No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. E o bate papo entre eles acontece assim...

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. E o bate papo entre eles acontece assim...

-Você acredita na vida após o nascimento?

-Certamente... Algo tem de haver após o nascimento! Talvez estejamos aqui porque precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde!

-Bobagem ! Não há vida após o nascimento. Como necessariamente seria essa vida?

-Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui! Talvez caminhemos com os nossos próprios pés e comeremos com a boca...

-Isso é um absurdo! Caminhar é impossivel! E comer com a boca ? É totalmente ridiculo! Só o cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está totalmente excluída, fora de possibilidade... Ainda porque o cordão umbilical é muito curto!

-Na verdade certamente há algo, posso sentir! Muitas mudanças talvez nos espere...

-Mas ninguém nunca voltou de lá depois do nascimento... Tenho certeza de que o parto apenas encerra a vida! Não há nada lá! E afinal de contas, a vida nada mais é do que essa nossa espera prolongada na escuridão...

-Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós...

-Mamãe?!!! Você acredita em mamãe? E onde supostamente ela está já que nunca a vimos?

-Onde?!! Você não a sente? Em simplesmente tudo à nossa volta... Nela e através dela nós vivemos! Sem ela tudo isso não existiria! Tudo aqui vem dela...

-Eu não acredito... Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que ela não existe!!!

-Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio você pode ouvi-la falando com você ou até mesmo cantando pra você, ou mesmo sente como ela afaga nosso mundo nos dando aquela sensação de paz, conforto e segurança. 

Saiba, eu penso que uma vida real e grandiosa nos espera quando sairmos daqui... Penso que estamos apenas nos preparando pra ela! No tempo certo tudo ficará claro, e finalmente veremos a mamãe, que sempre cuidou de nós!

Daí nascemos, e alguns continuam com a mesma dúvida: Será que existe vida após a morte? Será que existe Deus? E onde Ele está se nunca o vimos? Um dia o veremos? E se não o vemos, como creremos nEle?

"... os homens precisam buscá-lo e talvez, tateando, possam encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós. ‘Pois nEle vivemos, nos movemos e existimos’, como disseram alguns dos poetas de vocês: ‘Nós somos descendência dEle’." Atos 17.27-28


Por Idalécio Fernandes

Um comentário:

  1. Prezados Senhores:
    Antes de mais nada, desculpem meus erros usando seu idioma.
    Estou me referindo a história sobre esses dois fetos que estão discutindo se a mãe existe e se existe vida após o nascimento.
    Eu escrevi esta história há 35 anos atrás, quando minha filha mais nova nasceu; está incluído no meu livro "Morfogenia". Você pode ler a história completa (em espanhol ou inglês) em www.pablomolinero.com.
    A versão na Web é um breve resumo em poucas linhas (com muitos erros), dando a idéia central da minha história (16 páginas) mas faltando muitos detalhes interessantes que você pode encontrar na história original.
    Eu vou apreciá-lo em seus Web sites indicam que o autor é Pablo J.Luis Molinero.
    É injusto e desonesto que as pessoas como Útmutató to Léleknek ("guia espiritual" em húngaro), o psicóloga checa (Dr. Jirina Prekop), rabino Haim Korsia (França), o chefe da Igreja Ortodoxa Russa em Saint Michel-Archange em Cannes e vários outros (Henry J.M. Nouwen, Henry J.W., Wayne Dyer, Guru PV Zen, vários pastores de igrejas na Europa Central, nos EUA, etc., e alguns outros, todos eles pessoas de responsabilidade psico-espiritual) fingem ser os autores apropriando-se uma autoria que não é deles.
    Muito obrigado

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...