É justo o inferno? Pastor Megachurch Responde

Pastor Megachurch Responde perguntas comuns sobre o inferno: É justo?
Muitas pessoas acreditam que não, contanto que você faça muita maudade, enquanto na terra, você vai para o Céu. Mas o Pastor J.D. Greear da Igreja da Cúpula diz que isso não é verdade.

"Deus nos criou para o céu, mas a rebelião da raça humana, na qual todos nós estamos participando, nos destinou para o inferno", escreveu ele em um post nesta semana. "O inferno é um lugar eterno de tormento, e todos nós - não importa onde caímos nessa lista - somos merecedores de sua agonia

É um assunto que muitos pregadores optam por evitar, dada a extrema natureza do tópico. Kevin Halloran, que serve com Recursos de Liderança, acredita que igrejas tendem a enfatizar o amor de Deus a ponto de negligenciarem Sua santidade. Além disso, as igrejas parecem "temer o homem mais do que Deus" e tentar agradar as pessoas com o conteúdo de seus sermões.

De acordo com Pew Research Center, 58 por cento dos adultos EUA acreditam no inferno. Entre os cristãos, evangélicos (82 por cento) e historicamente negros (82 por cento) são mais propensos a acreditar no inferno do que mainline Protestantes são (60 por cento).

Relatou Greear: "Eu também não gostava de falar sobre Inferno". Durante um sermão em dezembro, preguei sobre o livro de Apocalipse e queria parar o sermão depois de descrever o Céu, mas eu sabia que não podia parar por aí.

"Nós o ignoramos (Inferno) para o nosso perigo", disse ele à sua congregação, que se reúne em vários campi em toda a Carolina do Norte.

O inferno é descrito na Bíblia como um lugar de fogo, ardente enxofre e morte eterna. Se essas imagens são metafóricas ou não, Greear apontou que "tudo o que eles estão apontando para é indescritivelmente terrível."

O pastor Batista do Sul, de 43 anos, respondeu algumas perguntas comuns sobre o Inferno.

Como é justo ser enviado para o inferno por uma eternidade por apenas 70 anos de pecado?

Greear respondeu isso: "O pecado ganha a sua maldade por aquele contra quem cometeu. Se você socasse numa parede até fazer um buraco , você tem que pagar pela parede, Se você der um soco em um cachorro, seria pior do que a parede. Se você der um soco em uma mulher perto de você, não ficará impune. Se você se aproximar da Rainha da Inglaterra com os punhos levantados, algo pior do que a prisão pode acontecer com você. O pecado contra um Deus infinitamente santo é infinitamente perverso.

Por que Deus não permite que os pecadores entrem no Céu?

Citando Apocalipse 22:11, Greear disse: "As pessoas na eternidade não mudam, as pessoas no Inferno não se arrependem ... Eles continuam sendo os malfeitores, eles permanecem incrédulos".

"O inferno é uma porta trancada por dentro, sim, eles odeiam o tormento, mas odeiam a autoridade de Deus ainda mais ... 

Uma vez que você atravesse a morte, você permanecerá fixo no estado que você é, e você não pode se arrepender de seu pecado tendo passado pra lá. E você não iria querer mesmo se você pudesse reverter a cituação. 

"Se Deus permitir que os pecadores que se recusam a se arrependerem irem para o Céu, "nós também libertemos os poderes destruidores do Inferno"."O inferno é a fruição natural do nosso pecado, não há outra escolha a não ser ir para o lugar que eles escolheram para si mesmos ... O inferno é o lugar onde Deus remove sua mão e permite que você se torne seu pecado".

Por que Deus não pode deixá-lo ir pro céu?

Greear: Porque Deus é justo e "a justiça exige a restituição de alguma forma. O desejo que todos temos de Deus para finalmente corrigir todos os erros e restaurar a justiça ao universo - que necessita de julgamento".

Por que Deus não faz algo a respeito?

Greear: "Ele já fez, ele colocou em Jesus o castigo total por nosso pecado. Ele tomou em cada onça dele, então nada seria deixado para nós."

"Se não recebemos o que ele nos ofereceu - o dom gratuito da salvação através do sacrifício de Jesus na cruz - então que outra opção Deus teria?" 



Christian Post

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...