmente islâmica. 

Por conta disso, a situação da liberdade religiosa está cada vez mais pressionada e o clima é tenso para os cristãos. O país está vivendo de aparências", comenta um dos analistas de perseguição.

Além da situação religiosa, as tensões políticas atingiram outro pico com o mandado de detenção, emitido recentemente contra o líder da oposição, Khaleda Zia, por ter realizado um ataque violento contra o governo, em janeiro de 2015. A Reuters informou que o líder vai tentar pagar fiança para não ser detido. 

Com todos esses problemas, as igrejas estão enfrentando uma perseguição ainda maior, lutando para se manterem de pé e, principalmente, para continuar seus trabalhos evangelísticos que, dependendo da situação, pode custar a própria vida de muitos cristãos. Ore por essa nação.


CpadNews

Bispo chinês protesta contra perseguição religiosa: "Se nos calarmos somos cúmplices"


Cardeal Joseph Zen, durante evento em Hong Kong. (Foto: Reuters)


"Diante de toda essa perseguição, não podemos nos acomodar. Não podemos ficar de braços cruzados. Se continuarmos em silêncio, somos cúmplices", disse o cardeal Joseph Zen Ze-kiun.

O bispo emérito de Hong Kong fez um apelo à China pelo da perseguição dos cristãos no país, de acordo com a agênca UCA News.

O cardeal Joseph Zen Ze-kiun dirigiu um culto de oração em frente ao escritório de comunicações de Hong Kong (China), em Pequim, onde cerca de 100 pessoas se reuniram no último domingo 24 de abril.

"Diante de toda essa perseguição, não podemos nos acomodar. Não podemos ficar de braços cruzados. Se continuarmos em silêncio, somos cúmplices", disse ele.

O cultou coincidiu com a conclusão de uma campanha que pedia ao Papa Francisco que pedisse pela liberdade religiosa e pelo fim da perseguição religiosa na China.

A campanha, liderada pelo Comissão Diocesana 'Justiça e Paz' de Hong Kong (JPC), estava pedindo a Francisco que exigisse do governo chinês que não houvesse mais a remoção de cruzes e recolheu 800 assinaturas.

"Esperamos que o Papa possa incluir a campanha de remoção de cruzes e os dois bispos desaparecidos em suas orações", disse Ou Yan-yan, oficial de projetos da JPC.

O dia de oração pela a China foi estabelecido pelo Papa Bento XVI em 2007.

A petição também pede que o Papa Francisco para "busque informações sobre a situação de dois bispos desaparecidos em seus diálogos com as autoridades chinesas".

Os dois bispos em questão chamam-se James Su Zhimin, de 84 anos, e Cosmas Shi Enxiang, 95.

"Estes dois bispos ... ficaram presos por mais da metade de suas vidas. Eles estão desaparecidos há 18 e 15 anos", afirma o texto da petição.

O Partido Comunista tem se mostrado progressivamente mais desconfiado sobre a influência do cristianismo, que está experimentando um crescimento significativo no país.

Cerca de 1.700 igrejas já foram demolidas ou tiveram suas cruzes removidas na província de Zhejiang. Um um número de líderes cristãos e seus advogados também foram presos. Além disso, agressões e até mesmo assassinatos de cristãos têm ocorrido durante essas operações de demolições e remoção de cruzes das igrejas.

Guiame

Ataque deixa dezenas de mortos e igreja incendiada na Nigéria


Imagem de vítimas de massacre anteriormente realizado pelos pastores Fulani. (Foto: reuters)


Aproximadamente 500 pastores Fulani [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias, incendiaram uma igreja e mataram cerca de 40 pessoas.

Cerca de 40 pessoas foram assassinadas em uma nova atrocidade por parte de uma milícia armada dos pastores Fulani, no Estado de Enugu (Nigéria), de acordo com relatórios locais.

Segundo sites de notícias locais, aproximadamente 500 pastores [criadores de gado] fortemente armados cercaram sete aldeias na área do Nimbo.

Dez casas foram destruídas por incêndios criminosos, carros e motos também foram destruídos, animais mortos e Igreja Internacional Cristo Santo também foi incendiada, segundo o site nigeriano de notícias 'Vanguard' relatou.

Um jovem morreu quando o ônibus em que viajava também foi incendiado perto da igreja.

Vítima do ataque, o jovem Kingsley Ezugwu, falou ao Vanguard já no leito do hospital.

"Eu estava saindo da casa quando ouvi um alarma da comunidade tocar eu estava indo com um amigo para saber qual o motivo daquele sinal. Então avistamos cerca de 40 pastores Fulani, portando armas sofisticadas e facões", relatou.

"Eles nos perseguiram, mataram o meu amigo e atiraram em mim várias vezes, mas erraram. Eles me alcançaram e me agrediram com os ​​facões, até que eu perdi a consciência".

Quando os atacantes perceberam que ele ainda estava vivo, chamaram outros milicianos para acabar com ele. Ele conseguiu se arrastar para longe e disse que recebeu a ajuda de um "bom samaritano" no hospital.

Muitos do que sobreviveram ao ataque fugiram das aldeias.

O porta-voz do governador 'Rochas Okorocha' disse: "Nosso problema é que o que acontece neste país ganha uma coloração étnica, o que faz com que a solução para esse problema torne-se um pouco difícil".

De acordo com o Movimento Juvenil Igbo, os pastores Fulani assassinaram mais de 700 nigerianos nos últimos 10 meses, e o Governo Federal ainda não teria tomado medidas para deter os assassinatos.

O Brigadeiro General Rabe Abubakar, porta-voz de defesa na Nigéria, disse ao site 'IBTimes' que as forças de segurança estavam investigando os assassinatos.

"As agências de segurança emitirão uma declaração em breve. As investigações estão em curso", disse ele.

Abukabar não conseguiu confirmar o número de mortos no mais recente ataque. Estima-se que entre 20 e 48 pessoas tenham morrido.

Guiame

Ex-ateu conta como Deus usou a música "Oh Happy Day" para tocar sua vida


Charles Mackesy nasceu em Northumberland, no ano de 1962 e começou seus trabalhos na década de 80. (Image: Youtube / captura de tela)


"Jesus calmamente me colocou em uma viagem para encontrar pessoas muito bonitas, e foi alí que a minha arte começou realmente", disse o artista plástico Charles Mackesy em seu testemunho.

Charles Mackesy, um artista plástico, cujo trabalho tem agradado os gostos de Whoopi Goldberg, Bear Grylls e Sting, tem testemunhado que Deus usou justamente a arte para afastá-lo de suas crenças ateístas.

Cerca de 25 anos atrás, quando Makesy estava em um festival de música, em Glastonbury (Inglaterra), onde ouviu pela primeira vez a famosa canção gospel "Oh Happy Day" - que também fez muito sucesso nos anos 90, com o filme "Mudança de Hábito 2". Ele conta que ficou tão dominado pela música que, logo em seguida - mesmo sendo um ateu - chorou copiosamente.

Ele então concluiu que "deve haver mais sobre isso... mais do que os olhos podem ver".

"Jesus calmamente me colocou em uma viagem para encontrar pessoas muito bonitas, e foi alí que a minha arte começou realmente", disse Mackesy durante uma entrevista ao site internacional cristão 'CBN'.

"Porque eu sentia dentro de mim, como se Ele dissesse: 'Olha, como é lindo aquele cara que está sentado naquele banco'. Eu nunca o tinha sentido antes dessa forma".

Nascido em Northumberland, no ano de 1962, Mackesy começou seus trabalhos artísticos durante a década de 1980, com seu primeiro showcase sendo realizado em 1984 em um pub.

"Eu não estudei arte, mas apenas me mantive ocupado - trabalhando como cartunista para a revista 'Spectator', como ilustrador para a 'Oxford University Press', desenhando anúncios para jornais diários e fazendo projetos de cartazes para os a 'Cockspur Rum", lembrou Mackesy.

"Eu sou cauteloso para explicar o que eu acho que o trabalho está dizendo, por medo de afastar você de algo novo que você tenha visto e que eu não consegui enxergar. Eu poderia concluir dizendo que a vida é preciosa, a fé é uma viagem e, por vezes, a arte pode dar um pequeno vislumbre desses momentos, visíveis e invisíveis".

O trabalho de Mackesy inclui pinturas, esculturas e desenhos, e tem sido destaque em galerias em Edimburgo, Nova York e Londres.

Uma de suas obras mais notáveis ​​foi uma escultura de bronze do filho pródigo voltando ao seu pai, inspirada na parábola contada por Jesus no Evangelho segundo Lucas, capítulo 15.

Mostrando o abraço íntimo dos dois dos bustos acima, o 'opus apaixonado' pode ser encontrado na igreja 'Holy Trinity Brompton' - uma comunidade cristã influente na Inglaterra.

A obra não foi a única coisa que Mackesy usou para contribuir com a igreja Holy Trinity. Ele também ocasionalmente é convidado a pregar na congregação.

"Charlie agrada a pessoas de fora da igreja, porque ele não é exatamente o que eles esperam que seja", disse Nicky Gumbel, líder da igreja Holy Trinity à CBN.

"Você sabe, quando você tem o tipo de imagem de 'um evangelista', você não imagina Charlie Mackesy, e acho que é isso que é tão maravilhoso sobre ele".

Guiame

“Arca de Noé” chega ao Brasil nas Olimpíadas

Réplica ficará no país por dois anos
A Arca de Noé construída pelo holandês Johan Huibers foi inaugurada em 2012. Dono de uma empresa de construção civil, em Dordrecht, perto da capital Amesterdã, Hubiers é evangélico e decidiu seguir passo a passo as instruções encontradas no Livro de Gênesis sobre a Arca original.

O custo total foi de quase um milhão e meio de dólares. Embora existam debates entre os estudiosos sobre as medidas, a réplica mede cerca de 135 metros de comprimento, 22,5 metros de largura e 13,5 metros de altura, que correspondem às proporções dos côvados indicados nos capítulos 6 a 9 de Gênesis.

O resultado é um verdadeiro navio, que tem quatro andares e o comprimento de um campo de futebol.

Com capacidade para 5.000 pessoas, o projeto é trazer a arca junto com as palestras, filmes e discussões bíblicas que são promovidas nela desde a inauguração. A embarcação funciona ainda como uma espécie de museu, com réplicas de animais em tamanho natural, mostrando como deve ter sido durante o dilúvio.

