Policial diz que foi conduzido por um ‘anjo’ para resgatar bebê, em acidente de carro

Quatro policias ouviram uma voz que os conduziu até o carro, em uma área de difícil acesso. Uma mulher estava morta, mas eles chegaram a tempo de salvar um bebê.

Quando o policial Tyler Beddoes se deparou com a cena de um acidente de carro, em março de 2015, ele não imaginava que viveria uma experiência que mudaria sua vida.

Ele e outros três colegas do Departamento de Polícia de Spanish Fork, no estado norte-americano de Utah, foram até um rio da cidade para socorrer vítimas de um capotamento de carro em uma área de difícil acesso.

Tyler e os outros policiais começaram a descer a margem do rio em busca do veículo, quando escutaram uma voz clara e distinta. “Todos nós ouvimos uma voz feminina adulta, uma voz muito calma que dizia: ‘Me ajude, me ajude’”, Tyler contou ao site Faithwire. “Esta voz nos guiou até o carro e nos deu esperança de que havia sobreviventes”.

No entanto, quando os policiais se aproximaram do carro, eles perceberam que havia uma mulher que já estava morta há algumas horas — mais tarde, eles descobriram que sua morte havia ocorrido 14 horas do resgate. Por outro lado, uma bebê de 18 meses de idade chamada Lily ainda estava viva, mesmo inconsciente, no banco de trás do veículo.

“Lily tinha ficou de cabeça para baixo, dentro de um carro capotado, em temperaturas muito baixas, durante 14 horas, tendo como única companhia sua mãe morta. Isso realmente mexeu comigo”, disse Tyler. “Eu fiquei muito chocado. Eu pensei em meus filhos pequenos”.

O policial acredita que não há uma explicação natural que justifique a voz que conduziu a equipe até as vítimas, e afirma que “a única explicação foi a intervenção divina”.

O capotamento do carro foi descoberto por um pescador. (Foto: Sammy Jo Hester/AP)

“A mãe de Lily, Jennifer, foi morta no impacto. Lily estava inconsciente, em estado de congelação e não poderia ter falado aquelas palavra”, disse Tyler. “Eu sei que os anjos são mensageiros e protetores. Eu não tenho nenhuma dúvida de que fomos guiados por um anjo, que estava ali para assegurar que Lily ficaria segura até os socorristas chegarem”.

O policial também acredita que Deus estava tentando enviar uma mensagem a ele através dessa situação.

“Eu sentia que estava à beira de um penhasco, espiritualmente falando, até acontecer esse incidente”, disse Tyler. “Lily perdeu a mãe, não posso nem imaginar essa dor, mas ter ouvido aquela voz, recebido os direcionamentos e visto a ajuda de Deus, realmente me mudou”.

Depois dessa experiência, Tyler decidiu escrever o livro “A Prova dos Anjos”, publicado no Brasil pela editora Planeta.

“Eu era desconfiado como ninguém até isso acontecer comigo”, garantiu o policial. “Se você realmente olhar ao seu redor, irá perceber que os anjos estão perto e ajudam as pessoas com frequência. Sinceramente, eu acredito que Deus envia anjos para nos ajudar em todos os aspectos da vida”.

Hoje Lily vive com seu pai, sem nenhum problema de saúde ou lesões provocadas pelo acidente. “Já fazem quase dois anos desde esse dia e Lily não tem efeitos colaterais. Isso é verdadeiramente um milagre”, disse Tyler. “Ela é uma bênção para muitos e sou feliz por conhecê-la”.

Guiame

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...