Mulher sobrevive após atirar no próprio peito e se rende a Cristo no hospital


Neya Fernandes contou seu testemunho ao Guiame durante a Expoevangélica. (Foto: Guiame)



Depois de sobreviver a uma tentativa de suicídio e se reconciliar com Deus no hospital, Neya Fernandes se tornou missionária e tem pregado pelo Brasil o poder da adoração no processo de cura.

Neya tinha apenas 16 anos quando começou a se afundar em uma depressão, em 1996, depois de se afastar da igreja. “Minha vontade era de sumir e acabar com a minha vida”, disse ela em entrevista ao Guiame durante a Expoevangélica.

Assim ela fez. Naquele mesmo ano, Neya usou um revólver calibre 38 e atirou em seu próprio peito. A bala ficou alojada na região tóraco-lombar da coluna. “Fui levada para o hospital entre a vida e a morte. O médico disse para a minha mãe: ‘Se essa moça viver, ela não irá voltar a andar”, conta.

A jovem passou dois meses e 25 dias internada e foi submetida a cinco cirurgias, chegando a pesar menos de 39 quilos. “Naquele momento eu me sentia muito sozinha. Ninguém me visitava mais por causa do mau cheiro”, lembra.

No dia em que o médico afirmou que Neya poderia voltar sem vida de mais um procedimento cirúrgico, um pastor foi conduzido por Deus para procurar a moça e dizer: “Você vai andar o mundo inteiro louvando e testemunhando. Onde seus pés não chegarem, a sua voz vai chegar e muitas almas serão salvas”.

“Naquele momento, eu senti muita firmeza naquela palavra e disse: ‘Eu quero me reconciliar com Deus’. Foi a partir daquele instante que Deus começou a usar minha vida através do louvor”, conta Neya.

“Eu sentia muitas dores, porque tinha um chumbo na minha coluna. Mas a partir do momento em que eu comecei a adorar a Deus, a dor apertava e eu cantava. Foi a partir dali que Deus começou a me usar através dos louvores”, Neya relata.

Para que Neya voltasse a andar, os médicos marcaram uma nova cirurgia para retirar o chumbo de sua coluna, sabendo que correria o risco de sua medula se romper.

No procedimento, a mãe de Neya deu um banho na filha e percebeu um volume em suas costas. O médico foi chamado às pressas, fez uma breve avaliação e disse: “Menina de sorte”. O profissional pegou o carrinho cirúrgico, fez uma pequena anestesia e tirou a bala.

“A mão de Deus fez a cirurgia”, Neya ressalta. “Foi uma coisa sobrenatural, porque um dia antes o chumbo estava muito difícil e eu tinha que fazer a cirurgia”.

Neya Fernandes contou seu testemunho ao Guiame. (Foto: Divulgação)

“O tempo do Senhor chega no momento em que Ele quer em nossa vida. Foi naquele momento que eu senti que Deus chegou em minha vida para mudar a minha história. Eu sentia depressão e hoje eu louvo ao Senhor”, afirma.

Seu CD “Cheiro das Águas” surgiu a partir dessa história de cura e reconciliação, que foi lançado durante a Expoevangélica. “Através desse louvor, Deus tem salvado muitas vidas”, disse a cantora.

“É gratificante saber que eu estou trabalhando para o Senhor. Eu tenho essa verdade em meu coração porque eu sei de onde eu vim. Não é simplesmente ser uma cantora, uma artista”, observa.

Hoje Neya é casada com o missionário Paulo e, juntos, fazem parte da Comunidade Cristã Paz e Vida, em São Paulo. O casal também atua em um projeto no Sertão Nordestino, acompanhados de outros missionários para levar a Palavra de Deus a comunidades carentes.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...