Nesses 4 anos, já foi visitada por mais de 600 mil pessoas. Huibers, que já trabalhou como missionário, agora deseja espalhar sua missão evangelística pela América do Sul, Central e do Norte.

Conforme o site oficial, trata-se de uma “jornada da esperança”. Seu primeiro destino fora da Holanda é o Brasil. Ele planeja chegar com a réplica bíblica durante as Olimpíadas e ficar no país durante um período de dois anos (podendo chegar a até quatro).

Huibers anunciou que além de oferecer acesso livre as populações carentes e órfãos do país, pretende entregar Bíblias para cada criança que visitar a embarcação.

Além do Rio de Janeiro o roteiro da Arca incluiria Fortaleza, Manaus, Belém, Recife, Salvador, Vitória, Santos, Florianópolis e Porto Alegre. Posteriormente, seguiria para Montevidéu, no Uruguai, Buenos Aires, na Argentina, San Francisco e Seattle, nos EUA. Com informações de Christian Headlines

Assista:


GospelPrime

Evangélicos perdem acesso a água por se recusarem a financiar festa católica


As famílias que negaram contribuir com a festa católica tiveram o abastecimento de água prontamente desligado. (Foto: Reuters)


O bloqueio aconteceu depois que os evangélicos se recusaram a contribuir financeiramente com a realização de uma festa católica, em honra a um santo.

Uma comunidade evangélica no México foi impedida pelas autoridades locais de ter acesso à água potável. O bloqueio aconteceu depois que os evangélicos se recusaram a contribuir financeiramente com a realização de uma festa católica, em honra a um santo.

A família do pastor Octavio Gomez, da Maranatha Church, e outras quatro famílias evangélicas residentes na vila de San Jose, na cidade de Teopisca, receberam a visita das autoridades e organizadores da festa, solicitando a contribuição de 200 pesos, o equivalente a cerca de 40 reais.

Ao se recusarem a contribuir, as autoridades ameaçaram cortar o fornecimento de água nas casas dessas famílias. Além disso, foi dito a eles que uma multa de 4 mil pesos (R$ 800) deveria ser paga para o abastecimento de água ser restabelecido.

De acordo com o site Evangelical Focus, outras 80 famílias evangélicas do bairro pagaram a taxa exigida para evitar a interrupção do serviço de água. No entanto, as famílias que negaram contribuir com a festa católica tiveram o abastecimento de água prontamente desligado.

Embora os evangélicos da região tenham notificado órgãos estaduais e federais sobre a contribuição obrigatória, o governo mexicano continua ignorando os pedidos dos moradores a fim de cumprir as leis que protegem a liberdade de culto.

No mês passado, durante a visita do Papa Francisco ao México, uma igreja evangélica foi atacada por uma multidão católica em Zinacantán, no estado de Chiapas.

Em junho de 2015, mais de 70 casos de perseguição religiosa contra as comunidades cristãs minoritárias foram registrados pela organização International Christian Concern (ICC), cada um envolvendo entre 20 a 100 vítimas no México.

Embora a liberdade religiosa seja garantida pela Constituição mexicana, atos abusivos contra os evangélicos continuam aumentando, indicando que a lei não é aplicada a todos os cidadãos mexicanos.

Guiame

Lei quer estabelecimentos fechados no domingo: “Dia de ir à igreja”

Os autores garantem que as grandes empresas precisam oferecer descanso aos seus funcionários
Uma lei aprovada em Belo Horizonte tem dado o que falar, pois proíbe o funcionamento de supermercados e hipermercados aos domingos.

A justificativa de um dos autores do projeto, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Wellington Magalhães (PTN), é que o domingo é dia do trabalhador e dia de ir para igreja.

“O domingo é o dia reservado para ficar com a família. O cidadão também tem o direito de ir à igreja. Domingo é o dia do trabalhador”, disse.

O co-autor do projeto é o vereador Preto (DEM), juntos eles justificam a proposta, aprovada na última semana com 28 votos, da seguinte maneira: “Deve-se preservar os profissionais do comércio para garantir-lhes descanso, lazer e convívio familiar, tudo em favor de sua saúde mental e saúde”.

Os parlamentares acreditam que ao proibir o funcionamento de grandes estabelecimentos, estarão beneficiando não apenas os funcionários, mas também os pequenos comerciantes.

Padarias e pequenos mercados, por exemplos, poderão funcionar normalmente, sem prejudicar assim os consumidores da capital mineira.

Para a criação desse projeto, que será encaminhado para a aprovação do Prefeito, os autores se apoiaram na Lei Federal 10.101/2000 que permite os municípios decidirem sobre os assuntos de interesse local.

Se sancionada pelo prefeito, os estabelecimentos que descumprirem a lei pagarão multa de R$ 50 mil e em caso de reincidência, o valor sobe para R$ 100 mil. Procurada pelo jornal O Estado de Minas, a Associação Mineira de Supermercados (Amis) não comentou o assunto.

GospelPrime

“Europa terá mais muçulmanos do que cristãos praticantes”, diz ministro belga


De acordo com uma previsão publicada pelo Centro de Pesquisa Pew no ano passado, o número de muçulmanos na Europa pode aumentar cerca de 63% entre 2010 e 2050. (Foto: AFP/Getty Images)


Por outro lado, a Eurostat não compila esses dados sobre a religião. Em 2012, números da Comissão Europeia mostraram que 72% das pessoas se identificavam como cristãs na Europa, comparado a 2% de muçulmanos.

Muito em breve, muçulmanos serão mais numerosos do que cristãos na Europa, disse o ministro belga Koen Geens ao Parlamento Europeu, nesta segunda-feira (25).

"Na Europa, muito em breve, vamos ter mais muçulmanos praticantes do que cristãos praticantes. Isso não é porque há muitos muçulmanos, é porque os cristãos são, geralmente, menos praticantes”, disse Geens. "A Europa não percebe isso, mas esta é a realidade."

Durante a audição, que reuniu parlamentares europeus para debater sobre os ataques em Bruxelas, o ministro do Interior da Bélgica, Jan Jambon, acrescentou: "A pior coisa que podemos fazer é nos tornar um inimigo do Islã”.

“Temos cerca de 600 a 700 mil muçulmanos na Bélgica, e a esmagadora maioria dessas pessoas partilham os nossos valores. Fazer dessas pessoas inimigas, irá realmente criar problemas”, disse o ministro.

Jambon foi acusado de alimentar as tensões com a comunidade muçulmana da Bélgica depois de ter alegado que os islâmicos 'dançaram' em comemoração aos ataques que deixaram 32 pessoas mortas no aeroporto e uma estação de metro de Bruxelas.

O que dizem as pesquisas?

Na noite desta segunda, a porta-voz de Geens se recusou a fornecer provas que sustentem suas afirmações sobre o número de muçulmanos praticantes. “Seus comentários foram muito claros, não vou dizer mais nada”, disse ela.

Por outro lado, o Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat) afirma que não compila esses dados sobre a religião. Em 2012, números da Comissão Europeia mostraram que 72% das pessoas se identificavam como cristãs na Europa, comparado a 2% de muçulmanos. Na Bélgica, os números eram de 65% e 5%, respectivamente.

O censo nacional da Bélgica nunca contou grupos religiosos, e as pesquisas independentes são a única fonte de informação. No entanto, uma série de estudos confirmam que os muçulmanos representam cerca de 5% da população do país.

De acordo com uma previsão publicada pelo Centro de Pesquisa Pew no ano passado, o número de muçulmanos na Europa pode aumentar cerca de 63% entre 2010 e 2050. Este aumento faria com que a população muçulmana na Europa subisse de 43,5 milhões para quase 71 milhões.

O número de cristãos na Europa, de acordo com Pew, irá cair em 18% durante o mesmo período, diminuindo os 553 milhões de cristãos para 454 milhões.

Na Bélgica, o estudo aponta que dentre a população de 10,7 milhões de pessoas, 6,9 milhões são cristãos e 630 mil são muçulmanos. Em 2050, Pew projetou que os números seriam alterados para uma população total de 11,1 milhões de pessoas, com 5,9 milhões de cristãos e 1,3 milhões de muçulmanos.

Os pesquisadores disseram que o crescimento projetado rápido do número de muçulmanos foi devido a uma fertilidade mais elevada, as populações mais jovens e migração.

Guiame

Pastor quer evangelizar os assassinos de sua esposa: "Seria um golpe no inimigo"


Pastor Davey Blackburn e sua esposa Amanda, com o filho. (Foto: ABC 11)


"Imagine se esses três caras conhecem Jesus. Imagine a grande golpe que isto seria para o inimigo", disse o pastor Davey Blackburn, que teve sua esposa assassinada em novembro de 2015.

O pastor Davey Blackburn - marido de Amanda Blackburn, que morreu após ser baleada na cabeça em sua casa por intrusos, em novembro do ano passado - disse que já perdoou os assassinos e que também quer compartilhar sobre sua cristã fé com eles.

Em uma entrevista com o ex-pastor Perry Noble, Davey disse, falou sobre morte de sua esposa e que descobriu que "o perdão não é uma emoção".

"Eu nunca poderia simplesmente sentir que iria perdoá-los [os assassinos de Amanda]. Você nunca vai se sentir como se quisesse perdoar alguém que lhe fez algo que é irreparável... O que eu percebi é que o perdão é uma decisão e não apenas uma decisão de uma só vez. É uma decisão diária", disse.

"Todos os dias eu tenho que acordar ... e eu tenho que decidir perdoar. E eis o motivo pelo qual eu decidir perdoar: a amargura e a falta de perdão seriam um câncer que mais ninguém além de mim estaria desenvolvendo. Isso iria me corroer por dentro se eu o alimentasse".

Ele continuou: "No final do dia, o Senhor disse a 'vingança é minha' Deste lado da eternidade, quem sabe o que vai acontecer? Mas do outro lado da eternidade, Jesus vai restaurar e fazer com que todas as coisas ruins completamente se tornem inverdades. Assim Ele cuidará da vingança. Tudo o que tenho a fazer é confiar que Ele tem tudo isso sob controle.

