Após 5 meses de luta contra o câncer, Ken humano morre de pneumonia

Modelo lutava contra leucemia linfóide aguda e teve piora no quadro clínico. Morte foi confirmada pelo Hospital de Clínicas da UFU nesta quinta-feira.

O modelo Celso Santebañes, o Ken humano, morreu nesta quinta-feira (4), em Uberlândia, devido a complicações relacionadas ao tratamento contra leucemia. 

Ele estava internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) desde o dia 26 de maio para sessões de quimioterapia. Contudo, o estado de saúde piorou nesta quarta-feira (3) depois de uma pneumonia bacteriana.

O rapaz estava sedado e respirando com ajuda de aparelhos. Conforme a nota do hospital, a causa da morte foi o agravamento do quadro clínico. Veja a nota na íntegra:

"É com pesar que o Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia informa que o paciente Celso Santebañes, portador de Leucemia Linfóide Aguda Philadelphia positivo, faleceu às 16h30 do dia 4 de junho de 2015 em decorrência de agravamento do quadro clinico pela pneumonia na fase de imunossupressão da quimioterapia."

O rapaz, que é natural de Araxá, no interior de Minas, descobriu a leucemia em janeiro e desde então deu início a luta pela vida. Ele esteve internado durante três meses e chegou a ficar em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por um mês, respirando por meio de traqueostomiadevido a uma pneumonia.

Quando saiu do hospital, no início de abril, ele contou ao G1 que estava disposto a contar toda a trajetória contra o câncer em uma biografia, para dividir a vida dele com os fãs. "Não tenho previsão para lançamento e nem tenho ideia de quantas páginas minha obra terá. Tenho muita história para contar. Também vou usar depoimentos de pessoas que viveram isso comigo", declarou no dia 23 de maio.

Ken humano na mídia
Santebañes ficou conhecido na mídia depois de fazer várias cirurgias para se assemelhar ao boneco Ken. Ele tinha 21 anos de idade e um dos projetos importantes da carreira do jovem era lançar o boneco dele, o Celso Dolls. 

O lançamento estava previsto para janeiro deste ano, mas foi adiado para que o modelo pudesse tratar o câncer recém descoberto.

Nas últimas semanas, o jovem ganhou destaque novamente nas mídias depois de se desentender com o modelo Maurício Galdi, que também trabalha como Ken humano. O atrito começou depois que Maurício publicou uma foto no Instagram com uma placa que o intitulava como boneco. 

Então, Celso comentou o post acusando o modelo de querer tomar o título dele e se aproveitar da situação debilitada do jovem. Contudo, após alguns dias, eles se conheceram pessoalmente em um programa de humor e fizeram as pazes.

Em março, o G1 falou com a modelo queassumiu o namoro com Celso Santebãnes. Jennifer Pamplona, estilista que ficou conhecida por ter criado o vestido usado por Andressa Urach no Miss Bumbum Brasil 2014, contou que estava apaixonada e torcendo para a cura do companheiro.

Após a divulgação na mídia, comentários surgiram sobre a masculinidade de Celso Santebãnes. “Primeiro as pessoas têm que ter consideração. Sempre fui muito educada, mas se escutar comentários maldosos a respeito do meu namorado não vou me poupar em ser grosseira. Respeito é o mínimo que uma pessoa pode oferecer a outra”, ressaltou.

Internação
Santebañes descobriu o câncer quando foi tratar infecções causadas por aplicações de hidrogelem procedimento feito há quase quatro anos. Ele foi hospitalizado inicialmente em Araxá e transferido para Patos de Minas, onde foi confirmada a leucemia. Do Alto Paranaíba, ele seguiu para Uberlândia para dar início ao tratamento.

Em uma das entrevistas concedidas ao G1, o modelo contou que, na família existiram outros casos de pessoas com câncer e que achava que o dele poderia ser genético. "A doença já existia, mas eu não sabia. 

E devido às infecções, minha imunidade ficou mais baixa e os exames detectaram. A infecção com o hidrogel não tem nada a ver com a leucemia. É que descobrimos de uma vez só", explicou o modelo na época.

Versão humana do boneco 'Ken'

O sucesso foi algo repentino e recente na vida do mineiro Santebañes. Ele saiu do interior para tentar a sorte na 'cidade grande' e, no início do ano passado passou a se comportar como um boneco, virando o Ken humano brasileiro. Tudo começou após amigos dizerem que ele se parecia com o companheiro da Barbie e os comentários renderam quatro cirurgias plásticas, maquiagens e a mudança no porte do modelo.

Em maio de 2014 o G1 contou a história de Santebañes e a trajetória até chegar à fama. Na ocasião, ele disse que agir como um boneco fazia ele parecer uma pessoa fútil perante alguns. “Como sou conhecido como o Ken humano, muitos pensam que eu sou fútil. 

Mas isso não condiz, pois sou uma pessoa culta, gosto de ler e estou me formando em uma das principais escolas de teatro do Brasil. Eu ganhei este título e eu não esperava isso, mas eu procuro ser mais perfeito por dentro do que por fora”, declarou na reportagem.

Na época ele também garantiu que não gostava de passar despercebido. “Saí da minha cidade com o intuito de estudar teatro e ser ator. Eu gosto de agregar às pessoas com algo relacionado à minha imagem. E eu sai da minha cidade sem pensar muito, era pra ser temporário e acabei ficando em São Paulo”, disse.

G1

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...