Perdeu o amor, perdeu tudo?

Para Deus, o que conta no final das contas, é o amor e o amar, que tem a ver com dar a vida pelos vivos e pelas vidas.

Ele mesmo amou tanto os vivos e as vidas do mundo que deu a Vida (Jo 14:6) para haver vida, vida para sempre.

O jornais de hoje anunciam que a justiça de São Paulo exclui para sempre Suzane von Richthofen da herança dos pais, por ser considerada indigna.

O que a tornou indigna? Ela, como se sabe, matou brutalmente os próprios pais em 2002, com ajuda do namorado e de outro cúmplice. Os bens dos seus pais, que estão avaliados atualmente em R$ 10 milhões, serão transferidos definitivamente para o seu único irmão.

Ao crer no Filho, você deixou de ser apenas uma criatura. Tornou-se um filho, que não nasceu do sangue, nem da carne, nem do sexo, mas de Deus. No seu interior existe alguém que não se cansa de afirmar esse fato. (Rm 8:16).

E se é filho, o seu nome está entre os que podem herdar junto com Jesus (Rm 8:17), que não hesita em lhe chamar de irmão (Mc 3:35, Hb 2:11), o que "olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma concebeu o que Deus preparou para aqueles que o amam” (1 Co 2:9).

Agora, preste atenção numa coisa, por favor. Notou quem vai herdar tudo isso? Os que amam a Deus! Quem deixa de amar, deixa de herdar. Perdeu o amor, perdeu tudo. No fundo, o que fez a filha que matou os pais não herdar um centavo sequer de herança , não foi outra coisa senão a perda do amor pelos que lhe deram a vida.

Jesus afirma que "por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos" (Mt 24:11). Mas lembra, por outro lado, que "aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo" (24:13).

Perserverar em que? No amor e no amar. Muitos ficam meio sem graça quando ouvem Jesus dizer, cheio de graça, que a regra maior de Deus é a regra do amor, e que ela é a base de tudo (Mt 22:38). Acham simples demais. Mas Deus é simples mesmo.

Para Deus, o que conta no final das contas, é o amor e o amar, que tem a ver com dar a vida pelos vivos e pelas vidas. Ele mesmo amou tanto os vivos e as vidas do mundo que deu a Vida (Jo 14:6) para haver vida, vida para sempre.

Se você ama assim, como Deus ama, verá a Vida na sua vinda, cheia de graça e poder, para dar vida eterna a todos que amaram o Infinito e o Invisível com todo o coração, com toda a alma e com toda a mente, e o finito e o visível como a si mesmo.

Para finalizar, a conclusão de tudo é a seguinte: Cuide bem do seu amor. Não o deixe esfriar. Não o deixe apagar. Não o deixe morrer. Aqueça-o. Siga amando. até que aquele que o amou primeiro volte para buscar a todos os que amarem a sua vinda!

Fonte: Guiame, Genilson Soares da Silva

Um comentário:

  1. Vim agradecer a visita e pedir desculpas pela minha ausência por aqui.
    Aos poucos estarei voltando a visitar os blogs que tanto gosto, como o seu.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...