"A cruz foi um verso por um momento: O vale da sombra da morte, onde todos os discípulos de Jesus poderiam ter se levantado e dito: 'Nós temos que começar a vingança, temos de ter a retribuição'. A ressurreição nos mostra que Deus é um 'vingador' muito melhor do que nós. E ele traz vida, não traz a morte".

Blackburn, que lidera a Igreja Resonate, em Indianapolis (EUA), acrescentou: "Eu sei que isso parece loucura, e eu honestamente não sei como vou fazê-lo fora da graça de Deus, mas eu realmente espero ter a oportunidade de compartilhar o evangelho com esses caras", acrescentou. "Imagine se esses três caras conhecem Jesus. Imagine a grande golpe que isto seria para o inimigo".

Amanda estava grávida de 12 semanas, quando foi baleada em 10 de novembro de 2015 e acabou morrendo no hospital. Três homens - Larry Taylor, Jalen Watson e Diono Gordon - estão sendo acusados pelo assassinato a esposa do pastor.

Guiame

Filhos muçulmanos se convertem após ver mãe ser morta por não negar Jesus


Seus dois filhos testemunharam o sofrimento de sua mãe e sua devoção inabalável a Jesus Cristo. (Foto: Open Doors)


Workitu era uma muçulmana que vivia na Etiópia, e se converteu ao cristianismo em agosto do ano passado. Sua decisão irritou seu marido que, juntamente com anciãos muçulmanos de sua comunidade, fez ameaças de morte à esposa.

Uma mulher foi assassinada por seu marido e fanáticos muçulmanos depois de ter se convertido ao cristianismo. Porém, sua morte não foi em vão.

Dois de seus filhos foram tocados pela devoção de sua mãe por Jesus Cristo, e decidiram seguir a mesma fé. Um dos irmãos trouxe também um amigo ao cristianismo, de acordo com um relatório da organização Portas Abertas.

Workitu era uma muçulmana que vivia na Etiópia, e se converteu ao cristianismo em agosto do ano passado. Sua decisão irritou seu marido que, juntamente com anciãos muçulmanos de sua comunidade, fez ameaças de morte à esposa.

No entanto, Workitu não se intimidou. Ela procurou o conselho de líderes da igreja, que indicaram que ela buscasse ajuda das autoridades locais. Ela enviou uma carta ao escritório de polícia local, no entanto, a equipe negou ter recebido a carta.

Em março, Workitu foi morta depois de ser gravemente ferida por seu marido e vizinhos. Seus dois filhos, Mustafa, de 20 anos e Kedir, de 17, testemunharam o sofrimento de sua mãe e sua devoção inabalável a Jesus Cristo.

A Etiópia é classificada como a 18ª nação que mais persegue cristãos no mundo, de acordo com classificação da Portas Abertas. "A Etiópia tem muitas tribos que não são favoráveis ao cristianismo e, em alguns lugares como Afar e regiões da Somália, as tribos estão interligadas com o Islã", disse a organização.

Guiame

“Não imaginava Nick casado ou com filhos”, diz pai de evangelista sem pernas e braços


Nick Vujicic é casado com Kanae e pai de Kiyoshi e Dejan Levi. (Foto: Reprodução)


Boris Vujicic não imaginava que Nick, um dia, usaria sua deficiência para motivar outras pessoas a superar desafios pessoais e dedicar suas vidas a Deus.

Ao ver a condição do filho, que nasceu sem pernas e braços devido a uma rara síndrome, Boris Vujicic não imaginava que um dia poderia ser sogro e avô. Hoje seu filho, Nick Vujicic, é casado, pai de dois garotos e um grande evangelista.

Boris foi entrevistado por seu próprio filho, Nick, para falar sobre seu novo livro, intitulado "Raising the Perfectly Imperfect Child” (“Erguendo a criança perfeitamente imperfeita", em tradução livre). Na ocasião, Boris relata que apesar das lutas na vida, as dores e dificuldades são temporárias.

"Nós podemos crescer, desenvolver, perseverar e superar os obstáculos surpreendentes em nossas vidas", disse ele ao filho.

Para Boris, foi uma verdadeira luta conseguir motivar Nick, que nasceu com a síndrome de Tetra-amelia — doença que impede o desenvolvimento de braços e pernas. Naquela época, ele não imaginava que Nick, um dia, usaria sua deficiência para motivar outras pessoas a superar desafios pessoais e dedicar suas vidas a Deus.

Um dos momentos de maior orgulho para Boris foi ver seu filho ministrando para milhares de jovens no Vietnã, em 2014. “Você se tornou um líder em alguns aspectos, uma pessoa internacionalmente influente. Deus tornou sua incapacidade em uma força poderosa para motivar não apenas as pessoas com deficiência, mas o mundo todo", disse ele à Nick, na época.

Outro momento marcante para Boris foi quando Nick se casou com sua esposa, Kanae, em 2012. Ele descreve a cerimônia de casamento como um "momento emocionante para todos nós, como família."

Além disso, o "coroamento de tudo foi quando Kiyoshi nasceu". Depois de Kiyoshi, o casal teve ainda outro menino, Dejan Levi, que nasceu em agosto do ano passado.

Guiame

Vítima de câncer na medula óssea vive milagre: "Foi o poder da oração que me curou"


Durante os "10 Dias de Oração", Maria começou a melhorar. (Foto: ASN).



