Cantor chega aos 20 anos de carreira com músicas consagradas e em clima de rivalidade com cantores famosos

Nascido na cidade de Passos, em Minas Gerais, Thalles Roberto comemora seus 20 anos de carreira em 2016. O cantor, que começou como músico de apoio da banda Jota Quest e chegou a fazer uma parceria com o grupo Jamil e Uma Noites, lançou o primeiro álbum com a banda Éden, em 1996. Hoje, Thalles é reconhecido como um dos maiores fenômenos da música gospel nacional e seu nome está por trás de tantos sucessos quanto polêmicas.

O primeiro trabalho solo de Thalles Roberto veio em 2004. Naquele ano, o cantor lançou o CD "Acústico Gospel" e emplacou hits como "Um Vaso Novo", "Segura Na Mão de Deus" e "Sonda-me". O trabalho foi bastante elogiado pela crítica e rendeu ao cantor uma indicação ao prêmio de Melhor Álbum de Música Cristã do Grammy Latino 2004. 

Após a estreia, Thalles Roberto trabalhou com diversos artistas e se afastou do cristianismo enquanto se dedicava ao grupo mineiro Jota Quest, liderado por Rogério Flausino. O sucesso a nível nacional aconteceu em 2010, quando o cantor venceu a categoria "Revelação" do prêmio Melhores do Ano Gospel. 

Desde então, o cantor passou a ser figura frequente na mídia, sendo reconhecido principalmente por falas polêmicas e atitudes muito aquém do esperado pela comunidade evangélica. Dentre os acontecimentos mais controversos, fãs de Thalles não se esqueceram de declarações como "cantar gospel é igual bater em bêbado" e que "há tempo para sonegar impostos". Relembre as maiores polêmicas da carreira de Thalles Roberto:

A canção herética

Em 2013, Thalles Roberto promovia o lançamento do single "Filho Meu". O vídeo, que atingiu a marca de 500 mil visualizações em pouquíssimos dias, gerou polêmica ao mostrar o cantor falando na primeira pessoa, demonstrando uma tentativa de Deus de se relacionar com um suposto filho, porém ainda não convertido. A letra da canção foi criticada por teólogos, pastores e fãs do artista, que a classificaram como "herética".


Ambição

No mesmo ano da polêmica com o clipe de "Filho Meu", o cantor virou notícia entre os famosos do mundo gospel ao cancelar um show de última hora na cidade de União dos Palmares, em Alagoas. O motivo? Thalles teria ficado insatisfeito com o valor do cachê acordado com o Pastor Abraão, organizador do evento. Fãs que prestigiaram o show ficaram indginados e gravaram um vídeo em repúdio ao gesto do artista, o acusando de ser mercenário. 



Bíblia própria

Em 2015, Thalles provocou a ira da comunidade evangélica ao lançar uma nova versão da Bíblia Sagrada. Intitulada "ID3", mesmo nome de um álbum lançado em 2014, o cantor produziu um livro em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil. A obra trazia sua história de vida como introdução, à frente do Gênesis. Mais polêmica do que o projeto, só mesmo o custo: R$ 110,00.


Menosprezo ao gospel

Durante uma apresentação na Comunidade das Nações, em julho de 2015, em Brasília, Thalles Roberto afirmou ter interesse em produzir um CD voltado ao público não-religioso. O cantor disse que recebeu chamado de Deus para deixar de se apresentar em igrejas e fazer eventos seculares. No entanto, a forma como ele descreveu o fato gerou muita revolta entre os evangélicos. "Você está acima da média porque você está no meio de gente fraca", declarou. Thalles ainda disse que "cantar no meio gospel era como bater em bêbado" e que "música gospel é tudo igual".

A declaração do cantor deu o que falar no meio gospel. Nomes como Leonardo e Marcos, Luiz Arcanjo, Marcus Salles, Amanda Ferrari, Vanilda Bordieri, Cassiane e Lydia Moisés repudiaram publicamente a atitude de Thalles.




Fonte: IG

0 comentários:

Postar um comentário

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(767) Cristãos Perseguidos (519) Cristãos (515) Bíblia (485) Intolerância Religiosa (362) Israel (333) Evangélicos (302) igreja (263) Reflexão (247) apocalipse (192) oração (181) Homosexualismo (177) catolicismo (151) Rede Record (146) homofobia (146) Irã (138) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (124) pecado (119) Política (112) islan (110) ateus (109) Religião (105) judeus (105) Milagres (103) Natal (102) Aborto (101) Ahmadinejad (91) esporte (91) Criança (90) Testemunho (85) globo (77) guerra (72) Salvação (70) Perdão (68) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (53) adoração (48) heresia (47) Drogas (41) Prosperidade (41) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (37) carnaval (36) Idolatria (34) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (25) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) Páscoa (17) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) Suicídio (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) obediência (12) benção (11) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Justin Bieber (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) livre arbítrio (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) Purgatório (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) vigilância (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil