Referendos aprovam casamento gay e maconha em estados americanos

Em 38 estados dos Estados Unidos foram realizados mais de 170 referendos sobre os mais variados temas.
 
Os eleitores americanos dos estados de Maine, Maryland, Washington e Colorado foram às urnas na terça-feira (6) não só para escolher o novo presidente como para votar em referendos que buscavam a opinião do povo para dois assuntos polêmicos: casamento gay e a legalização da maconha.
 
O resultado foi que Maine e Maryland se mostraram favoráveis a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Apesar de já ser aceito em seis estados do país, o casamento gay nunca tinha sido votado através de um referendo nos Estados Unidos.

Já em Washington e no Colorado os eleitores votaram em relação ao consumo da maconha. A droga agora será legalizada e que for pego com até 28 gramas não será penalizado.

No estado de Colorado a droga ainda poderá ser consumida em espaços públicos e os cidadãos poderão cultivar a planta em casa, desde que não tenha mais de seis pés da erva.

Já o referendo de Washington aprovou a criação de um sistema de licenças estatais que serão emitidas a produtores de maconha.

A terça-feira foi de votações diversas para os americanos, em 38 dos 50 estados foram feitos 176 referendos para pedir a opinião dos eleitores sobre temas diversos como o direito de decidir pela própria morte (Massachusetts), o uso obrigatório de camisinhas por atores pornôs em Hollywodd e até a obrigatoriedade de indicar em rótulos de alimentos a presença de ingredientes geneticamente modificados.

As informações são da BBC.
GP

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...