A profissional da beleza não ficou sozinha durante seu tratamento. Com o mesmo nome e profissão, além de amigas há 23 anos, Maria do Amparo permaneceu ao seu lado todos os dias.

Há dois anos, a cabeleireira Maria José lutava contra um câncer na medula óssea que a desestruturou completamente. “Tenho certeza que foi o poder da oração que me curou”, disse ela para o site da Igreja Adventista. “De repente, vi minha vida virar de ponta cabeça com a notícia do câncer. Foi então que pedi a Deus forças para superar e vencer. Sabia que sozinha jamais conseguiria sobreviver”, revelou.

A profissional da beleza não ficou sozinha durante seu tratamento. Com o mesmo nome e profissão, além de amigas há 23 anos, Maria do Amparo permaneceu ao seu lado todos os dias. “Ela é a irmã que pedi a Deus. Quando soube da doença, clamei a Deus pela cura. Não podia aceitar que ela morresse”, pontuou. Maria do Amparo juntou-se ao marido e ambos começaram a orar pela recuperação da amiga.

Foi então que Maria iniciou a quimioterapia e nesse período ela ficava cada vez mais debilitada. Em janeiro deste ano, a doença piorou e ela viu sua vida por um fio. O câncer na medula afetou profundamente suas plaquetas (células do sangue presentes no processo de coagulação sanguínea).

Para se ter uma noção da gravidade, para que ela permanecesse viva, precisava ter 40 mil em seu corpo, mas não passavam de 3 mil. Várias infusões foram feitas, mas nenhuma com resultado positivo. Os médicos afirmaram que em poucos dias Maria poderia morrer devido a hemorragias ou falência de órgãos.

A oração tem poder

Maria contou que neste momento estava desistindo de lutar pela sua vida. “Entreguei-me a Deus. Já estava preparada para partir, pois não aguentava mais aquele sofrimento.” Foi então que sua amiga, Maria do Amparo, decidiu convidar todas as pessoas da igreja adventista onde frequenta, em Jundiaí, para orar por Maria no programa “Unidos em Oração: 10 Dias de Oração e 10 horas de Jejum”.

“Eu, meu marido e toda a igreja oramos por Maria, a fim de que ela saísse do hospital e voltasse para casa. Principalmente, para que Deus a ajudasse a recuperar suas plaquetas”, comentou. A partir da iniciativa de sua amiga, Maria começou a experimentar um milagre.

A paciente foi liberada pelos médicos, que acreditavam não poder fazer mais nada por ela. No entanto, em sua casa, ela começou a se recuperar. Durante os 10 Dias de Oração, Maria começou a melhorar. Sua plaquetas que estavam bem baixas, subiram completamente e ela voltou a se movimentar e a ter mais disposição.

Voltou a trabalhar logo no final da semana, contrariando as perspectivas médicas. De volta ao hospital, a cabeleireira conta que os médicos ficaram surpresos com sua recuperação. Eles a olharam e disseram que sua cura é um verdadeiro milagre.

De acordo com Maria, “Deus nunca desistiu de mim, nem a minha amiga, Maria do Amparo.” Ela acredita que sua recuperação repentina é resultado da oração da amiga e de toda a igreja.

Guiame

Joyce Meyer comenta abusos na infância: "Meu pai me estuprou umas 200 vezes"


Joyce Meyer é escritora e palestrante. (Foto: Crossroads)


A escritora explicou que decidiu falar tão abertamente sobre o seu passado para encorajar pessoas que estejam passando por dificuldades e mostrar como Deus restaurou sua vida.

A renomada autora e palestrante cristã, Joyce Meyer revelou mais detalhes sobre os abusos sexuais que ela sofreu nas mãos de seu próprio pai desde a infância, compartilhando que ela foi estuprada pelo menos 200 vezes.

Em uma entrevista postada em seu site oficial, na última segunda-feira (25), Meyer admitiu que algumas das coisas que seu pai fez são muito pesadas para revelar ao público, mas disse que ela está compartilhando seu testemunho, com o objetivo de inspirar outras pessoas e dar-lhes a esperança de que a recuperação e a cura através são possíveis pelas mãos de Deus.

Embora Meyer tenha falado outras vezes sobre os abusos sexuais que ela sofreu quando criança, nesta entrevista mais recente, ela disse que usar o termo "abuso sexual" já não era mais suficiente e a verdade é que o seu pai a estuprou.

"Ele não me forçou fisicamente, mas através de mentiras, manipulação, implantação do medo e ameaças, eu ainda fui forçada", disse ela. "Meu pai me estuprou, inúmeras vezes, pelo menos 200 vezes".

Em um sermão, a escritora cristã detalhou as numerosas ocasiões e táticas que seu pai usara, durante sua infância para abusar dela - como quando sua mãe a ia às compras - ou quando ele a levava para a natação.

"Não havia nenhum lugar que eu sempre me sentisse segura, enquanto estava crescendo", disse ela.

Meyer revelou que seu pai também chegou a abusar de outras meninas.

"Ele queria que eu trouxesse meninas da escola para casa, para que ele pudesse abusar deles", disse ela.

Ela também revelou que seu pai abusou sexualmente da filha de um vizinho da família na época.

