Deus irá julgar os Estados Unidos como Sodoma e Gomorra, alerta evangelista


Ken Ham é cientista adepto do Criacionismo e evangelista. (Imagem: Youtube)



O cientista cristão e evangelista Ken Ham alertou que a nação será julgada por Deus se continuar a "celebrar o pecado e desprezar Seus mandamentos".
O cientista cristão e evangelista Ken Ham advertiu que Deus julgará os Estados Unidos, assim como Ele julgou Sodoma e Gomorra, se o país continuar a "celebrar o pecado e desprezar Seus mandamentos".

Presidente da organização científica criacionista 'Answers in Genesis' ('Respostas no Gênesis') e do 'Museu da Criação', Ken compartilhou suas declarações em resposta a uma matéria recente da 'Fox News', detalhando como dezenas de milhares de defensores dos direitos LGBT marcharam no último domingo, nos EUA para expressar contra o governo do presidente Donald Trump.

"É realmente uma marcha de fanáticos, celebrando o pecado e a rebelião contra Deus e Sua Palavra", escreveu Ham em uma publicação no Facebook. "Foi uma marcha para impor seus pontos de vista sobre os outros e demonstrar sua intolerância com aqueles que não concordam com eles".

Ham disse que o abismo entre o que é cristão e o que não é está se ampliando nos Estados Unidos e0 é o abismo entre a Palavra de Deus e a palavra do homem, que está se ampliando.

"Realmente, é uma celebração do pecado e desafia a Palavra de Deus. Mesmo Ele sendo um Deus de graça, também julgou Sodoma e Gomorra", advertiu.

Os ativistas LGBT que participaram da marcha protestaram devido ao fato de que Trump designou "inimigos dos direitos LGBT" para seu gabinete - incluindo o vice-presidente Mike Pence, o procurador-geral Jeff Sessions e o secretário de Saúde e Serviços Humanos, Tom Price. Eles também criticaram a decisão da Casa Branca de reverter a orientação federal, que aconselhava os distritos escolares a permitirem que os estudantes transgêneros usassem os banheiros e os vestiários, de acordo com suas "identidades de gênero".

A presidente da ONG LGBT, Sarah Kate Ellis criticou o presidente Trump por recusar-se a emitir uma proclamação em homenagem ao "Mês do Orgulho [Gay]", abandonando a tradição estabelecida pelo ex-presidente Obama.

"Se você olhar para a priorização, estamos muito abaixo do esperado", disse ela. "Há absolutamente um aspecto de resistência contra esta marcha".

Em uma publicação separada do Facebook, Ham advertiu que deixar de considerar a homossexualidade e a identidade transgênero como pecados é o mesmo que rejeitar a Bíblia.

"Devemos amar aqueles que discordam, mas não mudamos a Palavra de Deus para se adequar ao estilo de vida LGBT", escreveu ele. "A cultura muda, mas a Palavra de Deus não. Deus criou homens e mulheres e Deus criou o casamento. O comportamento homossexual é pecado".

Em uma entrevista de fevereiro ao Gospel Herald, Ham advertiu que tais ataques contra valores cristãos provavelmente não devem terminar tão cedo.

"Nós vemos um crescente ataque ao cristianismo", disse ele. "Nós vemos a crescente secularização do nosso mundo ocidental. Não é apenas uma crescente rejeição ao cristianismo, é uma intolerância crescente ao cristianismo. Em última análise, é realmente uma batalha entre religiões. Se você for para o Gênesis 3, Deus disse ao homem: 'Não coma do fruto da árvore', mas o diabo disse:'Você pode ser igual a Deus'. Isso realmente começou uma batalha e é a mesma batalha que temos hoje. É uma batalha entre a palavra de Deus e a palavra do homem".

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...