Desaparecimento de 'Madie' pode ter chegado ao fim

Polícia investiga se corpo na Austrália é de Madeleine
Policiais que investigam o desaparecimento da britânica Madeleine McCann contataram autoridades na Austrália após a descoberta de restos mortais de uma menina dentro de uma mala, informou a Scotland Yard, a polícia britânica.

Os restos mortais da menina, com idade estimada entre dois e quatro anos, foram encontrados próximo a uma rodovia perto da cidade de Adelaide no início deste mês. A Scotland Yard informou estar "ciente dos desdobramentos" e confirmou ter feito contato com autoridades.

O Comissário de Polícia australiano, Grant Stevens, afirmou que "não havia prova" de que o corpo era o de Madeleine. Madeleine McCann tinha três anos quando desapareceu do apartamento de férias da família na Praia da Luz, na região do Algarve, em Portugal, em maio de 2007.

Informações da polícia australiana apontam que o corpo em decomposição é de uma menina ─ com cabelo claro ─ que pode ter sido morta em 2007.

Os restos mortais foram descobertos dentro de uma mala perto de uma rodovia remota em Wynarka, no sul da Austrália, no início deste mês, informou a polícia.

'Especulação pura' 
As autoridades australianas não conseguiram até agora identificar a menina. No entanto, Stevens afirmou a uma comissão parlamentar que "não havia qualquer evidência neste momento que a criança era Madeleine McCann."

"Sugerir algo deste tipo neste momento seria especulação pura".

"Estamos focando as nossas investigações no sul da Austrália, mas estamos considerando qualquer criança desaparecida em potencial". "Até tivermos certeza da identidade da criança, precisamos estar abertos a todas as possibilidades".

No ano passado, detetives de Londres viajaram ao Algarve para colaborar com as buscas submarinas perto de um resort onde Madeleine desapareceu. Não houve descobertas.

Até agora, a polícia portuguesa já questionou 11 pessoas como parte da investigação.

Uma nova tentativa de encontrar Madeleine ─ batizada de 'Operação Grange' ─ foi instaurada em 2011 depois que o premiê britânico, David Cameron, solicitou à polícia que "agregasse conhecimento" à investigação após um pedido de Kate e Gerry McCann, os pais de Madeleine.

terra

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...