"Eu estava com vergonha dos meus pais", Meyer revelou, notando seu constrangimento como criança, devido ao que ela sofreu e pelo o que seu pai chegou a fazer também com outras meninas.

"O abuso sexual é tão vergonhoso que ninguém fala sobre isso. Ninguém sabe como falar sobre isso", Meyer afirmou, acrescentando que ela estava com muito medo de contar a alguém sobre a forma como ela foi maltratada durante sua infância.

A escritora também lembrou que ela vivia em uma "atmosfera controlada", onde seu pai a impedia de fazer qualquer atividades após a escola, inclusive receber um vestido ou um anel de formatura.

"Mesmo em bons dias, a atmosfera na qual vivíamos era super carregada com medo, porque eu nunca sabia o que poderia acontecer", acrescentou.

Além disso, ela foi forçada a fingir que era alguém que de fato ela não era, enquanto seu pai lhe dava materiais pornográficos para olhar, e perguntar-lhe como ela se sentia com aquilo.

"Para mim, ter que fingir que eu gostava de algo que eu desprezava, eu acho que foi uma das coisas mais prejudiciais", disse ela.

Restauração
Meyer compartilhou que parte da razão pela qual ela está falando tão abertamente sobre isso agora em seu testemunho é porque ela se sente grata pela libertação e restauração que Deus operou em sua vida, permitindo que ela não finja mais que "nada aconteceu".

"Literalmente, o que ele fez foi me estuprar, a cada semana, pelo menos uma vez por semana. Até eu completar 18 anos, meu pai, em quem eu deveria confiar, que deveria me manter segura, me estuprou pelo menos de 200 vezes", disse ela.

Apesar de tanto sofirmento, Meyer disse que ama sua vida agora, observando que ela tem quatro filhos crescidos com o marido, Dave, incluindo 10 netos.

"Como isso pode ter acontecido comigo, e eu estando aqui hoje, se Deus não estiver agindo?", ela perguntou à platéia.

"Eu quero que as pessoas saibam como Deus é bom, e que sua luta vale a pena, a jornada vale a pena. Não desista", disse encorajando seus ouvintes.


Guiame

Tá tranquilo. Tá favorável. Tá mesmo?


MC Bin Laden é autor do sucesso "Tá Tranquilo, Tá Favorável". (Foto: Correio 24 Horas)


Não quero entrar no mérito se a música é boa ou ruim, cada um com seu gosto e cada um respeitando o outro e o outro o um. Mas que intriga num tempo nada favorável e nada tranquilo como o atual ver o enorme sucesso da dita música, intriga.

Os tempos são comprovadamente intranquilos e desfavoráveis. Mas a música do Mc Bin Laden, até o momento em que estava escrevendo este texto já contabilizava no youtube mais de 31 milhões de visualizações no clipe oficial, resultado esse que deixa tudo bem tranquilo e favorável. Principalmente para o artista, é claro.

Não quero entrar no mérito se a música é boa ou ruim, cada um com seu gosto e cada um respeitando o outro e o outro o um. Mas que intriga num tempo nada favorável e nada tranquilo como o atual ver o enorme sucesso da dita música, intriga.

Tenho tido o privilegio de me relacionar com gente que se encaixa em categorias desde muito pobre até muito rica. Nessa escala, não vejo tranquilidade em praticamente ninguém. Todos estão assustados, apreensivos, depressivos. Todos gostariam de respostas, mas ninguém as tem. É como pergunta o compositor João Sergio na música “O amanhã”, cantada por Simone: “Como será amanhã? Responda quem puder o que irá me acontecer?”

Na poesia de João Sergio, aparecem muitos que se oferecem para responder: cigana, bola de cristal, jogo de búzios, cartomante, mensagem zodiacal, realejo, o desfolhar de pétalas em bem-me-quer ou mal-me-quer. E as perguntas sobre o amanhã seguem sem respostas até surgir a única resposta coerente: “O meu destino será como Deus quiser.”

É isso. Sobre o amanhã nada sabemos, apenas Deus sabe o que virá. O hoje, no entanto, segue desfavorável e bem intranquilo. Como disse, na escala de amigos que tenho, alguns estão sofrendo por milhões e outros por centenas de poucos reais, cada um sofrendo proporcionalmente a sua condição social. O detalhe que me chama a atenção é que a angústia, a incerteza, o medo, as ameaças a saúde, o pavor, a sensação de impotência, enfim, todos esses sentimentos são iguais para todos.

Voltemos a pergunta, por que o tá tranquilo, tá favorável, do Mc Bin Laden faz tanto sucesso? Encontro a resposta em nossa teimosia brasileira e em nossa fé racional. Trabalhamos, ralamos, estudamos, encaramos sol e chuva, levantamos de tombos, suportamos afrontas, engolimos humilhações e, a cada dia, encontramos forças para sofrer tudo isso novamente, simplesmente porque acreditamos que conquistaremos um tempo verdadeiramente tranquilo, absolutamente favorável. Um tempo que a fé chama de kairós de Deus, quando as coisas somente acontecem nos prazos e datas da agenda do céu.

No mais, não permita que qualquer intranquilidade ou coisas e pessoas desfavoráveis matem sua vontade de viver, ainda que nessa fase da sua vida tudo esteja negativo e sem perspectiva, em Cristo, chegará o dia no qual tudo finalmente ficará tranquilo e favorável.
Paz!

Guiame

Bono Vox e Eugene Peterson lançam filme sobre o livro de Salmos


Bono Vox (à esquerda) e Eugene Peterson (à direita) posam para foto durante filmagens do novo projeto. (Foto: Divulgação)

A produção tem lançamento online previsto para esta terça-feira, 26 de abril, e irá expor diálogos do vocalista do U2 e do renomado escritor sobre como o livro de Salmos os têm influenciado em seus escritos / composições.

O popular cantor e vocalista da banda U2, Bono Vox fez uma parceria com o renomado escritor e pastor Eugene Peterson, para lançar um filme / documentário sobre o livro de Salmos.

A produção tem lançamento previsto para esta terça-feira, 26 de abril, estando disponível online. O documentário trará Bono e Peterson, compartilharando um vínculo que encontraram sobre o livro dos Salmos nos últimos 15 anos.

O projeto foi filmado no estado de Montana (EUA), onde Peterson nasceu e mostra um diálogo dos autores sobre os 150 salmos da Bíblia.

Peterson é conhecido por ter lançado popular conhecida paráfrase da Bíblia, "A Mensagem" - que se propõe ser uma versão popular e moderna das Escrituras. No entanto, foi o seu livro "Correndo com os Cavalos" que chamou a atenção de Bono Vox, e levou o músico a comentar a obra em um blog. A partir desse momento, os dois começaram a trocar correspondências e manter conversas prolongadas.

O filme de 20 minutos analisa a forma como o livro dos Salmos tem sido uma base para a amizade de longa data entre Bono e Peterson, bem como a forma como o livro bíblico influenciam as composições de Bono Vox para sua música no U2.

Clique no vídeo abaixo para conferir o teaser do filme:




Guiame

"Minha teologia passou por uma peneira", diz Darlene Zschech após vitória contra o câncer


Darlene Zschech é líder de louvor e esteve à frente do Ministério Hillsong Music durante anos. (Foto: Christian Today)


"Eu tive que me debruçar sobre toda Escritura que conhecia como verdade sobre a providência de Deus e entender que não era desejo de Deus que eu ou minha família estivéssemos sofrendo", disse a líder de louvor.

Das dificuldades, batalhas e incertezas da vida, sem dúvidas, a luta contra o câncer - de qualquer tipo - pode ser listada como um bom exemplo de provação. Recentemente, a líder de louvor e compositora Darlene Zschech compartilhou mais de seu testemunho sobre a vitória contra a enfermidade e afirmou que é essencial manter o pensamento e a fé firmes em Deus.

Segundo seu relato, quando ela foi diagnosticada com câncer de mama em 11 de Dezembro de 2013, foi exatamente isso o que Darlene decidiu fazer: confiar em Deus. Com isso, a ex-líder do Ministério de Louvor Hillsong sentiu-se "protegida", em meio a toda a sua dor.

"O câncer de mama marcou um novo nível de sofrimento profundo. Minha teologia passou por uma peneira. Eu tive que me debruçar sobre toda Escritura que conhecia como verdade sobre a providência de Deus e entender que não era desejo de Deus que eu ou minha família estivéssemos sofrendo. Ver seus filhos na dor, dói nEle também", escreveu ela em um artigo para o site Charisma News.

"Confiar plenamente em Deus durante os tempos de imensa dor é um dos grandes presentes de uma provação. Você encontra o belo Espírito Santo lá, não importa o quão quebrado, o quão decepcionado você esteja ou o quão desesperada você se sinta".

Zschech celebra sua vitória contra o câncer, mas também afirma que seu coração ainda dói pelas pessoas de todo o mundo que estão enfrentando a perseguição, enfermidades e a pobreza. Ela espera que todas essas pessoas consigam olhar para o Redentor "para que sejam guiados e sintam o amor de Deus", como ela sentiu.

Autora do best-seller "A Adoração Muda Tudo: Experimente a Presença de Deus em Cada Momento da Vida", Darlene acrescenta que há pessoas más neste mundo que vão fazer de tudo para diminuir o valor e o potencial dos cristãos, buscando nada mais do que ver os filhos de Deus vivem com medo, intimidados e oprimidos.

"Por isso é fundamental lembrar-se da obra completa da cruz, quando o mal tenta pressionar de todos os lados", explica ela. "Seja qual for a situação em que se encontra, saiba disso: Deus está presente. Adore-O, reconhecendo Sua grandeza, mesmo em momentos de grande dor, e você vai descobrir que Sua graça e poder são suficientes".

Guiame


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(756) Cristãos (514) Cristãos Perseguidos (514) Bíblia (480) Intolerância Religiosa (356) Israel (330) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (180) Homosexualismo (177) catolicismo (151) homofobia (146) Rede Record (143) Irã (138) escatologia (132) Missões (130) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (122) pecado (117) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (104) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (89) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (70) Perdão (66) pastores (64) Morte (63) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (52) adoração (48) heresia (47) Drogas (42) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) campina grande (39) Thalles Roberto (38) Apostasia (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) carnaval (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Oriente Médio (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Promessa (15) Pornografia (14) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil