CHARLIE? NÃO, EU NÃO SOU MANIPULÁVEL

Na última quarta feira aconteceram dois atentados terroristas que deixaram 52 mortos. 12 foram vítimas do ataque a uma revista francesa e os outros 40, de uma explosão no Yemen. Você só soube de um deles.

Temos a necessidade de estar sempre procurando Cristos, mas com o cuidado de enxergá-los apenas em lugares onde consigamos nos ver.

Ninguém quer ser uma das dezenas de crianças mortas num hospital de Kandahar que foi bombardeado por um caça americano ou francês, durante uma operação (aí não é atentado terrorista) da OTAN. Mas nos últimos quatro dias, vi algumas centenas de milhares de "Charlies" surgirem.

Eu estou muito longe de ser Charlie. Costumo respeitar as diferenças de religião, raça e opção sexual, e manter uma relação respeitosa com quem pensa diferente de mim. E esse não é o jeito Charlie de fazer as coisas.

Mas dizer que não sou Charlie Hebdo já me fez ser apontado como apoiador do atentado ou, no mínimo, de culpar Charb e seus colegas cartunistas pelo atentado que sofreram.

Então vamos deixar umas coisas claras: trabalhar num lugar que publica charges ofensivas e ridicularizadoras (essa palavra existe mesmo?) não torna os colaboradores da C.H. culpados do que aconteceu. Eles são as vítimas daquela barbárie.

Esta está virando uma discussão sem pé nem cabeça. Porque achar as charges da Charlie Hebdo de mau gosto não significa considerar os cartunistas culpados pelo atentado. Essa é uma confusão que surgiu não sei como e que é completamente sem sentido.

São duas coisas bem diversas e que podem coexistir sem problemas:

1) terroristas mataram 12 pessoas. Logo, os culpados são os terroristas;

2) as publicações da Charlie Hebdo são ofensivas, rasas e de péssimo gosto.

Uma coisa não anula a outra. Eu não tenho o dever de passar a admirar o trabalho de uma empresa porque ela foi vitimada por uma tragédia. Por outro lado, considerar o seu trabalho ruim não quer dizer que eu ache que ela mereça ser atacada por um grupo de loucos amados com kalashnikovs.

Só pra deixar claro: as publicações da Charlie Hebdo não me agradam nem um pouco e claro que eu sinto muito pelo que aconteceu na manhã da última quarta-feira no escritório da revista.

Infelizmente, a morte daquelas pessoas está sendo capitalizada pelos mesmos grupos de extrema direita que vêm conduzido uma coisa absurda que chamam de "movimento de desislamisação da Europa".

Tem muita gente querendo que você e eu sejamos Charlie. Eu vou continuar sendo Neto Peneluc.

Por Neto Peneluc

Um comentário:

  1. Olá amigos,
    É um prazer estar aqui, encontrei no seu post exatamente as palavras das quais eu precisava para expressar meus pensamentos em relação ao ocorrido, coerência e respeito sempre dão equilíbrio a qualquer situação conflitante.
    Certamente estarei aqui mais vezes
    um grande abraço e que a presença de Deus ilumine seus dias.
    Joelma

    ResponderExcluir

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(778) Cristãos Perseguidos (529) Cristãos (518) Bíblia (488) Intolerância Religiosa (363) Israel (338) Evangélicos (302) igreja (264) Reflexão (247) apocalipse (194) oração (184) Homosexualismo (177) catolicismo (153) Rede Record (148) homofobia (146) Irã (140) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (125) pecado (120) Política (113) islan (112) ateus (109) judeus (109) Religião (105) Aborto (104) Milagres (103) Natal (102) Ahmadinejad (91) Criança (91) esporte (91) Testemunho (86) globo (77) guerra (73) Salvação (71) Perdão (70) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (54) adoração (48) heresia (48) Drogas (42) Prosperidade (42) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (38) carnaval (36) Idolatria (35) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) Páscoa (22) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) DIP (16) Oriente Médio (16) Rei David (16) Suicídio (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Pornografia (15) Promessa (15) Sofrimento (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) benção (12) obediência (12) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Justin Bieber (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) livre arbítrio (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) Purgatório (5) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil