Estado Islâmico celebra ataque terrorista próximo ao Parlamento, em Londres


Paramédicos socorrem vítimas do ataque terrorista, na proximidades do Parlamento Britânico. (Foto: Reuters)


O Estado Islâmico chamou o ataque em Londres de "vingança" por causa da participação britânica no combate ao grupo terrorista, em Mosul (Iraque).

O Estado Islâmico celebrou nas mídias sociais, o ataque terrorista em Westminster, que deixou quatro pessoas mortas e cerca de 40 gravemente feridas.

Os fanáticos apoiadores do grupo terrorista compartilharam uma imagem que simula a destruição do Big Ben e apelidaram a ação de "vingança" por causa da participação do Reino Unido nos ataques ao Estado Islâmico em Mosul (Iraque), chamando a ação de "sangue por sangue".

Um homem apunhalou um policial e foi morto a tiros pela polícia na manhã da última quarta-feira (22), nas proximidades do Parlamento britânico, em Londres. Os oficiais estão classificando a ocorrência como um "incidente terrorista".

Em meio a cenas confusas, o incidente pode ter se desenrolado em vários locais, inclusive na ponte de Westminster, onde testemunhas disseram que um carro havia atropelado pedestres.

Pelo menos quatro pessoas morreram no incidente, e o número de feridos é de cerca de 40 vítimas.

"Os oficiais - incluindo os policiais armados - continuam na cena do crime e estamos tratando isso como um incidente terrorista até que saibamos do contrário", disse a Polícia Metropolitana de Londres em um comunicado.

O incidente ocorreu no primeiro aniversário dos ataques de militantes islâmicos que mataram 32 pessoas em Bruxelas.

Flagrantes
Os repórteres da Reuters no interior do prédio do parlamento ouviram barulhos altos e logo depois viram duas pessoas deitadas no chão, num pátio do lado de fora, dentro do perímetro da propriedade parlamentar.

Um fotógrafo da Reuters disse ter visto pelo menos uma dúzia de pessoas feridas na ponte de Westminster, ao lado do parlamento.

Suas fotografias mostravam pessoas deitadas no chão, algumas delas sangrando bastante e uma aparentemente debaixo de um ônibus.

"Acabei de ver um carro perder o controle, e atropelar pedestres na ponte", disse uma uma mulher chamada Bernadette à 'Sky News'. Ela estava em um ônibus de turismo na ponte, no momento do ataque.

"Quando estávamos atravessando a ponte, vimos pessoas deitadas no chão, estavam obviamente feridas. Eu vi cerca de 10 pessoas, e então os serviços de emergência começaram a chegar.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...