“Satã 2” é o nome do maior míssil nuclear já produzido pela Rússia

Capacidade de destruição é de área do tamanho da Bahia
O míssil balístico RS-28 Sarmat foi encomendado pelo governo da Rússia em 2011. Agora surgem as primeiras imagens de como é o maior míssil nuclear que o país já teve. O posto atualmente pertence ao modelo RS-36M, que foi construído nos anos 1970. Como seu apelido é “Satã”, a nova arma está sendo chamada de “Satã 2”.

Segundo as informações divulgadas nesta terça-feira (25) pela imprensa, a capacidade de destruição é equivalente ao território da França. Comparativamente seria igual ao tamanho do Texas nos Estados Unidos ou da Bahia, no Brasil.

Especialistas acreditam que seu ataque seria 2 000 vezes maior que a potência das bombas atômicas detonadas em Hiroshima e Nagasaki que marcaram o final da Segunda Guerra Mundial.

A arma russa tem a capacidade de viajar por longas distâncias. Poderia chegar, por exemplo, até a cidade de Nova York. Ela deve estar totalmente operacional em 2018.

A agência de notícias russa Zvezda divulgou que os melhores sistemas de defesa antimíssil do mundo seriam incapazes de interceptar o novo míssil balístico intercontinental. Sua velocidade lhe permitiria “enganar” os sistemas de defesa antimíssil existentes.

Com um peso estimado de 100 toneladas, ele carregará ogivas entre 4 e 10 toneladas. Essas ogivas foram planejadas com uma série de contramedidas destinadas a penetrar qualquer “escudo” antimíssil.

A notícia de seu desenvolvimento é mais uma em meio a uma guerra de informações e ameaças deguerra entre a Rússia e os Estados Unidos, em especial por causa dos conflitos no Oriente Médio, onde os países estão em lados opostos. 

Com informações de Telegraph

0 comentários:

Postar um comentário

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(767) Cristãos Perseguidos (519) Cristãos (515) Bíblia (485) Intolerância Religiosa (362) Israel (333) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (181) Homosexualismo (177) catolicismo (151) Rede Record (146) homofobia (146) Irã (138) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (124) pecado (119) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (105) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (90) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (70) Perdão (68) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (47) Drogas (41) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (37) carnaval (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) vigilância (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil