"Vamos infernizar essa bancada evangélica?", propõe Gregório Duvivier nas mídias sociais



Na última terça-feira (18), o ator, humorista e colunista Gregório Duvivier declarou 'guerra' mais uma vez contra a bancada evangélica - especificamente a que atua no Rio Estado do Rio de Janeiro. 

O protesto do carioca é contra o Projeto de Lei 540/2015, que visa criminalizar "manifestações públicas, sociais, culturais e/ou de gênero que façam uso da satirização, ridicularização e /ou toda e qualquer outra forma de menosprezar ou vilipendiar dogmas e crenças de toda e qualquer religião". 
O projeto é de autoria do deputado estadual Fábio Silva (PMDB - RJ).

Em uma postagem feita em seu perfil oficial do Twitter, o ator propõe que a bancada evangélica do RJ seja "infernizada" por apoiar a proposta.

"O Rio não pode virar uma ditarura crente [...] Vamos infernizar essa bancada evangélica carioca?", disse o ator.

A postagem que também recomendava o link de um texto escrito pelo ator, foi reproduzida pelo deputado federal e ex-BBB, Jean Wyllys (PSOL - RJ).

Justificativa
Segundo o deputado, o Projeto de Lei se justifica por recentes fatos, nos quais elementos religiosos foram usados em manifestações, como por exemplo, a recente performance de um transexual que se colocou seminua em uma cruz, durante a 19ª Parada do Orgulho LGBT.

"A 19ª Parada do Orgulho LGBT, realizada no dia 07 de junho em São Paulo chocou o país como um todo. Não só pela passeata em si, mas pelo desrespeito e intolerância religiosa que ficou evidente na infeliz encenação da crucificação de Jesus por um transsexual", disse parte do texto.]

Incômodo
Fato é que a nova proposta do deputado estadual carioca criminaliza uma prática comumente usada por Gregório em seus vídeos junto ao grupo "Porta dos Fundos".

A quantidade de vídeos nos quais religiões - principalmente o cristianismo - são satirizadas já é consideravelmente grande.

Caso o Projeto de Lei seja realmente aprovado, seguindo o processo legislativo, o ator seria um dos artistas sujeitos a processos criminais (se vier a desrespeitar a nova lei).

Segundo o site da Assembleia Legislativa do RJ, o projeto chegou à Comissão de Consituição e Justiça do Estado, mas foi "devolvido para a Ordem do Dia", na última segunda-feira (17).

guiame

2 comentários:

  1. Se algumas pessoas não respeitam dogmas e crenças, qual o problema de se criar uma lei pra isso??? Não vejo isso como repressão, mas sim uma forma de conter alguns absurdos que vemos nas ruas caracterizando sim, uma forma preconceituosa de desrespeito e intolerância ás opções de escolhas. Acho q deveriam aplicar esses esforços de "infernizar"em campanhas a favor da vida, a favor do respeito aos animais, a favor da ÉTICA, a favor do meio ambiente, a favor da educação e resgate de crianças abandonadas e vítimas de maus tratos, a favor da família...francamente...são inúmeras causas tão nobres e vcs aí preocupados com a religião dos outros...

    ResponderExcluir
  2. Se algumas pessoas não respeitam dogmas e crenças, qual o problema de se criar uma lei pra isso??? Não vejo isso como repressão, mas sim uma forma de conter alguns absurdos que vemos nas ruas caracterizando sim, uma forma preconceituosa de desrespeito e intolerância ás opções de escolhas. Acho q deveriam aplicar esses esforços de "infernizar"em campanhas a favor da vida, a favor do respeito aos animais, a favor da ÉTICA, a favor do meio ambiente, a favor da educação e resgate de crianças abandonadas e vítimas de maus tratos, a favor da família...francamente...são inúmeras causas tão nobres e vcs aí preocupados com a religião dos outros...

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...