A minha missão e a transposição do Rio São Francisco

O sonho de todo nordestino está aos poucos se cumprindo, o que era uma utopia virou fato, virou realidade. Neste ultimo dia 15 as águas do Velho Chico começaram a correr no sertão Pernambucano, embora essa primeira fase seja de testes e estes testes apresentaram alguns problemas, em poucos dias a imagem daquela terra árida e seca será mudada, muitos verão a diferença que a água faz. Eu como nordestino estou ansioso para que toda essa obra de fato seja concluída e milhares de pessoas sejam alcançadas.

Este sonho de levar água ao sertão nordestino é muito antigo
A idéia da transposição, entretanto, não surgiu nesse período. Segundo estudiosos, podem-se destacar períodos históricos onde a transposição foi idealizada e sugerida e nada ou quase nada foi realizado. Em 1847, foi apresentada pelo engenheiro cearense Marcos de Macedo ao Imperador Dom Pedro II como solução para os problemas da seca que atingia o Nordeste, mas nada foi feito.
O Barão de Capanema (1856) e o engenheiro Tristão Franklin Alencar (1886) indicaram a abertura de um canal ligando o rio São Francisco ao Rio Jaguaribe, mas os projetos foram arquivados. O mesmo ocorreu no início do período republicano (1889 e 1919), nos governos de Getúlio Vargas (1930-1945, 1951-1954), do General João Baptista de Oliveira Figueiredo (1981), de Itamar Franco (1992-1995) e no de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). Os motivos eram diversos, mas pesaram fatores como falta de recursos, dificuldades técnicas, vontade política, além da resistência de parte da sociedade.
A diferença que as águas desta transposição fará no sertão nordestino será algo tremendo...
Que maravilha! Agora a terra árida, será impactada por essas águas. Lugares onde haviam mortes, serão transformados em celeiros vivos, darão frutos, gerarão recursos à população nordestina. Eu tive o privilégio de viajar margeando o São Francisco nos estados de Pernambuco e Bahia, e vi que cerca de dois quilômetros são de terras irrigadas tanto do lado da Bahia como em Pernambuco, vi também toda a diferença da parte que recebe a água da parte que ainda não chegou a irrigação. Devido essa irrigação desde a década de 80, frutas são exportadas para vários países da América do Sul e para a Europa. Que diferença faz a água, pena que ela não receba de nós o real valor que ela merece! “Só quem sabe a falta que a água faz é quem já viveu nesses lugares”.
Qual a nossa missão e que relação tem os discípulos de Cristo com a transposição de águas?
Mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Ao contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna". João 4:14
Certa ocasião Jesus passando por Samaria já cansado de sua viagem, assentou-se a beira do poço, provavelmente com sede, como o escritor João nos relata, e então se aproxima, também do poço de Jacó uma mulher, que vinha em busca de água. Eu acho lindo esse momento e até chamo de “Encontro das águas”. Água da vida versos água perecível.
Jesus então aproveita a oportunidade para matar a Sede espiritual daquela mulher que estava vivendo momento de morte e sequidão. Que diferença fez a “água da vida” na vida da mulher Samaritana. Logo essa mulher se transforma em um canal de benção, ela imediatamente faz a transposição de água viva para sua cidade.
“Então, deixando o seu cântaro, a mulher voltou à cidade e disse ao povo: Venham ver um homem que me disse tudo o que tenho feito. Será que ele não é o Cristo?" João 4:28-29

Transposição da “água da vida” chegando à Samaria

Aquela mulher Samaritana literalmente leva “água da vida” para sua cidade, e o texto mostra claramente o resultado final dessa transposição, vejamos: A cidade de Samaria foi impactada por uma água diferente, uma água que não é perecível, uma água que gera vida eterna. 

A bíblia não relata a quantidade exata de pessoas que experimentaram dessa água viva, mas creio que centenas de pessoas foram impactadas pela fonte que jorrava daquela mulher. “E, por causa da sua palavra, muitos outros creram”. João 4: 41

“Muitos samaritanos, daquela cidade creram nele por causa do seguinte testemunho dado pela mulher: Ele me disse tudo o que tenho feito". João 4:39
Para que serve um canal de transposição se o objetivo não é levar água para os sedentos?
Quando bebemos da água da vida que é Jesus, logo somos transformados em canais de benção para alcançar outros que estão em terra árida, terra de morte para que também recebam da água que bebemos. Mas muitos discípulos não entendem sua missão. Querem ficar entulhados em suas igrejas e não saem para levar dessa água aos lugares mais áridos espirituais. Pergunto mais uma vez: Para que serve água na água? Logo a água será útil se a mesma gerar vida e frutos.
Jesus é a água que mata a sede humana, Jesus transforma o que estava morto em vida, Jesus faz toda diferença na vida daquele que O bebe, O recebe.

A água não faz nenhuma diferença no alagamento, mas quando essa água passa por lugares secos aí sim se gera vida, acontece transformação. Lembre-se você é essa transposição e Jesus vai te levar para lugares que talvez você não gostaria de estar, mas lembre-se é lá que é sua missão... Não se esqueça disso: você é um canal.

“Ora, no seu último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva.” João 7:37-38

Faça sua parte, se disponibilize a matar a sede espiritual desses sedentos.


Deus abençoe ricamente

Pb Josiel Dias

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...