Podemos expulsar demônios dos objetos?


A boneca Anabelle é um dos exemplos de objetos que carregam consigo, lendas que envolvem demônios e misticismos. (Foto: SBT)



Expulsar objetos diabólicos, queimá-los, destruí-los e excomunga-los, e suportar nossas amarguras, perversidades e não resolver nossas diferenças, é o tipo de de liturgia inútil praticada ultimamente.

Sexo churrasco, espada de São Jorge, folha de Arruda, sal grosso, etc, foram todos criados por Deus. Seu objetivo é nos proporcionar bem estar e manutenção da vida. Dependendo de como as usamos, podem nos dominar, nos escravizar e nos tornar dependentes delas.

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convém.

Expulsar objetos diabólicos, queimá-los, destruí-los e excomunga-los, e suportar nossas amarguras, perversidades e não resolver nossas diferenças, é o tipo de de liturgia inútil praticada ultimamente.

O diabo não está nas coisas, mas as usa contra nós, como fez com a árvore do bem e do mal. Ele não possui capacidade de usar coisas, pois elas não possuam capacidade de escolha. Esta capacidade é exclusiva dos seres humanos.

No entanto sugere, que determinados usos destas coisas são capazes de Noé proporcionar, vantagens imaginárias, como suprir necessidades irreais. Hoje se crê, que a variedade sexual é uma necessidade prioritária.

Assim ele convenceu a Eva, de que o fruto da árvore, lhe daria poderes e conhecimentos, que supostamente ela precisava.

Frutas, árvores, variedade sexual, churrasco, etc não concedem, nem tiram nada de nós, a não ser aquilo para o que foram criados.

O sal grosso e o galho de arruda não foram feitos para outra coisa além de servirem de alimento.

A oração não foi feita para torcer o braço de Deus, mas para conversar com ele, expressar nosso amor, confessar, dizer o que gostaríamos de ter, falar sobre nossas necessidades, mas nunca para determinar o que nos acontecerá. Até oração pode ser usada de modo errado.

Todas as coisas me são lícitas, mas não me deixarei dominar por nenhuma delas. Isto inclui usá-las com o objetivo errado.

A língua, por exemplo, foi feita para bendizer e não para falar mal dos outros.

A faca foi feita para cortar coisas e não pessoas. O problema de um assassino não é a faça, mas o uso que faz dela. O diabo introduziu, na Igreja o ensino de que o assassino deve se livrar da faça e não de seu desejo de matar.

O diabo tem a capacidade de de inventar usos ilícitos das coisas. Nossa resposta às suas sugestões é dizer não é nos submetemos a Deus. Aí nem é preciso mandar o diabo embora, ele mesmo fugira de nós.

"Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês". (Tiago 4:7)


Guiame

Um comentário:

  1. A paz do Senhor irmão.

    Lemos o seu post, em parte concordamos e em parte não. Trabalhamos com famílias há muito tempo, e o que falaremos é de experiência própria.

    Objetos consagrados (com pacto para que se venda) SEMPRE FORAM PROBLEMAS DENTRO DAS FAMÍLIAS PARA TIRAR A PAZ, TRAZER CONTENDAS E DIVISÕES.

    A presença DESTES VÍNCULOS MALIGNOS nestas casas envolvem o sobrenatural que só quem vive isso pode falar.

    Inúmeras famílias podem testemunhar o que Deus fez em suas vidas quando foram livres destes objetos consagrados.

    Estavam fracos na fé; acontecendo coisas que não podemos citar para não expor ninguém; mas se for necessário, com a anuência deles podemos até trazer estes testemunhos para comprovar REALMENTE A SUA PROCEDÊNCIA.

    Bom irmão, as coisas no mundo espiritual são muito além do que pensamos, e ou imaginamos, SÓ ESTANDO NO CAMPO DE PROVA podemos falar com propriedade sobre este assunto.

    Não estamos falando de sal grosso, de isso ou aquilo; mas de objetos, livros, vídeos, filmes, Cd's, Lp's que pertencem ao mundo FAZEM A DIFERENÇA DENTRO DE NOSSOS LARES.

    Claro que sabemos que todo aquele que está no Senhor Jesus Cristo, o maligno não lhe toca; no entanto, ter objetos do maligno É PREVARICAR, tentar ao Senhor nosso Deus.

    Vou entrar em contato com pessoas de alguns casos, e se elas permitirem, iremos editar um post em nosso Blog testemunhando sobre o assunto.

    A paz do Senhor.

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...