O espírito está pronto, mas a carne é fraca


Frigorífico. (Foto: Informatoz 10 Anos)


A força midiática colocou no centro da notícia o tema. Nosso escândalo nacional está na boca da imprensa mundial. De novo somos notícia, ruim, mas somos. Até o próximo escândalo.

Sou do tempo quando minha mãe pedia que eu fosse ao açougue e comprasse um quilo de carne, eu ia, comprava, e trazia exatamente um quilo... de carne! Hoje ninguém garante mais nada. Quando se leva um quilo de carne não se sabe ao certo um quilo do quê exatamente está se levando para casa. Perigosos tempos carnais esses que estamos vivendo.

A força midiática colocou no centro da notícia o tema. Nosso escândalo nacional está na boca da imprensa mundial. De novo somos notícia, ruim, mas somos. Até o próximo escândalo, porque impressiona nossa capacidade de produzir catástrofes diariamente, falaremos sobre carne. E esqueceremos, ou fingiremos não saber, que praticamente tudo que consumimos em termos de alimento está carregado de algum tipo de contaminação, por isso que produtos orgânicos nos supermercados são mais caros, afinal, eles dão mais trabalho para serem cultivados, levam mais tempo, não são produzidos em grandes quantidades, então são mais caros.

Ironicamente, a carne não deixa de ser um símbolo da nossa sociedade, que adora desfilar suas marcas, grifes e status, que adora mostrar que “está por cima da carne seca”, pois justamente o produto carne resolveu dar um soco na boca do estômago da nação, ridicularizando quem achou que podia ridicularizar os demais que não podiam se esbaldar nos prazeres da carne, restando apenas nacos de carne crua, podre, contaminada, fedorenta, indesejada.

O episódio também ajuda a compreender o presta-atenção de Jesus na batalha espiritual que enfrentou no Getsêmani. Como sabe o fim desde o princípio, Jesus já foi direto no nome da situação, não precisou mobilizar a PF de Jerusalém e nem a tropa de choque romana, não precisou de imprensa investigativa, nada disso, já foi direto ao ponto: ou vocês vigiam ou vão cair, e vão cair porque a carne é fraca, direto e reto.

Não poderia ser mais claro. O espírito está pronto, afirmou o Mestre. Mas se abrirmos concessões para especulações, corrupções, subornos, esquemas, propinas, compras ilícitas de favores sexuais, bens materiais, licenças clandestinas e todo tipo de negociata que implique na diminuição gradativa do nosso caráter, nossa honra, nossa moral, nosso sim-sim e não-não, iremos pouco a pouco enfraquecendo o espírito, permitindo que o mesmo seja vencido pelas fraquezas da carne.

Ela, a carne, é fraca, isso já está definido e explicado. Precisamos portanto de espíritos fortes. Onde estão eles? Como poeticamente perguntava a banda GERD numa de suas músicas: “Onde está o menino que matou o gigante? Onde estão os sucessores de Josué? Onde estão aqueles homens como Elias?” Onde? Talvez estejam aí, talvez aqui. São perguntas que precisaríamos ter coragem de colocar nossos nomes na resposta.

Enquanto dormimos, Jesus está suando gotas de sangue em clamor pelo mundo. Se queremos vencer as evidentes fraquezas de nossa carne precisamos olhar para o homem que solitariamente ora no jardim, que assume sozinho a culpa de todos para conquistar a salvação de alguns.

Ao clamar pelo livramento daquele cálice Jesus foi a melhor explicação do que disse aos discípulos, pois pedir para que o cálice passasse dele revelava as dores que a carne do Jesus homem não queria ter de suportar. Porém Seu espírito era forte a medida em que vigiava, e Ele vigiava em oração o tempo todo do seu ministério, tornando-se capaz de vencer as fraquezas da carne. Por isso suportou tudo e venceu todas as suas tentações sem pecar, sem que houvesse nenhum engano em sua boca.

Não se surpreenda, escândalos e provas maiores virão. Seremos testados, as vezes moídos, por vezes humilhados, tentados e caluniados. Se sabemos que assim será, como enfrentaremos estas batalhas? A decisão pertence a cada um de nós, pois a batalha é de todos e também individual ao mesmo tempo, portanto cada um deve escolher qual parte da orientação de Cristo vai abraçar, se aquela que afirma categoricamente que o espírito está pronto ou se aquela que afirma com todas as letras que a carne é fraca? Decida, o tempo está se esgotando.

Paz!

Guiame

Viciada em redes sociais se reconcilia com Deus após um ano sem internet


Emery lembra como ela se reconciliou com sua fé em um livro chamado "What Falls from the Sky". (Foto: Reprodução).


Esther Emery conta que chegava a acordar durante a noite para ver o que estava se passando nas rede sociais. Mas um bom "jejum de internet" a fez se reconectar com Deus.

Esther Emery costumava viver quase literalmente navegando na internet, conectada 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ela chegava a acordar no meio da noite para dar aquela olhadinha nas redes sociais. Mas chegou um momento em que a mãe de três filhos sentiu que algo estava errado em sua vida.

Foi quando seu casamento e seu trabalho como diretora de teatro em Boston, Massachusetts começaram a desmoronar. Ela mesmo se identificava como viciada em redes sociais. Por isso, em busca de paz de espírito, ela decidiu fazer uma mudança drástica: Ela mudou sua família para Idaho em 2009 e se desligou da internet, dando um fim também em seu celular.

Ela então encontrou o elemento perdido em sua vida: Deus. "Minha experiência de um ano sem internet foi que fez com que as coisas mais difíceis e verdadeiras saíssem do espaço vazio e do silêncio", disse.

"Eu percebi através do meu ano sem internet que para mim, uma experiência de verdadeiro silêncio e experiência com Deus são quase sinônimos", disse ela. "Era quase como se eu não tivesse que orar, eu tinha que ficar quieta, e isso se tornou uma forma muito natural de conexão com o que importa e com todo esse elemento da presença de Deus", ressaltou.

Esperança
Emery lembra como ela se reconciliou com sua fé em um livro chamado "What Falls from the Sky" (O que cai do Céu, em tradução livre). "Se você está se sentindo mal-humorado, se você está se sentindo desgastado, sentindo-se desesperado, se você está se sentindo como se nada fizesse sentido. Ou se você sente que está correndo o mais rápido que puder de algo que você tem medo. Então esta história é para você. Acredite comigo que a cura é possível", diz ela em um vídeo do YouTube.

"A esperança é possível, você pode se pôr em silêncio e nesse silêncio encontrará um poço que nunca se esgota, a esperança de salvação, a esperança de cura na simplicidade de olhar para cima", diz ela.

Antes de se reconectar com Deus, Emery admitiu que não conseguia o suficiente para se sentir satisfeita na internet. Em uma entrevista com o Boise State Radio, ela disse: "Eu estava conectada 24 horas por dia e acordava durante a noite para ver o que estava acontecendo e para ter certeza que eu tinha alguma conexão com o mundo exterior", finalizou.

Guiame

Ronaldo Ésper diz que deixou de ser gay após se tornar evangélico: "Outra direção"

Ronaldo Ésper. (Foto: Bahia no ar)

O estilista Ronaldo Ésper disse que estava muito infeliz e chegou a pensar em suicídio, mas hoje se sente acolhido pela igreja, onde congrega atualmente.

Conhecido por suas críticas ácidas sobre moda em programas de televisão, o estilista Ronaldo Ésper afirmou que deixou de ser homossexual. Segundo contou em uma entrevista recente para a Rede TV!, ele conseguiu apoio para sua decisão na Igreja Universal, onde se converteu e agora frequenta os cultos.

"Depois de um período de crise muito grande, parti para outra direção na minha vida. Hoje não sou mais homossexual, por força da minha vontade, porque ninguém se cura disso", afirmou Ésper em entrevista concedida à apresentadora Daniela Albuquerque.

Ésper contou à apresentadora que sua infelicidade era tamanha, que chegou a pensar em suicídio e que realmente teria se matado, não fosse pelo acolhimento que teve em sua igreja.

"Estou muito feliz de estar lá. Há alguns anos eu estava à beira do suicídio, se não tivesse sido acolhido da forma que fui, teria me matado", confessou.

Em mais confissões, o estilista assegurou que não gostaria de ter um filho homossexual.

"Nunca sofri discriminação, mas vejo agora na minha idade, o que eu sou? Um homem solitário e mais nada. Para onde te leva tudo isso?", questionou.

Famoso por suas "alfinetadas" sobre os erros - até mesmo de muitas pessoas conhecidas - ao escolherem roupas, Ronaldo Ésper esclareceu que ninguém deve se sentir ofendido por isso.

"A agulhada não tem nada a ver com a pessoa, tem a ver com roupa que ela está vestindo", explicou.

A entrevista do estilista na Rede TV! vai ao ar no próximo domingo (26).

Guiame

Lula critica a Lava Jato e diz que Deltan Dallagnol fica 'sentado na Bíblia'


Lula está sendo investigado por tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. (Foto: Folha de S. Paulo)


Durante um evento realizado pelo PT em São Paulo, Lula chamou Deltan Dallagnol de "moleque" e sugeriu que o procurador "não entende nada de política".

"O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil". Este foi o tema de um seminário realizado recentemente pelo PT, no qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aproveitou criticar fortemente a operação investigativa e chegou a chamar Deltan Dallagnol (chefe da força-tarefa que investiga o esquema de corrupção na Petrobras) de "moleque", sugerindo que o procurador "não sabe nada de política".

Lula atualmente é réu em cinco processos, sendo que três deles são provenientes da Operação Lava Jato. Ele também afirmou que Dallagnol - membro da Igreja Batista, em Curitiba - fica 'sentado na Bíblia'.

"Fomos criados para mudar a história deste país e para agir corretamente. Quem comete erro paga pelo erro que cometeu. A instituição é muito forte. E aquele Dallagnol sugerir que o PT foi criado para ser uma organização criminosa... O que aquele moleque conhece de política? Ele nem sabe como se monta um governo. Não tem a menor noção. Ele acha que sentar em cima da Bíblia dele dá a solução de tudo", disse Lula durante o seminário, que se realizou em São Paulo.

O discurso de Lula no evento durou cerca de 10 minutos e o ex-presidente chegou a chorar, quando disse que fez um esforço para comparecer ao seminário, pois estava abatido em razão de uma virose.

O evento contou com a presença de cerca de 200 pessoas, entre dirigentes petistas, juristas, jornalistas, sindicalistas e políticos de outros partidos.

Lula passou a criticar ainda mais a Operação Lava Jato e o procurador, depois que Deltan apresentou resultados das investigações e apontou o ex-presidente como o "comandante máximo" da organização criminosa que promoveu desvios na Petrobras.

Apesar da acusação de que Lula seria o chefe de uma organização criminosa, Dallagnol não denunciou o ex-presidente por este motivo, mas sim por corrupção e lavagem de dinheiro. De qualquer forma, incomodado com a acusação de Deltan, Lula foi à Justiça, pedindo R$ 1 milhão de indenização por danos morais.

A Advocacia-Geral da União, que defende Dallagnol contra a ação de Lula, disse que o ex-presidente tem usado de "retaliações indevidas" contra o procurador, o que pode comprometer “a independência e o funcionamento adequado do Ministério Público”..

Dallagnol ainda não respondeu aos ataques mais recentes de Lula contra ele. Já com relação ao processo movido pelo ex-presidente, o procurador afirmou que “é natural que pessoas investigadas reajam”.

“E quando essas pessoas são poderosas econômica e politicamente, as reações tomam vulto. Não nos surpreendemos, encaramos com naturalidade”, disse Deltan na época.

Declarações sobre a Bíblia
Esta não foi a primeira vez que Lula incluiu a Bíblia em sua fala para se defender de acusações ou atacar alguém. Recentemente, o ex-presidente falou das Escrituras Sagradas, durante um depoimento na 10ª Vara Federal, em Brasília.

Quando questionado sobre ter sido apontado pelo ex-senador Delcídio Amaral como o mandante da tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás, Lula reclamou que seu nome "estava sendo dito em vão".

"De vez em quando eu fico pensando [que é] para as pessoas lerem a Bíblia para não usar tanto o meu nome em vão", respondeu Lula sobre a acusação.

Já em setembro de 2016, Lula afirmou em um de seus discursos aos militantes do PT que "só Jesus Cristo ganharia dele", quando se fala em perseguição.

"Eu tenho uma história pública aqui no Brasil e acho que só ganha de mim aqui no Brasil, Jesus Cristo. Pense num cabra conhecido e marcado nesse país", afirmou na época.

guiame

É justo o inferno? Pastor Megachurch Responde

Pastor Megachurch Responde perguntas comuns sobre o inferno: É justo?
Muitas pessoas acreditam que não, contanto que você faça muita maudade, enquanto na terra, você vai para o Céu. Mas o Pastor J.D. Greear da Igreja da Cúpula diz que isso não é verdade.

"Deus nos criou para o céu, mas a rebelião da raça humana, na qual todos nós estamos participando, nos destinou para o inferno", escreveu ele em um post nesta semana. "O inferno é um lugar eterno de tormento, e todos nós - não importa onde caímos nessa lista - somos merecedores de sua agonia

É um assunto que muitos pregadores optam por evitar, dada a extrema natureza do tópico. Kevin Halloran, que serve com Recursos de Liderança, acredita que igrejas tendem a enfatizar o amor de Deus a ponto de negligenciarem Sua santidade. Além disso, as igrejas parecem "temer o homem mais do que Deus" e tentar agradar as pessoas com o conteúdo de seus sermões.

De acordo com Pew Research Center, 58 por cento dos adultos EUA acreditam no inferno. Entre os cristãos, evangélicos (82 por cento) e historicamente negros (82 por cento) são mais propensos a acreditar no inferno do que mainline Protestantes são (60 por cento).

Relatou Greear: "Eu também não gostava de falar sobre Inferno". Durante um sermão em dezembro, preguei sobre o livro de Apocalipse e queria parar o sermão depois de descrever o Céu, mas eu sabia que não podia parar por aí.

"Nós o ignoramos (Inferno) para o nosso perigo", disse ele à sua congregação, que se reúne em vários campi em toda a Carolina do Norte.

O inferno é descrito na Bíblia como um lugar de fogo, ardente enxofre e morte eterna. Se essas imagens são metafóricas ou não, Greear apontou que "tudo o que eles estão apontando para é indescritivelmente terrível."

O pastor Batista do Sul, de 43 anos, respondeu algumas perguntas comuns sobre o Inferno.

Como é justo ser enviado para o inferno por uma eternidade por apenas 70 anos de pecado?

Greear respondeu isso: "O pecado ganha a sua maldade por aquele contra quem cometeu. Se você socasse numa parede até fazer um buraco , você tem que pagar pela parede, Se você der um soco em um cachorro, seria pior do que a parede. Se você der um soco em uma mulher perto de você, não ficará impune. Se você se aproximar da Rainha da Inglaterra com os punhos levantados, algo pior do que a prisão pode acontecer com você. O pecado contra um Deus infinitamente santo é infinitamente perverso.

Por que Deus não permite que os pecadores entrem no Céu?

Citando Apocalipse 22:11, Greear disse: "As pessoas na eternidade não mudam, as pessoas no Inferno não se arrependem ... Eles continuam sendo os malfeitores, eles permanecem incrédulos".

"O inferno é uma porta trancada por dentro, sim, eles odeiam o tormento, mas odeiam a autoridade de Deus ainda mais ... 

Uma vez que você atravesse a morte, você permanecerá fixo no estado que você é, e você não pode se arrepender de seu pecado tendo passado pra lá. E você não iria querer mesmo se você pudesse reverter a cituação. 

"Se Deus permitir que os pecadores que se recusam a se arrependerem irem para o Céu, "nós também libertemos os poderes destruidores do Inferno"."O inferno é a fruição natural do nosso pecado, não há outra escolha a não ser ir para o lugar que eles escolheram para si mesmos ... O inferno é o lugar onde Deus remove sua mão e permite que você se torne seu pecado".

Por que Deus não pode deixá-lo ir pro céu?

Greear: Porque Deus é justo e "a justiça exige a restituição de alguma forma. O desejo que todos temos de Deus para finalmente corrigir todos os erros e restaurar a justiça ao universo - que necessita de julgamento".

Por que Deus não faz algo a respeito?

Greear: "Ele já fez, ele colocou em Jesus o castigo total por nosso pecado. Ele tomou em cada onça dele, então nada seria deixado para nós."

"Se não recebemos o que ele nos ofereceu - o dom gratuito da salvação através do sacrifício de Jesus na cruz - então que outra opção Deus teria?" 



Christian Post

Sula Miranda diz que mantém castidade há 10 anos para obedecer a Bíblia

Eu professo a minha fé. Na Bíblia, está escrito que você não pode fornicar, fazer sexo antes do casamento”, assegurou a atriz.

A atriz e cantora Sula Miranda foi entrevistada pelo apresentador Amaury Jr., do canal RedeTV! Ao ser questionada sobre sua vida sentimental, ela afirmou que tem um namorado, mas que, não tem relações sexuais com ele.

Desde 2007, quando se separou do ex-marido, ela está sem sexo. Aos 53 anos explicou a razão para a abstinência. “Eu sou uma pessoa cristã e procuro obedecer ao que está escrito na Bíblia. Eu professo a minha fé. Na Bíblia, está escrito que você não pode fornicar, fazer sexo antes do casamento”, assegurou.

A irmã mais de Gretchen explicou que o namorado Gilber, respeita sua decisão. “Ele tem a mesma visão que eu, respeita a minha escolha, porque isso é uma opção de vida. A gente está se conhecendo um pouco mais, e eu já falei: agora, só depois do altar.”

Amaury Jr. se mostrou surpreso e pediu: “Quero conhecer esse cara! Deve ter um poder de resistência maravilhoso”.

A repercussão das declarações de Sula foi grande na mídia que cobre a vida das celebridades e seu caso foi comparado com a da pastora Baby do Brasil, que também fala abertamente sobre sua opção de manter a abstinência sexual durante 20 anos por querer obedecer a Bíblia.

GospelPrime

Novo filme do “Power Rangers” mostrará ranger gay

Depois da controvérsia envolvendo uma cena gay em A Bela e a Fera, outro filme voltado para o público infantil decide seguir a chamada “agenda gay”. O filme que mostra um reboot dos Power Rangers, anuncia que irá “romper as barreiras” como nenhum filme de heróis fez até agora.

O grupo terá uma protagonista lésbica. A Ranger Amarela Trini, interpretada por Becky G, discutirá problemas de relacionamento, mas ao invés de falar de um, refere-se a outra garota.

“Para Trini, ela realmente está se questionando sobre quem é. Ela ainda não entendeu muito bem o que está acontecendo, é o que eu acho ótimo na cena e no que ela vai propiciar para o restante do filme é: ‘Está tudo bem’. O filme está dizendo: ‘Tudo bem’ para todas as crianças que estão tentando entender quem são e querem encontrar sua tribo”, defende o diretor do filme, Dean Israelite.

Segundo o diretor, o fato de ela ser homossexual é algo “muito importante” para o roteiro. Na série original, que fez sucesso no final da década de 1980 e nos 1990, todos os personagens eram héteros.

Esta é a terceira adaptação da série para os cinemas. A primeira, em 1995, dirigida por Bryan Spicer. A segunda, Turbo: Power Rangers 2, foi lançada em 1997 e os diretores eram David Winning e Shuki Levy. 

Com informações Christian Headlines

Presas pelo Estado Islâmico, 400 mil pessoas passam fome e frio em Mossul


Cerca de 400 mil pessoas ainda estão em situação crítica na Cidade Velha - parte de Mossul dominada pelo Estado Islâmico. (Foto: Public Radio International)


Diante das tentativas do exército iraquiano tentar retomar o domínio sobre Mossul, o Estado Islâmico tem impedido a entrada e saída de pessoas da cidade.

Cerca de 400 mil iraquianos estão enfrentando escassez de alimentos, enquanto estão presos na parte controlada pelo Estado Islâmico em Mossul, em meio a combates. As informações foram confirmadas pela agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), nesta semana.

"O pior ainda está por vir, se eu puder colocar dessa maneira. Porque 400.000 pessoas estão presas na Cidade Velha nesta situação de pânico e penúria", disse Bruno Geddo, Alto Comissário da ONU para Refugiados ACNUR) no Iraque.

A maioria dos civis evitou sair com medo dos atiradores furtivos e minas terrestres do Estado Islâmico, mas cerca de 157 mil chegaram a um centro de acolhimento para deslocados internos no mês passado.

A luta se tornou mais focada na Cidade Velha na semana passada, mas os militantes do Estado islâmico ainda controlam cerca de 40% do oeste de Mossul. Estima-se que a luta para retomar o domínio de Mosul das mãos do Estado Islâmico poderia levar semanas, de acordo com a SRNNews.com.

Por enquanto, civis presos na Cidade Velha estão enfrentando escassez de alimentos, combustível e eletricidade.

"As pessoas começaram a queimar móveis, roupas velhas, plástico, qualquer coisa para se aquecer à noite, porque ainda está chovendo muito e as temperaturas caem significativamente nestes horários", disse Geddo.

"Quanto mais tempo você fica sem comida, mais você fica em pânico e mais você quer fugir. Ao mesmo tempo, a saída está aumentando porque as forças de segurança estão avançando e, portanto, mais pessoas estão em posição de fugir onde o risco é provavelmente mais atenuado", acrescentou Geddo.

Guiame

"Se você foi chamado por Deus, não tem escolha", diz missionário atuante na Ásia


Dan explicou que não havia um bom método de evangelismo quando ele começou. (Foto: Reuters).


Dan passou sete anos sem ver resultado algum. Hoje, 18 anos depois de sua ida ele registra mais de 10 mil cristãos na região.

O missionário Dan (nome alterado por motivos de segurança) serve em uma área do sudeste da Ásia, um lugar onde ninguém gostaria de ir. Nem mesmo o grupo missionário com o qual ele trabalhou não queria acompanhá-lo. "Durante minha designação, eu sabia que eu não estava autorizado para ir", disse o estudante do Seminário Gateway.

“Então eu fui para uma escola de idiomas para um lugar diferente e, finalmente, poderia provar que todos os motivos que me davam para eu não seguir meu chamado eram inválidos", disse. Finalmente ele foi liberado para seguir como missionário, mas ele não receberia qualquer apoio para estar lá. Apesar disso, Dan era destemido e foi assim mesmo.

"Eu tive que encontrar um emprego, porque os trabalhadores cristãos não são permitidos lá", disse ele. "Eu também sou o único ‘cara branca’ da região", ressaltou. Na verdade, ele estava em perigo, porque a área era predominantemente muçulmana. Um pequeno passo em falso poderia levar à sua prisão.

No entanto, quando ele estava procurando um lugar para ficar, alguém lhe apresentou um homem que tinha um quarto para alugar. Esse homem, por acaso, era um funcionário do governo. Dan se sentiu mais protegido ao se tornar amigo dele.

Oportunidades
Além disso, houve outras vantagens. "Viver em uma outra região te faz aprender a lingua local de uma forma significativa", disse ele. "Eu estava totalmente imerso na cultura". Com o tempo, ele começou a estabelecer relações que abriram oportunidades de compartilhar o Evangelho. No entanto, ele não viu nenhum resultado por sete anos.

"Se eu fosse falar de Deus para alguém, essa pessoa iria para a casa de sua família para discutir a possibilidade de aceitar a Jesus como o Salvador deles. E a família diria que não", disse ele. "Nenhuma decisão pode ser feita a menos que a família seja consultada", explicou.

Ele viu a mesma coisa acontecer de novo e de novo. "Os primeiros anos foram difíceis", disse ele. "Mas quando você cai no chão, quantas vezes você se levanta? Se você tem um chamado de Deus, você não tem escolha. Você se levanta o tempo todo. Você se levanta o tempo todo", enfatizou.

Métodos e técnicas
Dan explicou que não havia um bom método de evangelismo quando ele começou. Técnicas de evangelismo para trabalhar com uma pessoa de cada vez estavam dando certo nos Estados Unidos, mas não funcionou lá. Ao iniciar um segundo período de trabalho, ele decidiu tentar algo novo.

"Eu iria para uma casa, eu me encontraria com todo o círculo familiar e estabeleceria relações", disse ele. "Essa estratégia fez uma grande diferença. Eu comecei com um grupo e acabou com um grupo. Isso é bíblico. Eu não estava pegando um peixe. Eu estava pegando um monte de peixe", disse.

Dos cinco primeiros cristãos, o número de convertidos cresceu. "Muitos jovens começaram a viajar para experimentar o que eu estava fazendo", disse ele. "Eles ficavam com uma família local e pregava para eles", explanou. Ao longo do tempo, o número de pequenas congregações se tornou 50. Agora - depois de 18 anos no país - há cerca de 500 grupos envolvendo cerca de 10 mil cristãos.

"Nós damos treinamento de liderança para cerca de 300 pessoas ao mesmo tempo", disse Dan. "Há um curso de liderança de base, e um currículo mais profundo". Ele explicou que, embora a maioria na área ainda seja muçulmana, há pouca participação. E as pessoas estão curiosas sobre Jesus.

Guiame

Feliciano volta a articular candidatura ao Senado e crê contar com apoio popular: “Só gays me rejeitam”

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) estuda uma candidatura à chamada “câmara alta” do parlamento, o Senado. E para isso, cogita inclusive deixar o Partido Social Cristão, em busca de uma legenda que ofereça maior projeção durante as campanhas eleitorais na TV e Rádio.

A intenção do pastor-deputado não é nova: em fevereiro de 2014, Feliciano anunciou que não tentaria a vaga no Senado para buscar a reeleição como deputado federal. À época, ele concluía seu primeiro mandato com o capital político de ter alcançado 212 mil votos e ocupar as manchetes dos jornais como o mais polêmico presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara.

Feliciano saiu candidato à reeleição, alcançou 398.087 mil votos, ampliou seu capital político como representante dos evangélicos pentecostais e dos conservadores, e demonstrou ter entendido como funciona a máquina em Brasília.

Um dos motivos de sua desistência do Senado em 2014 eram as vagas: apenas uma estava sendo renovada, e ele disputaria contra José Serra (PSDB), Eduardo Suplicy (PT) e uma eventual candidatura de outro político evangélico e paulistano, Carlos Apolinário (PMDB), que acabou não se concretizando.

De acordo com informações do portal O Antagonista, Feliciano seguirá os passos de Bolsonaro, “que já declarou que não fica mais no PSC”, e assim, alcançar o sonho de sair candidato ao Senado.

Ao jornal Folha de S. Paulo, Feliciano se mostrou confiante em conseguir uma das duas vagas em disputa no Senado em 2018, por acreditar que sua rejeição é baixa: “Minha rejeição vem de um grupo pequeno, os gays”, afirmou.

GospelMais

“Estou terminando a minha carreira”, diz pastor durante pregação, momentos antes de morrer

“Eu estou terminando a minha carreira”, dessa forma, um pastor evangélico faleceu enquanto pregava durante um culto na cidade de Avaré, interior de São Paulo.

O vídeo dos últimos instantes de vida do pastor se tornou viral recentemente, e o mostra falando sobre os filhos na fé que ele juntou ao longo de seu ministério, citando como exemplo a relação entre o apóstolo Paulo e Timóteo.

“Eu terminei minha carreira, guardei a minha fé, e agora estou esperando uma coisa, que o o justo juiz vai me dar! Essa coisa se chama coroa. Não só para mim, mas para todos que aguardam Sua vinda gloriosa”, afirma o pastor, identificado em alguns portais regionais como João Pires.

“Paulo tinha uma grande estima por Timóteo, que tinha aproximadamente 20 anos quando se tornou filho na fé do apóstolo Paulo. Esta estima eu tenho por todos vocês nessa noite […] Então, meus queridos, é a razão porquê nós estamos muito felizes”, acrescenta o pastor.

Pouco antes de encerrar seu sermão, ele elogia os filhos de um casal de membros da igreja, lembra da passagem bíblica em que Deus ordenou que Moisés jogasse sua vara para ela se transformar em serpente, e brevemente, antes de seu último suspiro, diz: “Aleluia, glória a Deus”.

As pessoas que participavam do culto correm para acudir o pastor e expressões de susto e lamento tomam conta dos presentes, antes do vídeo ser cortado. A morte de João Pires não tem data exata, mas os vídeos mais antigos na internet apontam para agosto de 2016.

Assista ao momento em que o pastor “termina sua carreira”:




Outro caso
Em novembro último, o pastor Edvaldo José da Silva, conhecido como “pastor Walmir”, faleceu durante um culto enquanto pregava. Ele sofreu um mal súbito e não resistiu.

Ele atuava como líder de um grupo de congregações da Assembleia de Deus Ministério Missão, em Arapiraca (AL). No dia em que faleceu, ele participava de um culto festivo na filial de Vila Bananeiras, zona rural da cidade.

De acordo com testemunhas, enquanto pregava, passou a sentir fortes dores no peito e chegou a ser socorrido à Unidade de Emergência Daniel Houly, mas os médicos pouco puderam fazer, de acordo com informações do Alagoas 24Horas.

GospelMais

Estado Islâmico celebra ataque terrorista próximo ao Parlamento, em Londres


Paramédicos socorrem vítimas do ataque terrorista, na proximidades do Parlamento Britânico. (Foto: Reuters)


O Estado Islâmico chamou o ataque em Londres de "vingança" por causa da participação britânica no combate ao grupo terrorista, em Mosul (Iraque).

O Estado Islâmico celebrou nas mídias sociais, o ataque terrorista em Westminster, que deixou quatro pessoas mortas e cerca de 40 gravemente feridas.

Os fanáticos apoiadores do grupo terrorista compartilharam uma imagem que simula a destruição do Big Ben e apelidaram a ação de "vingança" por causa da participação do Reino Unido nos ataques ao Estado Islâmico em Mosul (Iraque), chamando a ação de "sangue por sangue".

Um homem apunhalou um policial e foi morto a tiros pela polícia na manhã da última quarta-feira (22), nas proximidades do Parlamento britânico, em Londres. Os oficiais estão classificando a ocorrência como um "incidente terrorista".

Em meio a cenas confusas, o incidente pode ter se desenrolado em vários locais, inclusive na ponte de Westminster, onde testemunhas disseram que um carro havia atropelado pedestres.

Pelo menos quatro pessoas morreram no incidente, e o número de feridos é de cerca de 40 vítimas.

"Os oficiais - incluindo os policiais armados - continuam na cena do crime e estamos tratando isso como um incidente terrorista até que saibamos do contrário", disse a Polícia Metropolitana de Londres em um comunicado.

O incidente ocorreu no primeiro aniversário dos ataques de militantes islâmicos que mataram 32 pessoas em Bruxelas.

Flagrantes
Os repórteres da Reuters no interior do prédio do parlamento ouviram barulhos altos e logo depois viram duas pessoas deitadas no chão, num pátio do lado de fora, dentro do perímetro da propriedade parlamentar.

Um fotógrafo da Reuters disse ter visto pelo menos uma dúzia de pessoas feridas na ponte de Westminster, ao lado do parlamento.

Suas fotografias mostravam pessoas deitadas no chão, algumas delas sangrando bastante e uma aparentemente debaixo de um ônibus.

"Acabei de ver um carro perder o controle, e atropelar pedestres na ponte", disse uma uma mulher chamada Bernadette à 'Sky News'. Ela estava em um ônibus de turismo na ponte, no momento do ataque.

"Quando estávamos atravessando a ponte, vimos pessoas deitadas no chão, estavam obviamente feridas. Eu vi cerca de 10 pessoas, e então os serviços de emergência começaram a chegar.

Guiame

Ex-ateu conta como foi liberto do vício na pornografia: "A luz de Deus me iluminou"


O irmão de Alin o levou para a Igreja, e foi aí que aconteceu. (Foto: Reprodução).


Antes de ser pastor, Alin havia sido ateu e chegou até mesmo a participar de "lutas profissionais". Nesse período, ele se tornou um viciado em pornografia.

O pastor Alin teve um início de vida bem incomum e difícil. Ele havia nascido morto e foi ressuscitado quando um zelador apareceu milagrosamente para ajudar. Sua mãe acredita que este homem era um anjo, pois os médicos não tinham lembrança dele. O que realmente aconteceu? Alin acredita que a mão de Deus estava sobre ele desde o início.

"Sua luz brilhou em mim naquele dia e vem ficando mais forte desde então", disse ele em um depoimento em vídeo. Mas então, ele acabou mudando de postura e comportamento. "Em um ponto da minha vida, eu me senti tão distante de Deus que acabei deixando de acreditar que Ele ainda existia", comentou.

"Mas eu sabia que algo estava faltando. Até me encontrei orando quando estava em crise", lembrou. Alin acabou se tornando um competidor de luta profissional (aquelas que parecem ser encenadas e de fato são). Logo ele ficou viciado em pornografia.

"Eu estava vendo pornô todos os dias, eu era um fornicador, eu era um mentiroso. Eu estava com raiva, era egocêntrico e arrogante. Não tinha mais vergonha de meu pecado", ressaltou.

No entanto, Alin disse que a luz de Deus começou a iluminar. "Eu comecei a levar a Bíblia um pouco mais a sério. O ponto crucial foi quando eu estava tendo uma conversa com um amigo meu que era satanista. Quando terminamos de falar, uma voz me disse: "Você é ignorante".

Transformação
"O Espírito Santo estava me preparando para um encontro com Sua palavra que mudaria minha vida para sempre", relatou.

"Deus me revelou todo o propósito da história humana, todo o propósito da minha vida, e a resposta foi Cristo. O nosso calendário começa com Cristo e toda a história humana gira em torno da pessoa e obra de Jesus Cristo", pontuou ele.

O irmão de Alin o levou para a Igreja, e foi aí que aconteceu. "Um interruptor foi acionado na minha mente e Deus em Sua graça me deu os dons de arrependimento e fé. Eu queria fugir do pecado e seguir Jesus", confessou.

Alin venceu seu vício em pornografia, e agora está pastoreando uma Igreja. "Eu sabia disso: Jesus Cristo era a resposta para a minha vida vazia".

Confira o testemunho do pastor (em inglês)
:

Guiame

Diretor de 'A Bela e a Fera' diz que "gostaria de rasgar páginas da Bíblia"


Bill Condon dando uma entrevista sobre seu novo filme "A Bela e a Fera". (Imagem: Youtube)


A declaração Bill Condon seria uma resposta ao boicote aderido por centenas de milhares de cristãos norte-americanos ao filme 'A Bela e a Fera', que apresenta um personagem gay.

O diretor de "A Bela e a Fera", Bill Condon, levou seu desrespeito a Deus e ao Cristianismo a um novo nível quando ele disse em uma entrevista recente que gostaria de arrancar páginas da Bíblia.

Quando o diretor foi questionado sobre o que ele faz sempre que entra em um quarto de hotel, ele respondeu revelando o seu desejo de praticar o vandalismo contra o livro sagrado e chegou a citar com um tom de amdiração o ator Ian Murray McKellen, que admitiu 10 anos atrás, ter rasgado páginas de uma Bíblia quando estava em um hotel.

"Gostaria de poder dizer que sou como Ian McKellen e imediatamente arrancar páginas da Bíblia, mas parece que não há Bíblias nos quartos dos hotéis onde estou me hospedando estes dias", disse ele à revista Passport.

Condon estava aparentemente reagindo contra o boicote de um grande número de evangélicos que apresentaram petições contra o filme e aconselhando os cristãos a não assistir o novo remake 'live-action' do desenho "A Bela e a Fera" (Disney). O filme está sendo estrelado por Emma Watson e Dan Stevens.

Condon já havia gerado certa perturbação entre os cristãos quando disse à revista 'Attitude' que haveria um "momento exclusivamente gay" em seu filme, referindo-se a uma cena do ator Josh Gad, que faz o papel do personagem LeFou.

"LeFou é alguém que em um dia quer ser Gastão e em outro dia quer beijar Gastão", disse Condon na época. "Ele está confuso sobre o que ele quer. Ele é alguém que está simplesmente descobrindo que ele tem esses sentimentos. E Josh faz algo realmente sutil e delicioso com isso tudo. E isso tem a sua recompensa no final, que eu não quero contar agora, mas é um momento agradável, exclusivamente gay em um filme da Disney".

Uma petição, que foi criada pela organização cristã "One Million Moms" ("Um Milhão de Mães"), criticou a Disney por promover a agenda LGBT entre as famílias.

"Este é o último lugar em que os pais esperariam que seus filhos fossem confrontados com um conteúdo de orientação sexual, questões que estão sendo apresentadas muito cedo. Isso pode parecer comum, mas é desnecessário", diz uma das petições, que já tem mais de 63.000 assinaturas.

Outro documento online foi criado pelo 'Life Site News', e tem mais de 133.000 assinaturas. Sua mensagem para os estúdios Disney destaca: "Filmes infantis não são um lugar para promover uma agenda política sexual nociva, que ofende as crenças profundamente arraigadas de inúmeros pais e famílias".

Guiame

Thalles pede perdão ao público: “quero assumir o meu erro”

"Hoje eu entendo que chegou um tempo [...] de pedir perdão às pessoas que ficaram magoadas por declarações que eu fiz", diz cantor.

O cantor e compositor mineiro Thalles promoveu, em sua página oficial no Facebook nesta quarta-feira (22), uma videoconferência. Na ocasião, ao lado de sua esposa e do violão, cantou músicas e fez um pronunciamento e um pedido de perdão ao público.

Na live stream, Thalles falou acerca das polêmicas ocorridas em 2015 que, de forma direta, prejudicaram sua carreira musical. Na época, o intérprete afirmou que o seu disco sucessor seria dedicado ao público não-religioso e que, diante ao status alcançado em seu trabalho artístico, não tinha mais como crescer como intérprete evangélico.

No entanto, o artista foi criticado pelo público e por outros intérpretes evangélicos pela forma que divulgou a novidade. O episódio, que chegou a ser conhecido popularmente como “acima da média“, chegou a ser comentado por cantores como Leonardo Gonçalves, Cassiane, Luiz Arcanjo, Vanilda Bordieri e outros.

Por isso, o artista decidiu, quase dois anos depois do ocorrido, apresentar um pedido de desculpas direto ao público pelo episódio. “E eu não quero me justificar. Eu quero assumir o meu erro diante de todas as pessoas. Assumir o meu erro diante de todos os meus irmãos cantores, às pessoas que eu falei todas aquelas bobagens”, afirmou o artista.

De acordo com Thalles, o episódio afetou também seu público. “Hoje eu entendo que chegou um tempo muito especial. Um tempo de pedir perdão às pessoas que ficaram magoadas porque, há um tempo atrás, um vídeo foi divulgado na internet de umas declarações que eu fiz. E machucou muita gente”.

“Hoje foi um dia muito importante pra mim porque… poxa, hoje eu pude falar com Anderson Freire, falei com André Valadão, falei com Fernandinho, falei com a Bruna Karla, eu chamei os meus irmãos e falei, pedi perdão a eles. Pedi perdão a alguns pastores e vou continuar fazendo isso. Mas eu não podia fazer isso sem vir publicamente gravar este vídeo”, completou o artista.


Thalles, no vídeo, também afirmou que, durante este período em que desempenhou funções de pastor da Renascer em Cristo e se apresentou em outros países do continente, passou por um processo pessoal para que conseguisse, enfim, pedir definitivamente perdão ao público pelo ocorrido. “Isso era um peso no meu coração, sabe?”, contou o compositor.

O músico chegou a comentar a polêmica em outras ocasiões, no entanto, sua principal tese de argumentação era de que tinha sido mal interpretado. Desta vez, Thalles encarou seu discurso, proferido em 2015, como uma “bobagem”. “Hoje é uma alegria tão grande de, talvez… É muito difícil de entender o que estou sentindo de vir aqui e gravar este vídeo de perdão. Um perdão para a Igreja de Jesus Cristo”, disse.




































GospelPrime

Se o seu sobrenome estiver nesta lista, você provavelmente tem ascendência judia

Embora muitos latino-americanos tenham ciência de seus sobrenomes de origem europeia, poucos deles sabem que por trás de tais alcunhas pode haver algo muito maior, que remonta meados dos anos 1492 quando os judeus deixaram a Península Ibérica, caracterizando uma história que tem sido marcada por perseguições e migração.

Embora tenham se distribuído de forma desigual pelo mundo ao longo dos anos, atualmente há dados que sugerem a existência de 181.000 judeus na Argentina, 674.000 no México e 18.400 no Chile, por exemplo. Ainda, há registros de que mais de 80 países no mundo possuam populações judaicas.

Dito isso, em seu livro “Sangre Judía Españoles y Ascenso de Hebrea Antisemitismo Cristiano”, o jornalista e escrito Pere Bonnínen listou uma série de sobrenomes que poderiam significar a seus possuidores uma ascendência judaica. Confira:

(A)
Abad, Abadía, Abarca, Abastos, Abaunza, Abbot, Abdallá, Abdalah, Abdallah, Abdelnour, Abdo, Abea, Abel, Abela, Abelado, Abella, Abellán, Abendaño, Abou, Abraham, Abrahams, Abrahán, Abrego, Abreu, Abrigo, Abril, Abufelo, Abugadba, Aburto, Acabal, Acebal, Acedo, Acevedo, Acosta, Acuña, Adames, Adamis, Adanaque, Adanis, Adis, Aedo, Agababa, Agámez, Agayón, Agrazal, Agreda, Aguayo, Agudelo, Agüero, Aguiar, Aguilar, Aguilera, Aguiluz, Aguilve, Aguinaga, Aguirre, Agurto, Agustín, Ahuja, Ahumada, Aiello, Aiza, Aizprúa, Aizpurúa, Alache, Alama, Alan, Alani, Alanis, Alanís, Alaniz, Alarcón, Alas, Alavez, Alayón, Alba, Albarello, Albarracín, Albelo, Albenda, Alburola, Alcaíno, Alcanzar, Alcázar, Alcazar, Alcibar, Alcócer, Alcóser, Alcóver, Alcózer, Aldana, Aldaña, Aldapa, Aldecoba, Alderrama, Alegría, Alejos, Alemán, Alexander, Alexandre, Alfaro, Alfonso, Algaba, Alguera, Aliaga, Alicama, Alier, Alizaga, Allan, Allon, Alluín, Almanza, Almanzar, Almanzo, Almaraz, Almazan, Almeida, Almendares, Almendárez, Almendáriz, Almengor, Almonte, Aloisio, Aloma, Alomar, Alonso, Alonzo, Alpírez, Alpízar, Altamirano, Altenor, Alterno, Altino, Altonor, Alva, Alvarado, Alvarenga, Alvares, Álvarez, Alvaro, Alvear, Alverde, Alvergue, Alvir, Alzate, Amado, Amador, Amalla, Amaris, Amaya, Arnáez, Arnau, Arnesto, Anuelo, Arnuero, Arone, Arosemena, Arquín, Arrazola, Arrea, Arredondo, Arreola, Arriaga, Arriagada, Arrieta, Arriola, Arrocha, Arroliga, Arrollo, Arrone, Arrones, Arronés, Arronez, Arronis, Arroniz, Arroyave, Arroyo, Arrubla, Artavia, Arteaga, Artecona, Artiaga, Artiga, Artiles, Artiñano, Artola, Artolozaga, Aruj, Aruizu, Arze, Arzola, Ascante, Ascencio, Asch, Asencio, Asero, Así, Asís, Aspirita, Astacio, Astete, Astorga, Astorquiza, Astúa, Asturias, Asunción, Asusema, Atehortúa, Atein, Atencio, Atensio, Atiensa, Atienza, Augusto, Ávalos, Avelar, Avellán, Avendaño, Ávila, Avilés, Avilez, Ayala, Ayales, Ayara, Ayarza, Aybar, Aycinena, Ayerdis, Aymerich, Azar, Azaria, Asofeifa, Azqueta, Azua, Azúa, Azuar, Azucena, Azul, Azuola, Azurdia.

(B)
Babb, Babar, Baca, Bacca, Bacigalupo, Badilla, Bado, Báez, Baeza, Baidal, Bairnales, Baizan, Bajarano, Balarezo, Baldares, Balday, Baldelomar, Balderas, Balderrama, Balderramos, Baldí, Baldi, Baldioceda, Baldivia, Baldizón, Balladares, Ballar, Ballard, Ballester, Ballestero, Ballesteros, Ballón, Balma, Balmaceda, Balmacera, Balon, Balser, Baltodano, Banegas, Banet, Banilla, Baños, Bañuelos, Baquedano, Baquero, Baradín, Baraen, Barahoma, Barahona, Barajas, Baraquiso, Barat, Barba, Barbagallo, Barbagebra, Bárbara, Barbena, Barben, Barberena, Barbosa, Barboza, Barcelas, Barcelata, Barcenas, Barcia, Bardayan, Barguil, Barillas, Barletta, Baro, Barón, Barquedano, Barquero, Barquette, Barra, Barracosa, Barrante, Barrantes, Barraza, Barreda, Barrenechea, Barrera, Barrero, Barreto, Barrias, Barrientos, Barriga, Barrio, Barrionuevo, Barrios, Bodán, Bogán, Bogantes, Bogarín, Bohorguez, Bohorquez, Bojorge, Bolaños, Bolívar, Bonice, Boniche, Bonichi, Bonilla, Borbas, Borbón, Borda, Bordallo, Borge, Borges, Borja, Borjas, Borjes, Borloz, Borras, Borrasé, Borredo, Borrero, Bosque, Botero, Boza, Bran, Bravia, Bravo, Brenes, Breve, Briceño, Brilla, Briones, Brito, Brizeño, Brizuela, Buencamino, Buendía, Bueno, Bueso, Buezo, Buga, Bugarín, Bugat, Bugria, Burgos, Burguera, Burgues, Burillo, Busano, Bustamante, Bustillo, Bustillos, Busto, Bustos, Buzano, Buzeta, Buzo.

(C)
Caamano, Caamaño, Cabada, Cabadianes, Cabal, Cabalceta, Caballero, Cabana, Cabaña, Cabeza, Cabezas, Cabistán, Cabral, Cabrera, Cabrerizo, Cáceres, Cadenas, Cadet, Cageao, Caicedo, Cairol, Cajas, Cajiao, Cajina, Cala, Calatayud, Calazán, Calcáneo, Caldas, Caldera, Calderón, Calero, Caliva, Calix, Calle, Calleja, Callejas, Callejo, Calles, Calvo, Calzada, Camacho, Camaño, Camarena, Camareno, Camarillo, Cambronero, Camona, Campabadal, Campabadall, Campodónico, Campos, Canales, Canalias, Canas, Candamo, Candelaria, Candelario, Canejo, Canessa, Canet, Canetta, Canizales, Canizález, Canizares, Canno, Cano, Canossa, Cantarero, Cantero, Cantillano, Canto, Cantón, Cañas, Cañizales, Cañizález, Capón, Carabaguias, Carabaguiaz, Caranza, Caravaca, Carazo, Carbalda, Carballo, Casasola, Cascante, Casco, Casorla, Cassasola, Cásseres, Castaneda, Castañeda, Castañedas, Castaño, Castañón, Castaños, Castelán, Castellano, Castellanos, Castellón, Casteñeda, Castiblanco, Castilla, Castillo, Castro, Catania, Cateres, Catón, Cavalceta, Cavaller, Cavallo, Cavanillas, Cavazos, Cavero, Cazanga, Ceba, Ceballos, Ceciliano, Cedeño, Cejudo, Celada, Celedón, Celís, Centella, Centeno, Cepeda, Cerceño, Cerda, Cerdas, Cerna, Cernas, Cerón, Cerpas, Cerros, Cervantes, Cervilla, Céspedes, Cevallos, Cevedo, Cevilla, Chabrol, Chacón, Chamarro, Chamorro, Chanquín, Chanta, Cubero, Cubías, Cubias, Cubilla, Cubillo, Cubillos, Cubria, Cuebas, Cuellar, Cuéllar, Cuello, Cuenca, Cuendis, Cuernavaca, Cuervo, Cuesta, Cueva, Cuevas, Cuevillas, Cunill, Cunillera, Curbelo, Curco, Curdelo.

(D)
Da Costa, Da Silva, Dacosta, D’Acosta, Dalorso, Dalorzo, Dalsaso, Damaceno, Damito, Daniel, Daniels, Dapuerto, Dapueto, Darce, Darche, Darcia, Darío, Dasadre, Dasilva, Dávalos, David, Dávila, Davis, D’Avola, De Abate, De Aguilar, De Alba, De Alvarado, De Benedictis, De Briones, De Camino, De Castro, De Céspedes, De Espeleta, De Ezpeleta, De Falco, De Faria, De Franco, De Jesús, De Jorge, De Juana, De La Cruz, De La Cuesta, De La Espriella, De La Fuente, De La Garza, De La Guardia, De La Herran, De La Hormaza, De La Jara, De La Mata, De La Nuez, De La O, De La Osa, De La Ossa, De La Paz, De La Peña, De La Rocha, De La Rosa, De La Selva, De La Teja, De La Torre, De La Trava, De La Vega, De Largaespada, De Las Casas, De Las Cuevas, De Las Heras, De Lemos, De León, De Lev, De Lima, De López, De Luz, De Miguel, De Miranda, De Moya, De Odio, De Óleo, De Ona, De Oña, De Paco, De Paredes, De Pass, De Paz, De Pazos, De Pedro, De Pinedo, De Prado, De Rayo, De Sárraga, De Sá, De Trinidad, De Ureña, De Donado, Donaire, Donato, Doña, Doñas, Donzón, Dorado, Dormos, Dormuz, Doryan, Duar, Duares, Duarte, Duartes, Duenas, Dueñas, Duque, Duque Estrada, Durall, Durán, Durante, Duval, Duvall, Duverrán.

(E)
Echandi, Echavarría, Echeverri, Echeverría, Eduarte, Egea, Elías, Eligia, Elizalde, Elizonda, Elizondo, Elmaleh, Emanuel, Enrique, Enriques, Escude, Escudero, España, Esparragó, Espelerta, Espeleta, Espinach, Espinal, Espinales, Espinar, Espino, Espinosa, Espinoza, Espitia, Esquivel, Esteban, Esteves, Estévez, Estrada, Estrella.

(F)
Faba, Fabara, Fabián, Fábrega, Fabregat, Fabres, Facio, Faerrón, Faeth, Faiges, Fait, Faith, Fajardo, Falco, Falcón, Falla, Fallas, Farach, Farah, Fargas, Farias, Farías, Faries, Fariña, Fariñas, Farrach, Farrer, Farrera, Farrier, Fatjo, Fatjó, Faundez, Faune, Fava, Fazio, Fermández, Fermán, Francés, Frances, Francesa, Francia, Francis, Franco, Fray, Frayle, Freer, Freira, Fresno, Freyre, Frías, Frutos, Fuentes, Fumero, Funes, Funez, Fúnez, Fuscaldo, Fusco.

(G)
Gabriel, Gadea, Gaete, Gago, Gainza, Gaitán, Galacia, Galagarza, Galán, Galarza, Galaviz, Galba, Galcerán, Galeano, Galeas, Galeno, Galera, Galiana, Galiano, Galindo, Galino, Galiñanes, Gracias, Gradis, Grajal, Grajales, Grajeda, Grana, Granada, Granados, Granda, Grandoso, Granera, Granizo, Granja, Graña, Gras, Grau, Greco, Greñas, Gridalva, Grigoyen, Grijalba, Grijalda, Grijalva, Grillo, Guadamuz, Guadrón, Guajardo, Guardado, Guardano, Guardia, Guardián, Guardiola, Guarín, Guasch, Gudino, Gudiño, Güel, Güell, Güendel, Güendell, Guerra, Guerrero, Guevara, Guido, Guie, Guier, Guifarro, Guilá, Guillarte, Guillén, Guillermet, Guillermo, Guilles, Güillies, Guillies, Guillis, Guilloch, Guiménez, Guindos, Guitiérrez, Guitta, Guix, Gulubay, Gunera, Guntanis, Gurdián, Gurrero, Gurrola, Gustavino, Gutiérrez, Guzmán.

(H)
Haba, Habibe, Haenz, Harrah, Hénchoz, Hernández, Hernando, Hernánez, Herra, Herradora, Herrán, Herrera, Herrero, Hevia, Hidalgo, Hierro, Hincapié, Hinostroza, Horna, Hornedo, Huerta, Huertas, Huete, Huezo, Hurtado, Hurtecho.

(I)
Ibáñez, Ibarra, Ibarras, Icaza, Iglesias, Ilama, Irola, Isaac, Isaacs, Israel, Ivañez, Izaba, Izaguirre, Izandra, Iznardo, Izquierdo, Izrael, Izurieta.

(J)
Jácamo, Jacobo, Jácome, Jácomo, Jaen, Jiménez, Jimera, Jinesta, Jirón, Joseph, Jovel, Juárez, Junco, Juncos, Jurado.

(K)
Kaminsky, Klein, Kuadra.

(L)
La Barca, Labra, Lacarez, Lacayo, Lafuente, Lago, Lagos, Laguardia, Laguna, Lain, Laine, Lainez, Laitano, Lamas, Lamela, Lamicq, Lamugue, Lamuza, Lancho, Lanco, Landazuri, Lández, Lanuza, Lanza, Lanzas, Lapeira, Laporte, Laprade, Lara, Lares, Largaespada, Largo, Larios, Leandro, Ledezma, Ledo, Leitón, Leiva, Lejarza, Lemmes, Lemos, Lemus, Lemuz, Leñero, León, Lépiz, Levi, Leytón, Leyva, Lezama, Lezana, Lezcano, Lhamas, Lieberman, Lima, Linares, Linarte, Lindo, Lines, Líos, Lira, Lizama, Lizana, Lizano, Lizarme, Llabona, Llach, Llado, Llamazares, Llamosas, Llano, Lanos, Llanten, Llaurado, Llerena, Llibre, Llinas, Llobet, Llobeth, Llorca, Llorella, Llorens, Llorente, Llosent, Lloser, Llovera, Llubere, Loáciga, Loáiciga, Loáisiga, Loaissa, Loaiza, Lobo, Loeb, Loew, Loinaz, Lombardo, Londoño, Lope, Lopes, Lopera, López, Lopezlage, Loprete, Lora, Loredo, Lorente, Lorenz, Lorenzana, Lorenzen, Lorenzo, Loría, Lorío, Lorio, Lorz, Losada, Losilla, Louk, Louzao, Loynaz, Loza, Lozano, Luarca, Lucas, Lucena, Lucero, Lucke, Lugo, Luis, Luján, Luna, Lunaza, Luque, Luquez.

(M)
Macaya, Macedo, Maceo, Machado, Machín, Machuca, Macia, Macias, Macías, Macís, Macre, Macrea, Madariaga, Maderos, Madinagoitia, Madrano, Madrid, Madriga, Madrigal, Madril, Madriz, Maduro, Magalhaes, Magallón, Magaña, Magdalena, Maguiña, Mahomar, Maikut, Maingot, Mairena, Maisonave, Maita, Majano, Majarres, Malaga, Maldonado, Malé, Malespín, Malestín, Maltés, Maltez, Malvarez, Manavella, Mancheno, Mancia, Mancía, Mandas, Mangaña, Mangas, Mangel, Manjarres, Mans, Mansalvo, Mansilla, Manso, Mantanero, Mantica, Mantilla, Manuel, Manzanal, Manzanares, Manzano, Manzur, Marabiaga, Maradiaga, Marbes, Marbis, Marcenaro, March, Marchena, Marcia, Marcías, Marcillo, Marcos, Mardones, Marenco, Margules, María, Marichal, Marín, Marinero, Marino, Mariñas, Mariño, Marot, Maroto, Marqués, Marquez, Marreco, Marrero, Marroquín, Marsell, Marte, Martell, Martén, Martens, Martí, Martin, Martínez, Martins, Marvez, Mas, Masía, Masís, Maso, Mason, Massuh, Mastache, Mata, Matamoros, Matarrita, Mate, Mateo, Matera, Mateus, Matías, Matos, Mattus, Mattuz, Matul, Matus, Matute, Maurel, Maurer, Mauricio, Mauro, Maynard, Maynaro, Maynart, Mayo, Mayor, Mayorga, Mayorquín, Mayre, Mayrena, Maza, Mazariegos, Mazas, Mazín, Mazón, Mazuque, Mazure, Medal, Mijares, Milanés, Milano, Millet, Mina, Minas, Minero,Miño, Miqueo, Miraba, Miralles, Mirambell, Miramontes, Miranda, Miro, Mirquez, Mitja, Mitjavila, Mizrachi, Mojarro, Mojica, Molestina, Molian, Molín, Molina, Molinero, Molleda, Mollinedo, Mollo, Moncada, Mondol, Mondragón, Moneda, Moneiro, Monestel, Monga, Mongalo, Móngalo, Monge, Mongillo, Monguillo, Monjarres, Monjarrez, Monjica, Monserrat, Montagné, Montalbán, Montalbert, Montalto, Montalván, Montalvo, Montana, Montanaro, Montandón, Montano, Montealegre, Montealto, Montecino, Montecinos, Monteil, Montejo, Montenaro, Montenegro, Montero, Monterosa, Monteroza, Monterrey, Monterrosa, Monterroso, Montes, Monterinos, Monteverde, Montiel, Montier, Montoya, Monturiol, Mora, Moraes, Moraga, Morales, Morán, Morazán, Moreira, Morejón, Morena, Moreno, Morera, Moriano, Morice, Morillo, Morín, Moris, Morise, Moro, Morote, Moroto, Morraz, Morúa, Morún, Morux, Morvillo, Moscarella, Moscoa, Moscoso, Mosquera, Motta, Moxi, Moya, Mozquera, Mugica, Muiña, Muir, Mulato, Munera, Mungía, Munguía, Munive, Munizaga, Muñante, Muñiz, Muñoz, Murcia, Murgado, Murgas, Murias, Murillo, Murilo, Muro, Mussap, Mussapp, Mussio, Mustelier, Muxo.

(N)
Naim, Naira, Nájar, Nájares, Najarro, Nájera, Nájeres, Naranjo, Narvaes, Narváez, Nasralah, Nasso, Navaro, Navarrete, Navarrette, Navarro, Navas, Nayap, Nazario, Nema, Nemar, Neyra, Noguera, Nomberto, Nora, Noriega, Norza, Nova, Novales, Novo, Novoa, Nuevo, Nuez, Nunga, Núñez.

(O)
Obaldía, Obanbo, Obando, Obares, Obellón, Obon, Obrego, Obregón, Ocampo, Ocampos, Ocaña, Ocaño, Ocario, Ochoa, Ocón, Oconitrillo, Olivas, Oliver, Olivera, Oliverio, Olivier, Oliviera, Olivo, Oller, Olmeda, Olmedo, Olmo, Olmos, Omacell, , Omodeo, Ondoy, Onetto, Oñate, Oñoro, Oporta, Oporto, Oquendo, Ora, Orama, Oramas, Orantes, Ordeñana, Ordoñes, Ordóñez, Orduz, Oreamuno, Oreas, Oreiro, Orella, Orellana, Orfila, Orias, Orios, Orjas, Orjuela, Orlich, Ormasis, Ormeño, Orna, Ornes, Orochena, Orocu, Orosco, Orozco, Ortega, Ortegón, Ortiz, Ortuño, Orve, Osante, Oseda, Osegueda, Osejo, Osequeda, Oses, Osorio, Osorno, Ospina, Ospino, Ossa, Otalvaro, Otárola, Otero, Oto, Otoya, Ovares, Ovarez, Oviedo, Ozerio, Ozores, Ozuno.

(P)
Pabón, Pacheco, Paco, Padilla, Páez, Paguaga, País, Países, Paiz, Pajuelo, Palacino, Palacio, Palacios, Palaco, Paladino, Palazuelos, Palencia, Palma, Palomar, Palomino, Palomo, Pamares, Pampillo, Pana, Pandolfo, Paniagua, Pantigoso, Pantoja, Paña, Papez, Parada, Parado, Parajeles, Parajón, Páramo, Pardo, Paredes, Pareja, Pares, París, Parra, Parrales, Parreaguirre, Parriles, Parrilla, Pasamontes, Pasapera, Pasos, Passapera, Pastor, Pastora, Pastrán, Pastrana, Pastrano, Patiño, Patricio, Paut, Pauth, Pavez, Pavón, Paz, Pazmiño, Pazos, Pedraza, Pedreira, Pedreiro, Pedroza, Peinador, Peinano, Peláez, Pellas, Pellecer, Pena, Penabad, Penado, Pendones, Penón, Penso, Peña, Peñaloza, Peñaranda, Peñas, Peñate, Penzo, Peñón, Peraldo, Perales, Peralta, Peraza, Perdomo, Perea, Perearnau, Pereira, Pino, Pintado, Pinto, Pinzas, Piña, Piñar, Piñate, Piñeiro, Piñeres, Pinzón, Pío, Pion, Piovano, Piovet, Pitalva, Piza, Pizarro, Pla, Plá, Placeres, Pláceres, Plácido, Placidón, Plaja, Platero, Poblador, Poblete, Pocasangre, Pochet, Podoy, Pokoy, Pol, Polamo, Polo, Polonio, Poma, Pomar, Pomareda, Pomares, Ponares, Ponce, Pontigo, Pool, Porat, Porquet, Porras, Porta, Portela, Porter,Portero, Portilla, Portillo, Portobanco, Portocarrera, Portugués, Portuguez, Posada, Posla, Poveda, Povedano, Pozo, Pozos, Pozuelo, Prada, Pradella, Pradilla, Prado, Prat, Pratt, Pravia, Prendas, Prendis, Pretiz, Prettel, Prieto, Prietto, Primante, Prior, Prioto, Privatt, Procupez, Puente, Puentes, Puertas, Puga, Puig, Pujo, Pujol, Pulido, Pulis, Pull, Pulles, Pupo, Purcallas.

(Q)
Quedo, Queralt, Queredo, Querra, Quesada, Quevedo, Quezada, Quiel, Quijada, Quijano, Quirce, Quiroga, Quirós, Quiroz.

(R)
Raa, Raabe, Raba, Rabetta, Raga, Raigada, Raigosa, Ramírez, Ramón, Ramos, Randel, Randuro, Rangel, Raphael, Rauda, Raudes, Raudez, Raventos, Raventós, Raygada, Rayo, Rayos, Real, Reales, Reazco, Recinos, Recio, Redondo, Regaño, Rodesma, Rodesno, Rodezno, Rodó, Rodo, Rodrigo, Rodríguez, Roe, Roig, Rois, Rojas, Rojo, Roldán, Romagosa, Román, Romano, Romero, Roque, Rosa, Rosabal, Rosales, Rosas, Rouillón, Rovillón, Rovira, Roviralta, Roy, Royo, Roys, Rozados, Rozo, Ruano, Rubí, Rubia, Rubín, Rubino, Rubio, Rucavado, Rudín, Rueda, Rugama, Rugeles, Ruh, Ruilova, Ruin, Ruiz, Romoroso, Russo.

(S)
Saavedra, Saba, Sabah, Saballo, Saballos, Sabat, Sabate, Sabba, Sabín, Sabogal, Saborío, Saboz, Sacasa, Sacida, Sada, Sadaña, Sáenz, Saer, Saerron, Sáez, Safiano, Sage, Sagel, Sagot, Sagreda, Saguero, Sala, Salablanca, Salamanca, Salas, Salazar, Salbavarro, Salcedo, Salcino, Saldaña, Saldivar, Salgada, Salgado, Salguera, Salguero, Saliba, Salinas, Salmerón, Salmón, Salom, Salomón, Salumé, Salume, Salustro, Salvado, Salvatierra, Salvo, Samaniego, Sambrana, Samper, Samudio, Samuel, San Gil, San José, San Juan, San Martín, San Román, San Silvestre, Sanabria, Saucedo, Sauza, Savala, Savallos, Savedra, Savinón, Saxón, Sayaguez, Scriba, Seas, Seballos, Secades, Secaida, Seco, Sedano, Sedo, Segares, Segovia, Segreda, Segura, Sehezar, Selaya, Selles, Selva, Selvas, Semerawno, Semeraro, Sepúlveda, Sequeira, Sermeño, Serra, Serracín, Serrano, Serrato, Serraulte, Serru, Serrut, Servellón, Sevilla, Sevillano, Sibaja, Sierra, Sieza, Sigüenza, Siguenza, Siles, Siliezar, Silva, Silvera, Silvia, Simana, Simón, Sinchico, Sio, Sion, Siri, Sirias, Siverio, , Siz, Sobalvarro, Sobrado, Sojo, Sol, Solana, Solano, Solar, Solares, Solarte, Soldevilla, Solé, Solemne, Soler, Solera, Soley, Solís, Soliz, Solno, Solo, Solórzano, Soltero, Somarriba, Somarribas, Somoza, Soria, Sorio, Soro, Sorto, Sosa, Sossa, Sosto, Sotela, Sotelo, Sotillo, Soto, Sotomayor, Sotres, Souto, Soutullo, Sovalbarro, Soza, Suárez, Suazao, Suazo, Subia, Subiros, Subirós, Subisos, Succar, Sueiras, Suñer, Suñol, Surroca, Suyapa, Suzarte.

(T)
Tabah, Tabares, Tablada, Tabor, Tabora, Taborda, Taco, Tagarita, Tagarró, Tal, Talavera, Taleno, Tamara, Tamargo, Tamayo, Tames, Tanchez, Tanco, Tapia, Tapias, Taracena, Tardencilla, Tarjan, Tarrillo, Tasara, Tate, Tato, Tavares, Tedesco, Teherán, Teijeiro, Teixido, Tovar, Trala, Traña, Traures, Travierzo, Travieso, Trediño, Treguear, Trejos, Treminio, Treviño, Triana, Trigo, Triguel, Triguero, Trigueros, Trilite, Trimarco, Trimiño, Triquell, Tristán, Triunfo, Troche, Trocanis, Troncoso, Troya, Troyo, Troz, Trueba, Truffat, Trujillo, Trullas, Trullás, Truque, Tula, Turcio, Turcios.

(U)
Ubach, Ubao, Ubeda, Ubico, Ubilla, Ubisco, Uralde, Urbano, Urbina, Urcuyo, Urdangarin, Urea, Urela, Ureña, Urgellés, Uriarte, Uribe, Uriel, Urieta, Uriza, Uroz, Urquiaga, Urra, Urraca, Urrea, Urroz, Urruela, Urrutia, Urtecho, Urunuela, Urzola, Usaga, Useda, Uva, Uveda, Uzaga, Uzcategui.

(V)
Vadivia, Vado, Valdelomar, Valderama, Valderrama, Valderramo, Valderramos, Valdés, Valdescastillo, Valdez, Valdiva, Valdivia, Valldeperas, Valle, Vallecillo, Vallecillos, Vallejo, Vallejos, Valles, Vallez, Valls, Vals, Valverde, Vanegas, Vaquerano, Vardesia, Varela, Varga, Vargas, Vargo, Varsi, Varsot, Vartanian, Varth, Vasco, Vasconcelos, Vasílica, Vásquez, Vassell, Vaz, Veas, Vedoba, Vedova, Vedoya, Vega, Vegas, Vela, Velarde, Velasco, Velásquez, Velazco, Velázquez, Vélez, Veliz, Venegas, Ventura, Vera, Verardo, Verastagui, Verdesia, Verdesoto, Vergara, Verguizas, Vertiz, Verzola, Vesco, Viales, Viana, Viatela, Vicario, Vicente, Vico, Víctor, Victores, Victoria, Vidaechea, Vidal, Vidales, Vidalón, Vidaorreta, Vidaurre, Videche, Vieira, Vieto, Vigil, Vigot, Vila, Vilaboa, Vilallobos, Vilanova, Vilaplana, Villar, Villareal, Villarebia, Villareiva, Villarreal, Villarroel, Villas, Villaseñor, Villasuso, Villatoro, Villaverde, Villavicencio, Villeda, Villegas, Villejas, Villena, Viloria, Vindas, Vindel, Vinueza, Viñas, Víquez, Viscaino, Viso, Vivallo, Vivas, Vivero, Vives, Vívez, Vivies, Vivó, Vizcaíno, Vizcayno.

(W)
Wainberg, Wolf.

(X)
Xatruch, Xirinachs, Xiques.

(Y)
Yaacobi, Yanarella, Yanayaco, Yanes, Yepez, Yglesias, Yllanes, Yurica, Yzaguirre.

(Z)
Zabala, Zabaleta, Zabate, Zablah, Zacarías, Zacasa, Zalazar, Zaldivar, Zallas, Zambrana, Zambrano, Zamora, Zamorano, Zamudio, Zamuria, Zapata, Zaragoza, Zárate, Zarco, Zaror, Zarzosa, Zavala, Zavaleta, Zayas, Zayat, Zecca, Zedan, Zegarra, Zelada, Zelaya, Zeledón, Zepeda, Zetina, Zonta, Zoratte, Zuleta, Zumba, Zumbado, Zúñiga, Zunzunegui.


[ Para Los Curiosos ] [ Foto: Reprodução / Para Los Curiosos ]

Único bar de cidade belga fecha e igreja passa a servir cerveja a fiéis...

Pastor virou garçom para servir o "chopp de Jesus" após os cultos
Uma igreja na pequena aldeia em Brielen (Bélgica) está chamando atenção por uma prática inusitada. No pequeno vilarejo com apenas 700 habitantes, a tradição local é beber cerveja após a missa. Como o último bar fechou as portas, a solução encontrada pelo padre foi transformar a igreja em um boteco.

A ideia que parece ser contraditória, trouxe ótimos resultados para o reverendo. A comunidade está se unindo e muitas pessoas passaram a frequentar a igreja protestante do local. Com a mudança, o líder religioso teve que também agregar a função de garçom aos domingos, após a missa.

Conforme o UOL, agregar o bar a igreja teve autorização das autoridades locais e, com a liberação, o pastor deu início as atividades. No domingo seguinte, após o culto, mesas com panos brancos e cadeiras foram instaladas na “casa de Deus” para que os frequentadores/fiéis se sentissem como se estivessem no antigo bar.

Segundo o religioso, os fiéis se sentiram à vontade e continuaram a beber a mesma quantidade que bebiam no pub. No novo local, piadas, deboches, música e dança, obviamente, foram proibidos. Outra mudança se deu no “horário de funcionamento”: às 13h, sem atraso, era necessário fechar as torneiras do “chopp de Jesus”. Além disso, para frequentar o “bar” era obrigatório assistir o culto antes.








Fontes GospelPrime/Uol

Páscoa de Chocolate ou de Cordeiro?

O Cordeiro sem Defeito
“Mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo.”1Pe 1.19

O cordeiro morto na páscoa precisava ser um cordeiro sem defeito. Isso porque esse cordeiro tipificava Jesus. Todo o ritual apontava para o sacrifício perfeito e cabal realizado por Cristo na cruz. Não há remissão de pecados sem derramamento de sangue.

Mas o sangue de cordeiros não pode expiar pecados. Na noite da Páscoa, quando o cordeiro foi sacrificado e seu sangue aspergido nos batentes das portas, aquele sangue apontava para o Cordeiro de Deus, o Cordeiro imaculado, que na cruz morreu pelos nossos pecados e verteu o sangue para que fôssemos remidos da escravidão e purificados de toda impureza.

O cordeiro do sacrifício não podia ser doente nem aleijado. Tinha de ser perfeito. Esse cordeiro apontava para Jesus Cristo, aquele que não conheceu pecado, mas foi feito pecado por nós. Jesus não morreu pelos seus próprios pecados.

Morreu pelos nossos pecados. O Justo pelos injustos. Sua morte foi vicária e substitutiva. Ele sofreu o golpe da lei que deveríamos sofrer. Bebeu o cálice da ira que deveríamos beber. Ele morreu a nossa morte para nos dar a sua vida.
"Ore"
Ó Deus, exaltado seja o teu grandioso nome pela misericórdia a mim demonstrada. Eu era merecedor de todo castigo. Mas Cristo o assumiu em meu lugar. Louvado sejas. Em nome de Jesus.

Fonte. Encontro Jovem Cada dia.

Pastor que estava no Titanic morreu pregando durante naufrágio


Pastor John Harper e o Titanic no porto de Southampton, na costa sul do Reino Unido, em 10 de abril de 1912. (Foto: Wikipedia)


John Harper entregou seu próprio colete salva-vidas para outro passageiro e continuou pregando o Evangelho até o fim, conforme relatos dos sobreviventes.

Homens de Deus estão em todos os lugares. Um desses homens foi o pastor John Harper, que morreu entre as vítimas do naufrágio do Titanic, em abril de 1912, que afundou depois de atingir um iceberg no Oceano Atlântico.

Harper nasceu em um lar cristão na Escócia, em 1872, e começou a pregar o Evangelho aos 18 anos. Em 1897, se tornou pastor da Igreja Batista Road Paisley, na cidade de Glasgow, e viu a igreja crescer de 25 membros para mais de 500 fiéis.

Na época do desastre do Titanic, Harper tinha 39 anos, era viúvo e estava com a filha de seis anos, Annie Jessie, e sua irmã, Jessie W. Leitch. Juntos, eles estavam viajando rumo a Chicago, em Illinois, nos Estados Unidos, para pregar por várias semanas na Igreja Moody.

Sua filha e sua irmã foram colocadas em um bote salva-vidas e sobreviveram, mas Harper ficou para trás com o objetivo de cumprir sua última missão: perder sua vida para salvar outras.

Em certo momento, o pastor decidiu entregar seu próprio colete salva-vidas para outro passageiro e continuou pregando o Evangelho de Cristo até o fim, conforme relataram os sobreviventes.

No livro “The Titanic's Last Hero” (“O Último Herói do Titanic”), publicado em 2012 por Moody Adams, foi registrado o testemunho do último homem evangelizado pelo pastor.

"Nos cinquenta minutos finais, George Henry Cavell, que estava apoiado numa prancha, se aproximou de John Harper. Harper, que estava se debatendo na água, gritou: ‘Você é salvo?’ Ele respondeu: ‘Não’. Harper gritou as palavras da Bíblia: ‘Creia no Senhor Jesus Cristo e será salvo’. Antes de responder, o homem foi puxado para dentro do mar.

Minutos mais tarde, a corrente trouxe George de volta e eles ficaram à vista um do outro. Mais uma vez, Harper gritou: "Você é salvo?" Novamente, ele respondeu: "Não". Harper repetiu as palavras de Atos 16:31: "Creia no Senhor Jesus Cristo e você será salvo".

Cansado e sem forças, Harper escorregou no mar e morreu afogado. O homem que ele evangelizou depositou sua fé em Jesus Cristo e, mais tarde, foi resgatado pelos botes salva-vidas. Na província de Ontário, no Canadá, George Henry testemunhou que foi o último convertido de John Harper.

O pastor Harper selou em sua morte o que ele tinha vivido ao longo de sua vida: a paixão pelo Evangelho e a preocupação com almas perdidas. Segundo seu irmão, o pastor George Harper, John levou multidões ao Senhor durante sua vida e mostrou a força do Evangelho para o mundo.

Guiame

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(767) Cristãos Perseguidos (519) Cristãos (515) Bíblia (485) Intolerância Religiosa (362) Israel (333) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (181) Homosexualismo (177) catolicismo (151) Rede Record (146) homofobia (146) Irã (138) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (124) pecado (119) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (105) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (90) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (70) Perdão (68) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (47) Drogas (41) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (37) carnaval (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) vigilância (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil