EI tem mais de dois mil blindados das forças iraquianas

Ataque de extremistas na província de Anbar mata pelo menos 45 soldados
— O Estado Islâmico (EI) capturou 2.300 veículos blindados das forças iraquianas durante a tomada de Mossul, na província de Ninawa, revelou o primeiro-ministro Haidar al-Abadi no domingo, em entrevista à TV estatal do Iraque.

Trata-se de uma grande perda que impulsionou a capacidade do grupo extremista. Em um ataque nesta segunda-feira, mais de 45 soldados foram mortos na província de Anbar.

— No colapso de Mossul, perdemos um monte de armas. Perdemos 2.300 Humvees — precisou al-Abadi.

Os confrontos começaram em Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, na noite de 9 de junho de 2014, com as forças iraquianas perdendo o controle da localidade no dia seguinte. A tomada de Mossul marcou o início de uma ofensiva extremista que varreria grande parte do país.

No ano passado, o Departamento de Estado americano aprovou uma venda para o Iraque de mil Humvees, o que foi orçado em 579 milhões de dólares.

Os militantes apreenderam armas, munições e outros equipamentos quando várias divisões iraquianas fugiram de seus postos no Norte do país.

Os ataques intensificaram-se nesta segunda-feira, com uma investida do EI contra uma delegacia de polícia na área de Tharthar, no norte da capital provincial, Ramadi. 

Homens-bomba utilizaram explosivos e três veículos, causando uma grande explosão secundária em um depósito de munição, disseram as autoridades. Outros 40 membros das forças de segurança ficaram feridos no ataque.

O ataque se assemelha a uma ação coordenada, como aconteceu em Ramadi, no mês passado, que permitiu que os militantes capturassem a cidade. Vários oficiais de alta patente estão entre os mortos, de acordo com uma fonte.

Anbar tem sido palco de violentos combates entre as forças pró-governo e militantes do EI nas últimas semanas.

OGlobo/Agências Internacionais

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...