Feriado de Martin Luther King Jr.: 5 coisas que você precisa saber

Estados Unidos - O feriado nacional inclui um dia de folga da escola e uma chamada à contemplação sobre as questões raciais na América.

Um homem ajudou a liderar os Estados Unidos da América em uma nova era de relações raciais, liderando a enorme chamada base para a igualdade racial.

Nesta segunda-feira (terceira do mês), os norte-americanos celebram o dia em memória ao Dr. (e pastor) Martin Luther King Jr. O feriado nacional inclui um dia de folga da escola e uma chamada à contemplação sobre as questões raciais na América.

Abaixo estão cinco fatos sobre o feriado, as maneiras como as pessoas celebram, e como, em pelo menos um estado, neste dia, nem sempre é feita a associação entre o líder e os direitos civis.

1. Uma tentativa bipartidária
Em novembro de 1983, o presidente republicano Ronald Reagan assinou o feriado em lei, que estabeleceu o terceiro domingo de janeiro como a data para a observância.

De acordo com o projeto de lei, que foi patrocinado pelo senador democrata Ted Kennedy de Massachusetts, a primeiro observância era para ser realizada em 1986.

2. Um esforço apoiado pelo Estado
Anos antes de o governo federal estabelecer um feriado em homenagem ao Dr. King, vários estados já haviam passado a fazer menções aos direitos civis neste dia.

Em 1973, o Estado de Illinois aprovou uma lei para designar um dia para celebrar a vida do Dr. King. Até 20 de Janeiro de 1986, que foi a primeira observância Federal do Dia MLK, 17 Estados já haviam promulgado férias para lembrar o famoso líder dos direitos civis.

3. Um feriado compartilhado
O Sul dos EUA, onde a carreira de Dr. King sobre os direitos civis ocorreu enfaticamente, nem sempre foi totalmente receptivo à observância.

Na Comunidade de Virginia 1986-2000, sul do estado, comemorava-se o "Dia de Lee Jackson King", acrescentando celebrações em honra aos generais confederados Robert E. Lee e Thomas "Stonewall" Jackson.

Finalmente em 2000, a Comunidade dividiu os dois feriados, dando ao Dr. King seu próprio dia e mantendo respeito ao Dia de Lee Jackson para a mesma semana.

4. Um dia de Serviço
Enquanto muitos feriados no calendário federais estão associados a festas, banquetes, e compras, Dia MLK tem sido conhecido por ser o "Dia de Serviço."

De acordo com a ampla mensagem de serviço encontrada no movimento dos direitos civis, as comunidades em todo os Estados Unidos usam o dia para esforços voluntários.

O Estado da Philadelphia possui o maior desses dias de serviço, após ter realizado o Grande Dia de Martin Luther King, por duas décadas.

5. Um feriado em crescimento
Embora seja um feriado bastante "jovem" (se visto em nível nacional), especialmente em comparação com o Natal, Dia de Ação de Graças, e o Dia Memorial, a participação no Dia MLK tem vindo a aumentar desde 1986.

De acordo com Philip Walzer do Virginian-Pilot, o número de empresas que dão aos seus trabalhadores o dia de folga tem crescido consideravelmente.

"37% dos empregadores planeja observar o Dia de Martin Luther King Jr. como férias pagas, de acordo com uma pesquisa realizada pela Bloomberg BNA", relatou Walzer.

"Esse é o nível mais elevado até hoje registado pela Bloomberg BNA. 14% disseram que iriam dar aos funcionários um dia de folga em 1986, o primeiro ano em que foi observado como um feriado nacional. No ano passado, o percentual foi de 35%".

com informações do Christian Post

0 comentários:

Postar um comentário

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(783) Cristãos Perseguidos (549) Cristãos (519) Bíblia (493) Intolerância Religiosa (365) Israel (346) Evangélicos (303) igreja (264) Reflexão (247) apocalipse (194) oração (190) Homosexualismo (177) catolicismo (153) Rede Record (148) homofobia (147) Irã (141) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (126) pecado (123) islan (114) Política (113) judeus (112) ateus (109) Aborto (106) Religião (105) Milagres (103) Natal (102) Criança (92) Ahmadinejad (91) esporte (91) Testemunho (86) globo (77) guerra (73) Perdão (72) Salvação (72) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (54) adoração (48) heresia (47) Drogas (42) Prosperidade (42) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (38) carnaval (36) Idolatria (35) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) Páscoa (22) esperança (22) Mentira (20) Confiança (19) Alegria (18) Nasa (18) Pornografia (18) Oriente Médio (17) Suicídio (17) DIP (16) Paz (16) Rei David (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Pena de Morte (15) Promessa (15) Sofrimento (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) benção (12) dia das mães (12) obediência (12) impureza (11) Ansiedade (10) Justin Bieber (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) livre arbítrio (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) Purgatório (5) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil