O crente fiel a Jesus é um alvo constante dos principados e potestades

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12

Em nossa caminhada Cristã, até atingirmos a “maturidade”, sofremos. Sofrimento este que nos faz aprendermos algumas lições preciosas. Mas essas lições não se aprendem de um dia pro outro. Entre essas lições aprendemos a nos conscientizar que somos alvos constantes de ataques, seja no plano terreno como espiritual.

Demora pro crente entender que nossa luta, não é contra a carne e sangue. Dentro dessa visão, quando somos imaturos, queremos resolver no braço algo que só no plano espiritual se resolve; não com nossas próprias forças, mas com a ajuda de quem tem poder e autoridade para dissolver qualquer inimigo.

Vamos refletir em algo muito simples: quem é o nosso principal adversário? Como ele age? Quais são as suas estratégias? Quais são suas armas? (Respostas destes questionamentos no final da mensagem).

Quando refletimos nestes questionamentos, podemos compreender que todos estão na mira do adversário; mas, tem um grupo de pessoas que o adversário investe pesado, usa todas as suas armas e armadilhas para pará-los, estacioná-los. 

Esse grupo de pessoas são os crentes fieis em JESUS. Essas pessoas de fato incomodam o inferno, pois são enviadas para resgatar outras vidas no mundo do engano, no mundo do pecado. O inimigo sabedor disso investe pesado contra elas.

Seu ódio é mortal pelos crentes, pois não pode tocá-los, sem que DEUS permita, então tenta de todas as formas parar esses crentes e usa de várias ferramentas, para detê-los.

Somos atacados diariamente, mas não podemos lutar contra as pessoas de carne e osso, nossas armas devem ser espirituais. Tenhamos dó delas, tenhamos misericórdia delas que estão sendo “usadas pelo mal”. 

Peçamos pra DEUS abrir os nossos olhos espirituais para enxergarmos quem realmente está por trás dos constantes ataques que sofremos.

Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem. Romanos 12:21

Entre algumas de suas estratégias, está em usar pessoas próximas de nós, dentro, muitas vezes, da nossa própria família. Isso é o que mais nos machuca, pois o ataque em sua grande parte não vem de ímpios, mas sim daqueles que sentam ao nosso lado na igreja, ou daqueles que nós ajudamos a levantar, ou quem sabe daqueles que sentam em nossa mesa e come junto conosco. Salmos 55:12-14

Quem sabe, um gerente nosso, um professor, alguém que amamos, até mesmo um parente investirá contra nós. Quero que saibas de uma coisa: Esses que estão nos perseguindo também estão sendo usados e são vítimas do maligno e não percebem, por também estarem cegos espirituais.

Essas pessoas são usadas e têm como objetivo, caluniar-nos, desencorajar-nos, amedrontar-nos. Se agirmos como crentes carnais e imaturos, vamos comprar a briga atingindo-os também da mesma forma que estamos sendo atingidos. 

Mas na verdade tem algo espiritual por trás daqueles ataques. O grande problema é que muitas vezes não queremos enxergar pelos olhos espirituais. Taxamos aqueles que investem contra nós como: “Inimigos”

Não ore, para que DEUS queime, destrua aquele que te persegue, que te calunia, Ore para que Ele o abençoe; retribua com o bem. Jejue para que Deus te fortaleça espiritualmente e repreenda com autoridade os espíritos malignos que estão influenciando esta pessoa.

Olhe para as pessoas e não as tenham como inimigas, mesmo que elas estejam no momento combatendo contra você. Entenda quem está por trás de cada palavra de cada ataque. Mateus 16:23

Jesus olha para PEDRO e repreende a quem estava por trás dele. Uma simples palavra dita por Pedro, foi suficiente para que JESUS repreendesse o maligno. Jesus não detona, nem tão pouco briga com Pedro, mas olhando fixamente nos olhos de Pedro, fala diretamente com quem o usava naquela situação. Podemos aprender muito com essa passagem de Mateus 16:23. 

Quando temos essa consciência e maturidade vamos evitar pelejas inúteis que acontece diariamente em nossa volta. Seja em casa, seja no trabalho, seja até mesmo dentro das igrejas. Aliás o que mais tem acontecido é pelejas e discórdias dentro da igreja. 

Lembre-se sempre dessa frase: Você é um alvo, por ser salvo em Cristo; você é um alvo por ser luz; você é um alvo por ser sal. O mundo que jaz no maligno vai sempre te odiar, vai sempre te perseguir. O mundo que está em trevas vai te odiar por você brilhar; o mundo sem sal e sem sabor vai te detestar por ver que em ti tem o sabor.

A Partir de hoje olhe para essas pessoas não como inimigas, mas tenha delas misericórdia. Romanos 12:20,

Ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo’. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus, pois que Ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos…Mateus 5:43-45

Fica a reflexão para nós neste momento: Será que temos lutado contra as potestades e principados? Ou temos combatido as pessoas, os homens, os “supostos inimigos”? Será que oramos por aqueles que nos fez mal, ou pagamos também com o mal ao que fez por nós? Como temos agido quando somos perseguidos, maltratados, roubados?

“Quem é o nosso principal adversário? Como ele age? Quais são as suas estratégias? Quais são suas armas?    








Por Josiel Dias
Gospel Prime

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...