Jovem leva 200 chicotadas por “apostasia” do islã

Ele queria tirar sua mãe de uma cidade controlada pelos terroristas
O Observatório Sírio de Direitos Humanos denunciou que um jovem foi castigado com 200 chicotadas por “tentativa de apostasia” na Síria. O castigo foi dado pelos terroristas do Estado Islâmico porque o jovem tentou ajudar sua mãe a sair do território dominado pelos jihadistas.

O castigo durou três dias e o jovem ainda será obrigado a pagar uma multa de US$ 500. Não há informações sobre o paradeiro da mãe desse jovem.

A ONG sediada na Europa afirma que o caso aconteceu na província de Deir ex Zor, mais precisamente na cidade de Al Bukamal, fronteira com o Iraque.

Os dois países estão sob domínio do grupo jihadista desde 2014, várias cidades já foram tomadas e há rastros de guerra, muitos mortos e vítimas de saques e torturas.

O Estado Islâmico aplica nas localidades que invade uma lei islâmica severa que pune todos os chamados “infiéis”, aqueles que não seguem a sharia. Cristãos são as principais vítimas do grupo, mas também há outras minorias religiosas sofrendo com esses atentados como os yazidis e até mesmo grupos muçulmanos não extremistas. 

Com informações UOL

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...