Ladrão se arrepende e pede perdão em bilhete

Motivo seria por ser ex-evangélico
A auxiliar de serviços gerais Eva da Silva Alves, de 36 anos, teve sua mochila roubada. Dentro estavam a carteira com cartões do banco e documentos, além de uma apostila e um caderno.

Para sua surpresa recebeu tudo de volta com um pedido de perdão. Em um bilhete, o homem escreveu: “Só roubei a senhora porque estava passando necessidade. Eu fui mandado embora do emprego. 

Quase chorei quando vi os pães na mochila e a foto dos seus filhos pequenos. Sei que não justifica meu erro, mas não tinha intenção em lhe machucar. Sou ex-evangélico, me perdoe por favor?”

A mensagem estava escrita na primeira página do caderno devolvido. Eva conta que foi assaltada na rua de sua casa, em Belo Horizonte, MG. “Ele me abordou, mostrou alguma coisa na cintura e disse ‘não corre, não grita e passa a grana’. Aí ele pegou a minha mochila e desceu a rua”, lembra.

Assustada e chorando muito, Eva correu para casa. Lamentava que dentro da mochila estava um trabalho escolar que precisava entregar para que pudesse fazer uma prova importante no curso supletivo que frequenta.

“Eu pedi a Deus para tocar no coração dele, pelo menos para devolver o trabalho, que eu precisava muito”, conta Eva. Ela registrou um boletim de ocorrência e no dia seguinte recebeu uma ligação inesperada.

A funcionária da creche próxima a sua casa ligou para ela, avisando que os pertences haviam sido deixados na unidade.

“Fiquei muito feliz. Ontem (nessa terça-feira) eu entreguei o trabalho. Sem ele não tinha como fazer a prova”, comemora Eva, que conseguiu fazer o exame.

A auxiliar de serviços gerais conta que, por ser cristã, já perdoou o ladrão arrependido. “Perdoei sim. Eu peço a Deus que ele arrume um serviço para que não faça isso com mais ninguém”. 

Com informações de Extra

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...